João

Cidade Despida

110 posts neste tópico

Não acho que a Catarina esteja assim tão mal, embora concorde que a cena final da luta entre ela e o Pepe foi realmente exagerada!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Os episódios da série são isolados (como em 'C.S.I.' ou 'NCIS') ou têm continuidade (como em '24')?

Não tenho a certeza, mas penso que são episódios isolados (se bem que deverá haver histórias paralelas, entre as personagens, que se cruzam).

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

As audiências desta série fazem-me lembrar as de "Liberdade 21". E o estilo de ambas é muito semelhante... acho que a RTP1 já percebia que tipo de séries deve produzir; a menos que as audiências não sejam a sua prioridade!!!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Finalmente consegui assistir a esta série! O episódio de hoje foi brutal e acho que a Catarina esteve à altura do papel que lhe foi entregue.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Continua a dar sim, eu vi o episódio da sexta, os que não tenho conseguido ver na TV, vejo no VOD da RTP online, pena é que os vídeos online que a RTP coloca tem uma péssima qualidade!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Então é mais que certo que a série não terá interrupções, ou seja, não vão deixar de a exibir antes da história acabar! :laugh_mini:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Já vi o primeiro episódio, e, apesar dos assassinos serem óbvios, penso que se concentraram em retratar a realidade portuguesa. Gostei muito. Só discordo da Catita, penso que não acabou em suspense. Contudo, é óbvio que vou continuar a ver.

Devido ao horário, vou continuar a gravar e a ver.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Cidade Despida chega ao fim sexta-feira!

Termina esta sexta-feira a série que marcou o regresso de Catarina Furtado à representação. Embora nunca tenha conseguido fazer frente à concorrência, Cidade Despida foi sempre uma aposta da RTP para o horário nobre de sexta-feira e no dia da despedida, a emissão será especial.

É que irão para o ar não um, mas dois episódios, que é como quem diz, a série terá, excepcionalmente, a duração de 120 minutos. Com resultados muito abaixo das expectativas,Cidade Despida não conseguiu vingar e, embora seja uma produção totalmente portuguesa, não deverá ganhar uma segunda temporada.

A não perder, sexta-feira à noite, a partir das 21 horas, na RTP.

cray_mini.gif Tenho pena que esta série nunca tenha tido grandes audiências, porque merecia mesmo, é uma excelente série e muito bem feita. Mais uma grande produção da RTP que foi mal tratada pelos espectadores. Se ofsse na TVI quase de certeza que tinha sido um sucesso. Adorava que tivesse segunda temporada, mas duvido mesmo mesmo muito...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Espero não me esquecer de ver, ao menos, o final.

Há séries que dão uma certa pena não terem audiências relevantes, penso que esta e Um Lugar para viver mereciam segunda temporada, nem que fosse pela qualidade que demonstraram.

Vou ver o final, ainda tenho de ver alguns que não vi que estão no youtube.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Há séries que dão uma certa pena não terem audiências relevantes, penso que esta e Um Lugar para viver mereciam segunda temporada, nem que fosse pela qualidade que demonstraram.

"Um Lugar Para Viver" ainda vi bastantes episódios quando deu à tarde, aos domingos. E gostava da série.

Não sei se "Cidade despida", a repetir à tarde, como é menos familiar, resulte.

"Liberdade 21", que eu adoro, teve 2ª temporada, mas em audiências nunca se safou. :huh:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Uma boa serie só foi pena as audiencias talvez devido ao canal em que passou.

Serie de uma exelente qualidae, muito bem feita, dialogos coerentes e a Catarina desmonstrou que foi uma boa escolha.

Pena é acabar já, mas com tantas series engavetadas era mais que previsto.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

As séries da RTP primam pela qualidade. Adorei 'Cidade Despida' e 'Um Lugar para Viver'. Gostaria de ver pelo menos mais uma temporada destas duas.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Talvez porque não se tenham que se incomodar muito com as audiencias amadurecem-nas mais e tornam-nas bastantes apetitosas.

Pena é os portugueses gostarem de historinhas da carochinha e não sabem apreciar um bom produto. È pena. Merecem mais audiencias.

E talvez devido a acharem que series faladas em português de portugal serem muito mazinhas.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

O problema muito provavelmente é esse catita, desvalorizar o que é nosso, se gostam de CSI's e NCIS, porque não haverão de gostar de "Cidade Despida"?Faz-me confusão, tanta gente a criticar pq n se fazem séries de alto nível em Portugal(ao estilo americano), mas o que é certo é que quando as fazer têm estas miseras audiências!mad_mini.gif

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Ficção atinge maturidade

"Cidade despida" termina com provas dadas de que a produção nacional está a evoluir.

Chega esta noite ao fim a série policial da RTP1 "Cidade despida". A produção foi bem recebida pelos espectadores e pela critica e ultrapassou mais um patamar na evolução da ficção nacional. Já a interpretação de Catarina Furtado não é consensual.

Argumento eficaz, aspectos técnicos bem conseguidos, e um bom retrato da realidade portuguesa são alguns dos pontos positivos apontados ao formato. Ao longo de 11 semanas (hoje é a 12.ª) os espectadores acompanharam o dia-a-dia de uma equipa de investigadores da Polícia Judiciária. A série conquistou seis nomeações no Festival de Monte Carlo, que se realizou em Junho.

A liderar o elenco esteve Catarina Furtado, no papel da inspectora "Ana Belmonte", uma escolha que não foi consensual, apesar da sua nomeação para o prémio de Melhor Actriz.

Série urbana

"Há um avanço na série. A realização e o argumento são eficazes", explica Eduardo Cintra Torres. No entender do crítico de televisão, o cenário, a iluminação e os adereços foram bem conseguidos; bem como o recurso a mais cenas do exteriores, do que o que acontece em outras produções.

"Acho que se deu um passo em frente. É um formato urbano que os espectadores podiam ver com interesse, não por ser português mas por ser uma série", considera.

Na sua opinião, é ingrato que os termos de comparação do público nacional sejam as produções norte-americanas como "C.S.I" e "Mentes criminosas" ou policiais britânicos .

Quanto à prestação da protagonista, Cintra Torres entende que esta ainda "não está à altura de interpretar um papel principal" . O facto de também ser apresentadora não tem beneficiado a actriz. "O público está a ver a Catarina Furtado, não a inspectora 'Ana Belmonte'".

É também esta questão que divide os espectadores. "Não gostei muito da interpretação de Catarina Furtado, não tem jeito para séries de acção" diz Pedro Vendeira, responsável pelo site e fórum TV Universo.

No fórum, as opiniões dividem-se há quem considere a actriz e apresentadora "meio verde", mas sublinhe ser "fantástico que esteja num "registo diferente" e quem considere que "continua muito no estereótipo de 'menina gira'".

Quanto ao formato, as impressões são positivas: "Os cenários estavam mesmo muito bons"; "Enredo muito bom, suspense à altura e algumas cenas de acção bem conseguidas", pode ler-se nos depoimentos.

:clapping_mini:

:yahoo_mini:

:headbang:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora