Jump to content

Hotpoint

Membros
  • Content Count

    1
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

9 Concorrente do Love on Top

About Hotpoint

  • Rank
    Vou ser o próximo Bruno Santos

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Primeiro comentário no fórum, mas tenho de verbalizar... Há 2 meses atrás era opinião generalizada que o FC 2019 tinha sido o melhor de sempre, melhor conjunto de canções, fora da caixa, etc etc... Além disso, o Conan ia ganhar a Eurovisão e todos iamos ser muito felizes numa arena algures por aí no próximo ano... Bastou as coisas não correrem tal como se esperava e coloca-se tudo em causa! Discutem-se coisas sem pés nem cabeça! Metam nessas cabeças quadradas não há NINGUEM em Portugal a produzir um Fuego, Replay ou Toy! Não por incapacidade, nem nada disso... apenas o mercado musical português não é esse! A música é cultura, e a cultura portuguesa não é igual à grega, sueca, whatever... temos a nossa própria identidade com coisas boas e menos boas.... Gostavam de ser um "Azerbeijão"!? Tem noção de que na maioria das participações só o cantor é azeri!? Letristas, Compositores, produtores, coristas, bailarinos, etc etc é tudo estrangeiro!? Faz sentido representar Portugal com uma mentira!? Um país pequeno como o nosso em que os artistas tem tantas dificuldades em impor-se, em trabalhar.... usar os nossos impostos para pagar a estrangeiros que na maioria das vezes não fariam melhor do que os nossos artistas!? Falar em experiência!? E os artistas destes 3 últimos FC não a tem!? São trolhas, empregadas domésticas, secretárias ou fazem da música a sua profissão!? Grande parte deles lançam CD, tem tour de sucesso e muitas deles são artistas premiados. Matay, Diogo Piçarra, Isaura, Luisa Sobral, Surma, Conan, Calema, DAMA, Capicua, The gift tem mais carreira do que 80% dos concorrentes do ESC. Agora não confundir carreira com um percurso única e exclusivamente dedicado ao ESC.... Vamos regressar a 2009, 2010. 2011 etc em que o FC era composto por meia dúzia de amadores cujas composições muitas vezes eram ridículas (Rui Nova quem se lembra.... entre tantos outros). O Conan desde início que foi um risco. Portugal nunca arriscou tanto! Podia correr bem ou mal.... calhou que corresse mal! Paciência, é preciso digerir, analisar essas questões que por aí andam, refletir sobre o percurso e começar a pensar no próximo ano e em fazer igual ou melhor se possível. Manter o arrojo e ousadia. Fomos eliminados (de forma chocante e imerecida.... pra mim fomos dos melhores!) , fiquei triste e revoltado (porque é sentir que a Europa levemos o que seja sempre nos dá um valente chuto) mas orgulhoso como não fiquei noutras eliminações.... porque desta vez senti que saímos de cabeça erguida, marcamos a Eurovisão, não passamos incógnitos e a generalidade da comunidade eurovisiva (e não só), outras artistas e delegações deixaram bem vincado que a nossa saída nao é indiferente e é uma perda para o concurso. Que a RTP siga em frente e continue a apostar no FC e mantenha a sua visão e trabalho firme. Este é o caminho! Não é por hoje correr mal que se vai mudar tudo! Uma coisa é certa se internamente (porque nunca será tornado público!) houve problemas com votações de Portugal no próximo ano estaremos na final seja qual for a canção.
×
×
  • Create New...