Jump to content

taxman

Membros
  • Content Count

    110
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by taxman

  1. E toda a gente tem a sorte de ser adoptado...
  2. São coisas idênticas. Quem nasce sem pais carrega com o fardo de depender sempre de pessoas que não têm o dever de as sustentar. Quem nasce sem pais carrega a cruz do abandono,mesmo que os pais não os tenham abandonado. "Se as pessoas que mais me deviam amar me abandonaram,então como é que alguém me pode amar?" etc. Não são situações fáceis,ambas. Tem a ver com maturidade,não com a maturidade para ser adulto ou abandonar o "ninho",mas com a capacidade de pensar e aceitar as coisas de forma diferente do que se calhar não seria 10 anos antes. A Ana disse que ela tinha começado a trabalhar,etc.,isto é enfrentar as coisas,é maturidade.
  3. Há quem nasça sem pais. Não é algo tão raro quanto isso. Pelo menos teve pais até atingir uma idade em que já tem maturidade para aceitar as coisas como elas são. música de fundo para dar uma dimensão mais deep ao texto http://www.youtube.com/watch?v=abkIjdT0uTk
  4. taxman

    Música

    o resumo da música atual http://www.youtube.com/watch?v=hp0OXICuZek
  5. taxman

    Desporto

    Grande Porto,das melhores exibições da época,se não a melhor,mesmo empatando. Este Luís Castro,caso se aguente como treinador,vai ser uma dor de cabeça para os rivais,conseguiu meter a equipa a jogar ao nível de um Barça. Ambas as jogadas para golo foram de categoria mundial,especialmente a do Quaresma que vingou bem o título de "pior jogador da série A" que lhe foi atribuído quando foi para o Inter. Até engoliram a seco. E o Benfica aguentou-se bem com os B's,o Jesus tem gerido com sucesso o plantel. A ver o que nos calha na próxima ronda.
  6. tão funcional quanto a família Potter
  7. http://www.youtube.com/watch?v=Ahr4KFl79WI
  8. uma música para te animar ): http://www.youtube.com/watch?v=KIiUqfxFttM É a única que existe lel
  9. De todas as personagens que,diga-se,são más,o Snape ainda é dos poucos que se safa,nem que seja pelos twists.
  10. sinceramente preferia não ter cornos ):
  11. You got: A Stag You’re brave and fearless, and your greatest asset is your ability to love (even in the darkest of times). Sometimes you get a bit hot-headed and impatient, but your friends are your source of peace, getting you through the good and bad. Your Patronus takes the form of a stag, the same as Harry Potter. In other words, you are The Chosen One. sempre soube.
  12. Tens um catálogo enorme de transtornos com sintomas parecidos...
  13. E se o casamento correr bem? E isto nada tem a ver com o correr bem ou mal,são momentos que marcam,como o 1º amor e essas lamechisses. Nunca fiz planos sequer,nem na infância nem agora,sou a excepção à regra.
  14. Mas provavelmente não foram os melhores momentos da vida de ninguém. Provavelmente os melhores momentos dessa pessoa foi quando casou ou quando foi pai ou mãe,ou quando viajou nãoseiaonde ou quando o Benfica ganhou a Liga dos Campeões em 62. No entanto,lembra-se das correrias com os amigos,ou dos jogos de futebol com bolas de trapos ou de ter ordenhado uma vaca qualquer,coisas banais. É muito normal de gente com alzheimer recordar muito bem a infância e esquecer o resto,é muito normal para pessoas normais recordarem a infância e esquecerem o resto. O "conhecer" era em sentido figurado p: há quem jogue xadrez com a morte.
  15. Mas foste diagnosticado com SA ou achas que tens porque os sintomas batem?
  16. A verdade é que não deixas,alguma vez te perguntaste por que razão os velhos esquecem muitos acontecimentos da sua vida,mas nunca esquecem os da infância/vêem-nos mais nitidamente? Porque no fundo ainda são aquelas crianças e nunca o deixarão de ser. Não ficas chocada com certas coisas? Não ficas de boca aberta com outras? Claro que ficas e continuarás a ficar porque nunca terás um conhecimento tão supremo que te tire o entusiasmo de uma criança que vê as estrelas pela 1ª vez. Só quando conheces a morte é que te tornas a adulta,o último grau de maturação.
  17. Já tinha dito algo acerca disso ali em cima,mas a resposta para ambas é não. Reencarnar,para mim,equivale a uma pena de morte(neste caso,de vida) para os mortos,mas conto que também essa já tenha sido abolida no quer que haja pós-morte,que espero que seja nada. Sou a favor de muita coisa defendida pelo Nietzsche e o nilismo deve ser a doutrina com que mais me identifico,mas o eterno retorno não é das coisas com a qual concorde.
  18. Isso cabe-te a ti descobrir. O que é que gostas de fazer,o curso é de quê? Évora por si só já é deprimente ): Mas epah,tenta não te desintegrar em demasia,podes ser loner,mas não ser o tipo das cavernas,até porque é importante que fales com pessoas ou corres o risco de "piorar". Já eras assim no secundário ou tudo piorou quando foste para a uni?
  19. Dada a situação pela qual o país está a atravessar,é um bocadinho arriscado dizer que quem prevarica vá alguma vez sair prejudicado xp Acontece porque a vida é uma espiral recessiva que termina com morte,ou um conjunto de ciclos paralelos,tudo o que aconteceu,irá acontecer outra vez e outra vez. Ou nenhumas. Sentes-te diferente do que eras quando eras criança? És outra pessoa completamente dissociável da criança que eras? Podes dizer que sim,mas não és. Tens gostos diferentes,sabes mais coisas,tens outras percepções,mas o núcleo permanece o mesmo,assim como um sapo permanece um girino ou uma borboleta permanece uma lagarta,apenas ganham novos atributos.
  20. Os nossos problemas são as virtudes dos outros,há sempre alguém que sai prejudicado e alguém que sai a ganhar. Há sempre um balanço,não há ninguém que consiga algo a que não estava destinado. Isto pode parecer muito meta-fatalista,na minha perspectiva não há nada por que valha a pena lutar,serão sempre fardos voluntários para nos tentarmos convencer que estamos cá por alguma razão,quando na verdade não estamos. Apenas existimos,se tanto. Mas estamos constantemente a tentar arranjar algo,por mais pequeno que seja,para provar que somos algo mais,quando na realidade não passamos de um amontoado de carne putrefacta falante. A minha perspectiva pode mudar daqui a 10 ou 20 anos,quando encontrar algo por que viver,mas apenas serei mais um a enganar-se a si mesmo,no meio de milhões de mentirosos. De uma forma mais objectiva,porque nem toda a gente pensa como eu,sim,é bom lutar por coisas,etc.,e mudar x ou y,desde que não tentemos mudar a nossa essência,é com cada um o que lhe cabe mudar.
  21. Futuro toda a gente tem, menos os mortos. Eu,que tenho meditado a minha vida em retrospectiva muitas vezes,não acredito que alguma coisa mude. A vida permanece igual, os momentos de felicidade permanecem os mesmos, os de tristeza também. A única coisa que muda é o grau e a perspectiva em que esses acontecimentos acontecem. Consigo fazer uma analogia entre várias coisas que me aconteceram na infância e coisas que aconteceram na adolescência e não acredito que seja muito diferente com as restantes pessoas. Se alguém teve sucesso em algo durante a sua infância, também o terá toda a vida, mas noutras proporções. etcetc. A cena é,morrer é sempre a solução para tudo. As pessoas não querem aceitar isso,mas é e rezo todos os dias para que não haja nada após a minha morte. Mas,se as pessoas vivem e para sofrer o menos possível durante a vida,o ideal é pegar em todas vantagens que a tristeza nos traz e fazer algo com isso,porque até a tristeza e o desespero têm partes boas,as pessoas só se conhecem quando conhecem ambos os extremos,assim como uma pessoa só conhece a fome se não comer. Não há nenhum ponto de viragem,do tipo "vou para uma cidade nova e a minha vida mudará",etc. Não há nada disso,é tudo ilusão. É tudo um rebanho de bodes-expiatórios,e é a isso que a vida se resume.
  22. E nada,estava apenas a tentar ser simpático.
  23. seca as tuas lágrimas com amor ;_; o que não falta por aí são pitas com o pito aos saltos ):
  24. E se o Policarpo te amaldiçoou com esterilidade? hein? pois... Devias abrir um tópico cá no fórum com pics,etc, para ver se há pretendentes! Era uma boa ideia :b
×
×
  • Create New...