Pedro

O Preço Certo

321 posts neste tópico

precoCerto2.jpg

Concursos t.gif

RTP-1.jpg

rtpi.gif

Com: apresentação de Fernando Mendes

O Preço Certo é um dos mais famosos concursos da Europa.

O ambiente que se vive no estúdio é eléctrico, os concorrentes encontram-se sentados na plateia e são convidados para jogar, descendo ao palco numa furiosa batalha de nervos.

É um programa de entretenimento com carácter informativo sobre os preços de mercado e sobre novos produtos.

Os primeiros quatro concorrentes chamados constituem o grupo inicial, em que cada um dos elementos vai tentar acertar no preço de um produto que lhe é apresentado.

Sempre que cada concorrente ganha ou perde o jogo, é substituído por outro da plateia para integrar o grupo de jogadores.

Para se qualificar para a final de O Preço Certo, cada concorrente que ganhou no jogo preliminar, faz rodar a "Grande Roda" de forma a que, com uma ou duas voltas, se aproxime o mais possível de 100. Será apurado o concorrente que mais se aproximar.

O finalista, terá a possibilidade de ganhar a grande montra de prémios, apostando no preço certo dos prémios apresentados.

O clima festivo, o carácter lúdico e a sua acessibilidade faz com que O Preço Certo seja definido como um concurso para todas as idades.

É um programa de entretenimento com muita diversão e animação, apresentado por Fernando Mendes.

Inscreva-se no Preço Certo,através do nº 76 780 105 (€0,60+IVA)!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Não gosto deste formato e muito menos do Fernando Mendes. Mas, sem dúvida alguma que, actualmente, o programa está em alta: é líder no horário e vai parar, constantemente, ao TOP5.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Sinceramente acho mais piada a este do que ao Roda da Sorte.

O cenário de facto já tem imenso tempo, mas tem o sucesso o que tem.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

“Preço Certo” comemora 1500 emissões

O apresentador Fernando Mendes faz balanço positivo e admite ficar emocionado com os gestos de carinho do público.

Apesar de apenas ter pegado nas rédeas do concurso cerca de um ano depois de ter ido para o ar, Fernando Mendes é o rosto que marca O Preço Certo (RTP1). No dia 11 de Fevereiro de 2002, data de estreia, Jorge Gabriel era o apresentador deste programa, que é considerado o mais longo em continuidade da televisão portuguesa. Acabou, no entanto, por ser substituído por Fernando Mendes que, até hoje, se mantém à frente deste formato.

O apresentador não podia estar mais feliz com o apoio do público. "Este é um programa que apanha uma camada muito grande na faixa etária dos 60 anos para cima. Fico muito sensibilizado com o carinho que demonstram ter por mim e por toda a equipa que está por trás deste programa", começa por dizer Fernando Mendes.

Não há emissão em que não receba um presente ou um miminho por parte dos concorrentes e daqueles que os acompanham. Momentos que deixam o apresentador profundamente grato e emocionado. "Todas as lembranças são especiais, mas confesso que os bordados que algumas senhoras fazem para a minha mãe me deixam mais sensibilizado. Também não esqueço as estatuetas e algumas pinturas que já fizeram em minha homenagem", lembra.

No dia 20 de Março, a produção de O Preço Certo prepara-se para celebrar 1500 emissões deste programa de uma forma muito especial. Fernando Mendes está entusiasmado e contou à Notícias TV alguns pormenores sobre esta comemoração. "Vamos fazer uma emissão especial que, em princípio, será em directo a partir de Alvas (Algarve). Terá uma duração de duas horas e vai contar com algumas actuações de música, acordeão e folclore", adianta o humorista.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Fernando Mendes inspirou franceses

Emissão de "Preço Certo" animada por presença em peso de nortenhos

O "Preço Certo" da RTP é um êxito indestronável no horário em que vai para o ar. A que se deve o fenómeno? A Fernando Mendes. Concorrentes do Norte não lhe poupam elogios, e a versão francesa do formato recrutou mesmo um apresentador de perfil semelhante.

Auto-apelida-se de "gordo" e prima pelo sentido de humor acessível a todos. Actor é a sua profissão e só se vê à frente de um programa com as características de "Preço Certo". Muitos se interrogarão qual a receita para o sucesso do concurso da RTP, criticado por alguns por não se encaixar no conceito de serviço público, há nove anos no ar, oito sob a condução de Fernando Mendes.

E se o segredo é a alma do negócio - em Portugal há cada vez mais inscrições -, parece que o ingrediente-chave de cá já foi detectado. Pelo menos em França, onde os requisitos para se encontrar o novo apresentador de "Le Just Prix", nome da versão, foram balizados em função das parecenças com Mendes. E eis que o eleito foi Vicent Lagaf. Mais magro, é um facto, mas igualmente humorista.

"Fiquei babado quando soube, encarei como um grande elogio", comentou Fernando Mendes à margem de um dia de gravações, pautadas pela predominância de participantes nortenhos. "Acho que os jogos terão ficado um pouco para trás. Tentei moldar o programa à minha imagem", prosseguiu o comediante.

Mas, afinal, como chegaram os franceses à conclusão de que o perfil de Mendes seria um bom barómetro para padronizar lá fora? "A Fremantle (responsável pela produção) está representada em vários países e existe um 'final producer' que viaja para recolher a informação, fazendo-a chegar depois aos territórios que têm o formato no ar", explicou fonte da produtora. O fenómeno "Preco Certo" foi, inclusive, alvo de um documentário recentemente exibido pela estação pública.

Quanto às opiniões fracturantes relativamente ao não enquadramento deste concurso num canal de serviço público, Fernando Mendes, sem se alongar muito em considerações, disse: "Se ajudar as pessoas, como velhotes que estão internados em lares, a esquecer os problemas não é serviço público, não sei o que será então". Mais se alongou a discorrer acerca do público do Norte. "É muito comunicativo. Lá em cima é-se mais espontâneo e autêntico".

Adeptos do F.C.P. em força

Bastou passar a cortina que circunscreve o estúdio, nas instalações da RTP onde é gravado "Preço Certo", para se perceber que a assistência era, quase toda, proveniente do Norte do país. Os cachecóis do Futebol Clube do Porto embandeirados em arco, como se de símbolos regionais se tratassem, além do inconfundível sotaque, deixaram desde logo adivinhar de onde viriam os concorrentes daquela emissão.

Na primeira das três emissões que foram gravadas nesse dia, sendo que a última foi transmitida em directo, como, aliás, sempre acontece, um dos concorrentes era de Penacova, e outra de S. Mamede de Infesta, quem, por sinal, chegou ao fim, após ter somado a maior pontuação na roda.

Entre rápidas idas à casa-de-banho no intervalo para se recomeçar a gravar outra dose de programa, foi possível chegar à fala com alguns dos nortenhos presentes no público. "Sou um Pinto da Costa autêntico", dizia, bem-disposto, um vizinho do centro de estágios do F.C.P, em Vila Nova de Gaia. "As bolas até caem lá dentro", acrescentou. Curiosamente, o fervoroso adepto pertencia a um grupo de participantes, cuja "líder" era benfiquista ferrenha.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Sem dúvida alguma que o Fernando Mendes está de parabéns, apesar de eu não apreciar o seu humor e muitas das suas intervenções. Mas, para o horário e público em questão, é o que se exige para o sucesso do programa.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Sem dúvida alguma que o Fernando Mendes está de parabéns, apesar de eu não apreciar o seu humor e muitas das suas intervenções. Mas, para o horário e público em questão, é o que se exige para o sucesso do programa.

Não podia concordar mais!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Preço baixo

Por: Francisco Penim

No início deste ano ‘Preço Certo’ era uma rocha de audiências, ultrapassava várias vezes os 34% de share em média e liderava o acesso ao prime time.

Qualquer conteúdo que a SIC tivesse à mesma hora era derrotado e o mesmo acontecia com ‘Morangos com Açúcar’ na TVI. A partir de Março tudo começou a mudar e ‘Preço Certo’ começou a recuar muito na sua performance. Em Abril a sua média era já inferior a 25% e foi piorando. Presentemente, o seu resultado de Junho é de 23,8% enquanto que ‘Ti Ti Ti’, na SIC, tem 24,5% e ‘Morangos com Açúcar’, na TVI, 28,7%. A queda foi brutal mas tem um ponto positivo: prova que a Informação do canal do Estado não precisa dessa ajuda para liderar.

É normal isto acontecer com o aproximar do Verão, mas descer tão baixo como este ano já não é nada normal! Esperemos que na rentrée não continue.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É natural descer o consumo televisivo durante o verão, assim como é já á hábito o 'Preço Certo' e o 'Portugal em Direto' descerem a níveis muito mais baixos do que durante o Outono e Inverno...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É natural descer o consumo televisivo durante o verão, assim como é já á hábito o 'Preço Certo' e o 'Portugal em Direto' descerem a níveis muito mais baixos do que durante o Outono e Inverno...

O "Portugal em Directo" está pelas ruas da amargura. Há muito que não consegue ganhar no horário...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Sim e diferença aqui é que o Preço Certo de tempos em tempos ainda vai tendo algumas modificações enquanto o Portugal em Direto precisa de um refresh há anos...

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora