Jump to content

DoAudiovisual

Membros
  • Content Count

    778
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by DoAudiovisual


  1. há 2 horas, Ambrósio disse:

    OT: Infelizmente aqui em Portugal só se valorizam as novelas... Se estivesse à frente de um canal como a SIC ou TVI, a minha primeira medida era acabar com as novelas grandes, era só uma de 180 episódios e o resto era entretenimento e séries de todo o tipo xD Isto claro se tivesse dinheiro xD

     

    Uma historia conta-se entre 100 a 130 capitulos, uma média de 6/7 meses e isto com episódios de 40 minutos. E se no Brasil, elas crescem a 160/180 por questões de renda de publicidade(é o horário mais caro) em Portugal o tamanho das novelas deve-se mais à racionalização dos custos, quanto maior mais barato e se a pessoa esta entretida e gosta melhor.

    • Like 3

  2. há 24 minutos, Televisão 10 disse:


    O canal italiano é a RAI, televisão pública da Itália, por isso não há de ser uma série fraquinha...

     

    Quem tiver memória e limpar a cabeça do fanatismo novelistico, tem noção que as produções da HOP, assim como eram as da Miragem, estarão quase todas no Top da qualidade em Portugal.

    • Like 1

  3. há 4 horas, Maya disse:

    Mas a RTP per deu a exclusividade de todos os jogos segundo o que li algures... :dontknow:

    A exclusividade é da RTP, que por razões comerciais e de programação resolveu emitir apenas um jogo diario em canal aberto e vendeu todos os jogos à Sporttv, assim, transmitem os jogos que realmente podem interessare ainda ganaram dinheiro com o negocio.


  4. há 4 horas, Ambrósio disse:

    Estou curioso :)

    "devido ao problema de escala que somos um país pequeno, é certamente o caminho das coproduções",

    Mas isto não é um argumento válido, visto que a própria TVG faz séries mesmo galegas. O problema não é a escala nem o tamanho do país, é mais a falta de dinheiro e criatividade!

    Troca a criatividade por vontade dos canais em exibir o que fuja ao tradicional que o publico gosta e que sabem que da audiencias. Apesar da falta de dinheiro, criatividade e vontade nã faltam aos produtores independentes e esses infelizmente tem normalmente as portas fechadas nas estações. E já agora faço votos, para que este acordo seja um caminho para vermos series como, Matalobos, Serramoura, Libro de Familia, Pazo de Familia,, Urxencia Cero, Casa Manola ou Padre Casares, entre outras, todas de muito boa qualidade que não desvirtuariam nem na 1 nem na 2.

    • Like 2

  5. há 3 horas, Forbidden disse:

    Não há dinheiro... o Equador que se passou no incio do seculo XX (ou seja, nem é uma epoca muito dificil de recriar porque é relativamente recente) custou quase 6 milhões de euros a fazer, agora imaginem o quanto custaria uma série sobre os descobrimentos!

    Aliás, eu sinceramente nem sei como a RTP vai ter meios pra fazer esta série, e tenho sérias duvidas que venha algo bem feito (pelo menos em termos visuais).

    Em Espanha a primeira temprada, custou cerca de 4 milhões, e isto com apenas 8 capitulos. 

    • Like 1

  6. há 1 hora, VascoSantos disse:

    Em princípio, só lá para outubro. Em julho, no final do Euro, estreia (suponho dia 11) o Miúdo Graúdo, e em setembro vem Dentro.

    Não acredito que venha este ano ainda, castings recentes, adaptação de argumentos, filmagens diz-se que talvez para setembro, outubro , pós produção com chroma não se faz de um dia para o outro, talvez saia para o natal ou apenas para a grelha de primavera 2017. Na Espanha os episódios de fevereiro, foram filmados em agosto, são seis meses de intervalo.

    • Like 1

  7. On 30/05/2016 at 22:46, Maya disse:

    Agrada-me imenso o facto desta série se passar nos anos 40. "Segunda Guerra Mundial" + "Ditadura" são a junção perfeita para eu ficar completamente presa ao ecrã!

    A série não se passa na Segunda Guerra Mundial, eventualmente apenas um episódio ou outro se poderá passar. por exemplo no original, em 21 capítulos, apenas passaram por essa época em uma ocasião. Optaram mais pela idade médie e descobrimentos (épocas mais relevantes da história Espanhola). E Sendo o original Espanhol, a produtora Espanhola, acredito que vai ser o mais semelhante possível do original, adaptado à nossa realidade. Os Espanhóis não papam grupos em adaptações, como alguns sul americanos que vemos a vender histórias de novelas para cá.


  8. há 1 hora, Ivo disse:

    Era o Padre Antunes né? Ele entrou em Perfeito Coração, contracenava com o falecido Artur Agostinho. Também fez parte do elenco de Ganância e O Olhar Da Serpente. Entrou também em várias produções da RTP e TVI, é bastante conhecido :)

    Trata-se de José Pinto

    • Like 2

  9. há 3 horas, mavb98 disse:

    A maior parte da série provavelmente será feita em cenário virtual. No caso da versão original foi assim.

    Foi feito em cenário virtual, o interior principalmente, mas ainda assim, cada episodio tinha um orçamento de cerca de 500 mil euros, em Portugal, uma boa serie pode chegar aos 70 mil

    • Like 3

  10. há 8 horas, VascoSantos disse:

    Também pensei que dessem ao domingo, mas não vai. O que virá aos domingos?

    Vai "substituir" o Aqui Tão Longe a partir de dia 31 de maio às 22h, 2º episódio no dia 1 de junho e o último no dia 2.

    devem ser dois filmes ou concertos, o Euro começa a 10 de Junho e a essa hora deverá dar o programa de rescaldo diario, que será em horario nobre e o do Pedro Fernandes, em late night que não será apenas futebol, mas tambem entretenimento.

    • Like 1

  11. há 11 horas, TheSecret disse:

    Isto avança ou não avança? Parece-me muito interessante.. imaginem eles irem aos dias das invasões francesas, à fuga da corte para o brasil, ao regicidio.. ao regime de salazar, ao tempo de D.João V... sei la... 

    O primeiro episodio da primeira serie, passava-se nas invasões francesas de Espanha, tambem houve um episodio passado na ditadura Franquista, ainda há duas semanas falaram de D.João II, num episodio sobre Colombo. São histórias relacionada com a epoca e com um tema da epoca, mas não concretamente esse tema em especifico. Por exemplo houve um episodio onde membros de uma empresa americana que tambem viaja no tempo, compram D.Quixote a Cervantes, porque este queria dinheiro para fazer teatro, então a patrulha do ministerio tem de ir ao seculo XVI para impedir essa venda e manter em Espanha a sua maior obra literaria.

    • Like 2

  12. há 8 horas, mrimbaiwtshc disse:

    A Filomena meteu isto no Facebook ontem! Não sei se será para aqui! 

    A Filomena poderá ser Amélia, está dentro do escalão etário, ou então uma participação, mas atenção, tambem pode ser o Vidago Palace que é dessa epoca.

     


  13. Na TVE, a segunda temporada termina na proxima segunda feira. Aconselho a que vejam, para que não tenham uma ideia errada de como será a serie. Pelo que se sabe, a produtora é espanhola, e sendo um original tve acredito que a adaptação ter´de ser o mais fiel possivel ao original com o nucleo portagonista, sendo alteradas apenas as situações para personagens historicos portugueses. 

    • Like 1

  14. há 26 minutos, VascoSantos disse:

    Vão, claro!

    Mais novidades na informação e no entretenimento no Euro e no Jogos Olímpicos 2016: http://www.dn.pt/media/interior/euro-2016-na-rtp-informacao-entretenimento-e-uma-autocaravana-em-paris-5178770.html

     

    há 40 minutos, Maya disse:

    Não sabia que a RTP tinha perdido a exclusividade dos jogos do EURO. :dontknow: Será que vão transmitir o último jogo com as duas selecções que chegarem á final?:dontknow:

    A RTP não perdeu a exclusividade, cedeu os direitos, reservando para si um jogo por dia.

    • Like 3

  15. Pode haver publico que não a via à noite que vá ver de tarde. Acima de tudo o pessoal tem de entender que a RTP não se gere com audiencias e shares, isso é para quem precisa de investimento publicitario para sobreviver.


  16. há 16 minutos, miguelalex23 disse:

    A RTP Play não entra na medição mas há números do tráfego disponíveis, se quiseres consultar ainda encontras as visualizações dos últimos meses da novela: http://publicidade.rtp.pt/digital/trafego/

    Umas quantas dezenas de milhar de visualizações acumuladas num mês inteiro, somando todos os episódios. Números interessantes, mas suficientes para Água de Mar deixar de ser considerado um flop? Não creio.

    Pode ser flop aos olhos do publico, mas pode cumprir os objetivos publicitarios, pagando a produção que é o que se pede. Uma estação publica não tem de ter lucros, tem é de evitar projuizos.


  17. Esta questão de Agua de Mar, terá a ver com vários fatores. Minutagem, Diversidade, Estudo de mercado, há muitas possiblidades. E tenho sempre de bater na mesma tecla para algumas cabeças, não falem em flops na rtp, a rtp play não entra na medição de audiencias por isso ninguem pode dizer na realidade como é. Não transformem desejos em realidade sem conhecimento de causa.


  18. On 23/04/2016 at 10:39, Eoburrosoueu disse:

    Pelo que me disseram, essa série será uma produção low-cost, feita maioritariamente em ecrã verde... Pouco a ver com o original espanhol, portanto.

    O original espanhol é feito com uma grande percentagem de chroma. É como El Principe, ninguem diz que aquilo é Chroma, e ai existe quase na totalidade das cenas exteriores. E vamos ver uma coisa essa forma de trabalho não obriga a que seja low cost, trata-se de uma optimização de meios, porque podem ter a certeza, o cgi não é muito mais barato que a imagem real. Uma coisa que pode obrigar ao uso do chroma é o facto de Portugal ser um pais de vocação turistica e passo a explicar, a serie passa-se em diversos locais e epocas da história de Portugal, Logo, vai passar-se em muitos monumentos, museus etc. Como acredito que todos sabem, um episódio de uma serie não se grava num dia e imagine-se por exemplo que um dos episodios tratava do regicidio (no terreiro do paço). ou do 25 de abril, (no carmo)é muito mais facil numa cidade que vive em grande parte do turismo usar umas horas de um dia para captar os planos gerais do que estar a fechar ruas e monumentos durante dias, Depois essas imagens de chroma serão truncadas com imagem de estudio. Mas basicamente quero é deixar uma coisa clara com aquilo que trabalho todos os dias. Chroma e CGI não é sinal de low cost e falta de meios, por vezes sai muito mais caro, vejam o exemplo de game of thrones ou once upon a time onde quase todos os cenarios são virtuais e eu espero que seja essa a opção da produtora.

    • Like 1

  19. há 1 hora, André Sousa disse:

    Ando a gostar imenso de ver isto.
    Os diálogos do Martim são assustadores e o ator está incrivelmente bem no papel. 
    Gosto de reparar no realismo dos diálogos( se nao me engano, aqui foi a primeira vez que ouvi alguém dizer "ter tomates" em séries e novelas portuguesas).
    Fátima Belo e Miguel Damião a protagonizar uma próxima novela nas generalistas tipo JÁ! 

    Mas  RTP é um canal tematico?


  20. há 2 horas, pickles disse:

    a comparação com a HBO nem faz sentido porque é um canal premium e como tal só vê quem o paga, o canal nem precisa de publicidade vive dos subscritores, a rtp é um canal aberto e comercial... portanto o que produz tem de ter algum retorno publicitário, embora a rtp tendo a taxa audiovisual não valorize tanto como um canal privado... mas uma série que perde para canais de cabo que chega aos numeros do segundo canal , a rtp2 , que é teor cultural apenas, é flop... e é flop porque o formato da série não é comercial... portanto nunca devia estar na rtp1. Foi uma aposta falhada e cara e despesista porque obrigou a comprar direitos internacionais que limitam a propria exibição online... um erro em toda a linha.

    Agora podíamos ver e rever quando quiséssemos e aí sim era um retorno no site... mas o problema é que a série já nem está online porque não pode estar. Isto foi um bom negócio? claro que não.

    A questão é que nunca deveria ter estado na rtp1, na 2 seria muito mais apropriado, embora fosse cara para o canal. Aquele tipo de série nunca se adaptaria a um canal comercial. É uma serie de nichos e não de grandes massas.

    • Like 1

  21. Caros amigos.

    Apesar de acompanhar este site há muito tempo este é o meu primeiro post e deixo aqui a minha opinião sobre a adaptação de uma série que acompanho todas as semanas na TVE e logo à noite, não o farei, pois a interrupção da serie inicia-se esta semana, mas sera breve.

    Em primeiro lugar, quero deixar descansados aqueles que tem medo que por causa dos efeitos especiais a serie seja como Aqui tão longe, nada temam, pois apesar de se trata de uma serie sobre viagens do tempo não existem efeitos especiais, as personagens agem de modo a serem parte da epoca em que estão no momento, sem modernices, a unica é o telemovel para estarem em ligação com o Ministério.

    Outro ponto, é toda a gente gostar de ver aqui sei lá quantos atores, a serie tem 8 atores fixos, 5 homens e 3 mulheres, mais 3 recorrentes, 1 homem e duas mulheres, alem de um numero de 5 ou 6 convidados por episódio. Uma coisa é certa. Uma adaptação fiel fará com que esta seja uma serie o nivel do Conta-me.

    Para não serem apenas as minhas ideias, deixo aqui o site oficial, para que todos tirem as suas conclusões pessoais.

    http://www.rtve.es/television/ministerio-del-tiempo/

    P.S - Um ponto que tenho de referir em relação à RTP, é o facto de se considerarem alguns programas como flops pelas audiencias, sem na realidade estas se poderem aferir na realidade. A RTP possui o RTPplay, e isso não é contabilizavel, nem agora na nova forma com as gravações, porquê, não se sabe, mas pode-se imaginar, Eu por exemplo, nunca sintonizo o meu televisor na rtp, mas acompanho os programas no pc, e do mesmo modo o fazem mais alguns milhares, mas não somos contabilizados como espectadores, pensem nisso.

    P.S2 - Para terminar, deixo uma refleção, Terapia, Como a maioria deve saber trata-se de um original Israrelita com várias adaptações, sendo a mais famosa a Americana. Li por aqui ser considerada um flop por ter uma média por grosso de 70000 espetadores (e isto claro esta apenas no live, não contabilizam nem site nem gravações). Agora peço que façam este exercicio. Portugal tem um publico alvo de tv na ordem dos 3500000, e isto dividido pelos varios canais, A versão maIs conhecida da serie, foi o InTreatment produzido pela HBO entre 2008 e 2011 e como devem saber ganhou inumeros prémios, Nesse periodo a HBO tinha nos Estados Unidos 40000000 de subscritores, In Treatment teve uma audiencia média de 300 mil espectadores. fazendo uma regra de três simples em Portugal os 70000 dariam 2% do publico alvo de tv, nos EUA, os 300000 são 0,8%. Vamos pensar, será um flop ou numeros proprios para o tipo de serie?

     

    Até à proxima

     

     

     

     

     

     

     

     

    • Like 2
×
×
  • Create New...