Jump to content

Notícias RTP1


Recommended Posts

há 1 hora, AGUI disse:

Também tinha ideia que a SVT o era.

De 2017 a 2019 o Festival da Canção surfou um crescendo de repercussão e popularidade, a RTP tinha ali um produto de sucesso entre públicos pouco habituais e que dominava as redes sociais e o meio musical, aliás, o programa no qual eu via mais potencial para sustentar e destacar o canal. E o que eu vejo é um regresso aos tempos de decadência. Efetivamente houve uma pandemia que apagou todo o hype da Eurovisão, porém a RTP não continuou com o trabalho de melhorar a qualidade de produção e organização do Festival, pelo contrário, acho que tem vindo a regredir. Na minha opinião, há muita falta de visão e culpas nas costas da RTP antes de se apontar o dedo aos telespectadores.

Concordo completamente. O Festival da Canção e o The Voice parecem duas ilhas perdidas no meio do resto da programação, não se faz nada para agarrar esse público para as séries ou sequer o Faz Faísca que tem esse tom mais informal.

Edited by canal5
  • Like 3
Link to post
Share on other sites
  • Replies 1.2k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

RTP1 prepara 13 telefimes de realizadores portugueses sobre contos portugueses Um conjunto de 13 telefilmes, realizados por diferentes cineastas, com elenco variado, e inspirados em contos de autores portugueses, da produtora Marginal Filmes, é uma das principais apostas da RTP1 para este ano, na área da ficção, foi hoje anunciado. Hidden Content Sign in or sign up to see the hidden content. O anúncio foi

Adoro que todos os dias divulgam as audiencias da SIC e da TVI nos devidos tópicos e no da RTP só divulgam quando esta ganha. 

Quantidade não significa qualidade, mas a RTP está de parabéns por ter tanta diversidade ao nivel de produção nacional a oferecer ao público português. Nos próximos meses: 13 telefilmes, 8 séries nacionais, 2 novos programas de humor, vários talk-shows novos (diários e semanais) e mais talent-shows.  Isto sim é uma estação generalista com diversidade. Como é que o Daniel Oliveira vê esta oferta e ainda tem a lata de vir dizer para os jornais que "a SIC é a estação generalista que

há 8 horas, DoAudiovisual disse:

Há que ter a noção que vê a RTP quem quer ver. Quem quer 4 ou 6 novelas por noite e que gosta de realitys ou sendo mais fino, experiências sociais (para parecer que se inova) vai continuar nos canais que fazem isso. O resto divide-se entre RTP e Cabo. A RTP hoje em dia é como um canal de cabo onde as pessoas vão lá propositadamente. Tem que ser uma alternativa, mas as pessoas não querem alternativas, pensar faz mal, por isso querem o que as entretém sem terem que pensar. Audiências são importantes para quem precisa delas quem não precisa pode apresentar qualidade, se o público quer ou não isso já é outra história. 

Sim, a RTP tem que ser uma alternativa, tem que fazer diferente, mas não pode ser como um canal do cabo, nem de longe nem de perto. Lembre-se que a RTP é de todos os portugueses: "de todos e de cada um", como diziam. A RTP não precisa de audiências, mas no fundo precisa. Se um canal trabalha para ninguém ver, mais vale estar quieto. O que a RTP precisa é de mais dinâmica.. Precisa de uma equipa experiente e competente. O que mais há na RTP são amadores. Precisa de mais e melhor promoção aos seus programas. Precisa de inovar. Fazer diferente mas ser competitiva. Acham que vão fazer diferente não exibindo novelas? É que eles lá orgulham-se imenso de não terem novelas.... mas... e se apostassem numa forma diferente de fazer novelas? Porque não apostar no que os outros não apostam, fazer o que os outros não fazem?

Será assim tão difícil pôr a RTP no patamar de excelência outra vez? Eu acho que sim. Basta trabalhar bem e saber trabalhar. 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
há 14 minutos, FilipeT disse:

A TV 7 Dias pediu aos diretores dos 3 canais de televisão para fazerem uma reflexão sobre o momento atual que a televisão atravessa. O José Fragoso, da RTP1, disse:

Não existem dúvidas que os canais generalistas estão de “boa saúde e recomendam-se”. Contudo, salienta que a SIC e a TVI são estações diferentes da RTP1.

Essas diferenças manifestam-se no rigor da informação, na atenção à diversidade de programas, no investimento em ficção portuguesa de qualidade, na produção regular de documentários nacionais e no grande entretenimento familiar focado no talento dos portugueses”, afirma.

Segundo José Fragoso, o maior desafio é garantir uma programação diferenciada e inovadora e não tem dúvidas que a televisão esta numa fase de grande desenvolvimento.

Fonte: aTV

A Teresa Paixão da RTP2 não foi entrevistada? como assim?:estacas:

  • Love 1
  • LOL 3
  • Sad 3
Link to post
Share on other sites
há 13 horas, D91 disse:

A Teresa Paixão da RTP2 não foi entrevistada? como assim?:estacas:

Diferenciadora,ahah não me faça rir, olhe por exemplo para os fins de semana na parte do dia que são uma vergonha, especialmente o Domingo.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Eu nunca percebi a falta de ambição dos diretores da RTP. Por serem um canal do estado não podem ter ambição de fazer mais do que os resultados miseráveis que vemos actualmente ? 

Por um lado não querem ser como os canais privados, por outros têm grelhas com os mesmos programas de chacha que ocupam 3 horas da manhã e da tarde. 

Edited by M2M
  • Like 2
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
há 6 minutos, M2M disse:

Eu nunca percebi a falta de ambição dos diretores da RTP. Por serem um canal do estado não podem ter ambição de fazer mais do que os resultados miseráveis diariamente? 

Por um lado não querem ser como os canais privados, por outros têm grelhas com os mesmos programas de chacha que ocupam 3 horas da manhã e da tarde. 

É verdade. O serviço público da RTP é miserável. É por isso que é irrelevante. O último director de programas com ambição foi Emídio Rangel e vê o que lhe fizeram.

  • Like 1
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
há 16 minutos, Guida disse:

É verdade. O serviço público da RTP é miserável. É por isso que é irrelevante. O último director de programas com ambição foi Emídio Rangel e vê o que lhe fizeram.

O Nuno Santos também foi competente. Mas depois da saída dele a RTP foi sempre ladeira abaixo. 

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
On 11/04/2021 at 14:05, D91 disse:

O Nuno Santos também foi competente. Mas depois da saída dele a RTP foi sempre ladeira abaixo. 

O Nuno Santos após a saída da RTP, esteve bem no 11, que o recuperou para Portugal e na TVI pouco mostrou ainda. 

Eu até acho que o Nuno Artur Silva, estava a começar a fazer uma boa RTP, mas não o deixaram, fizeram de tudo para o lixar e meter na rua.

Edited by tuscano
Link to post
Share on other sites
há 31 minutos, tuscano disse:

O Nuno Santos após a saída da RTP, esteve bem no 11, que o recuperou para Portugal e na TVI pouco mostrou ainda. 

Eu até acho que o Nuno Artur Silva, estava a começar a fazer uma boa RTP, mas não o deixaram, fizeram de tudo para o lixar e meter na rua.

Ele estava a fazer um optimo trabalho na tvi, mas depois chegou a outra e foi tirado do lugar injustamente.

As apostas dele foram todas certas , ir buscar a Moniz que estava na prateleira da sic , o Cláudio goste ou nada consigo reconhecer que foi uma boa contratação , a Mafalda um futura joia da tvi foi escolha dele o day-time da tvi da agora , foi buscar o euro que nao se realizou. até o BB da era dele foi o melhor dos 3 .

On 10/04/2021 at 23:04, FilipeT disse:

A TV 7 Dias pediu aos diretores dos 3 canais de televisão para fazerem uma reflexão sobre o momento atual que a televisão atravessa. O José Fragoso, da RTP1, disse:

Não existem dúvidas que os canais generalistas estão de “boa saúde e recomendam-se”. Contudo, salienta que a SIC e a TVI são estações diferentes da RTP1.

Essas diferenças manifestam-se no rigor da informação, na atenção à diversidade de programas, no investimento em ficção portuguesa de qualidade, na produção regular de documentários nacionais e no grande entretenimento familiar focado no talento dos portugueses”, afirma.

Segundo José Fragoso, o maior desafio é garantir uma programação diferenciada e inovadora e não tem dúvidas que a televisão esta numa fase de grande desenvolvimento.

Fonte: aTV

Que diretor mais incompetente.

Nem serviço publico , nem qualidade , nem diferente das privadas.

Edited by Dafiel
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, Dafiel disse:

Nem serviço publico , nem qualidade , nem diferente das privadas.

De facto, o horário nobre da RTP 1 está entupido de novelas como nas privadas... :read: 

Edited by Televisão 10
  • Thanks 3
Link to post
Share on other sites
há 45 minutos, Dafiel disse:

Ele estava a fazer um optimo trabalho na tvi, mas depois chegou a outra e foi tirado do lugar injustamente.

As apostas dele foram todas certas , ir buscar a Moniz que estava na prateleira da sic , o Cláudio goste ou nada consigo reconhecer que foi uma boa contratação , a Mafalda um futura joia da tvi foi escolha dele o day-time da tvi da agora , foi buscar o euro que nao se realizou. até o BB da era dele foi o melhor dos 3 .

Que diretor mais incompetente.

Nem serviço publico , nem qualidade , nem diferente das privadas.

Desculpa mas o teu discurso tem vários erros. Começando pelo facto de que ele não foi tirado do lugar mas sim promovido. É Diretor Geral. Depois, a Maria foi uma escolha do Pedro Ribeiro em coordenação com uma sugestão do Claudio Ramos. 
 

O Euro foi uma boa compra. Quanto ao BB, o mérito do casting é da Endemol enquanto que o regresso do formato já vem da direção da Felipão Garnel.

E não há uma era Nuno Santos, porque ele é quem manda, de acordo com a hierarquia.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Televisão 10 disse:

De facto, o horário nobre da RTP 1 está entupido de novelas como nas privadas... :read: 

Só o horário nobre é que se diferencia. E o resto?

Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, Televisão 10 disse:

Não, não é só no horário nobre. Vai ver a grelha atentamente. 

Ui, meu deus. que grande diferenciação... 

Link to post
Share on other sites
há 42 minutos, Guida disse:

Ui, meu deus. que grande diferenciação... 

Em grande parte dos horários, a RTP 1 é uma alternativa. Pode gostar-se ou não dessa alternativa, mas que o é, é. Até Deus vê... :angel:

Edited by Televisão 10
  • Love 1
  • LOL 2
Link to post
Share on other sites

Entre as 7h e as 17h.30m(ainda que tenha pendor mais informativo que a concorrência até às 10h) a diferenciação para com pelo menos um dos privados é nula, só a partir daí faz diferente. Sendo que no horário nobre tem o concurso demasiado extenso, o que depois atrasa demasiado o resto, mas isso é outra conversa . Ao fim de semana só nos próximos fins-de-semanas pela tarde irá fazer diferente, com cinema e espectáculos, porque tem sido igual à concorrência, excepto noites de Sábado.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 22 minutos, tuscano disse:

Entre as 7h e as 17h.30m(ainda que tenha pendor mais informativo que a concorrência até às 10h) a diferenciação para com pelo menos um dos privados é nula, só a partir daí faz diferente. Sendo que no horário nobre tem o concurso demasiado extenso, o que depois atrasa demasiado o resto, mas isso é outra conversa . Ao fim de semana só nos próximos fins-de-semanas pela tarde irá fazer diferente, com cinema e espectáculos, porque tem sido igual à concorrência, excepto noites de Sábado.

Vamos ao extremo, então.

Ao sábado à tarde, não há nenhum programa de exteriores na concorrência generalista. Não há também nenhum magazine como a Hora dos Portugueses nem nenhum concurso como O Preço Certo nos outros canais e nos mesmos horários.

Ao domingo à tarde, mesmo que a solução não me agrade, a RTP 1 não tem nenhum programa de exteriores como a concorrência. Ao domingo à noite, nenhum canal apresenta cinema no mesmo horário.

Nas tardes dos dias úteis, feitas as contas, Os Nossos Dias são também uma alternativa ao final dos noticiários da concorrência, ainda que se cruzem com a novela da TVI no final. A Nossa Tarde também começa mais cedo, sendo alternativa à novela da TVI e ao Linha Aberta durante algum tempo.

Edited by Televisão 10
Link to post
Share on other sites
há 35 minutos, Televisão 10 disse:

Vamos ao extremo, então.

Ao sábado à tarde, não há nenhum programa de exteriores na concorrência generalista. Não há também nenhum magazine como a Hora dos Portugueses nem nenhum concurso como O Preço Certo nos outros canais e nos mesmos horários.

Ao domingo à tarde, mesmo que a solução não me agrade, a RTP 1 não tem nenhum programa de exteriores como a concorrência. Ao domingo à noite, nenhum canal apresenta cinema no mesmo horário.

Nas tardes dos dias úteis, feitas as contas, Os Nossos Dias são também uma alternativa ao final dos noticiários da concorrência, ainda que se cruzem com a novela da TVI no final. A Nossa Tarde também começa mais cedo, sendo alternativa à novela da TVI e ao Linha Aberta durante algum tempo.

O programa da TVI Em Família é diferente do da RTP1 por ser feito num estúdio e ter alguns temas diferentes, mas em parte é igual, a diferença total está apenas na Hora dos Portugueses e no Preço Certo. O programa da RTP1 Hoje é Domingo em relação à concorrência é igual ao que escrevi para o Sábado, é só inverter e o Faz Faísca, ainda que maior é parecido com o Fama Show, só não tem é tantas mulheres na apresentação. 

Edited by tuscano
Link to post
Share on other sites
há 9 minutos, tuscano disse:

O programa da TVI Em Família é diferente do da RTP1 por ser feito num estúdio e ter alguns temas diferentes, mas em parte é igual, a diferença está apenas na Hora dos Portugueses e no Preço Certo. O programa da RTP1 Hoje é Domingo em relação à concorrência é igual ao que escrevi para o Sábado, é só inverter e o Faz Faísca, ainda que maior é parecido com o Fama Show, só não tem é tantas mulheres na apresentação. 

Mas o Aqui Portugal já existe há anos e, portanto, há mais tempo do que o Em Família.

Isso era o mesmo que dizeres que a RTP 1 não deveria ter no ar o The Voice Kids, porque a TVI começou a transmitir o All Together Now depois.

Edited by Televisão 10
Link to post
Share on other sites
há 3 minutos, Televisão 10 disse:

Mas o Aqui Portugal já existe há anos e, portanto, há mais tempo do que o Em Família.

Isso era o mesmo que dizeres que a RTP 1 não deveria ter no ar o The Voice Kids, porque a TVI tem o All Together Now.

Certo, em relação ao The Voice e ao Em Família, é mais culpa da TVI que dá RTP, mas pronto são parecidos.

Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Televisão 10 disse:

Um artigo que alguns vão adorar... :read:

RTP. Faz sentido um serviço público sem público?

https://espalhafactos.com/2021/04/16/rtp-faz-sentido-um-servico-publico-sem-publico/

É só questionarem o Fragoso em relação à RTP1  a culpa é dele. Como já disse anteriormente, ele devia sair depressa e pela porta pequena, obrigado por algumas das séries portuguesas e programas de música portuguesa, no resto já deu o que tinha a dar. Em relação à RTP2, façam uma grelha decente, que é o que não existe agora, que a qualidade de programação na grande maioria já lá está. O RTP memória, enquanto não se tiver certezas do que lhe vão fazer não está mau e se continuasse assim, tendo apenas o cuidado de não repetir tanto os programas, também não havia grande mal. A RTP3, precisa totalmente reformulada, mas isso acho que já está previsto. A RTP Africa é fazer um refrescamento antes de passar para a TDT, mas no geral não é um mau canal.

Não esquecer, que é preciso também investir na RTP Madeira que está com algum material desactualisado. Na rádio a Antena 3 precisa ser totalmente reformulada,  assim não vai a lado nenhum,  a Antena 1 precisa de alguma nova tecnologia, aliás todos os canais precisam e programas novos, alguns já cansam, a Antena 2 precisa do mesmo da Antena 1.

Edited by tuscano
  • Like 2
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites
há 21 minutos, tuscano disse:

É só questionarem o Fragoso em relação à RTP1  a culpa é dele. Como já disse anteriormente, ele devia sair depressa e pela porta pequena, obrigado por algumas das séries portuguesas e programas de música portuguesa, no resto já deu o que tinha a dar. Em relação à RTP2, façam uma grelha decente, que é o que não existe agora, que a qualidade de programação na grande maioria já lá está. O RTP memória, enquanto não se tiver certezas do que lhe vão fazer não está mau e se continuasse assim, tendo apenas o cuidado de não repetir tanto os programas, também não havia grande mal. A RTP3, precisa totalmente reformulada, mas isso acho que já está previsto. A RTP Africa é fazer um refrescamento antes de passar para a TDT, mas no geral não é um mau canal.

Não esquecer, que é preciso também investir na RTP Madeira que está com algum material desactualisado. Na rádio a Antena 3 precisa ser totalmente reformulada,  assim não vai a lado nenhum,  a Antena 1 precisa de alguma nova tecnologia, aliás todos os canais precisam e programas novos, alguns já cansam, a Antena 2 precisa do mesmo da Antena 1.

Sem esquecer a RTP Açores, que também tem direito à vida.

Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...