Jump to content

Alice

Membros
  • Content Count

    32
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Alice

  1. Eu quero enviar um grande beijinho a todos vocês amiguinhos que me recebem com amor e me enviam mensagens e bonequinhos de afecto e aceitação. O meu netinho Rafi que me ajuda sempre a encontrar os sítios para escrever também vos manda carinhos e vos agradece porque ele fica muito feliz de ver a sua querida "vóvi" a sorrir. Obrigada por me ouvirem porque é muito triste viver só e não ter com quem partilhar um pensamento. Muitos corações e carinhas amarelas a todos. Estou muito emocionada, tenho nevoeiro nos óculos, diz o meu netinho.
  2. Alice

    Love On Top

    Tenho gostado muito de estar com a Martinha no Extra, mas também sinto muito a falta da minha querida Belinha porque ela é levada da breca e eu rio muito. Adoro quando é quarta-feira e vai lá a Leninha do Secret Stoiry porque ela é muito fresca e diz muitas verdades que eu também penso e leva sempre vestidos muito bonitos mas recatados como os de chita que eu cosia à máquina lá em Lourenço Marques. E ontem ela ensinou a todos nós e à Martinha uma coisa nova: um homem como o Itleo chama-se um bói de magia. Pois está explicado porque as meninas andam todas atrás dele, deve ser como a f
  3. Alice

    Love On Top

    Eu concordo com o senhor doutor Quintinho Aires e espero que saia o Itleo porque ele tem cá fora a Duda à espera na barriguinha da mãe e ele devia estar a preservá-la em vez de andar a fazer vigarices com as meninas todas. Ele que me venha com falinhas mansas que eu digo-lhe das boas e das bonitas. E espero que esta semana volte a haver gala porque na semana passada fui bem enganada, por causa das selvajarias aos bichinhos.
  4. É muito bom jantar ao som da minha canção favorita do meu querido Marco Paulo, a seguir à da Nossa Senhora. Ele, que tantos corações arrebatou com seus caracóis fartos e seu porte vigoroso, é um exemplo a seguir no quesito das intimidades, demonstrando a todos a arte de se ser ardente e possante, sem cair na ordinarice. Marco possui-nos com suas palavras lascivas, enquanto nos trata por "você", demonstrando todo o respeito e cortesia de um cavalheiro na hora do delírio.
  5. Alice

    A Capella

    No passado sábado, fiquei a conhecer este maravilhoso programa graças à minha querida amiga Mirinha, a quem agradeço desde já de todo o peito, apesar de no dia anterior quase me ter vazado um olho no baile dos pauzinhos, por motivos de catarata. Estávamos nós de molho na praia porque o doutor diz que faz bem às dobras e diz a Mirinha: "ai, hoje vai dar A Capella" e eu: "ó Mirinha, mas nem estamos no mês de Nossa Senhora" e ela: "ai, mas isto não é de Jesus, é diferente porque tem dois "éles" e é cantar música sem música, só com a boca" e eu que sou uma mulher da vida e muito aberta a tudo
  6. Eu queria poder elucidar-te desde já quanto a essa questão, mas a verdade é que ainda não consegui chegar aos entretantos da narrativa, estando ainda nos capítulos introdutórios, que não passam de acepipes para a integralidade desta que se afigura ser uma obra de truz. O motivo prende-se com o facto de desde piquena só conseguir ler ficção no trono e na minha idade não posso reinar por muito tempo, senão as hemorróidas ficam assanhadas e depois é um grande sarilho, sobretudo em tempo de praia: pomada e areia nunca se deram bem e o atrito assa como a potassa.
  7. Alice

    Love On Top

    Eu não sei porque estás a tentar fazer buli comigo, porque eu não te fiz mal nenhum, nem desrespeitei nenhum membro, nem infringi nenhuma regra deste fórum. Eu apenas dou a minha opinião sobre os programas que vejo ou vi, que podem não se coadunar com as tuas crenças, mas que merecem respeito, como qualquer ser humano. Mas se o Governo decidir por bem impedir a minha participação nesta praça pública televisiva, eu acatarei essa decisão de cabeça erguida. Como diz muitas vezes o senhor Goucha, citando esse dito poético tão imperioso, "as árvores morrem de pé" e eu já não me vergo
  8. Ando a ler A Rebolona, da Alba de Céspedes, um livro que trouxe de Moçambique, custou 90 escudos naquela altura. Bons tempos, em que o dinheiro valia mesmo dinheiro e com 90 paus se fazia uma canoa. A mulher fatal da obra chama-se Ivana, pelo menos nesta versão portuguesa, e aqui neste fórum costumam chamar "Ivona" à querida Iva Domingues, então agora sempre que surge a Rebolona nas páginas do livro, imagino muito a menina Iva. É uma sensação estranha, mas estimulante.
  9. Alice

    Belmonte

    Eu gostava muito desta novela, da canção de começar e do grupo dos manos, sobretudo do Pardalito, até dei esse nome a um gatinho de rua que eu costumava alimentar mas que depois uma senhora que trabalha na padaria levou. Mas este folhetim induziu-me em erro porque as personagens chamavam "tam" ou "tame" ao tablete, não sei bem porquê, e eu pensava que era assim que se dizia e depois passei muita vergonha com as minhas amigas quando lhes disse que tinha o Meu Tom Falante no meu "tam" e elas quase se engasgaram com o pingo de tanto pagode que foi. Nunca percebi porque é que esta novela
  10. Alice

    Love On Top

    Eu vejo este programa todas as noites, menos aos sábados, porque não dá. Gosto muito quando vão comentadores falar com a Martinha ou com a Belinha porque torna a noite mais divertida. O que me chateia é que quando os concorrentes estão no quarto do amor, o meu televisor costuma falhar e ficar com uma cor esverdeada e escura e não dá para ver bem nem nítido. Ao início eu levantava-me da cama para lhe dar umas pancadinhas porque podia ser mau contacto com a caixa da TDT, mas depois percebi que deve ser mesmo má iluminação de dentro da TVI. Mas eu entendo, coitados, eu é que n
  11. Alice

    A Tarde é Sua

    Se a senhora dona Dominique da Máquina da Verdade estiver de facto a mentir, ficarei muito magoada com ela, pois fui das poucas pessoas a tentar equilibrar a balança a seu favor e a procurar incutir a todos o benefício da dúvida que devemos proporcionar a todos os seres humanos, independentemente das aparências ou do veredictos tecnológicos, defendendo este princípio com unhas e dentes, com a firmeza que o meu Corega me permite. É muito grave se for mentira e é muito grave se for verdade, não há aqui vencedores, apenas dores.
  12. Eu gostaria que nesta novela que aborda a classe cigana, passasse este tema que muito diz ao meu peito e às minhas memórias. Como diria o meu querido José Carlos Malato, já fui muito feliz ao som dos acordes vocais do saudoso e talentosíssimo Nino Bravo. É linda e emociona-me muito e seria uma boa canção de amor para um dos casais da trama.
  13. Alice

    Terapia

    E eu esqueci-me de dizer uma coisa sobre essa menina que faz terapia nas quartas-feiras, é que ela tem os olhos iguais aos da artista Benedita Pereira. Mas esta história está mesmo mal contada porque se uma piquena dissesse a um professor ou psicólogo que tinha fisicalidades com um homem feito e pai de família, seria um caso a denunciar imediatamente. Não cabe na cabeça de ninguém, é a minha opinião e isso basta.
  14. Eu sei sim quem é o Shoi Mendes, mas não sei se é assim que se escreve porque sempre que aos sábados de manhã vou ao Continente com o meu neto Rafi, eles passam sempre as mesmas canções. Primeiro dá sempre uma que é: "às vezes não sei o que digo e digo okai, às vezes não sei o que faço e tu está bem" e depois dá sempre uma estrangeira que é: "na na na na nana, tichis" e o meu netinho canta sempre e ele diz que é de um menino famoso que tem família portuguesa e se chama Shoi Mendes. No Continente devem ter uma cassete sempre a rodar seguida porque ponho a mão na Bíblia que é sempre ce
  15. Alice

    Terapia

    Eu ainda não estou em dia nesta maravilhosa série, porque tenho hidroginástica, mas quando a menina da terapia das quartas-feiras confessou ao Virgílio que tinha estado fisicamente com o treinador adulto, não seria dever dele denunciá-lo imediatamente? É um crime!
  16. Eu sei que vocês fazem pouco de mim com essas fotografias que mexem, mas que mal tem eu gostar de dançar ao som de canções populares que me lembram os bailaricos de domingo depois da matiné na minha aldeia, quando eu eram menina moça? Eu gosto, sim. E o programa tem uma audiência, há cidadãos que o apreciam. Sei que vocês não gostam, mas se passassem canções da Byoce ou do Shoi Mendes, vocês se calhar também dançavam. É uma grande alegria para mim este programa e faço dele uma festa.
  17. Alice

    Sim, Chef!

    Eu tenho muita saudade do menino Manelito, ele fazia-me rir muito. Os meus episódios favoritos são o da faca desaparecida e do da filha pequena do chefe que anda a causar confusão pela cozinha e o Manelito cai de rabo em cima do bolo. Gostava muito do primeiro Chefe e de andar sempre ao despique com a Chefe do outro restaurante. Estas novas personagens não me despertam o riso. É uma pena. Na minha idade, quando não se perde uma gota, a comédia não é boa.
  18. Domingo depois da Eucaristia é dia de festa cá em casa, graças a este maravilhoso programa. Arrasto as mobílias e danço muito ao som dos meus temas festivos preferidos. Até o meu cão Paulinho me salta para cima, ele também gosta de festa. Já o Alfredo só sai da alcofa quando dá o 760, é um mandrião. Espero que com a partida da Iva para La La, não deixe de dar música boa no programa. Eu não sei lá bem porquê, mas até fico sempre melhor da ciática, até a terapeuta Elisabete me diz sempre à segunda-feira que vi passarinho no fim-de-semana! Obrigada, TVI.
  19. Ai, eu adoro muito a série Os Dias eram Assim. Faz-me lembrar tanto o nosso 25 de Abril e as maldades da PIDE. Dou por mim a chorar de alegria e tristeza com as vitórias e derrotas em busca da liberdade. E a palpitar com o fogo das entregas carnais de quem vive reprimido por fora mas é livre por dentro e ama. Queria que a Sic passasse, porque quero ver de novo tudo.
  20. Um poema que dediquei aos meus queridos apresentadores: Goucha, Mendes ou Baião Não sei por onde escolher Quando ligo a televisão Os três canais eu vou ver Um é elegante e culto De bigode, barba ou rapado É assim que eu exulto Meu Goucha querido e amado. O Mendes é folião É gordinho e não emagreça! Faz rir o meu coração Quando pôe cuecas na cabeça E por fim o meu Baião Graça, gracinha e graçola É um lindo saltitão Parece que tem uma mola Tem de ficar por aqui Este poema brioso Que já chegou o sushí Que encomendei para o almoço.
  21. Diz numa revista que a menina Luciana Abreu vai ser mãe de dois gémeos. Ela já tinha duas, então agora irá ficar com quatro. É uma bênção muito grande e ela merece porque eu sei no meu peito que ela adora crianças. Espero que este pai seja mais pai do que o senhor Yanik Jaló, que se portou muito mal e é um patriarca ausente que não está presente e eu acredito muito na Luciana porque ela lutou desde menina. Este novo companheiro e amor da Luciana lembra-me muito o Manolo da saudosa novela Roseira Brava, mas vejo nos seus olhos que não é um pulha como o referido personagem que me
  22. Gosto muito de ver os meus queridos Queridos. Gostava que viessem fazer a minha cozinha porque eles oferecem uma máquina da roupa maravilhosa que se pode ligar e desligar através do tablete mesmo de longe. Sempre que o menino Gustavo e eu repetimos em uníssono: "um, dois, três, sejam felizes", é uma felicidade muito grande para mim, pois é muito emocionante sentir-me parte daquela mudança de vida que só uma remodelação tem o condão de proporcionar. Os meus programas favoritos são com a decoradora Ana, pois ela parece ser uma mulher de bem e um dia até foi trabalhar cheia de febre, ao
  23. https://www.youtube.com/watch?v=-fhJIdhbHNI Linda. Lágrimas de saudade.
  24. Irei ter muita saudade da menina Iva Domingues, a Iva Pamela que me adoçava os olhos desde jovenzinha com o seu sorriso, junto ao querido Carlos Ribeiro no Coquetel Nacional. Nunca consegui falar com ela no Quem Quer Ganha, mas eu ligava todos os dias e e acertava muitas pirâmides finais. Espero que não se perca lá pelas Américas e que volte sempre às nossas casas através do televisor mágico que nos faz tanta companhia. Oxalá ela continue a falar sem legendas nos programas.
  25. Eu acho que a menina Cristina Ferreira não deveria ter proferido palavras tão vulgares. Poderia ter dito: "quero que me possuas" ou "quero que me tomes", sem que por isso perdesse a irreverência da mensagem que procurava passar. Deveria ter mais classe como a minha querida Fátima Lopes, que não sendo pudica e muito menos casta, incentivando até as suas meninas a não esquecerem a sexualidade depois de uma certa idade, jamais desce do salto ou nos deixa constrangidos.
×
×
  • Create New...