Jump to content

Recommended Posts

  • Replies 170
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

"Vento Norte" é uma série de época, de 10 episódios, que conta a história de uma família aristocrata do Minho, em paralelo com a história dos seus criados, nos anos que se seguem à I Grande Guerra e que antecipam e originam o Golpe de 28 de Maio de 1926, liderado por Gomes da Costa, que institui a Ditadura Militar, mais tarde Estado Novo.  A série inclui a presença de personagens reais, como Amadeo de Souza-Cardoso, Fernando Pessoa, Almada Negreiros, Salazar ou Maria Adelaide Cunha.  

Sendo um canal público, a RTP tem de apostar em séries históricas e de época, até porque os outros canais raramente o fazem. Mas, sim, tb concordo que, além deste, deveria apostar noutros géneros e diversificar a oferta. Dos projectos que estão previstos para futuras produções da RTP, há vários que, pelo título, parecem séries históricas, mas outros nem tanto... vamos vendo o que vai surgindo!   Até acho que a RTP, em vez de ter apenas um produto de ficção em exibição, deveria ter uns

A 3 semanas de estrear? Não, é muito cedo para se promover alguma série na RTP 

há 56 minutos, Televisão 10 disse:

Gosto, mas é mais uma série histórica. Acho que a RTP 1 deveria apostar noutros géneros, como séries cómicas, familiares, médicas...

Também acho que o formato está mais do que desgastado e já ninguém quer saber.

A RTP precisava de um novo Beirais, nem todas as séries têm de ser cult.

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 22 horas, VascoSantos disse:

Olha, um período que não me lembro de ver retratado na ficção!

Normalmente faz-se já no final do Estado Novo, aqui será o seu início!

Já temos A Espia, que retrata os anos 30.

Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, Televisão 10 disse:

A série vai ser transmitida na RTP 1 em 2021.

De realçar que já existem pré-acordos de exibição em França, Luxemburgo, Angola, Moçambique, Canadá e Estados Unidos da América.

https://ominho.pt/serie-da-rtp-gravada-no-museu-dos-biscainhos-e-mosteiro-de-tibaes-em-braga/

Epá, isso é que é trabalhar bem!

Ainda nem está feito, e já se sabe que vai ser vendido!

  • Like 3
Link to post
Share on other sites

A Ana Moreira também deve entrar aqui já que aparece num dos cartazes da série. Curioso que, em todos os cartazes, está escrito Temporada 1... talvez estejam a pensar numa história com mais de uma temporada!

 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

  • Like 3
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Lusitana disse:

A Ana Moreira também deve entrar aqui já que aparece num dos cartazes da série. Curioso que, em todos os cartazes, está escrito Temporada 1... talvez estejam a pensar numa história com mais de uma temporada!

 

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Já na notícia que publiquei também dizem que a primeira temporada tem 10 episódios. Se não existisse previsão de mais temporadas, não referiam "primeira temporada".

Edited by Televisão 10
  • Like 1
Link to post
Share on other sites
On 19/05/2020 at 19:47, Lusitana disse:

têm início a 13 de Julho e irão decorrer no concelho de Braga, nomeadamente no Museu dos Biscainhos e no Mosteiro de Tibães

Escolheram bons locais. São dois monumentos com jardins lindos.

O Mosteiro é bem giro por dentro.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...
  • 3 weeks later...
On 5/21/2020 at 5:25 PM, Lusitana said:

Conceito: Série de época, na linha de séries como Downtown Abbey ou Upstairs Downstairs, que conta a história de uma família aristocrata do Minho, em paralelo com a história dos seus criados, nos anos que se seguem à I Grande Guerra e que antecipam e originam o Golpe Militar de 28 de Maio de 1926 que institui a Ditadura Militar, mais tarde Estado Novo.

 

Temporadas: 10x45’

 

Ideia e desenvolvimento: João Lacerda Matos, Almeno Gonçalves e João Cayatte.

 

 

 

Julho de 1919. Tomaz Mello, 22 anos acabados de fazer, chega finalmente a casa dos pais, em Braga. É o fim da sua aventura no Corpo Expedicionário Português. Embora o Armistício tenha sido assinado há mais de meio ano, para Tomaz a viagem de regresso dos campos da Grande Guerra foi penosa e irá marcá-lo para sempre. Foi gaseado. Os pulmões corroídos pelo gás mostarda nunca mais irão recuperar. Partiu um jovem cheio de esperança e de vontade de servir o seu país e voltou um homem derrotado.

 

O regresso de Tomaz é um momento marcante para a família Mello, em especial para o patriarca, Afonso. Depois da derrota com a Implantação da República vê agora

o resultado das políticas irresponsáveis de Lisboa minarem o futuro dos Mello. O seu filho varão, herdeiro da fortuna, da quinta e das explorações vinícolas, do seu

nome, é um homem destruído.  Afonso era amigo do Rei D. Carlos e nunca se recompôs com a revolução republicana. Vive na nostalgia de um Estado soberano e absoluto, em que a estabilidade e o poder voltem às classes dominantes, em que terminem as revoluções e a instabilidade, que tanto prejudicam a sua atividade de exploração e exportação de vinhos.  Apesar do revés republicano, Afonso não perdeu poder e continua muito bem colocado entre a elite dominante minhota. Tem relações próximas com o Arcebispo de Braga, que celebra missa na capela da herdade da família com regularidade e é convidado da casa todos os sábados. A Família e a Igreja mantêm, desde sempre, uma ligação de fidelidade e de apoio mútuo. Ligado aos principais empresários da região, que fizeram a transição para o novo regime, mantém-se entre os que, de uma maneira ou de outra, continuam a ditar o rumo da região e olham com desconfiança para o que se passa em Lisboa.

 

A Iª Grande Guerra foi para este patriarca o exemplo de tudo o que está errado na República. O filho mais velho, Tomaz, voluntário no Corpo Expedicionário Português contra a sua vontade, é apenas o exemplo mais próximo e doloroso. Mas a situação em que o país se encontra em 1919 vai ser a semente para que Afonso se envolva com as mais altas esferas de uma conspiração que começa a nascer no norte do país e que em poucos anos resultará no Golpe que instaurará a Ditadura Militar e posteriormente o Estado Novo.

 

"Vento Norte" é a história das raízes de uma mudança profunda, do golpe militar que instaurou a primeira grande ditadura europeia, vista pelos olhos de uma família abastada de Braga. As personagens, os membros da família e os seus empregados contam-nos as suas histórias, ao mesmo tempo que acompanhamos o desenrolar dos acontecimentos que vão culminar no golpe de 28 de Maio.

 

Conta-nos também a história dos anos 1920 em Portugal. E de um período, entre golpes, em que Lisboa viveu a loucura da época.

 

É através da filha do meio dos Mello, Margarida, que viajamos até Lisboa. Com uma forte veia artística, que a mãe, também nascida na capital, fez questão que ela desenvolvesse, Margarida vive na Lapa, em casa da avó materna, que deveria tomar conta dela e garantir a sua educação dentro dos padrões clássicos e religiosos de uma família do Norte. Mas Margarida é uma rebelde, depressa fica imersa na cultura urbana de uma Lisboa a despertar da revolução republicana e cheia de vida. Em vez de estudar, Margarida deixa-se seduzir pelos prazeres da cidade. Tem contacto com a cocaína, a droga da moda, e envolve-se em relações fugazes com homens que os pais nunca aprovariam. Vive a fundo o fogacho dos loucos anos 20 que brota na capital do país, cansada de revoluções e marcada pela Guerra. Até que, com o regresso do irmão e a sua incapacidade física para dar continuidade ao nome da família, é chamada a Braga. Para ela é como se viajasse para trás no tempo. Um golpe tremendo na sua vida, que vai deixar marcas profundas.

 

A mãe, Isabel, nunca foi feliz num casamento que acabou por ser de conveniência. Filha de um burguês, comerciante de têxteis e abastado, casou com Afonso para dar alguma nobreza à família. Afonso deixou-se apaixonar pelos seus modos citadinos, muito diferentes das raparigas do norte minhoto. Mas Isabel nunca se sentiu em casa em Braga. O excesso de religião, de padres e de missas oprime-a e quase nunca deixa a quinta para vir à cidade. Começou, recentemente a viver uma relação adúltera com um jovem de Braga, Adolfo, bem colocado na hierarquia militar local e com muita proximidade a Gomes da Costa. Esta relação vai aproximar os golpistas do líder da família, de uma maneira que não vai agradar nada a Isabel.

 

A completar a família, o filho mais novo, Ricardo, de apenas 18 anos. Escapou à guerra e tem uma postura completamente diferente dos irmãos. Muito conservador,

ligado à igreja, esconde a sua homossexualidade nos salmos e nas penitências, que lhe acalmam a alma, e no futebol, que lhe acalma o corpo. Reúne-se com os seus amigos estudantes para jogar à bola e vai acabar por fazer parte do grupo fundador do Sporting Clube de Braga em 1921. O pai detesta que ele se dedique a um “desporto de brutos” e proíbe-o de jogar. Mas, para Ricardo, o futebol é uma forma de estar com os amigos e de estar longe do pai. Por isso, sempre que pode escapa-se, com a ajuda dos empregados, que o conhecem desde que nasceu e com quem tem uma relação muito mais próxima do que com os pais.

 

Gostei imenso de tudo! Espero que a produção em si arrase.

Como estudante de História, fico feliz. Acho sempre que há preferência/endeusamento pelo período salazarista, e que resumem os anos 20 à sua 'loucura' de tipo cultural. Há nessa época muito mais respostas para o futuro do país nas décadas seguintes - e até uma certa estrutura que, infelizmente, se mantém até hoje, em democracia. A série pode vir a ser didática nesse sentido.

On 7/18/2020 at 2:50 PM, Lusitana said:

Mais nomes para aqui: Joana de Verona, Nuno Gil, Margarida Carpinteiro, Teresa Faria. 

Já imagino a Joana de Verona no papel da jovem boémia em Lisboa, a Margarida. :adoro:

  • Like 3
  • Love 1
Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Televisão 10 disse:

Rodrigo Tomás e Sisley Dias também no elenco.

Neste Instagram, têm várias fotografias com as personagens.

 

Pelas fotos, a Ana Zanatti também está aqui... que bom!

  • Like 2
  • Love 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...