Jump to content

TDT - Televisão Digital Terrestre


Recommended Posts

há 40 minutos, ATVTQsV disse:

A TDT italiana por incrível que pareça está inundada por 1357 clones do Canale Italia, televisões locais e canais de "televendita". Muitos dos clones do Canale Italia nem sequer são nacionais, parece que chegam a ter um grau de superioridade fictício por terem mais canais do que a Rai ou do que a Mediaset, o que é chocante e/ou consternante.

Boa parte destes canais (que não estão no vídeo) até parecem ter vindos da sétima camada da deep web!

Se não me engano em Itália até a MTV está na tdt :(. Por isso não deve ser só pimbalhada.

Link to post
Share on other sites
  • Replies 1.4k
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Esperemos não ter de esperar até 2030 para virem mais canais...

Bem, umas primeiras impressões. Com a crise económica e a aparente falta de interessados no anterior caderno de encargos para os dois canais privados (a ideia de um de desporto e outro de informação, que parecia já ter caído há algum tempo), o Governo parece que vai desistir do concurso para já. Para não perder a face e cumprir a promessa de dois novos canais na TDT, surgem estas duas soluções de recurso. A RTP África é uma solução a custo "zero", e para todos os efeitos é um canal que tamb

Sou contra a presença dos serviços internacionais da RTP na TDT nacional pelo simples motivo de que não servem o público nacional. A RTP Internacional não é feita para quem vive em Portugal, mas sim para a diáspora portuguesa ou falantes de português lá fora. Faz zero sentido estar na TDT e ainda por cima com os custos que isso acarreta. O BE devia parar um bocadinho para pensar antes de enviar este tipo de propostas à pressa.

agora mesmo, Tuor disse:

Se não me engano em Itália até a MTV está na tdt :(. Por isso não deve ser só pimbalhada.

Deixou de ser em 2015. Agora quem ocupa o canal que tinha é a TV8 da SKY. A MTV mudou-se para a televisão paga.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Já estão a passar anúncios da Anacom relativos à mudança da frequência, com a locutora da TVI (a que está desde o primeiro dia), como vi na SIC tinha O Programa da Cristina.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Pessoalmente a mudança de frequência já não me afecta. Estou ligado ao canal 47 que emite a partir da Serra de S. Mamede (Portalegre), depois de 3 dias sem televisão no canal 56 (Serra da Gardunha) fui obrigado a mudar tudo. Como esta frequência não vai mudar, já tenho a situação resolvida.

Link to post
Share on other sites

COVID-19: Processo de migração da rede TDT suspenso

O covid-19 está a levar ao adiamento de muitas ações. Como é sabido em Portugal decorria o processo de migração da rede TDT.  De acordo com a ANACOM, o processo de migração da rede irá ficar suspenso devido aos constrangimentos associados ao COVID-19.

A suspensão do processo decorre da prévia articulação entre a ANACOM e a MEO, operador da rede de TDT, e mereceu a necessária concordância do Governo.

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Os emissores que iriam ser alterados a partir da próxima segunda-feira, já não mudam de frequência. O processo será retomado assim que as condições associadas à pandemia o permitam.

Suporte à TDT continuará…

A ANACOM continuará nos próximos dias a auxiliar as populações através da linha de atendimento gratuita 800 102 002 e das equipas no terreno, caso precisem de ajuda para fazer a ressintonia dos seus equipamentos recetores.

De referir que recentemente procedeu-se à mudança de frequências dos emissores do Couço (Alto Alentejo), da Trindade e da Estrela (Lisboa).

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

Com a suspensão do processo de migração evita-se uma situação de interrupção abrupta e não planeada do serviço de atendimento e de apoio no terreno, que poderia acontecer a qualquer momento se, em virtude de contágio, algum elemento destas equipas fosse afetado.

Nesse cenário poderia dar-se o caso de um emissor ser alterado, o serviço de atendimento interrompido, e as populações ficarem sem apoio e sem saber quando o poderiam voltar a ter, refere a ANACOM.

A decisão de suspensão do processo de migração da rede de TDT tem como consequência o adiamento, por motivo de força maior, da data de libertação da faixa dos 700 MHz prevista para 30 de junho de 2020 conforme estabelecido no Roteiro Nacional, aprovado pela ANACOM em 27 de junho de 2018, com concordância do Governo.

Fonte:https://pplware.sapo.pt/informacao/covid-19-processo-de-migracao-da-rede-tdt-suspenso/

TDT: Altice alerta para falta de sinal em Palmela

Hidden Content

    Sign in or sign up to see the hidden content.

A Altice enviou um alerta ao presidente da Anacom referindo que os clientes da zona de Palmela, tinham ficado sem sinal, após o processo de migração da televisão digital terrestre (TDT), realizado na mesma zona geográfica, de acordo com o Jornal ‘i’.

No aviso, enviado através de uma carta a que o ‘i’ teve acesso, o CEO da Altice, Alexandre Fonseca, admitiu que teve de existir uma reactivação do sinal TDT, na sequência de várias reclamações «originadas por utilizadores TDT, que após terem ficado sem sinal, aquando do desligamento daquele emissor, continuavam nessa situação, mesmo após tentativa de ressintonia», pode ler-se na carta.

Esta situação, vai implicar a calendarização de tarefas adicionais «não previstas e a reorganização dos recursos técnicos e humanos envolvidos no projecto», facto que segundo a Altice «pode gerar um efeito cumulativo impossível de acomodar, culminando em atrasos efectivos na migração da rede TDT e em eventuais alterações ao cronograma».

A empresa defende ainda que estes constrangimentos podem vir a ganhar um novo contorno, considerando o impacto do projecto de migração da TDT nas medidas de protecção civil e de saúde pública face ao novo coronavírus.

Fonte:https://executivedigest.sapo.pt/tdt-altice-alerta-para-falta-de-sinal-em-palmela/

Link to post
Share on other sites
há 8 horas, JDaman disse:

O propósito da ARTV não é fazer TV comercial como se fosse uma SIC ou TVI, mas sim disponibilizar as sessões do Parlamento de forma transparente a todos os cidadãos. Quer tenha 300 espectadores, quer tenha 3 milhões de espectadores, faz todo o sentido a ARTV estar em aberto na TV terrestre.

A não ser que que faças parte de um partido que não tenha assento parlamentar, e que logo não tem acesso à propaganda política gratuita veiculada pela ARTV, a única razão pelo qual todos os partidos com assento parlamentar votaram a favor, resume-se tudo a propaganda política.

Mas há mais, vou à pesca, se encontrar o que pretendo volta a postar.

EDIT:

https://www.parlamento.pt/Legislacao/Paginas/ConstituicaoRepublicaPortuguesa.aspx

Constituição da Républica Portuguesa

Artigo 199.º

Competência administrativa

Compete ao Governo, no exercício de funções administrativas:

a) Elaborar os planos, com base nas leis das respetivas grandes opções, e fazê-los executar;

b) Fazer executar o Orçamento do Estado;

c) Fazer os regulamentos necessários à boa execução das leis;

d) Dirigir os serviços e a atividade da administração direta do Estado, civil e militar, superintender na administração indireta e exercer a tutela sobre esta e sobre a administração autónoma;

e) Praticar todos os atos exigidos pela lei respeitantes aos funcionários e agentes do Estado e de outras pessoas coletivas públicas;

f) Defender a legalidade democrática;

g) Praticar todos os atos e tomar todas as providências necessárias à promoção do desenvolvimento económico-social e à satisfação das necessidades coletivas.

 

O acto de concessão de serviço público é um acto administrativo de competência exclusiva do Governo. Se bem me lembro, a AR autoconcessionou-se a si própria, para que vosse legal, teria sempre de ter havido sempre um despacho do então ministro da tutela, que era o Miguel Relvas.

Pergunta, onde está esse despacho?

Edited by Tuor
Link to post
Share on other sites

A televisão portuguesa livrou-se da propaganda política, do pró e do contra, há já bastante tempo. A AR TV está lá porque é preciso ter cobertura do Parlamento sem interferências das televisões.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 2 horas, JDaman disse:

Não entendi sinceramente ao que quiseste chegar com isto. Terá a ver com a forma meio-contornada com que puseram o canal na TDT?

Meio contornada? Aqueles 230 caramelos só demostraram que nem sequer a Constituição da Republica Portuguesa respeitam. Para por o canal usurparam de uma competência exclusiva do Governo.

A confirmar-se que o então ministro Miguel Relvas não concessionou a ARTV como serviço público, aquilo não passa de uma estação pirata, e uma GRANDESSÍSSIMA vergonha para os deputados que votaram a favor.

Em Inglaterra é a BBC que assegura o serviço.

De qualquer forma, não temos nada a aprender com políticos que nem sequer a Lei respeitam.

Link to post
Share on other sites
há 5 minutos, JDaman disse:

Sim, mas se é para isso, então que se regularize a situação. É necessário que a ARTV esteja disponível para todos e de forma a assegurar total transparência das actividades parlamentares. Não se pode comparar actividades parlamentares a propaganda política.

A RTP3 está em directo da AR em todos os debates quinzenais. Se não me engano, na audição do Joe Berardo também esteve em directo.

Por mim é mais importante ter diversidade, do que ter algo a que absolutamente ninguém liga. Apesar de já ter sido filiado num partido com assento parlamentar, de momento não tenho interesse nenhum em política.

A razão para não ter nenhum interesse, é por exemplo a situação da TDT, a ingerência governamental e o rol de más decisões que foram tomadas desde 2008 até hoje. Os políticos frequentemente seguem os seus próprios lóbies em vez de defenderem o interesse daqueles que neles votaram.

Agora, a CRP é para todos, estes tipos só se envergonharam a eles próprios, o que significa que não estão lá a fazer nada.

Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Tuor disse:

Meio contornada? Aqueles 230 caramelos só demostraram que nem sequer a Constituição da Republica Portuguesa respeitam. Para por o canal usurparam de uma competência exclusiva do Governo.

A confirmar-se que o então ministro Miguel Relvas não concessionou a ARTV como serviço público, aquilo não passa de uma estação pirata, e uma GRANDESSÍSSIMA vergonha para os deputados que votaram a favor.

Em Inglaterra é a BBC que assegura o serviço.

De qualquer forma, não temos nada a aprender com políticos que nem sequer a Lei respeitam.

Grande confusão que para aí vai. A ARTV não é concessionária do serviço público de televisão nem tinha de o ser. Aliás, nem sequer é classificada como um serviço de programas (canal), razão pela qual não foi preciso licença para entrar no ar, e a decisão de a integrar na oferta da TDT não se enquadra em nenhuma das competências exclusivas do Governo que tu citaste na CRP.

Há muitas causas para o fraco desenvolvimento da TDT em Portugal e a sua oferta pobre. A ARTV nunca foi nenhuma delas.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
agora mesmo, miguelalex23 disse:

Há muitas causas para o fraco desenvolvimento da TDT em Portugal e a sua oferta pobre.

Aí sim, no caso da TDT pobre que nós temos devemos culpar o governo. A TDT chegou na altura errada, na altura da crise.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 6 minutos, ATVTQsV disse:

Aí sim, no caso da TDT pobre que nós temos devemos culpar o governo. A TDT chegou na altura errada, na altura da crise.

O segundo concurso foi feito em 2007/2008. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Agora, podemos é dizer que o portefólio foi extremamente mal gerido. Desde a rede SFN até ao facto de que praticamente decidiram na mexer na oferta de canais gratuitos, algo que ia em contra-ciclo com o que estava a acontecer noutros países europeus.

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 30 minutos, miguelalex23 disse:

Há muitas causas para o fraco desenvolvimento da TDT em Portugal e a sua oferta pobre. A ARTV nunca foi nenhuma delas.

Causas todas elas baseadas em questões políticas, desde o pedido de mux único por parte da RTP, SIC e TVI, passando pelo infame canal HD.

A ARTV para mim é um espelho da política portuguesa, por exemplo a proposta recente do BE em por a RTP internacional na TDT tem algum cabimento? Senão vejamos, a Praça da alegria já tá na TDT, o Jornal da Tarde também, para falar a verdade grande parte da programação da RTPI já tá na TDT. É apenas um exemplo entre muitos, estes políticos continuam a defender interesses, que quando não são próprios e contrários ao desejo da população, são simplesmente obscuros. Por essa, e outras, defendo que a ARTV seja removida, o interesse no canal é, se muito, marginal.

Aqui ao lado, em Espanha, tinham um problema em que alguns canais estavam a emitir sem licença. Em pouco mais de um ano, abriram concurso, tiraram os canais que não tinham licença e a situação ficou resolvida. Aqui em Portugal, só para escreverem o regulamento dos dois canais que iam ser lançados foram precisos dois anos, e depois os concursos foram cancelados.

Aqui em Portugal, no que concerne à TDT, a única batalha ganha foram a RTP3 e a RTP Memória, tudo o resto correu mal, e não não culpo só o governo, a altice, os próprios canais, em especial a SIC que parece que continua a fazer jogo sujo.

Precisamos de decisões, decisões do Governo, mas elas simplesmente não vêem, ninguém sabe porquê, também precisamos de políticos na AR que se preocupem com a situação, mas também não os há, todas as recomendações votadas na AR são contrárias ao interesse público, é só ir ao facebook para perceber que o que as pessoas querem é diversidade, mas infelizmente estes gajos da AR, aparentemente, não sabem ler português.

Por isso continuo a defender a ideia de diversidade:

1 Canal infanto-juvenil, 1 canal de desporto e um canal de entretenimento. E claro, a remoção da ARTV.

Link to post
Share on other sites

Eu com 14 anos, no auge do Mais TDT, cheguei a sonhar bem mais alto, queria que a TDT tivesse, para além dos dois canais temáticos da RTP existentes, o Canal Q (que gostava na altura, mesmo ainda antes de entrar na ZON) e o Canal 180.

Só agora é que me apercebi do quão ridícula foi a minha intenção :D

Edited by ATVTQsV
Link to post
Share on other sites
há 11 minutos, mavb98 disse:

Esses comentários anti ARTV só podem vir de dois tipos de pessoas: abstencionistas ou pessoas afetas ao Chega. São comentários anti-democráticos. Vindos de alguém que não sabe como é que funciona um estado democrático.

Há pessoas (principalmente idosas) que não têm acesso a informação sobre o que o governo ou os deputados decidem e a ARTV veio colmatar essa lacuna e como está na TDT, está disponível para quem queira ver sem ter de pagar por isso. Quem não quiser, não vê. É a democracia.

E a ARTV não está dependente do Governo, mas sim da Assembleia da República. 

Há decisões que o Governo não pode tomar, têm que primeiro passar pela Assembleia da República. 

Lol, veja só o chico esperto, na realidade votei no MPT, foi um voto de protesto, mas votei em consciência, há muitos como eu que nem sequer votam.

Pessoas idosas tão-se pouco lixando para políticos, a minha mãe por exemplo só vê a RTP Memória.

A ARTV está dependente da legislação em vigor, embora seja pertença da AR.

E vice-versa, se tivesse estudado direito como eu estudei no secundário saberia perfeita o que é o princípio de separação de poderes. E este princípio foi desenhado com um único objectivo, evitar que o que aconteceu na Alemanha em 1933 volte a acontecer (a concessão de poderes extra por parte do parlamento ao governo Nazi liderado por Hitler). Em resumo, o sistema está desenhado para que nenhum dos 4 poderes constitucionais obtenha o poder absoluto. Estão todos dependentes uns dos outros.

Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, ATVTQsV disse:

Uma pergunta: a AR TV é inteiramente da AR ou a RTP tem um pingo de ligação?

Sei que eles "oferecem" o Parlamento que dá na RTP 2 e 3, talvez a custo zero.

A ARTV foi criada com o único objectivo de as câmaras de televisão das estações de televisão não se acumulassem no hemiciclo, é da responsabilidade exclusiva da AR, a RTP não tem responsabilidade nenhuma no canal.

Link to post
Share on other sites
há 1 hora, Dafiel disse:

Isto era muito facil , era fazer concessionar  os  Mux  ,abrir os Mux Precisos para a RTP , dar um a Impresa e a Media Capital ,   e abrir concursos a outros operadores.

Sugestão já mais que dada. Infelizmente, apesar de ser uma boa ideia, não me parece que SIC e TVI queiram isso, devido ao possível acréscimo de custos que tal traria.

há 15 minutos, Tuor disse:

E vice-versa, se tivesse estudado direito como eu estudei no secundário saberia perfeita o que é o princípio de separação de poderes. E este princípio foi desenhado com um único objectivo, evitar que o que aconteceu na Alemanha em 1933 volte a acontecer (a concessão de poderes extra por parte do parlamento ao governo Nazi liderado por Hitler). Em resumo, o sistema está desenhado para que nenhum dos 4 poderes constitucionais obtenha o poder absoluto. Estão todos dependentes uns dos outros.

E se tivesses estado atento às aulas de História (para teres Direito no Secundário, assumo que estiveste em Línguas e Humanidades, como eu) saberias que a separação de poderes já vem muito antes do pós-Segunda Guerra Mundial. Onde é que andaste enfiado nas aulas onde se deu Iluminismo e as correntes liberais anti-absolutistas? É o estudasses...

  • Like 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...