Jump to content

Fina Estampa ®


Pedro M.

Recommended Posts

há 40 minutos, Diogoo disse:

As durações disto, esta semana:

  • Segunda - 16 min. 
  • Terça - 19 min.
  • Quarta - 15 min.
  • Quinta - 18 min.
  • Sexta - 19 min.

Que horror! 

O Daniel Oliveira nunca será uma Gabriela Sobral. Essa ao menos não transmitia 15 minutos de episódio.

Vergonha!! Esse contrato entre a SIC e a Globo não tem forma de cessar? O atentado à ficção brasileira é surreal. 

Edited by xfinity
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

agora mesmo, Diogoo disse:

Pois não, nunca desprezará a ficção Globo. :mico: Eu acho uma piada quando vocês dizem que o Daniel é mau a gerir a ficção brasileira e vão buscar a Sobral... mas enfim.

E não é? Não me recordo de novelas brasileiras de 15 minutos na época da Sobral. 

15 minutos de episódio é uma boa gestão? Então o que deverá ser uma má gestão...

 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 3 minutos, Diogoo disse:

Pois não, nunca desprezará a ficção Globo. :mico: Eu acho uma piada quando vocês dizem que o Daniel é mau a gerir a ficção brasileira e vão buscar a Sobral... mas enfim.

Ele não despreza a ficção da Globo, mas é péssimo na gestão. Dar menos de 20 minutos de uma novela é quase o mesmo que não a emitir. Se não tem dinheiro para emitir uma novela da Globo com uma duração decente então que deixem de as emitir de uma vez por todas. Isto assim é gozar com as pessoas. 

  • Love 1
Link to comment
Share on other sites

Discordo totalmente das durações minúsculas das novelas enquanto espectador mas olhando da perspetiva de quem programa em termos de estratégia e orçamento vai continuar a fazer sentido atuarem assim por estas razões:

1- a faixa das 18H é líder com 1 ou 2 novelas e a concorrência atual não belisca essa liderança. Logo a estratégia é mantida, pois "em equipa que ganha não se mexe".

2- toda a gente sabe que trazer produtos novos tem sempre um risco grande de dispersão de público. Nota-se que o Daniel tem esse risco muito presente ao fim da tarde e no HN, daí ser muito usada a estratégia de haver simultâneos longos para criar uma habituação consistente para evitar que o "grosso" do público fuja com o fim de um produto já fidelizado, como é normal acontecer. Quando acaba uma novela brasileira ao fim da tarde, a "nova" já tem bastantes dias de exibição e uma fidelização aceitável. Mas para isso acontecer não têm alternativa senão recorrer a mini-episódios, com o arrastar da audiência agarrado ao final de uma e ao mesmo tempo "forçada" a assistir ao arranque da outra.

3- Se compram um episódio por 10 mil euros, por exemplo, fica mais barato diluí-lo em 3 dias de exibição do que somente em 1. Se aliado a isso a novela for uma reposição ainda mais barato fica. E assim têm uma faixa de liderança "garantida" ao menor custo possível.

4- Com a faixa das 19h sem um produto de entretenimento durante todo o ano, haver 2 novelas em exibição na faixa anterior, permite-lhes programar com mais segurança, sabendo que uma das novelas pode ocupar durante algum tempo a faixa das 19H sem envergonhar e sem despencar demasiado os resultados porque já está fidelizada. Foi poupada durante umas semanas para depois "gastar" mais tempo de exibição/orçamento nas semanas seguintes. E desta forma conseguem 2 objetivos: adiam o máximo possível o final de ambas as novelas e não ficam descalços na faixa das 19H.  Pode não ser líder consistente às 19H (porque o Preço Certo é aquela máquina, sobretudo no Inverno) mas vai fazer sempre números que não prejudicam a média do canal, pois quem vê às 18H45 consegue habituar-se a ver também às 19H15.

Enquanto esta estratégia resultar não vão fazer diferente, acreditem.

Edited by luisao123
  • Like 2
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

há 3 minutos, luisao123 disse:

Discordo totalmente das durações minúsculas das novelas enquanto espectador mas olhando da perspetiva de quem programa em termos de estratégia e orçamento vai continuar a fazer sentido atuarem assim por estas razões:

1- a faixa das 18H é líder com 1 ou 2 novelas e a concorrência atual não belisca essa liderança. Logo a estratégia é mantida, pois "em equipa que ganha não se mexe".

2- toda a gente sabe que trazer produtos novos tem sempre um risco grande de dispersão de público. Nota-se que o Daniel tem esse risco muito presente ao fim da tarde e no HN, daí ser muito usada a estratégia de haver simultâneos longos para criar uma habituação consistente para evitar que o "grosso" do público fuja com o fim de um produto já fidelizado, como é normal acontecer. Quando acaba uma novela brasileira ao fim da tarde, a "nova" já tem bastantes dias de exibição e uma fidelização aceitável. Mas para isso acontecer não têm alternativa senão recorrer a mini-episódios, com o arrastar da audiência agarrado ao final de uma e ao mesmo tempo "forçada" a assistir ao arranque da outra.

3- Se compram um episódio por 10 mil euros, por exemplo, fica muito barato diluí-lo em 3 dias de exibição do que somente em 1. Se aliado a isso a novela for uma reposição ainda mais barato fica. E assim têm uma faixa de liderança "garantida" ao menor custo possível.

4- Com a faixa das 19h sem um produto de entretenimento durante todo o ano, haver 2 novelas em exibição na faixa anterior, permite-lhes programar com mais segurança, sabendo que uma das novelas pode ocupar durante algum tempo a faixa das 19H sem envergonhar e sem despencar demasiado os resultados porque já está fidelizada. Foi poupada durante umas semanas para depois "gastar" mais tempo de exibição/orçamento nas semanas seguintes. E desta forma conseguem 2 objetivos: adiam o máximo possível o final de ambas as novelas e não ficam descalços na faixa das 19H.  Pode não ser líder consistente às 19H (porque o Preço Certo é aquela máquina, sobretudo no Inverno) mas vai fazer sempre números que não prejudicam a média do canal, pois quem vê às 18H45 consegue habituar-se a ver também às 19H15.

Enquanto esta estratégia resultar não vão fazer diferente, acreditem.

Não concordo. É uma estratégia que vai afastar público a médio prazo.

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

A Globoplay vai ser um fiasco em Portugal, apesar do streaming de VSII e do BBB22, a grande maior parte dos assinantes querem acompanhar as novelas inéditas, novelas estas que não serão transmitidas na plataforma devido ao contrato com a SIC. Podem anotar, as alterações no contrato estão para chegar....

 

Edited by xfinity
  • LOL 1
Link to comment
Share on other sites

há 1 minuto, xfinity disse:

A Globoplay vai ser um fiasco em Portugal, apesar do streaming de VSII e do BBB22, a grande maior parte dos assinantes querem acompanhar as novelas inédias, novelas estas que não serão transmitidas na plataforma devido ao contrato com a SIC. Podem anotar, as alterações no contrato estão para chegar....

 

A SIC não emite todas as novelas da Globo, por isso não há grande problema para a Globoplay. Mas sim podem vir ai alterações no contrato e acredito que acontecerão. 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 3 minutos, xfinity disse:

A Globoplay vai ser um fiasco em Portugal, apesar do streaming de VSII e do BBB22, a grande maior parte dos assinantes querem acompanhar as novelas inéditas, novelas estas que não serão transmitidas na plataforma devido ao contrato com a SIC. Podem anotar, as alterações no contrato estão para chegar....

A Globo não vai alterar o contrato com a SIC por causa do Globoplay. Isso é quase certo. Para a Globo, a exposição é muito maior se as novelas estiverem na SIC, do que em qualquer outro lugar. Se o contrato alterar, deve ser pelo número de novelas que a SIC compra (se não me engano antes era 1 + 1 repetição, agora devem ser 2 ou 3 + 1 repetição). 

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 4 minutos, Maciel disse:

É que não se consegue encontrar uma explicação para isto e para as da noite. Compensará assim tanto em termos orçamentais?

Se não me engano os episódios originais desta novela rondam os 60min (com a excepção das quartas-feiras). Com este ritmo conseguem transformar um episódio original em quase 4!

Tu próprio respondeste à tua pergunta :sarcastic:

há 3 minutos, xfinity disse:

A Globoplay vai ser um fiasco em Portugal, apesar do streaming de VSII e do BBB22, a grande maior parte dos assinantes querem acompanhar as novelas inédias, novelas estas que não serão transmitidas na plataforma devido ao contrato com a SIC. Podem anotar, as alterações no contrato estão para chegar....

 

Isso depende de quando acabam as condições atuais do contrato entre ambas para haver nova renegociação.

Mas duvido muito que a própria Globo queira eliminar totalmente inéditas de um canal generalista líder em detrimento de um canal de cabo ou serviço de streaming, com muito menos público. E mesmo que tal acontecesse a SIC iria continuar a poder comprar reposições ou semi-inéditas para a sua grelha que o público-alvo ia continuar a papar.

  • Like 3
Link to comment
Share on other sites

A única explicação para ter episódios curtos é mesmo prolongar ao máximo um produto que, por norma, é bastante fidelizado pois requer acompanhamento diário - como é o produto novela. 

A nível orçamental, assumindo que as novelas da globo têm todas o mesmo custo para a SIC, acaba por ser igual ter duas novelas de 20min cada ou uma de 40min diariamente. 

Link to comment
Share on other sites

há 1 minuto, RodrigoMarquês. disse:

A nível orçamental, assumindo que as novelas da globo têm todas o mesmo custo para a SIC, acaba por ser igual ter duas novelas de 20min cada ou uma de 40min diariamente. 

Uma inédita, uma semi-inédita ou uma reposição têm custos bem diferentes, por isso existe impacto orçamental aliado também a esta estratégia.

Mas concordo que a fidelização de horários seja a maior razão para esta gestão de pinguinhas :sarcastic:

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

há 2 minutos, luisao123 disse:

Uma inédita, uma semi-inédita ou uma reposição têm custos bem diferentes, por isso existe impacto orçamental aliado também a esta estratégia.

Mas concordo que a fidelização de horários seja a maior razão para esta gestão de pinguinhas :sarcastic:

Por norma sim, claro que uma reposição não tem o mesmo custo de uma inedita... Mas o acordo da SIC pode ser um "pacote" em que existe um valor fixo para o pacote (que sejam 2 inéditas+1 reposição por exemplo). Daí que seja igual ter uma inédita ou uma reposição a nível orçamental, neste caso. 

Não sei, é uma hipótese. 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

agora mesmo, RodrigoMarquês. disse:

Por norma sim, claro que uma reposição não tem o mesmo custo de uma inedita... Mas o acordo da SIC pode ser um "pacote" em que existe um valor fixo para o pacote (que sejam 2 inéditas+1 reposição por exemplo). Daí que seja igual ter uma inédita ou uma reposição a nível orçamental, neste caso. 

Não sei, é uma hipótese. 

a vantagem para a sic de as novelas estarem na globoplay (e na globo portugal) é que pode negociar com a globo redução do preço, para a globo é sempre vantajoso ter um canal a comprar-lhes as novelas, porque a globoplay e a globo portugal não pagam pelas novelas quanto muito geram receitas publicitarias e pelas assinaturas mas n é comparavel ao dinheiro que fazem vendendo o produto internacionalmente.

Não sabemos ao certo o acordo que existe, até ver é apenas para as novelas das 9 ineditas e reposições ou semi reposições, se deram na globo portugal de certeza que custam menos.

o custo das novelas é por episódio, claro que a sic dilui o custo na grelha se der episodios mais curtos.

  • Like 2
  • Thanks 1
Link to comment
Share on other sites

44 minutes ago, luisao123 said:

1- a faixa das 18H é líder com 1 ou 2 novelas e a concorrência atual não belisca essa liderança. Logo a estratégia é mantida, pois "em equipa que ganha não se mexe".

Então porque é que compraram Orgulho e Paxião?

45 minutes ago, luisao123 said:

- toda a gente sabe que trazer produtos novos tem sempre um risco grande de dispersão de público. Nota-se que o Daniel tem esse risco muito presente ao fim da tarde e no HN, daí ser muito usada a estratégia de haver simultâneos longos para criar uma habituação consistente para evitar que o "grosso" do público fuja com o fim de um produto já fidelizado, como é normal acontecer. Quando acaba uma novela brasileira ao fim da tarde, a "nova" já tem bastantes dias de exibição e uma fidelização aceitável. Mas para isso acontecer não têm alternativa senão recorrer a mini-episódios, com o arrastar da audiência agarrado ao final de uma e ao mesmo tempo "forçada" a assistir ao arranque da outra.

Isso faria sentido se fosse umas semanas (no máximo um mês). Orgulho e Paixão está a 20 minutos desde o início.

46 minutes ago, luisao123 said:

3- Se compram um episódio por 10 mil euros, por exemplo, fica mais barato diluí-lo em 3 dias de exibição do que somente em 1. Se aliado a isso a novela for uma reposição ainda mais barato fica. E assim têm uma faixa de liderança "garantida" ao menor custo possível

Mas mesmo assim eles têm 4 novelas com a duração de 2 e eles pagam os episódios de todas. Não consigo ver como é que é rentável.

49 minutes ago, luisao123 said:

Com a faixa das 19h sem um produto de entretenimento durante todo o ano, haver 2 novelas em exibição na faixa anterior, permite-lhes programar com mais segurança, sabendo que uma das novelas pode ocupar durante algum tempo a faixa das 19H sem envergonhar e sem despencar demasiado os resultados porque já está fidelizada. Foi poupada durante umas semanas para depois "gastar" mais tempo de exibição/orçamento nas semanas seguintes. E desta forma conseguem 2 objetivos: adiam o máximo possível o final de ambas as novelas e não ficam descalços na faixa das 19H.  Pode não ser líder consistente às 19H (porque o Preço Certo é aquela máquina, sobretudo no Inverno) mas vai fazer sempre números que não prejudicam a média do canal, pois quem vê às 18H45 consegue habituar-se a ver também às 19H15.

Acho essa visão muito pobre.

  • Thanks 2
Link to comment
Share on other sites

há 38 minutos, luisao123 disse:

Tu próprio respondeste à tua pergunta :sarcastic:

Isso depende de quando acabam as condições atuais do contrato entre ambas para haver nova renegociação.

Mas duvido muito que a própria Globo queira eliminar totalmente inéditas de um canal generalista líder em detrimento de um canal de cabo ou serviço de streaming, com muito menos público. E mesmo que tal acontecesse a SIC iria continuar a poder comprar reposições ou semi-inéditas para a sua grelha que o público-alvo ia continuar a papar.

há 39 minutos, Diogoo disse:

A Globo não vai alterar o contrato com a SIC por causa do Globoplay. Isso é quase certo. Para a Globo, a exposição é muito maior se as novelas estiverem na SIC, do que em qualquer outro lugar. Se o contrato alterar, deve ser pelo número de novelas que a SIC compra (se não me engano antes era 1 + 1 repetição, agora devem ser 2 ou 3 + 1 repetição). 

Eu não digo para cessarem o contrato, porque de uma forma ou de outra é vantajoso e a SIC, obviamente, consegue ter uma maior audiência face à Globoplay. Mas até que ponto isto é benéfico para a plataforma de streaming? Sim, porque as pessoas que assinam a GP não são as mesmas que acompanham as novelas brasileiras na Sic e caso o sejam não deve chegar perto dos 20%. Também sejamos sinceros, a Globo não andou a gastar dinheiro à toa para entrar em Portugal, com várias restrições as pessoas vão acabar por não querer aderir à plataforma. Nos outros países da Europa também são transmitidas novelas em diversos canais e não é por causa disto que deixam de fazer parte do catálogo. Acho estúpido e também não concordo, contudo tenho a noção da história SIC & Globo e a importância desta história para o nosso país. A meu ver, o melhor seria fazer um novo contrato no qual essas tais restrições seriam cessadas. Eu não acredito que a SIC fosse perder a audiência que tem normalmente com as novelas estando, as tais novelas, em exibição no catálogo da GP. 

Edited by xfinity
Link to comment
Share on other sites

agora mesmo, Diogo Marreiros disse:

1 - Então porque é que compraram Orgulho e Paixão?

2 - Isso faria sentido se fosse umas semanas (no máximo um mês). Orgulho e Paixão está a 20 minutos desde o início.

3- Mas mesmo assim eles têm 4 novelas com a duração de 2 e eles pagam os episódios de todas. Não consigo ver como é que é rentável.

4 - Acho essa visão muito pobre.

1 - Que tem? A novela é líder em quase todos os episódios. :read:

2 - Não esteve sempre a 20 min, de qualquer forma assenta na estratégia de prolongar produtos na grelha que referi.

3 - Na prática serão 3 porque TdA está a acabar e acredito que BS chegou mais cedo para aproveitar o fim de AD+ e começar fidelizar na faixa mais cedo. E é rentável pelo diluir dos episódios na grelha e pelo arrastar das novelas fidelizadas durante mais tempo.

4 - Canal que não recebe dinheiro de "sugar-daddy" faz assim :ball:

  • Like 1
Link to comment
Share on other sites

On 16/10/2021 at 12:51, josue90l.k disse:

Porque não há programa para substituir os diários do agricultor.

Em janeiro? Estamos em outubro. :winkglasses:

há 15 horas, xfinity disse:

O Daniel Oliveira nunca será uma Gabriela Sobral. Essa ao menos não transmitia 15 minutos de episódio.

Não? "Alto Astral" e "Babilônia" mandam lembranças. 

  • Like 2
Link to comment
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...