Jump to content

Fernando Costa

Membros
  • Content Count

    431
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Fernando Costa

  1. Fernando Costa

    Política

    É essencial Portugal contribuir para a construção de uma aliança de esquerda na Europa, que inclua Portugal, França e Itália.
  2. Fernando Costa

    Política

    Como é óbvio. Por isso é que a direita está desesperada.
  3. Fernando Costa

    Política

    Golpe de estado? Mas o que aconteceu hoje é perfeitamente legar, democrático e vai de encontro à constituição e falam de golpe de estado? Desespero...
  4. Fernando Costa

    Política

    O governo caiu. A moção de rejeição foi aprovada. É a democracia a funcionar. Fez-se justiça...
  5. Fernando Costa

    Política

    Ups, a bolsa está a começar a recuperar das perdas. http://www.dinheirovivo.pt/bolsa/bolsa-atenua-perdas-e-juros-caem-antes-da-votacao/
  6. Fernando Costa

    Política

    Olhem nem me venham falar de construção civil porque o meu pai trabalha na construção civil. Sim é trolha e é do melhores. Correu meio mundo em trabalho. Cá, trabalhou 12 anos na Soares da Costa , em 2012 o impensável aconteceu, foi despedido. Recebeu uma indemnização. Teve direito a três anos de fundo de desemprego, trazia para casa 450€ de subsidio de desemprego todos os meses. E o que é que o governo de Passos/Portas fez.?? Cortou no subsidio do meu pai. Veio dos 450 para os 419€, vejam bem. Como se 450€ fosse muito dinheiro. E ainda dizem que só cortaram a função pública e a quem ganha muito. Rapidamente o meu pai percebeu que 450€ não daria para pagar todas as despesas. Foi um dos muitos milhares de Portugueses que teve emigrar, neste caso para a França. Mas pronto podem sempre dizer que a ele não lhe custou emigrar, visto que toda a vida foi emigrante. Mas a mim e a minha mãe custou muito. É desta injustiça e desta insensibilidade social que a direita tanto apregoa, que eu vos falo. Falo-vos da realidade, desta triste realidade. Tenho a certeza que o Ruben Fonseca acha bem este tipo de cortes, LOL...
  7. Fernando Costa

    Política

    What? A igualdade socialista não gera riqueza?? Vai ver a taxa de crescimento do PIB per capita nos governos de Guterres e de Sócrates e depois falamos. Cada frase, cada erro...
  8. Fernando Costa

    Política

    Atenção que eu defendo contas públicas saudáveis. O estado não pode nem deve gastar mais do que dispõe. Mas a dívida pública, já para não falar da privada é um problema sério que urge solução.
  9. Fernando Costa

    Política

    A dívida vai continuar a aumentar sempre como tem aumentado até a data. Tão simples quanto isso. Até perceberem que a mesma não é sustentável e terá que ser renegociada. Porque é que tens que te sacrificar? Por que auferes mais ora essa. Tens mais disponibilidade financeira para o fazer. E achas quem ganha 500€ não deve ser razoavelmente poupado? E ganha 500€ não merecia ganhar 600/700€? É porque se calhar se ganhasse 600/700€ poderia contribuir mais ou não? Temos de nos deixar de ser piegas e passar a ser mais solidários uns para com os outros. Não devemos olhar só para o nosso umbigo. Só assim poderemos alcançar uma sociedade de bem estar, mais justa, mais equitativa e mais solidária.
  10. Fernando Costa

    Política

    Aí é que está a questão. Essas pessoas não podem continuar nessa vida. Têm de ser chamadas à responsabilidade e a contribuir. Na Grécia estima-se que a economia paralela representa 50% do pib, aqui deve andar na casa dos 30%. É muito dinheiro que podia entrar nos cofres do estado a ver se não havia dinheiro para pagar tudo e mais alguma coisa.
  11. Fernando Costa

    Política

    Claro que sim os mercados estão cheinhos de medo tal qual como o Passos/Portas. Têm muito a perder com um governo de esquerda. Esta ditadura dos mercados vai acabar mal um dia destes.
  12. Fernando Costa

    Política

    Pior do que está duvido. Se melhorar nem que seja um pouco já será uma grande vitória para o país. Não sei porquê, mas tenho um feeling que as coisas vão correr pelo melhor.
  13. Fernando Costa

    Política

    Pois é foste chamado a contribuir em 2010/2011. Temos pena para uma maioria viver um pouco melhor, há uma minoria que tem que se sacrificar por essa maioria. Cama-se a isso, solidariedade, palavra muito cara a muita gente hoje em dia. Dar tudo? Mas quem é que vai dar tudo? O PS só vai devolver o que é de direito às pessoas, nomeadamente salários e pensões. Vai fazer com que diminuam as desigualdades sociais. Tudo isto respeitando o tratado orçamental e as metas orçamentais, que o PS é signatário e por isso está obrigado a cumprir. Pois é continuo a dizer que esta crise foi muito mal gerida e resolvida. Sem dúvida que com o PS no poder os Portugueses mais pobres e desfavorecidos, desempregados seriam mais protegidos, bem como os seus rendimentos. Não tenho dúvidas. Eu sinceramente fico descansado por ter um governo que governe para o povo, que se preocupe em resolver os reais problemas do país em vez de termos um governo, que só se preocupa com a troika e em agradar aos mercados e a Sra. Merkel. Temos de sair da nossa zona de conforto.
  14. Fernando Costa

    Política

    Para ti. Abre os olhos. Não deixes que te façam lavagens ao cérebro... http://www.rtp.pt/noticias/eleicoes-legislativas-2015/imprensa-internacional-arrasa-discurso-de-cavaco_n869114
  15. Fernando Costa

    Política

    Isso não convém dizer. É tudo lixo que foi varrido para o baixo do tapete. O Novo Banco é outro BPN, que a direita recusou a resolver e mais uma vez é o PS, que terá que resolver.
  16. Fernando Costa

    Política

    Que confusão de ideias que para aí vai, nem sei por onde hei-de começar... Olha, infelizmente sei do que falo antes não soubesse. Sou jovem, estudei muito, eu e os meus pais fizemos muitos sacrificios para que eu tivesse um bom emprego para agora estar desempregado. Sabes o que isso é sentires-te inútil no teu país sabes? Este país não é para novos não. A continuar assim só me resta emigrar. Mas recuso-me tal, porque amo o meu país e acredito que o meu país tem futuro. Sou daqueles que não desisto de lutar por Portugal. E tu qual é a tua situação já agora. Deves ter um bom emprego e um bom nível de vida, não? Feliz de ti. Só queria que todos os Portugueses tivessem a mesma oportunidade e a mesma sorte...
  17. Fernando Costa

    Política

    A resposta é talvez sim. Mas não será nada que este governo não fez nestes quatro anos, que foi aumentar a dívida e ela continua a subir com este governo sem que houvesse investimento por parte do estado. Há haver aumento da dívida não será nada de muito significativo. A diferença é que esse possível aumento da divida se irá traduzir na melhoria de vida de muitos milhares de Portugueses com a reposição de salários e pensões. Mas estou em crer, que isso será feito tendo em conta a disponibilidade orçamental do estado. O aumento da despesa será minimizado com o aumento da receita por via dos impostos. Volto a insistir que quem tem mais, deve contribuir mais do que aquilo que tem contribuído até aqui. Estou a falar dos que auferem salários acima dum determinado teto (2.000/2.500€), evidentemente, não aqueles que auferem 500,600,1.000€. Espero que me tenha feito entender.
  18. Fernando Costa

    Política

    onde vão buscar dinheiro? Aos mercados onde havia de ser. Escusado será dizer que os impostos irão aumentar exponencialmente, mas só para uma minoria. Quem tem mais será chamado a contribuir bem mais do que tem contribuído até a data...
  19. Fernando Costa

    Política

    Meu caro amigo, é o neoliberalismo no seu melhor. Não tenhamos dúvidas...
  20. Fernando Costa

    Política

    http://observador.pt/2015/11/09/juros-da-divida-sobem-para-maximos-de-quatro-meses/ Pessoal, já começou a chantagem dos mercados e o PS ainda não chegou ao governo. Vem aí a bancarrota, fujam. Mas afinal, a crise financeira já não foi ultrapassada, Portugal até já vai aos mercados. Olhem a coincidência, logo agora que o governo de direita está para cair. Não me admiro, os mercados são de direita a serem de esquerda e a história seria outra. Puro neoliberalismo em força...
  21. Fernando Costa

    Política

    Sem dúvida, um bom exemplo a seguir...
  22. Fernando Costa

    Política

    À direita digo, austeridade e empobrecimento do país até quando? Até a dívida estar paga na sua totalidade é? Por amor de Deus, o país não aguentaria. Não é sustentável, não é solução...
  23. Fernando Costa

    Política

    Nem te vou responder, não me vou dar a esse trabalho. Só digo, que a direita está a provar do próprio veneno. Passaram quatro anos a tratar a oposição a baixo de cão, agora têm o pago na mesma moeda. Não se queixem. Achas mesmo que um governo PS/PAF teria mais legitimidade? Pois, eu penso que não pela simples razão que quem votou no PS, votou esquerda, não votou para que o PS juntasse os trapinhos com a coligação. Isso sim seria bastante prejudicial para o PS, a médio e longo prazo. Mas a ser assim, já devia ter sido a quatros anos, não agora. A quatro anos, o PSD deveria preocupar-se em dialogar e chegar a acordo de coligação com o PS (segundo partido mais votado e maior partido da oposição) e não com o CDS. O PCP e o BE tem tanta ou mais importância e legitimidade do que o CDS, neste momento. A quatro anos o PSD deveria ter coligar-se com o PS e teríamos uma grande coligação como a que existe na Alemanha. Não foi esse o entendimento do Dr. Pedro Passos coelho. Agora é tarde, porque o caminho e o rumo seguido, foi outro. Enfim, a direita digo quem semeia ventos, colhe tempestades...
  24. Fernando Costa

    Política

    O povo tem memória curta, esquece-se rapidamente, mas eu não e não perdoo.
  25. Fernando Costa

    Política

    É pôr os ricos, os poderosos, os banqueiros e os grandes empresários a pagar a crise, que eles mesmo criaram é isso e mais nada e já vai tarde. Era fazer em Portugal o que se fez na Islândia. A austeridade está a arrasar a Europa e a matar a democracia é urgente mudar de rumo. Se não paramos com a austeridade já, um dia destes só restarão os idosos e os políticos. O país está muito pior do que a quatros anos. Se não vejamos. O desemprego real disparou (hoje em dia, há mais de um milhão e meio de portugueses desempregados), a dívida pública disparou de 90% do pib em 2011 para os 130% do PIB em 2015 (sem investimento público por parte do estado), e com tendência para continuar a aumentar. Mais tarde ou mais cedo, vamos ter que a renegociar, porque a mesma é insustentável. Já para não valar da emigração, que atingiu recordes. Podia falar ainda da actual legislação laboral, que é o maior retrocesso deste país. Assim não, as coisas não estão bem e sinceramente com o PSD/PP não estou a ver a coisa a mudar. Eu prefiro que a dívida suba, mas que haja medidas de estimulo económico, que se crie as condições para as empresas investirem em Portugal, que se crie as condições para a criação de emprego sólido e efectivo, que se protejam os Portugueses mais pobres, desfavorecidos e com baixos rendimentos. Defendo, que os Portugueses com mais rendimentos e que vivem em melhor situação financeira sejam chamados a resolver a crise. No fundo, defendo que uma minoria que vive bem se sacrifique para que uma maioria mais pobre e desfavorecida possa viver melhor. Defendo que se reponham os feriados tradicionais que foram retirados e os cortes nas reformas e nos salários da função pública mediante disponibilidade financeira e orçamental do estado. Defendo controlo rigoroso das contas públicas e cumprimento leal dos compromissos e internacionais que Portugal é signatário, nomeadamente tratado orçamental, UE, Zona Euro, NATO e CPLP Muito resumidamente é isto que penso e defendo para Portugal.
×
×
  • Create New...