Jump to content

OTalAntiquado

Membros
  • Content Count

    165
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

133 Repórter de vacas bravas na CMTV

1 Follower

About OTalAntiquado

  • Rank
    Caí na teia das Poderosas

Recent Profile Visitors

688 profile views
  1. Desde há uns tempos para cá tenho reparado que a Disney oscila entre a Matinha, Estúdios de Som S.A. e a PTSDI Media S.A. nas novas dobragens. Só conhecia a SDI Media das legendas de muitos DVDs. No entanto, decidi procurar no Google Maps e vi que estão supostamente localizados na mesma rua. Encontrei esta placa da PTSDI Media, mas não encontrei nenhuma da Matinha, que supostamente fica na mesma porta. Alguém me sabe dizer se a Matinha foi comprada pela SDI Media Group, ou se são dois estúdios independentes que fazem colaboração?
  2. Sim, e se fores ver agora os episódios, ainda há alguns que dizem "Tipo familiar" e outros que até dizem mesmo "Pai de família". O mesmo aconteceu com American Dad, onde há um episódio ou outro onde o tradutor traduz o título para "Pai Americano". De volta às legendas do "Family Guy": notava-se que não havia controlo de qualidade nenhum, visto que está cheio de erros (quando a Lois se candidatou ao concelho escolar), aportuguesamentos (ah, sim, quando o Stewie cantava "As saudades que eu já tinha, da minha alegre casinha" no parque e dizia que "o Regional para a Guarda" ia partir; quando dois rapazes perceberam o conceito da série "Malucos do Riso") e portunhol.
  3. Parece que alguém ainda anda a passar masters espanhois. Para quem andar a rever Family Guy T1 e T2, as legendas são as mesmas que da primeira transmissão, ou seja, provavelmente são de 2003, quando a FOX abriu cá e era ibérica. Isto é notável, pois muitas das legendas têm resquícios da língua espanhola (se calhar traduziam da versão espanhola), e quando são canções/sinais as legendas levantam, o que indica que muito provavelmente os tradutores legendavam por cima dos masters espanhois, que tinham estas legendas amarelas quando haviam canções ou sinais.
  4. Gosto da indicação do "Direto" abaixo da mosca. Por alguma razão fez-me lembrar a mosca de 1996-2001 com rectângulozinho em baixo a dizer "RTP". Bom trabalho, já agora!
  5. É da série "Uma Aventura". Foi uma peça gravada em estúdio especialmente para a trama do episódio.
  6. A pergunta é: quando lançarem o Disney+ será que virá logo, logo para Portugal? Ou teremos de esperar uns anitos?
  7. Parece que em 2007 a SIC Notícias já previa a "mosca" actual!
  8. O problema é que como é M/16 acho que não têm muita flexibilidade.
  9. OTalAntiquado

    Voz do Cidadão

    O Lugar do Morto passou pela primeira vez, 32 anos após a sua primeira e única emissão. Eu pensei que com a nova tecnologia fossem telecinar o filme e restaurar um pouco, mas não, aparentemente passar um DVD de 2008 upscaled para 1080. Acho que os filmes portugueses, por mais péssimos que sejam alguns, têm o direito a restauros e que sejam divulgados ao público. DIgo esta última parte porque aparentemente Aniki Bobó teve direito a um restauro 2K em 2010 que foi para os cinemas, mas não foi lançado em blu-ray ou outra plataforma. Apenas lançaram um DVD que dizia, e cito, "alta definição", quando todos que têm dois palmos de testa sabem que os DVDs suportam até 576p.
  10. Boa tarde amantes de dobragens e de calções! Após ver a série "Quem deu a voz?" do canal Sem Bilhete, deparei-me num grave problema deste mundo das dobragens: a falta de informação e catalogação sobre as mesmas. Por isso, decidi criar esta wikia e convidar toda a gente interessada neste fórum, a populá-la com toda a informação que tiverem. Em termos de design ainda está muito barebones, mas com o tempo espero melhorá-lo. Entretanto, sugiro que criem páginas e coloquem toda a informação que queiram adicionar (incluindo referências). Para já ficamo-nos pelo mítico Carlos Freixo: https://vozesportuguesas.fandom.com/pt/wiki/Carlos_Freixo
  11. À direita, João Araújo em Setembro de 2006, no episódio "Uma Aventura entre Douro e Minho - Parte 3" da série Uma Aventura. Conhecido por dar a voz a Sr. Krabs de SpongeBob, e Prof. Sikowitz, de Victorious, entre outros.
  12. Alexandra Diogo, dobradora de Sandy Cheeks em SpongeBob SquarePants, num anúncio para a Corega em 2006.
  13. Ia jurar que ele era "um miúdo anormal que ninguém compreende". Anormal as in nerd, porque, por alguma razão em traduções portuguesas antigas, nerd/geek era traduzido para "parvo" ou "idiota". Mal posso esperar pelo resto da crónica, especialmente na dobragem. Por falar em dobragem, já reparaste que o misterioso dobrador do pai do Timmy é parecido ao locutor destes anúncios:
  14. Estava a ripar Portugueses Pelo Mundo da RTP Memória, quando decidi o porquê a RTP ter tantas páginas para legendagem de teletexto. Duas delas suscitaram curiosidade, a 867 e a 880. Eis o que elas continham: 867: 1 01:15:11,770 --> 01:15:38,610 Isto é um teste ao teletexto SUBTITLE ID 1698 --- TIME 5s 2 01:15:38,650 --> 02:16:55,930 Isto é um teste ao teletexto SUBTITLE ID 1698 --- TIME 5s 880: 1 01:15:11,770 --> 01:15:38,610 22Testing Teletext 66 2 01:15:38,610 --> 02:16:55,890 22Testing Teletext 66 Será que a RTP vai implementar legendagem para programas que passem repetidos nos canais de cabo/não-generalistas?
  15. Se fizermos a analogia de que esse canal seria um terreno baldio, onde iam sempre pondo lá cenas (não digo lixo, porque sei que há pessoas que gostam de telenovelas), então sim, por favor.
×
×
  • Create New...