Jump to content

The Voice Portugal [T8]


Recommended Posts

Nuno Artur Silva, administrador da RTP, 15 de maio de 2015:

Administrador da RTP quer apostar em séries, filmes, documentários e formatos de entretenimento originários de Portugal

"Acho importante ter formatos estrangeiros adaptados. Mas para isso há a TVI e a SIC"

"Só faz sentido pensar a RTP como serviço público se ela tiver esta articulação com a possibilidade de existir uma indústria de audiovisual, que tem de ter ambição de internacionalizar e criar formatos em vez de os importar"

“A RTP deverá contribuir para criar formatos que se possam vender lá fora”

Que programas temos no primeiro ano de Nuno Artur Silva e Daniel Deusdado? 0 formatos originais, 5 formatos importados: Sabe ou Não Sabe, Got Talent, The Voice, Sooner or Later, The Big Picture...

Na RTP, só mudam as moscas...

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
  • Replies 4.3k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

A RTP acaba de divulgar os mentores do The Voice Portugal 2019: Aurea, Diogo Piçarra, Marisa Liz e António Zambujo. 

A Marisa Liz anunciou a sua separação após 18 anos. Não acredito mais no amor.   Ora bem, a Áurea tambem terminou o seu namoro hoje? Será?  

Porque é baixinho e podia ser confundido q

A sorte do The Voice em relação aos outros talent-shows é que mesmo que o formato talent-show esteja esgotado, o The Voice vai um pouco além disso, mais que um simples talent-show aquilo é o que se diz como "um bom entretenimento", não se foca apenas na procura de uma estrela, mas também proporciona um grande espectáculo musical desde as audições até às galas, além disso tem tido a sorte (pelo menos nas versões que fui acompanhando) de ter painéis de jurados super carismáticos que divertem o público. Aquilo é um verdadeiro espectáculo o que torna o The Voice diferente dos outros. Claro que chega a um ponto que cansa, eu por exemplo via o US e à dias temporadas para cá simplesmente perdi a paciência, acho aquilo sempre mais do mesmo (mas dizem que em termos de talento está cada vez melhor). Mas lá também há 2 edições por ano, o que torna ainda mais cansativo. Cá não se corre esse risco, e eu defendo que a RTP deve continuar a apostar nele no futuro, se não forem exagerados como acontece nas américas, o programa poderá muito bem continuar a resultar. Há sempre espaço para tudo, desde que não seja em demasia. Um talent-show por ano na televisão portuguesa não faz mal nenhum, agora quando já são 2,3, 4 isso depois cansa. 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Acho que é um formato que já não faz sentido... o género está gasto e não produz assim tantos talentos como eles querem fazer crer. Nos EUA até estão todos a acabar já esgotou o filão... nos últimos anos quantos destes finalistas em talent shows fizeram realmente carreira? Acho que é mal pensado da parte da rtp há outros formatos mais adequados ao serviço publico e que fogem desta temática gasta das cantorias.

Acho piada que digam que os dos putos estão gastos mas foi a rtp que relançou a moda dos putos depois da tvi o ter esgotado...

Muitas vezes os que tem sucesso nem sao os que ganham, como aconteceu com a Luciana Abreu e a Carolina Deslandes.

Link to post
Share on other sites

Eu acho bem que apostem no formato, até porque gosto muito, mas espero que abram o leque para novas apostas.

A RTP1 não pode estar sempre na linha do: The Voice ----» Got Talent ----» Programa de cozinha ----» vira o disco e toca o mesmo.

Existe de certeza novos programas que vão ao encontro da RTP1, e que bem intercalados com as apostas habituais podem fazer que cada formato tenha espaço na grelha, com o merecido descanso para não cansar. Além disso, sempre podem produzir novos formatos, com conteúdos fora do habitual.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Já vai começar a palhaçada... desculpem lá mas eu acho que gente que já fez parte das fases finais destes concursos não devia poder participar. Depois acontece o ridiculo da última que é vencer alguém que de alguma forma já tinha 'carreira'...

Se a pessoa já participou e não chegou a lado nenhum é culpa sua não é justo que esteja a roubar oportunidades a outros... que basicamente foi o que sucedeu na edição anterior.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

O programa terá seis Provas Cegas [entre 11 de outubro e 15 de novembro], três Batalhas [entre 22 de novembro e 6 de dezembro] e dois Tira Teimas [de 13 a 20 de dezembro].

 Porquê seis Provas Cegas? D: Porquê? E porquê 2 tira-teimas? Se  2 episódios de Provas Cegas e 1 de Tira-Teimas se convertessem em galas, ficávamos com 6 galas, o que já era mais aceitável, com 2 Rondas para cada metade de equipa (contando que eles ainda vão dividir as equipas por galas), uma semifinal e uma final.

São muito bons na produção de luzes, montagem de episódios, cenários, mas depois falham gravemente na organização dos episódios :sleep: é o grande problema da nossa versão. 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...
  • 2 weeks later...

 

O concerto de ontem será emitido na íntegra no domingo antes do Telejornal, na RTP1 smile emoticon
‪#‎TheVoicePT‬

 
safe_image.php?d=AQBWNb-DQO_nMEwX&w=470&
À hora marcada já o recinto da Fonte Luminosa se enchia de fãs dos mentores desta edição do The Voice Portugal.
MEDIA.RTP.PT
 
 
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

1ª Prova Cega

http://media.rtp.pt/thevoiceportugal/artigos/minuto-exclusivo-ve-antes-da-estreia-do-the-voice-portugal/

 

Gostei. Ele não é o Luís Baptista de Uma Canção para Ti?

Não sei. Mas já irrita participarem concorrentes vindos de outros programas. Parece que já não há concorrentes "inéditos"!

Link to post
Share on other sites

Não sei. Mas já irrita participarem concorrentes vindos de outros programas. Parece que já não há concorrentes "inéditos"!

Nos somos apenas 10 milhoes e ha programas destes todos os anos, por isso ate acho normal haver "repetentes".

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

Não sei. Mas já irrita participarem concorrentes vindos de outros programas. Parece que já não há concorrentes "inéditos"!

"uma canção para ti" era um concurso para crianças, lá por ter participado num, já não pode concorrer a mais nada na vida? um pouco exagerado, não? 99% não sabe/não se lembra dele..

Edited by joanna
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

"uma canção para ti" era um concurso para crianças, lá por ter participado num, já não pode concorrer a mais nada na vida? um pouco exagerado, não? 99% não sabe/não se lembra dele..

Tem-se visto que concorrentes de talent-show de crianças aparecem mais tarde em formatos para jovens e adultos.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Que bom será este regresso do The Voice, detesto Ídolos e Factor X, para mim são mortos, secantes,nesta última edição do Ídolos então cheia de falhas alheias aos concorrentes.

O The Voice não, logo nas provas cegas há ali um patamar de qualidade, de excelência de brilhantismo muito bons,ajuda começar logo no início com banda.É sem dúvida um formato de qualidade muito bem produzido e exclente em muitos campos.

Que seja mais uma boa temporada deste programa, que apareçam muitos talentos mesmo que acabem por não ir muito longe na sua carreira musical,se mantiver o nível da 2ª estará muito bom , ainda me lembro da equipa da Mariza numa meia final em que os 4 penso serem 4 podiam perfeitamente ter chegado à final pois eram muito talentosos.

Os mentores por mim podiam ter substituído o Mickael e o Anselmo, mas eles chamam audiência, penso que o progarama tem tudo para ficar à frente do Peso Pesado Teens, e gostava que até pudesse ameaçar a Quinta,se o vencedor se terá sucesso logo se verá.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Os concorrentes deste tipo de programas não podem esperar um princípio de carreira sólida após terem ganho. É um bocadinho off-topic mas o último vencedor de um programa de talentos que tem conseguido vingar é o Diogo Piçarra. O que ele fez era o que o Rui deveria ter feito na última edição e o Denis também. Tudo bem que o Ídolos tem essa possibilidade de estudar em Londres, mas o que ele fez foi o que a maioria não soube fazer: trabalhar no seu disco. Mesmo que durante esse período se volte novamente ao anonimato, o período de reflexão sobre o que se vai fazer a seguir é muito importante para o sucesso que se poderá vir a alcançar. No caso desta última edição do The Voice, penso que a Leonor Andrade soube tirar melhor partido desta participação do que o Rui (sendo ela a 2ª classificada da mesma equipa dele). Participou no Festival Eurovisão da Canção, tem o seu CD e ao que parece já tem uma música a passar numa novela da TVI. Pode não ter uma carreira em progressão como o Diogo, mas tem tido o seu reconhecimento. Mais do que ter talento para ganhar o programa, é preciso ser um bom gestor da própria carreira ou ter a sorte de encontrar as pessoas certas no local certo.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...