Jump to content
Ruben Fonseca

Festival Eurovisão da Canção 2020

Recommended Posts

Nunca esperei dizer isto depois de ser surpreendida (pela negativa) com uma frase como "Open up" para slogan, mas AMO o logótipo! Depois de se ver o vídeo com a explicação, percebe-se que é algo que representa mesmo o evento! Acho que é mesmo o meu logótipo favorito desde que sigo o ESC! E o merchandise fica lindíssimo! :giveheart:

Quanto à Hungria: por que raio tem o The Guardian de vir dizer que a Hungria não vai participar porque considera o evento "demasiado gay"? Eles não apresentaram nenhuma razão oficial! O que eu acho que se passou é que um jornalista do The Guardian que conhecia outro da MTVA que uma vez entrevistou um elemento próximo ao partido do Orbán que dizia que o ESC era como "uma esquadra homossexual" e que preferia que não participassem (como diz na notícia do ESCPortugal postada acima) extrapolou tudo só para inventar uma notícia! É que até nessa mesma notícia do ESCPortugal é dito que o porta-voz do Orbán desmentiu que a retirada fosse causada por pressões do governo de extrema-direita (e aliás, o Fidesz já está no poder desde 2010 e só agora é que se lembravam de sair por causa dos gays?). Saíram porque quiseram e pronto! Ninguém é obrigado a participar! E se quiserem inventar justificações mais depressa acredito que tenha sido pela não passagem à final este ano (maus resultados) do que por outra coisa qualquer!

Btw, se calhar essa pessoa que o jornalista da MTVA entrevistou e que descreveu o ESC como "uma esquadra homossexual" devia estar a dar uma última oportunidade ao ESC em 2015 depois da vitória da Conchita no ano anterior e a primeira actuação foi a da Moldávia! :rofl:

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 hours ago, Jenny said:

Nunca esperei dizer isto depois de ser surpreendida (pela negativa) com uma frase como "Open up" para slogan, mas AMO o logótipo! Depois de se ver o vídeo com a explicação, percebe-se que é algo que representa mesmo o evento! Acho que é mesmo o meu logótipo favorito desde que sigo o ESC! E o merchandise fica lindíssimo! :giveheart:

Quanto à Hungria: por que raio tem o The Guardian de vir dizer que a Hungria não vai participar porque considera o evento "demasiado gay"? Eles não apresentaram nenhuma razão oficial! O que eu acho que se passou é que um jornalista do The Guardian que conhecia outro da MTVA que uma vez entrevistou um elemento próximo ao partido do Orbán que dizia que o ESC era como "uma esquadra homossexual" e que preferia que não participassem (como diz na notícia do ESCPortugal postada acima) extrapolou tudo só para inventar uma notícia! É que até nessa mesma notícia do ESCPortugal é dito que o porta-voz do Orbán desmentiu que a retirada fosse causada por pressões do governo de extrema-direita (e aliás, o Fidesz já está no poder desde 2010 e só agora é que se lembravam de sair por causa dos gays?). Saíram porque quiseram e pronto! Ninguém é obrigado a participar! E se quiserem inventar justificações mais depressa acredito que tenha sido pela não passagem à final este ano (maus resultados) do que por outra coisa qualquer!

Btw, se calhar essa pessoa que o jornalista da MTVA entrevistou e que descreveu o ESC como "uma esquadra homossexual" devia estar a dar uma última oportunidade ao ESC em 2015 depois da vitória da Conchita no ano anterior e a primeira actuação foi a da Moldávia! :rofl:

 

A notícia do The Guardian não diz nada disso. É dito claramente que não existe razão oficial, é sim dito que tem havido um aumento da retórica anti-LGBT citando medidas e declarações políticas concretas.

Quanto ao funcionário que é citado o que ele diz é que não houve numa explicação para o caso mas a inferência dos funcionários do canal de televisão é que é por causa da associação à comunidade LGBT.

Em momento o The Guardian diz que a suspenção da participação é porque é demasiado gay, é sim referido um site Hungaro que especulou uns dias antes que essa seria a razão. É depois citado um editor e comentador de meios de comunicação pró-governo que se regozija com a não participação ligando a Eurovisão a um grupo de homossexuais, travestis e mulheres barbudas.

https://www.theguardian.com/tv-and-radio/2019/nov/27/hungary-pulls-out-of-eurovision-amid-rise-in-anti-lgbt-rhetoric

Edited by zent

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 5 horas, zent disse:

A notícia do The Guardian não diz nada disso. É dito claramente que não existe razão oficial, é sim dito que tem havido um aumento da retórica anti-LGBT citando medidas e declarações políticas concretas.

Quanto ao funcionário que é citado o que ele diz é que não houve numa explicação para o caso mas a inferência dos funcionários do canal de televisão é que é por causa da associação à comunidade LGBT.

Em momento o The Guardian diz que a suspenção da participação é porque é demasiado gay, é sim referido um site Hungaro que especulou uns dias antes que essa seria a razão. É depois citado um editor e comentador de meios de comunicação pró-governo que se regozija com a não participação ligando a Eurovisão a um grupo de homossexuais, travestis e mulheres barbudas.

https://www.theguardian.com/tv-and-radio/2019/nov/27/hungary-pulls-out-of-eurovision-amid-rise-in-anti-lgbt-rhetoric

Lol estamos a ler a mesma notícia e a perceber coisas diferentes? Logo no primeiro parágrafo diz "" Hungary will not participate in next year’s Eurovision song contest, amid speculation the decision was taken because the competition is “too gay” for the taste of the country’s far-right government and public media bosses. " e depois diz então o que dizes no teu primeiro parágrafo "É dito claramente que não existe razão oficial, é sim dito que tem havido um aumento da retórica anti-LGBT citando medidas e declarações políticas concretas.". Mas quando a pessoa que escreveu o artigo diz esta frase após a primeira afirmação está claramente a induzir ao leitor a ideia de que a saída do ESC é uma dessas medidas anti-LGBT!

O que eu percebo com isto tudo é que o The Guardian, pegando nessa tal especulação do site húngaro, fez a festa, apanhou as canas e inventou uma notícia!

Edited by Jenny
Repetição

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 2 horas, Televisão 10 disse:

Sandro Nicolas é o representante de Chipre na próxima edição da Eurovisão.

http://www.escportugal.pt/2019/11/confirmado-esc2020-sandro-nicolas-e-o.html?m=1

Espero que as selecções nacionais nos ofereçam algo mais entusiasmante do que os nomes que têm sido revelados internamente. É certo que ainda não conhecemos as músicas com que estes cantores irão ao ESC, mas ainda não fiquei apaixonada por nenhuma canção da discografia dos mesmos (vá, gostei bastante da "In Your Bed" do Blas, mas mesmo assim parece que a "grande" música dele é a "Él so soy yo" :dontknow:).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lol estamos a ler a mesma notícia e a perceber coisas diferentes? Logo no primeiro parágrafo diz "" Hungary will not participate in next year’s Eurovision song contest, amid speculation the decision was taken because the competition is “too gay” for the taste of the country’s far-right government and public media bosses. " e depois diz então o que dizes no teu primeiro parágrafo "É dito claramente que não existe razão oficial, é sim dito que tem havido um aumento da retórica anti-LGBT citando medidas e declarações políticas concretas.". Mas quando a pessoa que escreveu o artigo diz esta frase após a primeira afirmação está claramente a induzir ao leitor a ideia de que a saída do ESC é uma dessas medidas anti-LGBT!
O que eu percebo com isto tudo é que o The Guardian, pegando nessa tal especulação do site húngaro, fez a festa, apanhou as canas e inventou uma notícia!
Acabaste de confirmar que a notícia não diz de facto que a saída se deve ao concurso "ser muito gay", que foi o ponto feito anteriormente. É diferente um jornalista dizer algo ou dizer que outra pessoa disse algo. A primeira é algo que o jornalista pode confirmar, enquanto a segunda está dependente da opinião, da visão, da interpretação da outra pessoa, muitas vezes inconfirmável pelo jornalista.

O primeiro parágrafo de qualquer notícia é suposto resumir a informação e responder às questões básicas: o quê, quando, quem, etc, e é isso exatamente que faz. Diz claramente que é especulação, e mais à frente diz quais são as suas fontes e que posições governamentais parecem confirmar essa especulação.

Quanto às motivações do jornalista, ou à sua forma de trabalhar, isso é a tua interpretação, é a especulação da especulação mas ao contrário do artigo sem qualquer base de sustentação na minha opinião.
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 6 horas, Jenny disse:

Lol estamos a ler a mesma notícia e a perceber coisas diferentes? Logo no primeiro parágrafo diz "" Hungary will not participate in next year’s Eurovision song contest, amid speculation the decision was taken because the competition is “too gay” for the taste of the country’s far-right government and public media bosses. " e depois diz então o que dizes no teu primeiro parágrafo "É dito claramente que não existe razão oficial, é sim dito que tem havido um aumento da retórica anti-LGBT citando medidas e declarações políticas concretas.". Mas quando a pessoa que escreveu o artigo diz esta frase após a primeira afirmação está claramente a induzir ao leitor a ideia de que a saída do ESC é uma dessas medidas anti-LGBT!

O que eu percebo com isto tudo é que o The Guardian, pegando nessa tal especulação do site húngaro, fez a festa, apanhou as canas e inventou uma notícia!

Claramente estão a ler a mesma notícia sim e a perceber coisas diferentes lo. Tu próprias citas a parte em que fala claramente que tudo é especulação, por isso para a próxima podes sempre o google tradutor que funciona muito bem por acaso e escusas de passar vergonha. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 16 horas, zent disse:

Acabaste de confirmar que a notícia não diz de facto que a saída se deve ao concurso "ser muito gay", que foi o ponto feito anteriormente. É diferente um jornalista dizer algo ou dizer que outra pessoa disse algo. A primeira é algo que o jornalista pode confirmar, enquanto a segunda está dependente da opinião, da visão, da interpretação da outra pessoa, muitas vezes inconfirmável pelo jornalista.

O primeiro parágrafo de qualquer notícia é suposto resumir a informação e responder às questões básicas: o quê, quando, quem, etc, e é isso exatamente que faz. Diz claramente que é especulação, e mais à frente diz quais são as suas fontes e que posições governamentais parecem confirmar essa especulação.

Quanto às motivações do jornalista, ou à sua forma de trabalhar, isso é a tua interpretação, é a especulação da especulação mas ao contrário do artigo sem qualquer base de sustentação na minha opinião.

Mas eu não disse que o artigo dizia que a Hungria ia sair por ser um evento demasiado gay. O que eu disse foi exactamente que extrapolou um rumor de alguém  e que basicamente o artigo está a inventar uma notícia! E sim, é uma extrapolação! Mas é uma extrapolação que dá a entender que realmente esse pode ser o motivo pelo qual a Hungria vai sair! Ou devemos simplesmente ignorar a primeira frase que eu citei? Então ele podia ter escrito uma frase aleatória tipo "O céu é azul" só para encher chouriços e a relevância da mesma para o resto da notícia era igual!

há 15 horas, Duarte disse:

Claramente estão a ler a mesma notícia sim e a perceber coisas diferentes lo. Tu próprias citas a parte em que fala claramente que tudo é especulação, por isso para a próxima podes sempre o google tradutor que funciona muito bem por acaso e escusas de passar vergonha. 

Tu é que escusas de passar vergonha a admitir assim tão abertamente que não sabes interpretar uma frase dentro de um texto maior! E, vá, até podemos ter formas de interpretar diferentes, mas escusavas de passar vergonha ao tentar passar a ideia de que és o detentor da verdadeira interpretação da tal frase num contexto geral! Passa bem!

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 21 minutos, Jenny disse:

Mas eu não disse que o artigo dizia que a Hungria ia sair por ser um evento demasiado gay. O que eu disse foi exactamente que extrapolou um rumor de alguém  e que basicamente o artigo está a inventar uma notícia! E sim, é uma extrapolação! Mas é uma extrapolação que dá a entender que realmente esse pode ser o motivo pelo qual a Hungria vai sair! Ou devemos simplesmente ignorar a primeira frase que eu citei? Então ele podia ter escrito uma frase aleatória tipo "O céu é azul" só para encher chouriços e a relevância da mesma para o resto da notícia era igual!

Tu é que escusas de passar vergonha a admitir assim tão abertamente que não sabes interpretar uma frase dentro de um texto maior! E, vá, até podemos ter formas de interpretar diferentes, mas escusavas de passar vergonha ao tentar passar a ideia de que és o detentor da verdadeira interpretação da tal frase num contexto geral! Passa bem!

Oh amiga estás a vontade para continuar no teu erro. Fica com lá bicicleta que eu fico com a razão. Em caso de persistência dos sintomas, a Bertrand deve ter algum livrinho de interpretação textual, literacia mediática e dicionários. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 51 minutos, Jenny disse:

Mas eu não disse que o artigo dizia que a Hungria ia sair por ser um evento demasiado gay. O que eu disse foi exactamente que extrapolou um rumor de alguém  e que basicamente o artigo está a inventar uma notícia! E sim, é uma extrapolação! Mas é uma extrapolação que dá a entender que realmente esse pode ser o motivo pelo qual a Hungria vai sair! Ou devemos simplesmente ignorar a primeira frase que eu citei? Então ele podia ter escrito uma frase aleatória tipo "O céu é azul" só para encher chouriços e a relevância da mesma para o resto da notícia era igual!

Tu é que escusas de passar vergonha a admitir assim tão abertamente que não sabes interpretar uma frase dentro de um texto maior! E, vá, até podemos ter formas de interpretar diferentes, mas escusavas de passar vergonha ao tentar passar a ideia de que és o detentor da verdadeira interpretação da tal frase num contexto geral! Passa bem!

e não poderá ser?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Destination Eurovision cancelado para 2020.

  • Shock 2
  • Sad 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 3 horas, joanna disse:

e não poderá ser?

Não me leves a mal (não quero soar mal educada), mas não vou responder a esta questão tendo em conta os testamentos que já escrevi em posts anteriores e as respostas que levei. Cada um que tire as próprias conclusões, já que algo que alguém diga que seja contrário ao que pensam ou interpretam mereça respostas que te tentem dimnuir intelectualmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece uma mistura de 2014 com 2019. Gosto do palco, parece minimalista e sóbrio, mas ao mesmo tempo não é apenas um palco LED simplista com uns adornos no meio. Curioso para ver como todas aquelas luzes vão resultar na TV. Também gosto da ideia de ter aquela ponte ali no meio, junto ao público (mais um a mostrar o rabo em direto para fazer jus ao videoclip de Arcade :read: ).

Pena ser sempre o mesmo a fazer o palco. :haha: Não têm mais ninguém para além do Florian na EBU?

Mais imagens: 

 

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembrou-me o palco de 2011. Gigantesco, uns palcos enormes, mas só leds. E isso dá uma sensação enorme de vazio. Como cada país só pode ter 6 pessoas em palco, acaba por não o conseguir preencher devidamente.

A delegação portuguesa vai sentir-se totalmente perdida. Ou investe em leds e props ou vamos de vela outra vez.

Espanha vai colocar confetis e serpentinas a sair por todo o lado. Até tenho medo.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Falando do FC 2020, os Dúbio (que fazem parceria com os +351) deram uma entrevista :

https://escbubble.com/2019/12/dubio-we-want-to-take-the-portuguese-by-surprise/?fbclid=IwAR0UpziQCyH58EcniokPaBSSadbjxXZiM1XaZubtdAnwCQDSonvtOC97UuE

Sem falarem muito da canção e do performance (que eles querem que seja uma surpresa), a única coisa que eles referiram é que a canção será a primeira deles em português (todas as canções que eles fizeram anteriormente (em outros projectos) eram em inglês)

Share this post


Link to post
Share on other sites
há 4 horas, AGUI disse:

Lembrou-me o palco de 2011. Gigantesco, uns palcos enormes, mas só leds. E isso dá uma sensação enorme de vazio. Como cada país só pode ter 6 pessoas em palco, acaba por não o conseguir preencher devidamente.

A delegação portuguesa vai sentir-se totalmente perdida. Ou investe em leds e props ou vamos de vela outra vez.

Espanha vai colocar confetis e serpentinas a sair por todo o lado. Até tenho medo.

A Espanha está habituada a este palco porque é uma cópia dos palcos da OT: um palco enorme e uma passarela no meio.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ainda falando do FC 2020 - segundo o Festivais da Canção, a canção feita pelos Blasted Mechanism pode ser cantada em inglês:

https://festivaiscancao.wordpress.com/2019/12/02/blasted-mechanism-no-festival-da-cancao-em-forca-e-em-ingles/?fbclid=IwAR2SOggDmuOe6U0ReXEuhE8ALGLA0Pi938z0x21b_okAvoB-Faq5u7sNNTU

Poderia talvez ser a primeira vez desde 2018 que uma edição do FC terá, pelo menos, uma canção que não seja cantada em português - sem bem que isto ainda foi confirmado oficialmente pelo grupo

Edited by LAboy 456
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
agora mesmo, RPSG disse:

A Espanha está habituada a este palco porque é uma cópia dos palcos da OT: um palco enorme e uma passarela no meio.

A diferença é para o OT eles sabem usar o palco e fazer excelentes performances.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Create New...