Jump to content

jc_71189

Membros
  • #Conteúdo

    266
  • Registado Em

  • Última Visita

Reputação

349 Excelente

Sobre jc_71189

  • Rank
    Percebo algo de TV

Quem visitou o meu perfil

448 visitas ao perfil
  1. jc_71189

    CM TV

    Há de facto um canal de informação de cada um dos três principais canais generalistas mas isso não torna qualquer acontecimento notícia. Todos os acidentes não são e nunca podiam como é óbvio ser notícia, o mesmo se aplica ao crime, à política, e a todas as outras áreas. A função de um jornalista e de um meio de comunicação social é exatamente a de recolher o que se passa, filtrar de acordo com a sua importância e publicar/emitir o que seja relevante. É um facto que há uma Lisboa-dependência em muitos dos assuntos e que merece ser criticada mas não é pelo facto de uma qualquer televisão, jornal, etc., noticiar mais coisas fora de Lisboa que se torna automaticamente um bom meio de comunicação social e que respeita as regras do jornalismo. Dizer que a CM TV mostra o país real é no mínimo discutível, quando a CM TV passa a ideia de que todos os dias há uma espécie de guerra civil espalhada pelo país quando é um dos países mais seguros do mundo. Se o país real se limita a crime e a tragédias em geral então de facto o Portugal que conheço não deve ser o mesmo que o teu.
  2. jc_71189

    CM TV

    Isso não contradiz em nada o que eu disse... Um exemplo recente que vai em sentido contrário ao que dizes é um acidente na EN 18 na região de Estremoz que foi noticiado em múltiplos locais. Além disso, um acidente é algo rotineiro que acontece às dezenas todos os dias e que não devia merecer tempo num noticiário nacional a menos que algo de particular tenha acontecido, seja no interior, seja em Lisboa.
  3. jc_71189

    CM TV

    Isso não é propriamente verdade. É verdade que existe um excesso de Lisboa e arredores nos noticiários e deficiência do resto do país mas o crime até é uma área privilegiada. Apesar disso, em percentagem e em número total é Lisboa e os seus vizinhos, em conjunto com o Porto, que têm uma maior existência de crime. Contabilizando o espaço dado ao crime em Lisboa e a outras zonas do país, muito provavelmente em percentagem a Área Metropolitana de Lisboa até está bastante sub-representada. A grande diferença da CM TV/Correio da Manhã para os outros é que o crime é algo muito mais abordado e com mais tempo nos seus noticiários daí haver espaço para coisas não abordadas noutros locais.
  4. jc_71189

    CM TV

    Eu pessoalmente não tenho problema nenhum com a CM TV, aliás até lhe dou os parabéns porque cumpre aquilo a que se dispõe como ninguém. Para mim o problema não é a existência da CM TV e do Correio da Manhã mas os outros meios de comunicação social irem atrás do que eles vão fazendo e as diferenças esbaterem-se cada vez mais. Apesar de reconhecer os méritos, não vou chamar a muitas coisas que fazem de jornalismo ou concordar com elas porque são, muitas vezes, um atropelo à verdade. Não posso rotular de bom jornalismo quando uma notícia em vez de mostrar os dois lados, apenas mostra um porque dá jeito caso contrário já não seria tão escabroso ou a mesma não faria sentido existir; Não posso rotular de bom jornalismo quando uma notícia é mais a opinião ou a visão do jornalista do que factos; Não posso rotular de bom jornalismo quando publicam títulos mentirosos que nada têm que ver com o conteúdo só para serem chamativos; Não posso rotular de bom jornalismo quando são seletivos nas coisas que noticiam e apenas visam atingir determinado alvo; Não posso rotular de bom jornalismo quando se armam em polícia de costumes ao tentar denegrir comportamentos não padrão; Não posso rotular de bom jornalismo quando se promove o ódio a determinadas secções da população; Não posso rotular de bom jornalismo quando os seus acionistas ou as suas empresas são suspeitos de crimes e notícias sobre esses assuntos não existem ou resumem-se a meia dúzia de linhas; Não posso rotular de bom jornalismo quando se tenta manipular a realidade ao promover o pânico e o medo baseando-se em um ou dois casos que não refletem o que em geral se passa. Muito mais haveria para apontar e muitas das coisas infelizmente (já) não são seus exclusivos mas muitas das vezes conseguem ser piores que os outros.
  5. jc_71189

    CM TV

    Investigam como ninguém nomeadamente quando uma outra empresa dos seus donos comete potenciais crimes...
  6. jc_71189

    Você na TV!

    Segundo a própria, embora não consiga agora encontrar a publicação nas redes sociais em que mencionava isso, ela tinha decidido sair das Ricas Quintas. Por isso, neste momento a única coisa em que seria expectável vê-la seria no Somos Portugal e penso que ela não era/é uma presença muita assídua. Portanto, a ausência dela dos ecrãs não é assim tão estranha como foi relatado.
  7. jc_71189

    Você na TV!

    Pessoalmente também acho por vezes um exagero essa dos "treinadores de bancada" porque parece querer limitar a liberdade dos outros ao terem que dizer sempre bem e vai contra a postura pública de "dou o peito às balas" e "podem dizer tudo". Como é público isto é um fórum destinado a discutir televisão por amadores, ou treinadores de bancada se assim queiramos chamar. Tirando exceções, a maioria das pessoas não trabalha em televisão, não conhece quem trabalhe e não tem essa pretensão. Claro que há opiniões aqui, e a mim me incluo como é óbvio, que podem não fazer sentido e por vezes, por serem desconhecedoras da realidade, até ser completamente parvas. No entanto, acho, e apenas me manterei por aqui enquanto achar isso, que a maioria apenas está interessada em discutir os programas e as escolhas dos seus profissionais para essencialmente ter uma melhor televisão e não para dizer mal ou achincalhar alguém.
  8. jc_71189

    Eleven Sports

    Não deves ter lido a parte em que o Pedro Pinto refere que o preço é justo e razoável... A Nowo representa a Eleven Sports não é ela que inventa as regras...
  9. jc_71189

    Grafismo e Promoção RTP1

    Se não estou em erro a lei da televisão determina que os canais em Portugal tenham a sua emissão identificada.
  10. jc_71189

    Joker

    Nem em Portugal nem em lado nenhum, uma vez que o rating é referente ao total da população, enquanto o share é em função do sub-grupo da população que estava a ver televisão. Ou seja o rating nunca pode ser maior que o share. Um exemplo prático usando números redondos: População: 10 milhões Canal X: Rating: 10% - 1 milhão Share: 5% Restantes Canais (Cálculo Rating): Share: 95% Rating: 95 x 10 / 5 = 190% - 19 milhões (População: 10 milhões) Restantes Canais (Cálculo Share): Rating: 90% Share: 90 x 5 / 10 = 45% (Canal X + Restantes Canais = 50% Share)
  11. jc_71189

    Valor da Vida

    A Ana Sofia ontem estava na Costa do Marfim a promover a estreia da segunda temporada da Única Mulher num canal do país, por isso será muito pouco provável.
  12. jc_71189

    Eleven Sports

    Não defendendo ninguém até porque não tenho qualquer ligação a qualquer uma das empresas, mas adoro ler comentários a dizer que é a Nowo que não quer disponibilização do canal quando é público o que se passa nas negociações e o que é proposto. Apesar de a Nowo ser a responsável pela negociação e distribuição dos canais em Portugal, se a Eleven Sports achasse que a Nowo estava a agir de má fé ou a estivesse a tentar prejudicar, certamente já teria agido. Quando ao estar com a dívidas, isso é uma história que ainda terá que ser esclarecida uma vez que os dois lados apresentam versões contraditórias. A Altice Portugal reconhece dívidas à ONI, que pertence ao mesmo dono da Nowo, mas por sua vez a empresa diz que a Altice Portugal tem em dívida um montante equivalente.
  13. jc_71189

    Canal Q

    Eu vejo regularmente vários segmentos do Inferno e acho que desde que o Aurélio Gomes ficou como pivot do "jornal" melhorou bastante.
  14. jc_71189

    Sexualidade

    Parabéns, sobretudo por teres pedido ajuda, algo aparentemente tão fácil e corriqueiro mas que muitas vezes é o mais difícil. Tens tudo para a partir de agora viver melhor e mais tranquilo. E perante um advservidade pensa que todos as temos, podem não ser visíveis ou serem diferentes mas todos as vamos encontrando ao longo da vida.
×