Jump to content

Recommended Posts

On 09/12/2020 at 16:34, emanuel92 disse:

Sendo os arquipélagos dos Açores e da Madeira , regiões autônomas com parlamentos próprios mas respondendo à República Portuguesa, porque é que a AR ( Assembleia da República) através no seu canal ARTV, não transmite as sessões parlamentares destes parlamentos regionais na ilha do Faial ( Cidade  da Horta nos Açores) e na ilha da Madeira ( Cidade do Funchal)  para todos os portugueses?

Acho muito estranho que a ARTV não tenha estas emissões asseguradas já que os territórios insulares são também Portugal.

Será por uma questão de meios técnicos? Mas aí a AR tem a responsabilidade mais o Governo Nacional de garantir esses meios técnicos aos parlamentos das regiões autônomas e à ARTV.

Se a ARTV fizesse parte do grupo RTP poderia ser facilmente assegurada essas emissões para todos os portugueses no cabo na TDT e  no online.

A ARTV pertence exclusivamente à Assembleia da República e acho que isso seria inconstitucional (provavelmente violaria o princípio da autonomia das instituições regionais e o seu respetivo Estatuto Político-Administrativo).

No caso de uma possível RTP Parlamento, isso já não se põe em causa.

Existe, melhor, existiu a intenção de criar um Canal Parlamento/Açores através da aprovação de projetos de resolução, mas dada a situação política atual nos Açores parece que isto foi posto de lado (temporariamente).

Os portais das respetivas Assembleias Regionais transmitem em direto as Reuniões Plenárias.

O que a Assembleia da República podia fazer era celebrar um acordo de cooperação com a RTP em que a RTP podiam ceder os debates eleitorais e outros programas para o canal, tipo o que já fazem com o programa Parlamento, para colocarem na grelha quando não está com a emissão aberta.

Edited by mavb98
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • Replies 51
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Acho que seria mais fácil a ARTV passar a fazer parte do universo RTP com o canal a ser controlado pela estação pública. Para além das emissões das sessões parlamentares poderia haver documentários da história da democracia bem como debates e sessões parlamentares históricas. Também seria uma forma do arquivo histórico da ARTV ser digitalizado por profissionais da RTP e passarem a fazer parte do arquivo público da TV e rádio.

Eu acho que a ARTV deveria mudar a sua estrutura, para deixar de ser um simples canal parlamentar e passar a ser político, e adotar o modelo do C-SPAN, da CPAC e da BBC Parliament e transmitir: Um telejornal noturno, com cerca de uma hora de duração, todos os dias às 21h, do género do L'Essentiel (https://www.cpac.ca/en/programs/lessentiel-with-esther-begin/, https://www.behance.net/gallery/70654573/LEssentiel-CPAC?tracking_source=search|cpac) e do PrimeTime Politics, da CPAC (https://www.

Sendo os arquipélagos dos Açores e da Madeira , regiões autônomas com parlamentos próprios mas respondendo à República Portuguesa, porque é que a AR ( Assembleia da República) através no seu canal ARTV, não transmite as sessões parlamentares destes parlamentos regionais na ilha do Faial ( Cidade  da Horta nos Açores) e na ilha da Madeira ( Cidade do Funchal)  para todos os portugueses? Acho muito estranho que a ARTV não tenha estas emissões asseguradas já que os territórios insulares são ta

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...