Jump to content

Masterchef Portugal [T6]


_zapping_

Recommended Posts

  • 2 weeks later...

Gostei da estreia. Finalmente tenho algo para ver aos sábados à noite! Como nunca fui o maior fã da fase dos castings, até não me importo nada que tenham saltado essa parte.

Achei que melhoraram vários aspetos em relação à temporada anterior. A cozinha está mais agradável, mais bem decorada e funciona muito melhor em televisão. Em termos gráficos, também melhorou muito. Parece-me que foi uma boa opção usarem os grafismos da versão australiana.

Falando do que considero o principal - o trio de jurados - também me parece que este trio é mais carismático. Noto que têm uma maior facilidade de comunicação e fazem avaliações mais elaboradas. Surpreendeu-me a prestação do chef Pedro Pena Bastos, que me pareceu o mais completo dos três. A chef Noélia Jerónimo é uma querida e um coração mole, mas também não deixa de criticar quando necessário. O jurado de que menos gostei foi mesmo o chef Ricardo Costa, que me pareceu mais carrancudo e retraído. Acaba, no entanto, por preencher o papel do jurado mais sério.

Quanto aos concorrentes, acho que temos um conjunto de cozinheiros amadores variado, com vários estilos de cozinha diferentes e também com várias personalidades distintas. Só na estreia já deu para ver que vai haver conflitos entre alguns. Quanto à primeira eliminação, não me surpreendeu e acho que fez sentido.

Edited by Televisão 10
  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Também gostei da estreia.

Bastante surpreendido quando me deparo que não há a fase de castings.

Por um lado, dava para conhecer um pouco a cozinha de cada um, o que é que cada um é capaz de fazer. Por outro, percebo que excluam essa fase, é a mais chata.

Bom episódio, logo com conflito na primeira prova de exteriores, com aquele concorrente mais velho sempre, mas sempre a falar e a desconcentrar a capitã de equipa.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Foi uma boa estreia!

Ao início estranhei um pouco os jurados, mas a partir da prova de equipas e até ao fim do episódio achei-os mais carismáticos. Gostei que cada um deles assume um registo diferente: o chef Ricardo é mais sério, a chef Noélia é a mais querida e o chef Pedro é o mais incisivo; este último, que não conhecia, foi uma boa surpresa.

Nota positiva para a ausência dos segmentos "Já a seguir" (não sei se por ser a estreia).

Apesar de inesperada, não gostei da expulsão.

Link to comment
Share on other sites

A estreia foi muito dinâmica, embora ache que a edição eliminou as cenas dos castings porque os jurados falaram que já conheciam algo deles e nota-se que os concorrentes já tinha ligação :haha: Acho que havia material gravado porque algumas coisas remetiam para isso, no entanto, não desgostei da opção. 

Em geral, é um leque de concorrentes muito diverso e parece saberem mais de cozinha do que muitos da edição anterior :cryhappy: No entanto, estou a sentir que  o Guilherme vai ser o Telmo desta edição, não se compreende como não foi eliminado, foi uma tragédia de ponta a ponta, ao passo que a pessoa eliminada não tinha tantos argumentos contra ela. Por outro lado, evita-se uma nova Fernanda. Eu adorei o concorrente mais velho, vai render muitos barracos :lol: O que eu me ri na prova de equipas.

O leque de jurados é bastante bom, fiquei surpreendido, embora acho que a Chef Noélia é demasiado coração mole. O Chef Pedro é acutilante a cada comentário, adorei. 

Senti a falta do instrumental icónico e odiei aquela abertura, super fraca. Por outro lado, o cenário é muito bonito. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Acho que isto teve muitos problemas de ritmo, sobretudo naquela fase inicial em que tinham de tirar e acrescentar ingredientes.

Os jurados, como sempre neste início, andam ali meio a patinar sobre como conduzir um programa deste género, mas também gosto mais destes jurados do que dos da temporada anterior. São mais assertivos e exigentes. Gostei sobretudo da postura daquele bonzão que é o Pedro Pena Bastos. CURA-me, papito :calor:

Ao contrário do que muita gente disse aqui, eu senti falta da fase de castings e sobretudo do factor espectacularidade/ evento televisivo. Assim como foi apresentado, parece que veio só mais uma fornada de concorrentes, de jurados, e pronto, on its way to low ratings.

O cenário está bem melhor quando comparado com o da temporada anterior e os concorrentes também me parecem carismáticos. Devem ter sido escolhidos a dedo. Será que provaram, sequer os pratos deles na fase de selecção? :mico:

Aquelas duas horas de programa é que não se justificam (daí também os problemas de ritmo), mas enfim, é a estação pública que temos.

  • LOL 1
  • Shock 1
Link to comment
Share on other sites

há 1 hora, TheSecret disse:

A Teresa Guilherme vai ser convidada de um dos episódios

Ouvi isto no podcast Tudo o Resto da Renascença e pela conversa e descrição da atividade, pensei que pudesse ser um episódio de Natal ou um especial. Ela fala em competir com um chef ao lado.

Por acaso, seria uma dinâmica engraçada se convidassem famosos, os juntassem a chefs e fizessem a competição ao contrário - com os concorrentes a avaliar os pratos. Existe alguma dinâmica assim?

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 2 horas, guilhermefmcar disse:

Ouvi isto no podcast Tudo o Resto da Renascença e pela conversa e descrição da atividade, pensei que pudesse ser um episódio de Natal ou um especial. Ela fala em competir com um chef ao lado.

Por acaso, seria uma dinâmica engraçada se convidassem famosos, os juntassem a chefs e fizessem a competição ao contrário - com os concorrentes a avaliar os pratos. Existe alguma dinâmica assim?

Se calhar, é o especial que vai haver na passagem de ano.

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

há 14 horas, guilhermefmcar disse:

Ouvi isto no podcast Tudo o Resto da Renascença e pela conversa e descrição da atividade, pensei que pudesse ser um episódio de Natal ou um especial. Ela fala em competir com um chef ao lado.

Por acaso, seria uma dinâmica engraçada se convidassem famosos, os juntassem a chefs e fizessem a competição ao contrário - com os concorrentes a avaliar os pratos. Existe alguma dinâmica assim?

É o especial de fim de ano, que vai ter famosos a participar com os concorrentes.

Link to comment
Share on other sites

Alguém que diga à Shine para diminuir o volume das músicas de fundo. Na prova de equipas, sobretudo, estava demasiado alto.

Eliminação muito surpreendente. Era um candidato que esperava ver nas primeiras posições. Ainda assim, uma vez que o que conta é a prova de eliminação, parece-me que foi uma saída justa.

Há algo que me deixa algo perplexo no leque de concorrentes. Sendo o programa para cozinheiros amadores, acho um pouco estranho haver um concorrente já com um curso de pastelaria e que, inclusive, teve um restaurante aberto onde era cozinheiro. Parece-me que vai contra as diretrizes do formato.

Edited by Televisão 10
  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Mais um bom programa, mas com alguns pontos a melhorar.

A prova de equipas foi uma confusão total. Acho que deveria ter sido melhor organizada em termos de estrutura.

Continuo a não gostar do facto de elementos da equipa que ganha terem de ir à eliminação. Ainda assim, é inevitável que rendeu boas cenas. Achei, no entanto, que o concorrente da equipa que venceu deveria ter participado na primeira ronda. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

Um bom episódio, com conflitos à mistura. O Alexandre é um concorrente bom para o entretenimento, mas péssimo para eles que o aturam :lol: Se bem que eu também não vou muito à bola com a Sandra, também se faz muito de coitadinha e pensa que é mais do que aquilo que é. Assim como achei muito injusto ele ter que ir à prova de eliminação se, de facto, houve uma fraude na prova, iam eles à eliminação, mas as regras também eram pouco claras e abria espaço para muita coisa. 

A saída era esperada, já havia semanas que indicavam que o concorrente em questão não ia durar muito. Na próxima semana, não ficaria chocado se saísse a última pessoa a ser salva :haha: É outro que está a fazer horas extra. Já se começa a trilhar o núcleo forte do programa: Bruno, Rosana e Sashima. Embora a Rita também tenha muito potencial e, pelo facto de ser uma das mais novas, não ficaria nada chocado se chegasse à final, embora isto ainda seja muito prematura de dizer. 

Foi bom rever a Teresa :haha: Eu amava vê-la neste elenco, ela surtava.

Edited by Fernando
  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...