Jump to content

Atualidade


Recommended Posts

Ultimamente fala-se com insistência da marmita.

Com o agudizar da crise em Portugal cada vez se nota mais pessoas a levarem a comida para o local de trabalho/estudo ou a irem comer a sítios mais baratos, como por exemplo, as Refeições no Sítio do Costume do Pingo Doce, take away do Continente,etc.

As pessoas têm percebido que conseguem poupar uns trocos se levarem a comida de casa. Pessoalmente desde que trabalho 90% dos dias levo comida de casa, poupo dinheiro nisso e não tenho problemas com sabores( porque normalmente cozinha-se para sobrar já a contar com o levar o dito "farnel").

Dá trabalho fazer comida é certo, mas é nestas pequenas coisas que se deve consciencializar as pessoas que precisam e devem poupar ainda que esteja cada vez mais difícil o conseguirem

Link to post
Share on other sites
  • Replies 7.4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Grande incêndio a consumir a Catedral de Notre Dame:   https://www.publico.pt/2019/04/15/culturaipsilon/noticia/catedral-notre-dame-arder-1869375

Infelizmente não estudo e faço parte dos 13,4% dos desempregados, mas já estagiei e posso dizer que com isso ficam a ganhar bastante, não gastam dinheiro em restaurantes e podem trazer o dito "farnel" para o trabalho e socializar na mesma com os colegas.

Link to post
Share on other sites

Nós agora já temos máquina de café e vamos ter microondas no trabalho...acho mesmo que vou aderir para poupar uns trocos!

Aqui há máquina com café torrado e máquina Nespresso(mas aqui as cápsulas cada 1 compra). Acredita que poupas TaniaM, é uma mais-valia

Infelizmente não estudo e faço parte dos 13,4% dos desempregados, mas já estagiei e posso dizer que com isso ficam a ganhar bastante, não gastam dinheiro em restaurantes e podem trazer o dito "farnel" para o trabalho e socializar na mesma com os colegas.

Boa sorte na procura de algo Linkin. Sem dúvida que se pode socializar num ambiente mais resguardado que nos restaurantes.

Aqui em casa, todos têm sorte que trabalham a 1 min. ou menos de casa xD

Eu, como estudo mais longe, costumo almoçar com os amigos, variando o sítio, e aí sim, gasta-se algum dinheiro...

Pode ser que trabalhes depois 1 min de casa Frank. Também já tive essa fase de ir comendo com colegas enquanto estudava, mas rendi-me a este tipo de poupança

Link to post
Share on other sites

Ultimamente fala-se com insistência da marmita.

Com o agudizar da crise em Portugal cada vez se nota mais pessoas a levarem a comida para o local de trabalho/estudo ou a irem comer a sítios mais baratos, como por exemplo, as Refeições no Sítio do Costume do Pingo Doce, take away do Continente,etc.

As pessoas têm percebido que conseguem poupar uns trocos se levarem a comida de casa. Pessoalmente desde que trabalho 90% dos dias levo comida de casa, poupo dinheiro nisso e não tenho problemas com sabores( porque normalmente cozinha-se para sobrar já a contar com o levar o dito "farnel").

Dá trabalho fazer comida é certo, mas é nestas pequenas coisas que se deve consciencializar as pessoas que precisam e devem poupar ainda que esteja cada vez mais difícil o conseguirem

Tens toda a razão, Hugo.

Eu costumo almoçar algumas vezes na cantina da minha escola e outras vezes num café aqui perto, em que o menu (sopa-prato-bebida) é 2,95€, e não sai muito caro e é bem servido ;)

No que toca a lanches, eu não gasto dinheiro no Bufete, em que as coisas estão quase ao mesmo preço dos produtos lá fora (o que não é suposto). Levo umas bolachas e uns sumos. Sempre é mais barato :)

------------------------------------

Portugal, um país cada vez mais seco

A chuva faz falta, mas este ano deu lugar ao frio.

Link to post
Share on other sites

Acho que todos os portugueses deveriam passar por lá. :)

Um dos primeiros slogans de "Guimarães 2012", que surgiu em 2010 foi : "Todos os caminhos em 2012 vão dar a Guimarães", com a praia do Algarve deserta como fundo, o que gerou bastante polémica na altura :P

Link to post
Share on other sites

Olha, não sabia disso. Faz sentido, até, mas compreendo a polémica tendo em conta que Guimarães é que deveria surgir como imagem de fundo e não o Algarve!

Sim, mas a intenção era "No verão, os portugueses vão escolher a capital europeia da cultura às praias do Algarve", mas as autarquias da região lançaram as feras à cidade de berço :S

Encontrei um dos mais diversos outdoors da polémica. O slogan deste é "Guimarães 2012 - Onde tudo acontece", e mais uma vez as praias do Algarve desertas. Acho que isto funciona mais como uma sugestão aos portugueses "Porque não vamos a Guimarães este ano em vez do Algarve ?" do que propriamente uma provocação :cha:

53v2tw.jpg

Link to post
Share on other sites

Tens toda a razão, Hugo.

Eu costumo almoçar algumas vezes na cantina da minha escola e outras vezes num café aqui perto, em que o menu (sopa-prato-bebida) é 2,95€, e não sai muito caro e é bem servido ;)

No que toca a lanches, eu não gasto dinheiro no Bufete, em que as coisas estão quase ao mesmo preço dos produtos lá fora (o que não é suposto). Levo umas bolachas e uns sumos. Sempre é mais barato :)

2,95€? Muito barato, no Porto come-se muito barato mesmo!

Ainda hoje vi perto da estação da Campanhã cafés a anunciar mini-pratos a 3€, o mais barato em Lisboa que vi foi 3,90€.

A primeira semana de Guimarães 2012 foi um sucesso, vê aqui os números!

;)

10mtxjk.jpg

Link to post
Share on other sites

2,95€? Muito barato, no Porto come-se muito barato mesmo!

Ainda hoje vi perto da estação da Campanhã cafés a anunciar mini-pratos a 3€, o mais barato em Lisboa que vi foi 3,90€.

Depende dos sítios, atenção! Se eu te levar aos restaurantes da Foz ou do centro histórico do Porto mesmo, até te assustas com o preço de uma refeição.

Eu não estudo propriamente na cidade do Porto (centro), estudo um pouco mais ao lado, em Matosinhos, que embora seja uma cidade também ela cara a nível de vida, tem restaurantes com preços muito acessiveis ;)

Em Lisboa, por norma, as coisas são muito mais caras, o que que deve ser horrível :S

Link to post
Share on other sites

Depende dos sítios, atenção! Se eu te levar aos restaurantes da Foz ou do centro histórico do Porto mesmo, até te assustas com o preço de uma refeição.

Bebi um café na zona da Foz na 6f paguei 1,20€ e pensei: aqui come-se a um preço alto :) Mas também afasta pessoas que muitas vezes não interessam

Mas gostei bastante da zona da Foz, é agradável.

Link to post
Share on other sites

Bebi um café na zona da Foz na 6f paguei 1,20€ e pensei: aqui come-se a um preço alto :) Mas também afasta pessoas que muitas vezes não interessam

Mas gostei bastante da zona da Foz, é agradável.

Pois, foste à Foz, que é a zona mais cara e mais chic do Porto, onde moram as classes mais altas da cidade. É uma espécie de Cascais, onde moram as tias todas. É uma zona caríssima!

A Foz é muito linda, e costumo fazer praia aí, pois são de bastante qualidade (bandeira azul). Não gosto de ir para Matosinhos, onde pára a parolada toda :P

Link to post
Share on other sites

Pois, foste à Foz, que é a zona mais cara e mais chic do Porto, onde moram as classes mais altas da cidade. É uma espécie de Cascais, onde moram as tias todas. É uma zona caríssima!

A Foz é muito linda, e costumo fazer praia aí, pois são de bastante qualidade (bandeira azul). Não gosto de ir para Matosinhos, onde pára a parolada toda :P

Claro que tinha que ir para sítios bem frequentados ;) Fiz a zona da Foz até ao Sea Life(zona do Castelo do Queijo) e gostei bastante.

Link to post
Share on other sites

Claro que tinha que ir para sítios bem frequentados ;) Fiz a zona da Foz até ao Sea Life(zona do Castelo do Queijo) e gostei bastante.

Que zona fantástica :)

Eu faço sempre esses passeios quando vou para a Foz. Saio no autocarro do Castelo do Queijo e depois vou quase a pé até à ribeira, percorrendo aquela lindíssima marginal :)

Link to post
Share on other sites

Vai-se receber menos de ordenado líquido já a partir deste mês

As novas tabelas de retenção na fonte de IRS para 2012 foram ontem publicadas pela Autoridade Tributária e Aduaneira e apresentam um agravamento significativo das taxas aplicadas na maior parte dos escalões, que vai até aos dois pontos percentuais nos rendimentos mais elevados. Isto significa que, descontados os impostos, o salário líquido recebido vai diminuir.

Isto acontece porque, como já era esperado, as mudanças agora realizadas na tabela de retenção - e que terão de ser aplicadas já este mês pelas empresas e pelo Estado - passam a levar em linha de conta a imposição, no OE, de limites bastante mais apertados nos benefícios e deduções fiscais que os contribuintes podem ter com despesas em educação, saúde ou imóveis. Em vez de o efeito dessa medida se sentir apenas no final do ano, quando cada pessoa fizer a sua declaração de impostos, o Governo, através das tabelas agora publicadas, aumenta o valor da retenção na fonte realizada.

A nova tabela, publicada na página de internet da Autoridade Tributária e Aduaneira, mostra que para um contribuinte solteiro com um salário bruto inferior a 675 euros não são feitas alterações nas taxas de retenção. No entanto, a partir daí, o agravamento é feito de forma progressiva. Por exemplo, para quem não tem filhos e ganha entre 675 e 726 euros, a taxa de retenção passa a ser de 5,5%, quando no ano passado era de 5%. Até aos 907 euros, a subida na taxa de retenção é de 0,5 pontos percentuais.

A partir desse valor e até aos 1840 euros, a subida da taxa passa a ser de um ponto percentual. Para um contribuinte solteiro e sem filhos que ganhe entre 1205 e 1300 euros, a taxa de retenção passa de 12% para 13%. Ou seja, quem ganhe 1300 euros brutos passa a receber menos 13 euros por mês, por conta do IRS.

A partir dos 1840 euros e até aos 6653 euros, o aumento da taxa é de 1,5 pontos percentuais e, a partir daí, é de dois pontos percentuais. Por exemplo, para o último escalão, de vencimentos superiores a 25 mil euros brutos mensais, um solteiro sem filhos ficava com 38% do seu salário retido por conta do IRS e agora passa a ter 40%. Ou seja, fica com salário líquido mensal 500 euros mais baixo.

Os agravamentos de taxas seguem a mesma lógica para os contribuintes com filhos, para os contribuintes casados e para aqueles cujo vencimento seja resultado de pensões.

Nas tabelas agora publicadas, o Executivo introduziu ainda uma novidade: tabelas próprias para os funcionários públicos e pensionistas. Isto acontece para garantir que estes contribuintes não fiquem prejudicados em termos fiscais pelo facto de não receberem este ano (e no próximo) os subsídios de férias e de Natal. Como é explicado na circular publicada pelas Finanças, garante-se deste modo "a aplicação aos rendimentos auferidos por estes trabalhadores das taxas de retenção que correspondem ao respectivo rendimento médio mensal". Essa penalização já aconteceu durante o passado mês de Janeiro, mês em que vigoraram ainda as antigas tabelas de retenção.

Fonte: Público

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...

Se houver algo parecido, corrijam me sff.

Já faltou mais para o povo português começar a fazer justiça com as próprias mãos.

Caso Rui Pedro: Tribunal absolve arguido (atualizada)

O Tribunal de Lousada absolveu esta quarta-feira à tarde o arguido Afonso Dias do crime de rapto.

O único arguido do caso foi absolvido, com o tribunal a considerar que não há provas que Afonso Dias tenha raptado Rui Pedro.

O tribunal não valorizou o depoimento de uma das testemunhas da acusação sobre o envolvimento de Afonso Dias no desaparecimento de Rui Pedro, em 1998.

«Hoje foram desvalorizadas as declarações de Alcina Dias, uma mulher corajosa que veio aqui dizer a verdade. Mas a decisão do coletivo baseou-se nas declarações dos inspetores da Polícia Judiciária, que deram um triste espetáculo no tribunal, ao terem cá vindo dizer coisas que não escreveram nos autos», explicou o advogado da família de Rui Pedro à imprensa, Ricardo Sá Fernandes.

Sá Fernandes disse à saída do tribunal que o julgamento «é inadmissível e ilegal», por apenas se basear em declarações dos inspetores da Polícia Judiciária e ignorar as palavras da prostituta Alcina Dias.

«O tribunal deu como provados todos os passos básicos da acusação, mas depois entendeu que o jovem que foi às prostitutas com Afonso Dias, factos esses dados como provados pelo tribunal, podia não ser o Rui Pedro», disse Sá Fernandes à imprensa.

O advogado da família de Rui Pedro admitiu respeitar a decisão dos juízes, mas assegurou que «a saga ainda não terminou».

O advogado disse esperar que o Ministério Público recorra desta decisão e anunciou que vai processar elementos da Polícia Judiciária.

Por sua vez, o advogado de Afonso Dias também falou à imprensa no final da sessão, lamentando que o processo tenha demorado tanto tempo: «O tribunal aplicou a lei. É lamentável que tenha sido preciso chegar até esta fase do processo para se demonstrar que o arguido não tem nada a ver com isto.»

Sobre o recurso, que já foi interposto, espera não haver alterações à decisão: «Espero que o recurso mantenha a decisão que hoje se tomou, de forma independente e séria.»

Os pais de Rui Pedro sairam do tribunal em lágrimas e não prestaram declarações à imprensa.

Link to post
Share on other sites

Uni o tópico que criaste a este, que é para comentarmos como o próprio nome indica, a atualidade.

------

O caso Rui Pedro é mais um bom exemplo de como a justiça não funciona, neste caso particular nunca funcionou desde a investigação de há 14 anos... :banghead:

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...