Jump to content

Sexualidade


Recommended Posts

há 4 minutos, RodrigoMarquês. disse:

Isso é muito arrojado, grande coragem! E depois vivem juntos com a criança? Nenhum dos dois têm namorado? 

Eu tenho 29 anos e já sinto muito a pressão de ter filhos... Mas pronto, penso sempre que os homens não têm idade para ter filhos - as mulheres têm sempre aquele limite de idade, por questões físicas, que nos homens não temos. 

Não, vivemos sozinhos hahaha Como disse, apreciamos muito a nossa independência,nenhum de nós pretende ou quer ter namorado. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 12k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Este tópico é igual ao chat: 85% putaria, 5% conversas estranhas, 10% conversas mais profundas. Incrível.

Não dá para meter um gif no título do tópico? Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content.

Mão direita.

agora mesmo, Cory Shark disse:

Não, vivemos sozinhos hahaha Como disse, apreciamos muito a nossa independência,nenhum de nós pretende ou quer ter namorado. 

Muito bem, resolvidos. E a criança fica com quem? Ou farão uma gestão do género de pais separados com guarda repartida? 

Desculpa as perguntas e se não quiseres não respondas... Mas estes temas interessam-me. :blush:

Link to post
Share on other sites
há 54 minutos, RodrigoMarquês. disse:

Também tenho esse sentido. :(

Mas acho que isto acontece porque estou interessado numa pessoa - que ainda não percebi se de facto está interessado em mim. 

Aos homossexuais: já pensaram em ter filhos? Ou é assunto arrumado e esquecido? 

Eu gostava muito de ter filhos.:(

Desde os 14 anos que digo que não quero ter filhos. E não vou mudar de ideias. 

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, Duarte disse:

mds que lenda que tu és tiago

Old que sim, e old que acho que estás a gozar comigo, mas também és uma lenda.

 

  • LOL 1
Link to post
Share on other sites

Eu desde de criança que sonho em ter 3 filhos... Lembro-me que brincava com isso. 

Depois, quando aceitei o facto de ser gay, acho que me resigenei... Mas o sentimento nunca ficou esquecido. 

Agora o meu melhor amigo teve uma filha e o desejo está mais forte que nunca em mim... 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 3 horas, RodrigoMarquês. disse:

Também tenho esse sentido. :(

Mas acho que isto acontece porque estou interessado numa pessoa - que ainda não percebi se de facto está interessado em mim. 

Aos homossexuais: já pensaram em ter filhos? Ou é assunto arrumado e esquecido? 

Eu gostava muito de ter filhos.:(

Been there, done that :haha:

Quanto a ter filhos, é uma questão complexa. Eu gostava de ter filhos, mas não me imagino a tê-los pelo menos a curto e médio prazo. Primeiro quero ter a minha vida organizada e um parceiro (convém, né xD), e só depois penso nisso :haha:

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
há 6 horas, RodrigoMarquês. disse:

Muito bem, resolvidos. E a criança fica com quem? Ou farão uma gestão do género de pais separados com guarda repartida? 

Desculpa as perguntas e se não quiseres não respondas... Mas estes temas interessam-me. :blush:

Claro que não, não tenho problema em falar disto, apesar do choque de algumas pessoas e das criticas por estarmos a fazer isto sem sermos um casal (como se eu não pudesse adotar um filho sozinho caso quisesse) ou mesmo como disseram aqui "isso é coisa do momento" Não, não é, eu nunca quis ter uma relação padrão, de namorar, viver juntos, dividir casa, gastos, etc... Gosto de ter alguém. Sou carente, mas carência é de amigos ou alguém especial sim :haha: Simplesmente é o que digo, não consigo aceitar essa coisa de quando se começa a namorar tem que se focar naquela pessoa e somente aquela pessoa, mesmo que implique cortar relações com alguns amigos etc, não conseguia. E também já tive (há muitos anos) relações que não foram lá muito bem não.

Eu sou enfermeiro, e recebi uma proposta para trabalhar para Munique, em Alemanha, possivelmente ficarei lá até à reforma. E ela fica cá, fico com os filhos nas férias e o resto do tempo é ela, isso porque o desejo de ser mãe é maior da parte dela, eu quero, mas não me importo de viver afastado. Claro que terei de pagar e enviar dinheiro ne haha

há 6 horas, RodrigoMarquês. disse:

Eu desde de criança que sonho em ter 3 filhos... Lembro-me que brincava com isso. 

Depois, quando aceitei o facto de ser gay, acho que me resigenei... Mas o sentimento nunca ficou esquecido. 

Agora o meu melhor amigo teve uma filha e o desejo está mais forte que nunca em mim... 

O desejo de ser pai é realmente grande da tua parte, como disse, podes adotar um sozinho, se é um sonho teu e um sonho muito bonito, força nisso :) 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
há 23 minutos, Cory Shark disse:

Claro que não, não tenho problema em falar disto, apesar do choque de algumas pessoas e das criticas por estarmos a fazer isto sem sermos um casal (como se eu não pudesse adotar um filho sozinho caso quisesse) ou mesmo como disseram aqui "isso é coisa do momento" Não, não é, eu nunca quis ter uma relação padrão, de namorar, viver juntos, dividir casa, gastos, etc... Gosto de ter alguém.

A título de curiosidade, já decidiram como vão ter o filho? Pensam usar, por exemplo, fertilização in vitro? Ou vai ser naturalmente?

Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Cory Shark disse:

WTF? Isso foi para quê? Ganhar uns likes com a piada forçada? :haha: 

Não lol. Estou a ser sincero. Daria um bom plot para um núcleo secundário de uma novela. 

Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, VINTAGE disse:

Não lol. Estou a ser sincero. Daria um bom plot para um núcleo secundário de uma novela. 

Então peço desculpa, achei que era alguma ironia, já apaguei.

Depois da Teresa vs Pipoca mais estas horas sinto-me queimado! :haha: muitas emoções. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 3 weeks later...
On 17/01/2021 at 00:53, Faded disse:

Marcelo anunciou que o confinamento pode durar até Março e eu fiquei de rastos. Não consigo pensar que vou ficar este tempo todo sem poder ir visitar o meu namorado. Pensar que isto ia durar 1 mês, já me custava imenso, mas mais 2 meses. Não sei como vou ficar em termos de saúde mental. Preciso dele. Preciso do carinho e do calor dele. Sinto-me péssimo. 

Desculpem o desabafo. 😢😢😢

passado 1 mês, já me comecei a conformar com a ideia de só nos irmos ver em Abril. tenho meditado, o que também ajuda a acalmar a mente e o espírito. 

Edited by Faded
  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Alguem por aqui que seja gay e tenha pais religiosos? 
Se sim, ja tiveram a coragem de se assumirem? 
E que eu queria muito assumir me a minha mãe, mas o facto de eu ser filho único e de a minha mãe seguir tanto os valores da Igreja...

Spoiler

A minha mãe não concorda nem com o casamento que não seja pela igreja ou casais que simplesmente vao viver juntos

Sei que não vai correr nada bem e que ela não me vai conseguir aceitar pelo menos nos primeiros anos.

Tudo o que eu mais queria era apresentar lhe o meu namorado, e inclui lo na minha família. Mas essa e uma realidade tão difícil. 

  • Like 1
  • Sad 2
Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Free Live disse:

Não tenhas pressa, se o namorado gostar de ti de verdade vai aceitar e compreender que tem de esperar.

É uma questão muito complicada, pode ocorrer uma rotura total de relações, tens de o fazer apenas quando fores financeiramente independente e tiveres coragem para tal. Mais vale contar mais tarde do que cedo demais. É a minha opinião.

Sim, ele compreende-me e bem. Nisso tenho muita sorte. Mas como dizes e bem também vou esperar por ter a vida estável, porque definitivamente o momento nao e o melhor 

Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Rui Melo disse:

Sim, nao se assumem. Mas chega a um Ponto que apresentam parceiros/as

 

há 1 hora, Rui Melo disse:

Sim, nao se assumem. Mas chega a um Ponto que apresentam parceiros/as

Desculpa, mas essa não é uma razão válida. Os heteros não se assumem porque não precisam de o fazer. Quando tu nasces, toda a gente assume que és hétero, no emprego ninguém te vai descriminar por seres hétero, na rua, ninguém te vai insultar por seres hétero, ninguém te vai ameaçar de porrada por estares a beijar uma pessoa do sexo oposto em frente a uma criança.

Sem falar na relação com os pais. A maioria dos pais não está preparada para que tu simplesmente lhe apresentes o teu namorado sem lhes teres dito que és gay. As coisas são como são. 

Eu acho sim que as pessoas devem fazer o coming out quando se sentem preparadas para isso. É um processo muito íntimo mas também muito libertador. No meu caso, o meu pai deixou praticamente de me falar e só com a pandemia é que ele aceitou o meu namorado. Quando fiz o coming out, ainda não era financeiramente independente. Depois, há associações como a AMPLOS, que ajudam pais a compreenderem melhora orientação sexual dos filhos.

Agora, eu acho sim que a orientação sexual é algo que deve ser divulgado. Se ninguém o tivesse feito, não teríamos os direitos que temos agora. 

  • Like 1
  • Love 2
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...