Jump to content
Rodolfo

Sexualidade

Recommended Posts

On 23/03/2020 at 20:15, Free Live disse:

@Faded, eu acho que não é saudável deixares a tua felicidade tão dependente de outra pessoa. Contra mim falo, que também sou um pouco assim, mas se calhar devias ver este período como uma forma de encontrares coisas para tu fazeres sozinho e te entreteres e vais ver que o tempo passa mais depressa. De forma muito crua, as relações acabam, as pessoas morrem e devemos fazer um pequeno esforço para estar bem autonomamente...

Também me tem custado um pouco, confesso, embora com a faculdade até ande mais distraído. Acho que é importante.

O problema é que não é a primeira vez que me acontece, numa relação anterior dei tudo a uma pessoa e ela acabou por se revelar uma desilusão, então achei que nunca mais ia encontrar ninguém e depois apareceu o Sérgio e voltei a acreditar de novo no amor. Mas tenho depressão e isso é algo que não se trata, apenas aprendemos a viver com isto. E eu estava a melhorar. Agora com esta situação, os sentimentos depressivos voltam a estar à flor da pele. Eu tento controlar e reprimi-los mas nem sempre consigo fazê-lo. É uma luta interna bastante forte comigo mesmo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 13 minutos, Faded disse:

O problema é que não é a primeira vez que me acontece, numa relação anterior dei tudo a uma pessoa e ela acabou por se revelar uma desilusão, então achei que nunca mais ia encontrar ninguém e depois apareceu o Sérgio e voltei a acreditar de novo no amor. Mas tenho depressão e isso é algo que não se trata, apenas aprendemos a viver com isto. E eu estava a melhorar. Agora com esta situação, os sentimentos depressivos voltam a estar à flor da pele. Eu tento controlar e reprimi-los mas nem sempre consigo fazê-lo. É uma luta interna bastante forte comigo mesmo. 

Mas mesmo assim tens que entender que a tua felicidade e bem estar depende somente de ti. Em relação a essas expectativas que depositas numa pessoa é algo corrosivo, não só nas relações mas como em tudo na vida. Eu próprio tenho dezoito anos e nunca namorei, não é por falta de homens, felizmente nos últimos tempos apareceram-me uns quantos (sabe-se lá de onde já que demorei anos para encontrar). Mas não deposito expectativas em relação a eles, porque considero que não são o tipo de homem que quero para uma relação. Devias aproveitar este tempo para te "deleitares" com a tua companhia. Solidão não é uma coisa tão cruel como apregoam, apesar de por vezes a carência decidir bater à porta.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
On 22/03/2020 at 22:44, Faded disse:

No dia 20 de março fiz 10 meses de namoro e não acredito que tive de passar esse tempo sozinho e a deprimir em casa. Este isolamento social vai arrasar comigo, tenhoa  certeza. Quem me dera já ter tido possibilidade de viver com o meu namorado. Mas não. Continuamos a viver em casas separadas, a kms de distância um do outro e agora vou ter de aguentar mais 2 meses sem estar fisicamente com ele. Não sei como vou aguentar. Ao fim de 11 dias já estou a enlouquecer.  E esta situação do isolamento social ainda se vai manter por uns meses. provavelmente nem vamos poder comemorar o nosso aniversário de 1º ano de namoro como devia de ser.

Cry me a river.

Este período de quarentena é difícil para toda a gente, não porque estamos sempre em casa, mas porque não podemos estar com as pessoas de quem mais gostamos e que estamos habituados a estar no nosso dia-a-dia. Há sempre coisas a fazer em casa, é verdade, como ouvir música, fazer exercício, ver séries e filmes... Mas não podemos sair à vontade. Se não fossem as redes sociais, aí sim, não teríamos como comunicar com as pessoas e era uma valente porcaria. Além disso, depois disto tudo, certamente irão dar muito mais valor a cada momento que passem juntos, cada abraço, cada beijo. O COVID-19 veio-nos pôr à prova a todos!

Espero que isto passe rápido, #VaiTudoFicarBem :D

Edited by João_O
  • Like 2
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 51 minutos, Jenny disse:

Acho que isso é verdade até certo ponto, mas quando se arrasta no tempo consegue ser mesmo arrasadora. Pelo que eu sinto, a solidão tem várias etapas. Numa primeira etapa, em que damos por nós sós pela primeira vez, sentimo-nos muito tristes e desmotivados. É mesmo uma tristeza profunda. Sentimo-nos, de certa forma, abandonados pela felicidade e pela vida. Depois habituamo-nos e entramos na segunda etapa, que é aquela em que começamos a ver o lado positivo de estarmos sós. "Posso fazer as coisas como quero e ninguém me chateia. Sou completamente livre!". Esta etapa revela-se benéfica até ao momento em que vemos que TODA a gente à nossa volta está acompanhada!  Aí entramos na terceira etapa: qual é o meu problema? Sim, porque se até aquela pessoa completamente horrível que nós conhecemos consegue ter alguém e eu não é porque eu devo ter algum problema! E aí entramos novamente numa fase de introspecção  e por mais pensamentos que tenhamos parece que nos afundamos cada vez mais. Começamos a sentir que nem somos dignos para que alguém goste de nós. E, além disso, quando crescemos (e acabamos a escola ou a universidade e começamos a trabalhar) há um fenómeno que pode agravar a situação: os amigos também não estão tão disponíveis como estavam. Eles próprios começam as suas famílias (miraculosamente os namorados e as namoradas aparecem do céu) e fecham-se nesse círculo. Apesar de todos os meios tecnológicos que hoje temos ao nosso dispor, as mensagens que enviamos, nem que seja para perguntar algo simples como "Como estás?" são deixadas por ler (ou "deixadas por ler"). Às tantas entramos naquela fase em que mesmo que alguém apareça nós já estamos tão anestesiados com tudo isto que nem reparamos ou desvalorizamos. A solidão, embora tenha várias fases e consiga ser ultrapassada, é algo que nos consegue transformar de forma permanente.

Mas bem, numa nota mais positiva para o @Faded: vocês continuam na mesma a gostar um do outro e a mostrar que gostam um do outro (por chamadas ou comunicação online). Uma vez que não vivem juntos, vejam esta impossibilidade de se encontrarem (no contexto que se vive) como algo que é para o vosso bem. Quando isto terminar vão estar mais felizes porque não correram riscos, estão saudáveis e vão finalmente matar as saudades todas de uma vez! Não há porque ficar triste! Como dizem os desenhos que andam a colocar nas janelas e nas portas dos prédios: "Vai ficar tudo bem!" :)

Eu próprio já passei por isso. Um esclarecimento: existe a solidão má (a que descreveste) e existe a solidão boa.

 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, VINTAGE disse:

Eu próprio já passei por isso. Um esclarecimento: existe a solidão má (a que descreveste) e existe a solidão boa.

 

Acho que devemos estar a pensar no mesmo mas a chamar-lhe coisas diferentes. Para mim a solidão é sempre negativa, mesmo que tenha etapas positivas. Por exemplo, considero positiva a segunda etapa que enumerei (aquela em que vemos o lado positivo de estarmos livres por algum tempo), mas é uma parte da solidão. Quando chego àquele ponto em que estou em paz comigo mesma, a sós, com as ideias organizadas e de espírito livre, não lhe chamo solidão. Chamo-lhe algo como "bem-estar interior".  É algo que só tem a ver comigo e nunca com os outros ou relacionado com o facto de estar com ou sem alguém à minha volta. :) 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 19/03/2020 at 17:48, Jenny disse:

Com isto do coronavirus o número de utilizadores de apps vai aumentar, não vai? :clown:

Ontem abri o Grindr por curiosidade e tinha umas 20 mensagens com muitas dick pics à mistura. O pessoal anda mesmo desesperado por sexo. LOL

E o pior é que sei de casos de gajos de Tomar ( a cidade mais próxima da minha aldeia), que andam a ter one night stands, sem se importarem com a COVID-19. Alguns deles ainda vivem com os pais e deviam de ter pelo menos mais cuidado, porque podem apanhar facilmente a doença e transmiti-la aos pais. Enfim. Gente inconsciente que só pensa nela própria e em satisfazer os seus desejos de sexo. Eu também queria ir ter com o meu namorado neste preciso momento, mas não o faço porque tenho noção que enquanto estiver o estado de emergência, as medidas de confinamento são para serem cumpridas. E revolta-me saber que há pessoas que andam a furar a quarentena. Mas não posso fazer nada...

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 10 horas, Faded disse:

Ontem abri o Grindr por curiosidade e tinha umas 20 mensagens com muitas dick pics à mistura. O pessoal anda mesmo desesperado por sexo. LOL

E o pior é que sei de casos de gajos de Tomar ( a cidade mais próxima da minha aldeia), que andam a ter one night stands, sem se importarem com a COVID-19. Alguns deles ainda vivem com os pais e deviam de ter pelo menos mais cuidado, porque podem apanhar facilmente a doença e transmiti-la aos pais. Enfim. Gente inconsciente que só pensa nela própria e em satisfazer os seus desejos de sexo. Eu também queria ir ter com o meu namorado neste preciso momento, mas não o faço porque tenho noção que enquanto estiver o estado de emergência, as medidas de confinamento são para serem cumpridas. E revolta-me saber que há pessoas que andam a furar a quarentena. Mas não posso fazer nada...

:priest:

É um caminho perigoso. Não gostava de descobrir que a outra pessoa ainda tem aplicações instaladas.

  • Like 1
  • Thanks 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Faded disse:

Sim. ahahahha

Ontem estava a ler no twitter que um brasileiro passou alcool gel no pénis e o namorado ficou com o rabo "queimado". Eu queria acreditar que era apenas uma fic, mas já não digo nada. :priest:

Ambos ainda temos o Grindr instalados. Não sou o único xD

Acho que se houver abertura para isso, não há grande problema. O problema é quando só um é que tem e não diz ao outro. Aí já há motivo para desconfiar. Como já escrevi aqui, já estive noutra relação em que dei tudo à pessoa e ela não foi correta comigo e escondeu-me coisas. Agora só consigo estar com uma pessoa se tudo estiver esclarecido, se não houver segredos que possam contaminar a mesma. Prefiro que a pessoa diga que não quer nada comigo, que não se sente sexualmente satifesita,  do que andar a trair-me.

E as relações abertas podem ser uma boa alternativa, se ambas as pessoas tiverem "na mesma página", porque é possível distinguir amor de sexo. Para nós, pelo menos, tem estado a resultar. Claro que não vai resultar com toda a gente, porque é preciso ter alguma abertura mental. Mas uma relação aberta é diferente de uma traição, pelo menos, para mim é. 

E relação aberta não significa que a pessoa anda a ter one night stands com diferentes parceiros a cada dia. 

A base de tudo é a confiança. Como em qualquer relação. 

O meu sonho é ter uma relação aberta. 

Mas nem uma relação comum arranjo. :haha:

  • Like 3
  • Love 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, VINTAGE disse:

O meu sonho é ter uma relação aberta. 

Mas nem uma relação comum arranjo. :haha:

Primeiro está o trabalho. Por isso toca a arranjar uma relação com a Plural :clown:

  • Love 1
  • LOL 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, Faded disse:

Sim. ahahahha

Ontem estava a ler no twitter que um brasileiro passou alcool gel no pénis e o namorado ficou com o rabo "queimado". Eu queria acreditar que era apenas uma fic, mas já não digo nada. :priest:

Ambos ainda temos o Grindr instalados. Não sou o único xD

Acho que se houver abertura para isso, não há grande problema. O problema é quando só um é que tem e não diz ao outro. Aí já há motivo para desconfiar. Como já escrevi aqui, já estive noutra relação em que dei tudo à pessoa e ela não foi correta comigo e escondeu-me coisas. Agora só consigo estar com uma pessoa se tudo estiver esclarecido, se não houver segredos que possam contaminar a mesma. Prefiro que a pessoa diga que não quer nada comigo, que não se sente sexualmente satifesita,  do que andar a trair-me.

E as relações abertas podem ser uma boa alternativa, se ambas as pessoas tiverem "na mesma página", porque é possível distinguir amor de sexo. Para nós, pelo menos, tem estado a resultar. Claro que não vai resultar com toda a gente, porque é preciso ter alguma abertura mental. Mas uma relação aberta é diferente de uma traição, pelo menos, para mim é. 

E relação aberta não significa que a pessoa anda a ter one night stands com diferentes parceiros a cada dia. 

A base de tudo é a confiança. Como em qualquer relação. 

Ah, não sabia que era uma relação aberta.

Tenho de confessar que sou bastante quadrado com isso, mas eu consigo perceber as vossas motivações. Vai é contra todas as ideias de romantismo que tenho...prefiro saciar vontades repentinas sozinho. :ph34r: Além de que ficaria maluco em imaginar a outra pessoa com outro. De qualquer forma, nunca sabemos o dia de amanhã.

(eu pensava que tinha comentado isto há umas horas, mas pelos vistos não registou o meu comentário e já me aconteceu 2x hoje, é só a mim?)

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Free Live disse:

Ah, não sabia que era uma relação aberta.

Tenho de confessar que sou bastante quadrado com isso, mas eu consigo perceber as vossas motivações. Vai é contra todas as ideias de romantismo que tenho...prefiro saciar vontades repentinas sozinho. :ph34r: Além de que ficaria maluco em imaginar a outra pessoa com outro. De qualquer forma, nunca sabemos o dia de amanhã.

(eu pensava que tinha comentado isto há umas horas, mas pelos vistos não registou o meu comentário e já me aconteceu 2x hoje, é só a mim?)

Eu acho que não é para toda a gente. As duas pessoas têm de querer. Mas resulta, porque cada vez me sinto mais apaixonado pelo Sérgio. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Alguém já usou a app Hot or Not? Sabem dizer-me onde eu vejo quem se interessou por mim?

Edit: acho que já sei como funciona; esta coloca um V, tipo de correto, não sei se me estou a fazer entender, a azul no mesmo separador em que mostra as outras pessoas.

Edited by srcbica

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, Bloody disse:

Morto que plagiaram o jogo/tópico ícone do Fórum aTV. 

Onde assino o processo para o tribunal?

Também me lembrei do jogo quando vi o nome da app. xD Impossível não lembrar. xD

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Tiagotv disse:

Segundo consta o consumo de pornografia rebentou durante a pandemia

E não me surpreende minimamente. :cryhappy: 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 22 minutos, tjspy disse:

Em minha casa o consumo até diminuiu, tendo em conta que está mais gente permanentemente em casa :cryhappy:

UHXkDQL.gif

Para chamar a ASAE e fechar esse bacanal.

:cryhappy:

  • LOL 4

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que não surpreende ninguém, há muito menos saídas de casa, muito menos possibilidade de ir à rua, portanto o pessoal contenta-se com o que tem 

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 23/04/2020 at 23:20, srcbica disse:

Alguém já usou a app Hot or Not? Sabem dizer-me onde eu vejo quem se interessou por mim?

Edit: acho que já sei como funciona; esta coloca um V, tipo de correto, não sei se me estou a fazer entender, a azul no mesmo separador em que mostra as outras pessoas.

Não tenho e nunca tive, mas pelo que falas, o conceito parece muito idêntico ao do Tinder, em que dás swipe right para gosto ou swipe left para não gosto. Mas não sei se na que falas dá match :haha:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...