Jump to content

Recommended Posts

  • Replies 2.4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content.

Insólito: Empregada de limpeza entra em direto no jornal da RTP https://www.atelevisao.com/rtp/insolito-empregada-de-limpeza-entra-direto-jornal-rtp/

Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content.

A RTP Informação já está mais vermelha que azul... Aposto no vermelho, verde num canal informativo é pouco comum (assim de repente só me lembro do Russia Today).

Por falar em Russia Today, porque é que não metem um relógio que altera entre quatro ou cinco fusos horários à la RT?

Há outra coisa que me inquieta: a RTP Informação é distribuída em Angola e Moçambique. Não sei o que é que acontecerá com a mudança para a RTP 3.

Link to post
Share on other sites

Bem, eu acompanho o Fórum, nem estava registado - mas este assunto fez-me tanta confusão que tive que me registar..

É assustador a forma como, principalmente no serviço público, é-se incapaz de olhar para as coisas com uma visão a longo prazo, e com uma ideia de integração. A RTP-Inf é o exemplo perfeito disso:

+ devia ser distinta, mas foi-se tornando cada vez mais genérica: de RTP-N, para RTP-Informação, para... RTP-3? Vá lá, alguém que pense mais do que 10 minutos nisto...

+ nunca se integrou com a marca de informação da RTP: como é que o canal se chama RTP-Informação, mas depois o site e as redes sociais são RTP-Notícias?

+ à excepção do desporto, nunca aproveitou os momentos em que a RTP "sai à rua" para se mostrar e para criar "shoulder-programming" relevante..

+ devia ser um agregador e distribuidor dos conteúdos de informação da RTP, de forma a ajustar custos e unificar o projecto de informação: o Telejornal Ásia e o Telejornal América que apareceram na RTP-Internacional, deviam surgir da RTP-Informação. Cabem também os noticiários das ilhas, outros da RTP Africa, o Página 2, projectos da rádio pública, etc. E caberia até um formato como o Sociedade Civil. (isto sim, era dar diversidade à grelha, não aquilo que o destravado do último director de info fez, que foi criar conteúdos tão especificos que, ao fim de uns dias, esgotaram-se..)

+ e sofre do grande problema RTP, que é a ideia de que quando os conteúdos são realmente importantes, encaixotam-se todos na RTP1, em vez de dividir para reinar. Falamos de documentários, de festivais, de séries, de eventos.

Espero que, à excepção do nome, esta mudança trate um pouco de tudo isto, porque há coisas que fazem todo o sentido: pivots da RTP1 e da RTP2 terem espaços na RTP-Inf só traz credibilidade ao canal, p ex.

Agora, na verdade, não concordo com um "regime de excepção" na TDT para a RTP-Inf. Se aceitarmos que esta pode entrar na TDT, então temos que abrir as portas a todos os canais "de informação". Caso contrário, é uma via rápida para um quinto canal, o que é injusto.

 

Isto ficou longuíssimo, desculpem!

Link to post
Share on other sites

Patético. Com tanta mexida das estruturas é impossível construir alguma coisa de jeito. Ainda assim, se passar para a TDT, faz todo o sentido mudar de nome e conceito. Defendo a transformação para um canal inteiramente produzido no Norte.

Não concordo com um canal feito inteiramente no Norte do país, sou a favor da descentralização mas irrita-me profundamente que as pessoas achem que Portugal acaba em Lisboa, a RTP Porto produz alguns programas no Norte do país, nomeadamente a Praça e também lá existe, se bem que nada tenha haver com a RTP o Porto Canal, ora porque é que há de haver um canal inteiramente produzido no Norte e nenhum produzido no Alentejo ou no Algarve, (nas ilhas já temos da RTPAçores e Madeira), o Sul também existe, é uma das regiões mais bonitas do nosso país e a maior em termos turísticos e não é minimamente aproveitada pelas estações comerciais, o Norte já foi mais que rodado em televisão, com muitas séries e telenovelas feitas aí em cima e com a produção de programas próprios, sendo uma das maiores marcas da RTP aí feitas, para além disso é patético ser feito um canal para promover uma região, apostem em programas regionais mas não só no norte porque o resto do país também conta e também existe, não podemos pensar dessa forma! 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

O que eu defendo é um canal com conteúdos sobre o Norte para todo o país. Acho que já está na altura de descentralizar. 

Portanto um canal para promover uma região para o resto do país? LOL! 

Sou a favor de programas regionais e de descentralização mas quando falam em descentralização FALEM EM NORTE E FALEM EM SUL porque o alentejo e o algarve existem!!!! 

É patético ser feita uma estação totalmente no Norte apenas para mostrar conteúdos de lá! LOL 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_lol.gif">

Link to post
Share on other sites

Pode ser um início da mudança dos canais RTP para a TDT. Mas o canal precisa de ser reformulado, e bastante. A SIC e a TVI é que vão bater o pé certamente.

E concordo com programas regionais, em todo o país. Claro que no Norte com mais evidência, visto ser a região mais populosa do país e demasiado esquecida para o peso demográfico que tem.

O Norte não é demasiado esquecido, tendo no Porto a produção de programas emitidos pelas estações generalistas e tendo um canal próprio, que é o Porto Canal, apesar de nada ter haver com a RTP! O Alentejo e o Algarve é que nunca estão em evidência!!!! É incrível! 

 

Irrita-me imenso quando as pessoas falam em descentralização da capital, mas limita-se a falar do Norte como se o país acaba-se em Lisboa! 

Essa inveja é tramada! lol 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_lol.gif">

Link to post
Share on other sites

Realmente concordo contigo...para as pessoas, descentralizar é ir para o Norte e pronto, não há mais sitio nenhum.

O Alentejo e Algarve ficam sempre esquecidos enquanto que o Norte tem bastante conteúdo nas TVs especialmente na RTP1 com o Jornal da Tarde que é maioritariamente noticias do Norte...

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Realmente concordo contigo...para as pessoas, descentralizar é ir para o Norte e pronto, não há mais sitio nenhum.

O Alentejo e Algarve ficam sempre esquecidos enquanto que o Norte tem bastante conteúdo nas TVs especialmente na RTP1 com o Jornal da Tarde que é maioritariamente noticias do Norte...

Claro! As pessoas gostam é de puxar a brasa à sua sardinha! 

Link to post
Share on other sites

Não há nenhum Centro de Produção da RTP no sul como há em Vila Nova de Gaia. Há delegações regionais sub-aproveitadas e em condições não muito boas, e deve ser fomentada a sua utilização, mas não exageremos.

Link to post
Share on other sites

Não concordo com um canal feito inteiramente no Norte do país, sou a favor da descentralização mas irrita-me profundamente que as pessoas achem que Portugal acaba em Lisboa, a RTP Porto produz alguns programas no Norte do país, nomeadamente a Praça e também lá existe, se bem que nada tenha haver com a RTP o Porto Canal, ora porque é que há de haver um canal inteiramente produzido no Norte e nenhum produzido no Alentejo ou no Algarve, (nas ilhas já temos da RTPAçores e Madeira), o Sul também existe, é uma das regiões mais bonitas do nosso país e a maior em termos turísticos e não é minimamente aproveitada pelas estações comerciais, o Norte já foi mais que rodado em televisão, com muitas séries e telenovelas feitas aí em cima e com a produção de programas próprios, sendo uma das maiores marcas da RTP aí feitas, para além disso é patético ser feito um canal para promover uma região, apostem em programas regionais mas não só no norte porque o resto do país também conta e também existe, não podemos pensar dessa forma! 

Portanto um canal para promover uma região para o resto do país? LOL! 

Sou a favor de programas regionais e de descentralização mas quando falam em descentralização FALEM EM NORTE E FALEM EM SUL porque o alentejo e o algarve existem!!!! 

É patético ser feita uma estação totalmente no Norte apenas para mostrar conteúdos de lá! LOL 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/ATV_lol.gif">

Querida, o Norte é a região do país com mais população, a mais jovem e a mais rica e diversificada culturalmente. Faz todo o sentido haver um canal com sede no Porto na qual se empregue trabalhadores de todo o Norte para a criação de conteúdos sobre o Norte e para o Norte. O Porto Canal é cada vez mais um canal do FCP, não cumpre nada os objetivos que tenho em mente para um canal do Norte. Este seria um canal com noticiários virados para o que se passa em toda a região, de forma a dar voz a grandes projetos, a grandes acontecimentos que se passam a um nível mais local e regional e que não têm projeção nacional nem são se quer referidos nas televisões de Lisboa. Seria um canal com documentários sobre a História, a cultura e as tradições da região mais antiga do país. Seria um canal para mostrar bandas, companhias de teatro, filmes produzidos no Norte. Mas, fundamentalmente, seria um canal para todo o país, que produziria séries e filmes com trabalhadores do Norte. Essencialmente, estamos a falar de um canal que teria como objetivos empregar os nortenhos com formação e mais jovens (o Norte é a região mais jovem do país, com Braga a ter uma das maiores taxas de jovens de toda a Europa) e que os colocasse "a render" e aproveitar as suas ideias para séries, por exemplo, e nem estou a falar de séries sobre o Norte; aliás, melhor seria produzir séries de ficção científica e inovadores que não têm espaço nos canais generalistas de Lisboa. 

Mas tu dizes muito bem que o Alentejo e o Algarve também precisam de receber alguma luz. E tens toda a razão, mas é necessário começar-se por algum lado. Em primeiro lugar, e pelas características que enumerei em cima (tipo de população e História), o Norte deve receber um centro de produção totalmente virado para essa região. Depois vamos ao resto do país. Agora, não vale a pena vires atacar e dizer que eu quero é beneficiar a minha região, porque, embora seja verdade que eu sou do Norte, estou mais do que ansioso para me mudar para Lisboa, por isso não tenho esse regionalismo desmedido e apaixonado que me faça não ver as coisas com clareza e me molde a opinião para beneficiar a região que habito. Por outro lado, sou totalmente contra essa guerrinhas idiotas e infantis entre o Norte e o Sul, ou entre o Porto e Lisboa, ou seja do que for. Somos um só país, temos que nos ver como um todo. Por isso, sim é verdade que o Sul do Tejo merece alguma atenção, mas comecemos no Norte e depois partiremos para o Sul, que, a meu ver, até está muito bem representado na televisão nacional.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Aberração é não haver regionalização no país, isso sim, com canais dedicados a cada região. Mas isso é outro assunto...

Edited by skizzo
  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Epá, a sério. Mudem esse disco do "Norte menosprezado" 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Esse sentimento de inveja de estar praticamente tudo em Lisboa faz mal à saúde. E tal como disseram ainda à bocado, vocês insistem tanto no assunto do "Norte menosprezado" que nem se apercebem que no Sul também não há nada disto. Não têm noção daquilo que dizem, para vocês desde que haja no Norte é "fixe" 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.
/emoticons/default_sleep.png"> Filhos, não é assim que funciona a vida.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites

Aberração é não haver regionalização no país, isso sim, com canais dedicados a cada região. Mas isso é outro assunto...

A RTP devia ter canais regionais no continente.

Link to post
Share on other sites

Claro que se fosse possível ter por exemplo o Jornal da Tarde no Porto, o Telejornal em Lisboa, o Jornal 2 em Coimbra e a RTP Informação em Faro tudo era mais justo... mas era caríssimo e quase impensável.
A informação regional para todo o país não resulta.  Ainda no outro dia no Jornal da Tarde uma das primeiras notícias foi a construção de 2 túneis para os esgotos em Lisboa, digam-me para que é isso me interessa? E com o Porto a mesma coisa, tenho noção que para o resto do país algumas notícias específicas também não interessam... Basicamente na RTP temos uma competição Lisboa vs Porto em notíciarios: os de Lisboa puxam mais por notícias de lá e os do Porto fazem o mesmo.

Como sou do distrito do Porto, concordo que o Norte (eu nem concordo com este nome) é menosprezado...mas ainda mais são o Algarve, o Alentejo e as Beiras! A regionalização é fundamental para Portugal mas por teimosia e incompetência da m**da de políticos que temos, ninguém quer saber.

Assim, na minha opinião, há 3 hipóteses: ou a RTP cria um canal para cada região como faz com os Açores e a Madeira, mas tem de gastar um balúrdio; ou o Estado lança concursos para canais regionais privados e apoia-os; ou esta RTP3 (que já estou a ver que às tantas não vai mudar assim tanto as coisas) tem desconexões com programação e emissão própria para cada região (aproveitando os estúdios que têm, afinal há uns anos conseguiam fazer o Regiões)...

Com esta mentalidade que somos um "país pequenino" e que tudo é muito pertinho e as regiões não existem, esta aberração do centralismo na televisão (e não só) e as notícias que são dadas a todos mas só interessam a alguns não vai acabar... A RTP é a que ainda se esforça mais por cobrir todo o país (então comparado com uma SIC nem se fala), mas não faz mesmo sentido nenhum continuar assim.
 

Tens razão nessa das notícias de Lisboa e Porto. Eu ainda gostava de saber o que raio é que me interessa o trânsito em Lisboa e Porto nos noticiários da manhã. Eu quero é saber como anda o trânsito na EN109 para saber se vou ter que apanhar com trânsito à ida para a universidade... Já CRIL/CREL, IC19, Ponte da Arrábida ou o raio que parta têm zero de interesse para quem viva no distrito de Aveiro (a não ser que vão trabalhar para uma zona com essas vias).

Fiquem Bem.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Isto da centralização deve parar. Eu por mim adicionaria a cidade de Braga a tudo o que seja espaço dedicado a trânsito em qualquer canal português (até nos intervalos da ETV). Sempre que estou no carro no meio de um engarrafamento, digo sempre a qualquer dos meus pais que está a conduzir: porque é que os canais não passam o trânsito para Braga? Para mim isto seria válido, pois Braga tem crescido um pouco e precisa de ter mais viabilidade na informação.

Até 2004 (julgava que era até 2002) nenhum canal dava a temperatura para Braga!

Link to post
Share on other sites

Isto da centralização deve parar. Eu por mim adicionaria a cidade de Braga a tudo o que seja espaço dedicado a trânsito em qualquer canal português (até nos intervalos da ETV). Sempre que estou no carro no meio de um engarrafamento, digo sempre a qualquer dos meus pais que está a conduzir: porque é que os canais não passam o trânsito para Braga? Para mim isto seria válido, pois Braga tem crescido um pouco e precisa de ter mais viabilidade na informação.

Até 2004 (julgava que era até 2002) nenhum canal dava a temperatura para Braga!

Todos os dias entram e saem de Lisboa cerca de meio milhão de carros. Queres comparar com Braga?

Uma coisa é sermos contra o centralismo, outra é ver centralismo em tudo. Para usar um exemplo que foi referido, se é notícia a baixa de Lisboa ter ficado inundada várias vezes no ano passado por problemas de esgotos, claro que se há um grande projecto para resolver o assunto isso também terá de ser notícia. 

E, embora isto tenha tudo um pouco a ver com a RTP Informação e até com o seu passado nortenho, vamos focar-nos no canal, sim?

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Todos os dias entram e saem de Lisboa cerca de meio milhão de carros. Queres comparar com Braga?

Uma coisa é sermos contra o centralismo, outra é ver centralismo em tudo. Para usar um exemplo que foi referido, se é notícia a baixa de Lisboa ter ficado inundada várias vezes no ano passado por problemas de esgotos, claro que se há um grande projecto para resolver o assunto isso também terá de ser notícia. 

E, embora isto tenha tudo um pouco a ver com a RTP Informação e até com o seu passado nortenho, vamos focar-nos no canal, sim?

Primeiro queria que Braga teria um brevíssimo espaço, ou Braga ou um espaço generalizado para outras localidades.

Quanto à RTP Informação, parece que no último ano o canal tem começado a perder a coerência. Espero que com a mudança corrijam os erros.

Link to post
Share on other sites

Se vocês vivessem num concelho pequeno (metade da população portuguesa vive fora das áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa) e levassem constantemente com notícias do Porto mas principalmente de Lisboa que não interessam ao menino jesus percebiam porque é que a malta fala em centralismo. O exemplo mais recente foi a quase nula cobertura que a RTP deu ao WTCC que se realizou em... Vila Real. Ou não ter sequer metido os pés no São João de Braga, o mais antigo do país e maior festa do Minho.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Se vocês vivessem num concelho pequeno (metade da população portuguesa vive fora das áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa) e levassem constantemente com notícias do Porto mas principalmente de Lisboa que não interessam ao menino jesus percebiam porque é que a malta fala em centralismo. O exemplo mais recente foi a quase nula cobertura que a RTP deu ao WTCC que se realizou em... Vila Real. Ou não ter sequer metido os pés no São João de Braga, o mais antigo do país e maior festa do Minho.

Pois é, muitas vezes o Minho aparece discriminado e nem sempre aparece na informação televisiva. Eu gosto quando Braga aparece na informação. mas é de vez em quando.

Link to post
Share on other sites

Até 2002 a RTP não dava temperaturas para Aveiro. Reparava muito nisso porque é a minha cidade - e ficava irritado. xD

Eu notava o facto em 2002 da TVI não dar a temperatura para Braga, e na altura julgava que a RTP dava.

Depois em 2004 já meteram Braga. Resultado: nos mapas, à custa da falta de espaço, tiraram Viana do Castelo! Depois voltaram a por Viana do Castelo, desta vez em cima de Braga.

A RTP N tinha um bloco meteorológico nos intervalos ao estilo dos canais internacionais da RTP, pena não terem usado mapas pois para mim, mapas em vez de listas com cidades é mais fácil e conveniente.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...