Jump to content

Audiências de julho 2019


Recommended Posts

  • Replies 403
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Audiências: Totais de quarta-feira, 24 de julho de 2019   Live + vosdal RTP1 – 12,9% RTP2 – 2,0% SIC – 19,2% TVI – 12,7% Total CABO – 39,6% Outros– 11,9%

Spoiler: SIC wins, next page

Audiências: Totais de domingo, 07 de julho de 2019 [LIVE + VOSDAL]: RTP1 – 9,0% RTP2 – 2,1% SIC – 17,0% TVI – 17,0% Total CABO – 39,8% Outros – 13,8% Com duas lídere

AUDIÊNCIAS: TVI BATE SIC PELO TERCEIRO DOMINGO CONSECUTIVO

O domingo voltou a ser terreno da TVI, dizem as audiências da GfK/CAEM. Pelo menos assim foi nas últimas três semanas, com a estação de Queluz a conseguir sempre superar a concorrência da SIC.

Agora, a 21 de julho, a diferença foi curta, de apenas quatro décimas: 16,5% contra 16,1% de share, naquela que foi uma recuperação de 0,9 pontos percentuais da estação de Paço de Arcos.

O principal destaque na programação da Quatro foi mesmo o Somos Portugal, que manteve a liderança entre as 14h e as 20h com 5,9% de audiência média e 19,7% de share. Números magros comparados com algumas das marcas do passado, mas que foram suficientes para elevar o Jornal das 8 (7,8% audiência média / 19,1% share) à liderança durante 40 minutos e reduzir o fosso para o Jornal da Noite (8,1% / 19,8%).

Agricultores reinam no horário nobre

Apesar da liderança na tarde, a noite voltou a ser da SIC. Quem Quer Namorar com o Agricultor? (10,2% / 23,6%) segurou uma vantagem firme sobre A Tua Cara Não Me É Estranha (7,3% / 18,4%) e o concerto do programa La Banda (5,2% / 11,7%).

A SIC também triunfou nas audiências de horário nobre com Levanta-te e Ri (2,7% / 15,1%), apesar da evidente fuga de público para o Cabo. A esta hora, os canais abertos todos somados não chegavam aos 40% de share.

Outros destaques

  • A RTP2 passou do céu ao inferno e depois de um dia a marcar um máximo anual, passou para mínimos: Fechou o domingo com 0,9% de share e vários programas a bater recordes negativos. Escola de Enfermagem (0,2% / 0,7%), Os Durrell (0,4% / 0,9%) e Rota da Flor (0,2% / 0,8%) ainda não tinham feito pior em 2019.
  • Nenhum dos programas do dia teve mais de um milhão de espectadores de audiência média. O mais próximo disso foi 964,7 mil espectadores, para Quem Quer Namorar com o Agricultor?.
  • Apesar da vitória em três domingos consecutivos, a TVI continua em baixa. Nos primeiros 21 dias de julho tem um share ainda mais baixo que o de junho, descendo a mínimos que não eram registados desde 1999. Está com 14,5% de share, contra 18,4% da SIC.
  • Like 3
  • Thanks 1
Link to post
Share on other sites

TOURADA DIVIDE O PAÍS: 51,5% DE SHARE NO ALENTEJO, 7% NO NORTE

Que a Tourada é um assunto polémico, todos sabemos. E, analisados os números de audiência, percebemos que a divisão também se faz sentir quando os espectadores escolhem o que ver. Se, no Alentejo, a emissão teve uns esmagadores 51,5% de share, no Norte a transmissão não foi além dos 7%.

O Alentejo, que é uma das regiões com menos população do país, preferiu largamente a Corrida de Touros, enquanto o Norte, com os referidos sete por cento, e Lisboa (9,1%) parecem rejeitar a festa brava. A quota de mercado foi também superior à média nacional no Centro (19,7%) e no Algarve (23,6%).

Números regionais à parte, a segunda tourada emitida pela RTP1 esta temporada perdeu audiência e não foi líder, contrariamente ao que tinha acontecido na última emissão do género. Desta vez a partir da Nazaré, a estação pública voltou às corridas de touros com muita contestação do público e em segundo lugar no horário de transmissão – ainda assim, mais do que é habitual para o Canal 1.

A Corrida da Nazaré marcou 4,6% de audiência média e 15,4% de share, o que serviu para superar a TVI. À mesma hora, a estação de Queluz ficou com 14,7% de quota de mercado. A SIC, desta vez, não deu espaço para mudanças no primeiro lugar e segurou a liderança nesta faixa horária com 18% de quota de mercado.

A RTP1, com a ajuda da tourada, chegou ao segundo lugar também nos totais diários. Marcou 13,8% de share, contra 13,7% da TVI e 18,4% da SIC.

Outros destaques do dia

Madiba, em emissão na RTP2, ficou com apenas 0,7% de audiência média e 1,5% de share no episódio desta sexta. Foi o pior resultado desde a estreia para a série biográfica de Nelson Mandela;

Também a bater mínimos esteve O Chef é Você!. O concurso culinário marcou a pior audiência e share do ano: 2,7% de audiência média e 8,6% de share;

Golpe de Sorte foi o único programa com mais que um milhão de espectadores esta sexta-feira (19): 11,1% de audiência média e 23% de share frente a 9,1% de audiência média e 19,1% de share da concorrente Amar Depois de Amar.

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
há 23 minutos, Isaac Luv disse:

Audiências: Totais de segunda-feira, 22 de julho de 2019 - [Live + Vosdal]

RTP1 – 11,8%

RTP2 – 1,2%

SIC – 20,6%

TVI – 13,4%

Total CABO – 39,2%

Outros – 12,3%

SIC arrasadora ! a ver se não foi Golpe de Sorte a bater recorde outra vez ???

Edited by Francisco_D
  • Like 1
  • LOL 1
Link to post
Share on other sites

Em pleno julho a aproximar-se dos 21% :O

E ontem ouvi que a RFM teve as suas maiores audiências de sempre. Só falta a Impresa sair da dívida e aquele grupo pode oficialmente dizer que só a Disney teve mais sucesso em 2019 :haha:

É difícil acreditar que só três programas floparam na SIC este ano (Vidas Opostas, O Carro do Amor e Lip Sync) e mesmo esses três ainda tiveram alguns aspetos em que deram um arzito de graça.

Edited by Johnman
  • Like 4
Link to post
Share on other sites
há 10 minutos, Johnman disse:

Em pleno julho a aproximar-se dos 21% :O

E ontem ouvi que a RFM teve as suas maiores audiências de sempre. Só falta a Impresa sair da dívida e aquele grupo pode oficialmente dizer que só a Disney teve mais sucesso em 2019 :haha:

É difícil acreditar que só três programas floparam na SIC este ano (Vidas Opostas, O Carro do Amor e Lip Sync) e mesmo esses três ainda tiveram alguns aspetos em que deram um arzito de graça.

A RFM não pertence à Impresa.

  • Thanks 1
  • Shock 1
Link to post
Share on other sites
há 20 minutos, PT 04 disse:

A RFM não pertence à Impresa.

Eu pensava que sim.... já tinha visto a ligação SIC/RFM tantas vezes e a RFM passa promoção a programas da SIC a toda a hora :rofl:

 

  • Like 1
Link to post
Share on other sites
há 13 minutos, Johnman disse:

Eu pensava que sim.... já tinha visto a ligação SIC/RFM tantas vezes e a RFM passa promoção a programas da SIC a toda a hora :rofl:

 

A Impresa tem um acordo de parceria com o Grupo Renascença, que é onde está a RFM, a Mega Hits, entre outras.

  • Like 3
Link to post
Share on other sites
há 2 minutos, D007 disse:

A RFM pode ter tido a maior audiência de sempre, mas acho que quem continua a liderar é a Comercial. :ph34r::haha:

Eu sei - e ainda bem porque a Comercial é bem melhor :ph34r: - mas achei engraçado que a RFM apontou as suas maiores audiências de todos os tempos ao mesmo tempo que a SIC estava a hitar (pensando que faziam parte do mesmo grupo; mas pronto, a Renascença e a Impresa têm de facto uma parceria, portanto, não estão muito longe disso)  :haha:

  • Like 2
Link to post
Share on other sites
há 4 horas, EFernando disse:

A Granel tem mesmo de mudar isto. A distância de mais de 7 pontos não é saudável para a televisão, não é mesmo! 

Fazer apenas 13% shr é mesmo muito dramático para um canal privado. 

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
há 45 minutos, EFernando disse:

Sim, do ponto de vista económico é péssimo. Poderá levar mesmo à quase falência. É importante que haja alguém que consiga resolver isso.
Mas o do ponto de vista do telespectador também é muito mau. Esse marasmo de que saímos há bem pouco tempo poderá voltar, afinal a SIC, neste momento, não tem qualquer tipo de concorrência e isso poderá se refletir nas apostas. Eu espero que não aconteça isso, mas a verdade é que poderá acontecer. A competição televisiva é que dá vida à televisão!

O Daniel Oliveira não dorme à sombra do sucesso, isso é garantido. É novo, tem genica suficiente para continuar a fazer da SIC uma estação dinâmica. O último ano fala por si. 

  • Like 4
Link to post
Share on other sites
há 15 minutos, rafael83 disse:

O Daniel Oliveira não dorme à sombra do sucesso, isso é garantido. É novo, tem genica suficiente para continuar a fazer da SIC uma estação dinâmica. O último ano fala por si. 

O último ano não é o maior exemplo para saber se o Daniel é assim ou não. A SIC estava a lutar pela liderança e claramente juntaram tudo o que puderam para conseguir isso. Era mais que obvio que fizeram um esforço para tornar a estação mais dinâmica e fizeram muito bem esse trabalho.

Agora se o Daniel dorme à sombra do sucesso ou não, só daqui para a frente é que poderemos saber, visto que agora tem todos os horários garantidos e a concorrência está bem longe. Eu gostava que ele não adormecesse nessa sombra, mas a verdade é que ainda tudo é um incógnita.

  • Like 3
  • LOL 1
Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Restore formatting

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

×
×
  • Create New...