Jump to content
João

TDT - Televisão Digital Terrestre

Recommended Posts

SIC e TVI esperam para ver o concurso da TDT
Privados só se pronunciam após conhecerem o regulamento e caderno de encargos. Cofina vai acompanhar o processo.
[IMG]
A Impresa e a Media Capital, donos da SIC e da TVI, os únicos grupo privados com canais em sinal aberto, estão na expectativa quanto aos concursos que vão ser lançados pelo Governo para duas novas estações em sinal aberto, uma de informação e outra de desporto.

"Não podemos comentar coisas sobre as quais não temos informação. Vamos esperar para ver o regulamento e o caderno de encargos", diz ao CM fonte oficial da Media Capital. Posição similar tem a Impresa. "Oportunamente, nos pronunciaremos sobre a respetiva legalidade e viabilidade económica", diz fonte da empresa.

Recorde-se que estas duas empresas têm, no cabo, canais de informação, a SIC Notícias e a TVI 24, que poderão apresentar a concurso.

A Cofina, que detém o CM e a CMTV, adianta que "vai acompanhar o desenvolvimento do processo e analisar o dossiê".

O CM contactou ainda eventuais interessados na licença do canal de desporto. A Sport TV, que no cabo já conta com uma estação em sinal aberto (Sport TV+), adianta que "seguirá de perto este processo". Já a Eleven Sports, que acaba de entrar no mercado nacional, optou por não fazer comentários. Até ao fecho desta edição, não foi possível obter um comentário da Sociedade Vicra, dona do canal A Bola TV.

Antes dos concursos serem lançados, a ERC tem de emitir um parecer sobre o regulamento e o caderno de encargos já enviado pelo Governo. Depois será aberta uma consulta pública a estes documentos.

Fonte: https://www.cmjornal.pt/tv-media/de...a-ver-o-concurso-da-tdt?ref=tv-media_destaque

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, LP 98 disse:

Achas? 🤔 Mas sempre disseram que era caríssimo, que tinham de fazer modificações em toda a infraestrutura e mais não sei quê... E para quanto daria, em termos de canais, um segundo Mux? Nove em SD também?

Não sei. Ouvi dizer que o canal HD, apesar de ser retirado, continua no único Mux a ocupar espaço. Mas espero que vão retirar o dito para os dois novos canais.

Edited by ATVTQsV

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 1 minuto, ATVTQsV disse:

Não sei. Ouvi dizer que o canal HD, apesar de ser retirado, continua no único Mux a ocupar espaço. Mas espero que vão retirar o dito para os dois novos canais.

Sim, é isso que vão fazer. A SIC e a TVI é que o queriam manter cativo por tempo infinito, mas a geringonça entendeu e bem que devia ser dada outra utilidade a esse "canal".

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembro-me que em 2012 falava-se na cedência do canal ao Ministério da Cultura.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Será que a abertura de um canal de desporto poderá ser ocupado pelo futuro canal da FPF que se falou que ia arrancar em 2019?

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 8 minutos, Nuno TV disse:

Será que a abertura de um canal de desporto poderá ser ocupado pelo futuro canal da FPF que se falou que ia arrancar em 2019?

Sim, pode ser que este seja o tal "plot twist", tipo aquele da TV Valor (economia mas não deixa de ser de informação).

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se a TVI e a SIC querem concorrer que concorram com a SIC Mulher, SIC Caras ou a SIC e a TVI que concorra com a TVI Ficção. Mas para mim vinha o Hollywood ou um de séries e outro ou de desporto ou assim mais do género da SIC Mulher com realities e programas com crónicas sociais 

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 25 minutos, Fernandovisão disse:

Se a TVI e a SIC querem concorrer que concorram com a SIC Mulher, SIC Caras ou a SIC e a TVI que concorra com a TVI Ficção. Mas para mim vinha o Hollywood ou um de séries e outro ou de desporto ou assim mais do género da SIC Mulher com realities e programas com crónicas sociais 

Penso o mesmo. Não só acho desnecessário mais um canal de informação, dado o reduzido número de canais que é possível ter para já, como também colocarem uma SportTV+ ou uma A Bola TV que, sinceramente, pouco acrescentam.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

No caso da SIC Mulher, o Jóias TV conta como publicidade? Se for para a TDT na condição de que só um canal deve ter publicidade, o que é que vai passar? Repetições de programas próprios?

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 34 minutos, ATVTQsV disse:

No caso da SIC Mulher, o Jóias TV conta como publicidade? Se for para a TDT na condição de que só um canal deve ter publicidade, o que é que vai passar? Repetições de programas próprios?

Não inventem condições nem possibilidades que não existem.

  • Like 4

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 31 minutos, JDaman disse:

A ARTV é útil e de interesse. O canal não é só um garante de transparência da actividade parlamentar, como evita estarmos presos a possível cobertura politicizada por canais a retransmitirem o seu sinal. Não entender isto é querer ser ignorante e ter o prazer de querer ser ignorante.

A maior parte das pessoas tem TV paga actualmente não pelas funcionalidades, mas mais por pressão. A oferta de conteúdos da TDT é escassa e o processo de transição da mesma foi um falhanço tão grande que as pessoas se viram pressionadas a ter TV paga ou ver pagar por TV como algo positivo. Tenho um caso recente na minha família: os meus avós sempre viram TV por antena e nunca viram necessidade em pagar para ter TV. Tudo mudou este ano quando foram pressionados por um charlatão da NOS que lhes dizia que ficava mais barato terem a TV da NOS já com Net, Telefone e Telemóvel. Resultado: os meus avós continuam só a ver TVI e estão agora a pagar por net que nem sequer usam. Se renegociassem o o contrato de telefone fixo que tinham, ficavam a pagar menos €20 do que estão a pagar agora.

Achas normal numa tdt de 9 canais termos um canal que esta a maior parte do tempo sem emissao?

Mas se tivemos uma tdt de pais europeu esta questao nem se metia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Estou numa zona sem cabo (só TDT) na zona da Praia da Tocha e o sinal aqui é uma maravilha.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, JDaman disse:

A maior parte das pessoas tem TV paga actualmente não pelas funcionalidades, mas mais por pressão. A oferta de conteúdos da TDT é escassa e o processo de transição da mesma foi um falhanço tão grande que as pessoas se viram pressionadas a ter TV paga ou ver pagar por TV como algo positivo. Tenho um caso recente na minha família: os meus avós sempre viram TV por antena e nunca viram necessidade em pagar para ter TV. Tudo mudou este ano quando foram pressionados por um charlatão da NOS que lhes dizia que ficava mais barato terem a TV da NOS já com Net, Telefone e Telemóvel. Resultado: os meus avós continuam só a ver TVI e estão agora a pagar por net que nem sequer usam. Se renegociassem o o contrato de telefone fixo que tinham, ficavam a pagar menos €20 do que estão a pagar agora.

Esse também é um dos grandes motivos, principalmente para a população mais idosa. Os operadores na altura da transição pressionaram muitas pessoas que não necessitavam, a aderir aos seus pacotes. Resultado: pagam por conteúdos que não usam. Outro motivo é em certas zonas do país, principalmente no interior, o sinal é muito fraco, problema que nem devia de existir atualmente.

Já a população mais jovem, é o que já disse e também porque a maioria dos pacotes de internet vêm com tv associada.

Os meus avós maternos (que entretanto já faleceram) na altura não sabiam se iriam aderir à TDT ou ao cabo. Depois começaram a ver que os pacotes das (duas) operadoras, ofereciam um serviço tv + voz, mas era mais caro que o que pagavam pelo telefone, ou o serviço tv + net + voz que era apenas um pouco mais caro com o que pagavam pelo telefone, mas não iam usufruir da internet. Resultado: compraram um descodificador para uma televisão, e a outra, que era mais antiga, substituíram por uma TV LED.

há 4 horas, Dafiel disse:

Achas normal numa tdt de 9 canais termos um canal que esta a maior parte do tempo sem emissao?

Isso deve de ser um pouco devido às operadoras. A ARTV quando não está encerrada para férias, no cabo emite 24h por dia, mas na TDT nem emite metade dessas. Porque é que as emissões não são iguais?

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 5 horas, JDaman disse:

A ARTV é útil e de interesse. O canal não é só um garante de transparência da actividade parlamentar, como evita estarmos presos a possível cobertura politicizada por canais a retransmitirem o seu sinal. Não entender isto é querer ser ignorante e ter o prazer de querer ser ignorante.

Ainda assim, este canal (na sua versão de cabo) não consta dos pacotes mais baratos de satélite da NOS e da MEO, ainda por cima a nossa "TDT complementar" é o tal pacote Light da MEO satélite, pelo que entendi.

EDIT: Afinal já não é, a TDT complementar continua a ter a mesma oferta convencional da TDT terrestre em boxes da MEO. Porém houve uma altura (2013) em que tinha os canais do pacote mais barato, e acho que a pagar.

EDIT: Segundo o Zwame era uma espécie de período de prova para aliciar futuros assinantes da MEO.

Edited by ATVTQsV

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 7 horas, Dafiel disse:

Achas normal numa tdt de 9 canais termos um canal que esta a maior parte do tempo sem emissao?

Mas se tivemos uma tdt de pais europeu esta questao nem se metia.

Que resolva então o problema das horas de emissão e que se meta o canal a emitir mais tempo durante o período em que há sessões parlamentares. Agora deixar de ter este na TDT só porque sim é que não. Nem tudo é que é meio de comunicação social tem de ser uma actividade comercial. Se assim fosse, mal estávamos nós.

  • Like 3

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 06/09/2018 at 22:39, Fernandovisão disse:

Se a TVI e a SIC querem concorrer que concorram com a SIC Mulher, SIC Caras ou a SIC e a TVI que concorra com a TVI Ficção. Mas para mim vinha o Hollywood ou um de séries e outro ou de desporto ou assim mais do género da SIC Mulher com realities e programas com crónicas sociais 

O problema é que se abrem concurso para um canal informativo e um canal de desporto, os canais que estão fora desses parâmetros não podem concorrer. Eu preferia um canal de notícias e desporto (SportTV + ou ABola TV) e um canal tipo SIC Mulher, SIC Caras, TVI Ficção. Alguém crie uma petição online, se tiver muitas assinaturas pode surtir efeito (apesar de achar que uma petição deste género não chegue a muita gente porque a maioria da população tem TV Cabo e pouco lhes importa se a TDT tem 2 ou 20 canais).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 10 minutos, HugoMiguel disse:

O problema é que se abrem concurso para um canal informativo e um canal de desporto, os canais que estão fora desses parâmetros não podem concorrer. Eu preferia um canal de notícias e desporto (SportTV + ou ABola TV) e um canal tipo SIC Mulher, SIC Caras, TVI Ficção. Alguém crie uma petição online, se tiver muitas assinaturas pode surtir efeito (apesar de achar que uma petição deste género não chegue a muita gente porque a maioria da população tem TV Cabo e pouco lhes importa se a TDT tem 2 ou 20 canais).

Claramente uma TDT destas dava mais gosto em ter. Mas acho que também iriam dar mais valor a empresas mais pequenas, tipo o Canal 180.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concurso moroso da TDT atira as decisões para 2019
Na melhor das hipóteses, licenças só devem ser atribuídas no segundo semestre do próximo ano.
[IMG]
O objetivo do Governo para que as licenças para os novos canais da Televisão Digital Terrestre (TDT), um de informação e outro de desporto, sejam atribuídas este ano será praticamente impossível de cumprir. Isto porque se trata de um processo moroso, com diversos prazos legais, a maior parte dos quais têm de ser cumpridos obrigatoriamente.

Neste momento, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) tem 20 dias úteis (até 9 outubro) para se pronunciar sobre o projeto de regulamento e caderno de encargos enviado pelo Governo na semana passada.

Após receber a pronúncia da ERC, o executivo tem de decidir se modifica ou mantém os documentos originais antes de os colocar em consulta pública por 30 dias (na melhor das hipóteses, o prazo finda a 19 de novembro). Depois, deve elaborar um relatório sobre os contributos recebidos e elaborar a portaria com o regulamento e caderno de encargos definitiva.

Após ser publicada em Diário da República, e tendo em conta os prazos do processo do quinto canal, esta entra em vigor em dezembro, com as candidaturas a durarem quase dois meses.

Ou seja, será já em fevereiro que a ERC vai proceder ao ato de abertura das candidaturas, após o qual tem mais 20 dias úteis apresentar uma proposta fundamentada de aceitação ou recusa das mesmas.

Com diversos passos processuais ainda por cumprir, e se não existirem entraves, as licenças só devem ser emitidas em julho. A partir daí, os vencedores têm 12 meses para dar início às suas emissões.

Contas feitas, dificilmente haverá novos canais na TDT durante o próximo ano.

Fonte:https://www.cmjornal.pt/tv-media/detalhe/concurso-moroso-da-tdt-atira-as-decisoes-para-2019?v=cb

  • Like 1
  • LOL 1
  • Sad 1
  • Angry 3

Share this post


Link to post
Share on other sites

Santa paciência... mas também, nem deve haver interesse deles em acelerar o processo ou meterem mais canais na TDT, se não as pessoas deixam o cabo e isso não convém.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigos... pelo andar da carruagem, só em 2020 :rolleyes:

https://www.cmjornal.pt/tv-media/detalhe/erc-exclui-concurso-para-a-tdt-este-ano

ERC exclui concurso para a TDT este ano

Procedimentos prévios a abertura de concurso não podem ser resolvidos em quatro meses.

Spoiler

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) confirmou, esta quinta-feira, o que o CM já tinha avançado há uma semana: o concurso para a atribuição de duas novas licenças da Televisão Digital Terrestre (TDT) só será aberto em 2019.

Em audição na comissão parlamentar, João Pedro Figueiredo, vogal do conselho regulador da ERC, disse que os procedimentos prévios ao concurso não estarão concluídos "em quatro meses", avançando o processo só no próximo ano. "Ainda vai demorar algum tempo. A ERC já recebeu o regulamento e o caderno de encargos. Tem agora 20 dias úteis para se pronunciar [até 9 de outubro], entregando o seu parecer ao Governo, que depois promove uma consulta pública. A questão não está decorrida dentro de quatro meses", afirmou.

Recorde-se que, em junho, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, afirmou que a atribuição de duas novas licenças para a TDT avançaria ainda este ano, embora o prazo dependesse da ERC.

Com diversos passos processuais ainda por cumprir, e se não existirem entraves, o concurso será aberto em fevereiro e as licenças atribuídas em julho. A partir daí, os vencedores têm 12 meses para dar início às suas emissões. Ou seja, só em 2020.

Para 2020 está, também, prevista a libertação do espetro radioelétrico e, consequentemente, a migração da TDT em frequência única para uma rede multifrequência, "o que permitirá uma melhor receção do sinal".

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 47 minutos, LP 98 disse:

Amigos... pelo andar da carruagem, só em 2020 :rolleyes:

https://www.cmjornal.pt/tv-media/detalhe/erc-exclui-concurso-para-a-tdt-este-ano

ERC exclui concurso para a TDT este ano

Procedimentos prévios a abertura de concurso não podem ser resolvidos em quatro meses.

  Ocultar conteúdo

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) confirmou, esta quinta-feira, o que o CM já tinha avançado há uma semana: o concurso para a atribuição de duas novas licenças da Televisão Digital Terrestre (TDT) só será aberto em 2019.

Em audição na comissão parlamentar, João Pedro Figueiredo, vogal do conselho regulador da ERC, disse que os procedimentos prévios ao concurso não estarão concluídos "em quatro meses", avançando o processo só no próximo ano. "Ainda vai demorar algum tempo. A ERC já recebeu o regulamento e o caderno de encargos. Tem agora 20 dias úteis para se pronunciar [até 9 de outubro], entregando o seu parecer ao Governo, que depois promove uma consulta pública. A questão não está decorrida dentro de quatro meses", afirmou.

Recorde-se que, em junho, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, afirmou que a atribuição de duas novas licenças para a TDT avançaria ainda este ano, embora o prazo dependesse da ERC.

Com diversos passos processuais ainda por cumprir, e se não existirem entraves, o concurso será aberto em fevereiro e as licenças atribuídas em julho. A partir daí, os vencedores têm 12 meses para dar início às suas emissões. Ou seja, só em 2020.

Para 2020 está, também, prevista a libertação do espetro radioelétrico e, consequentemente, a migração da TDT em frequência única para uma rede multifrequência, "o que permitirá uma melhor receção do sinal".

 

Qualquer dia, fazem como na Suíça e acabam com a TDT.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 33 minutos, Televisão 10 disse:

Qualquer dia, fazem como na Suíça e acabam com a TDT.

Isto infelizmente vai afectar algumas zonas. Nem algumas casas na Tocha nem na casa da minha avó há cabo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 minutos, ATVTQsV disse:

Isto infelizmente vai afectar algumas zonas. Nem algumas casas na Tocha nem na casa da minha avó há cabo.

Só por curiosidade. Porque é que falaste da Tocha? Eu não sou de lá, embora vá lá à praia às vezes.

Já agora, não é só na Tocha que há pessoas sem cabo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...