Jump to content

DoAudiovisual

Membros
  • Content Count

    802
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by DoAudiovisual

  1. A sério que não entenderam o que levou a rapariga no comboio a fazer aquilo? E perguntam se vale tudo pela fama? Mas afinal de contas, não fazem fortunas com essas pessoas?
  2. Como é que se mete num currículo que se andou numa escola que fechou 10 anos antes da pessoa nascer?
  3. Quando se resume isto a uma contra outra em termos pessoais e se esquece que ideológicamente são do mais oposto que pode haver...
  4. É tudo uma questão de lados. O esquerdo ou o direito.
  5. É possível que esteja para breve um projeto em Portugal dentro dessa temática.
  6. Espero ser surpreendido. Mas a sitcom no geral precisa que os atores tenham uma coisa com que se nasce e não se aprende. Timing de comédia.
  7. Tirando a Russa, todas as adaptações internacionais falharam. O original a nível de textos e situações é paupérrimo. O que dava brilho e puxava o público era a característica voz de Fran Dreshner.
  8. Novembro, estreia ou início de produção?
  9. Vejo que a maioria das pessoas não têm noção do que é o mundo da televisão. Vamos por partes, cada um tem o direito de exigir a indemnização que a pensa ter direito. Acho que isso é algo de consensual, se recebe ou não já são outros quinhentos. Agora vamos a ver 20 M podem não ser assim tão descabidos. Eles contabilizam a quebra do contrato em si e não se esqueçam que não são os valores referidos, é muito mais, pois é a entidade patornal que paga os encargos com o funcionário. Talvez os quatro Milhões que já foram falados e eles jogam também com as receitas publicitárias. Ao preço que está o minuto aquela hora em 2 anos e meio poderão alegar que têm uma quebra de alguns milhões. Depois as chamadas de valor acrescentado podem alegar que com a Cristina tinha mais receita. Mas o não ser descabido é por outra razão. Quando se pede uma indemnização pede-se sempre mais porque normalmente os cálculos indeminizatorios são feitos por baixo. Tipo pedir 20 para tentar receber 8 ou 10.
  10. Meus amigos. O novo desafio, pode ser um velho desafio. As gravações de 3 mulheres segunda temporada que se falava iniciarem no fim do Verão.
  11. DoAudiovisual

    Informação TVI

    O Manel, o João o Zé, a Maria, etc. Como me disse uma vez uma das nossas maiores atrizes: O menino não andou com eles na escola nem é visita lá de casa pois não.
  12. Ninguém percebeu a ironia.
  13. Estava com muito medo que fosse uma adaptação feita por pessoas que têm a ilusão que têm piada. Mas sendo uma adaptação ou acrescento da história feita pelo próprio Mário Zambujal tem tudo para ser uma série épica.
  14. DoAudiovisual

    Você na TV!

    Obrigado VTV. Se eu não soubesse de quem era o testículo nem conseguia dormir como deve de ser. Isto sim é serviço público. P. S. Ao que isto chegou. Um programa de TV andar a discutir tomates...
  15. Até 2015, ninguém pagou nada. Estava inclusive um processo contra os 3 canais e estes foram condenados a pagar. Entre 2005 e 2014 a GDA e a GEDIPE calculava 33 milhões de dívida e só a TVI era cerca de 14 Milhões. No entanto o tribunal decidiu que os direitos seriam pagos ao minuto e isso iria demorar muito a calcular. São muitos anos de programação a ver e muitos cálculos a fazer e por isso há demora em receber. Mas fora isso, o certo é que a lei portuguesa dos direitos conexos é de 1985 e diz que os mesmos são ileenaveis. Ou seja, o pagamento pode estar atrasado, mas que todos têm a receber têm.
  16. Existe uma diretiva europeia de 1996, que foi alterada em 2001 e em 2019 que obriga ao pagamento dos direitos conexos dentro do espaço da UE. Ou seja o direito conexo não vem em contrato. É de lei. No entanto segundo se lê e ouve os nossos canais são muito renitentes em pagar essas quantias. No entanto atores europeus têm recebido por filmes ou séries exibidas em Portugal. Os nacionais segundo parece demoram mais a receber. Mas todos têm direito cada vez que a sua imagem é usada.
  17. Muito difícilmente, se houver "bomba" será uma apresentadora e se for muito difícilmente será a Tânia. E passo a explicar,a "guerra" é entre a SIC e a TVI. A RTP não entra nisto. Posição de força será sempre ir buscar alguém à TVI, nunca à RTP. Não é credível ser uma apresentadora pois quando se quer fazer passar a ideia de que a Cristina era só mais uma peça da máquina e o que vale na SIC é o todo, ir buscar alguém de fora era contradizer isso e dizer que afinal as audiências deviam-se à Cristina e é preciso um nome sonante para chamar as pessoas. A acontecer, iria mais por uma atriz ou ator.
  18. Eu acredito que poderia ser um desses nomes.
  19. Vamos usar a cabeça. Quem seria a grande bomba se tocasse a ficção da TVI pela da SIC?
  20. E já pensaram que pode ser uma atriz mais nova? Usem a imaginação. Quem seria a grande bomba? Não seria uma Fátima ou uma Tânia. Eu vejo dois nomes da TVI. As manhãs estão a resultar, pode ser que não seja uma apresentadora. Além disso, há outra possibilidade, algumas atrizes brasileiras que em Portugal seriam uma bomba estão sem contrato.
  21. Desde já ressalvo que como não sigo influencers, não acompanho o trabalho da Vanessa Martins. No entanto este comentário dela eu aplaudo de pé. Desperdiçar um bem essencial para quê?
  22. DoAudiovisual

    Terra Nova

    O sotaque seria perfeito se a Nazaré fosse no Alentejo.
  23. Sem que eu me tenha apercebido fecharam a RTP internacional? É que ao vermos o destaque da página atelevisao está a notícia de que Pedro Miguel Ramos namora com antiga apresentadora da RTP e a pessoa em causa apresenta há pelo menos três anos um programa na RTP internacional. Quem pretende ser jornalista tem que estar informado. Mas também não é de estranhar pois quando um ator vai para a SIC ou TVI se comenta que há muito tempo que não faz nada em ficção embora a pessoa até possa estar ao mesmo tempo numa série da RTP. Para alguns a televisão resume-se aos canais que assistem.
  24. O final espanhol dessa temporada foi mais engraçado. O Inácio a fugir com a polícia atrás e como já tinham a festa paga e estava ali o padre, o António e a Margarida casaram de novo.
×
×
  • Create New...