criticoTV

Membros
  • #Conteúdo

    51
  • Registado Em

  • Última Visita

About criticoTV

  • Rank
    Principiante da TV

Profile Information

  • Género
    Homem

Quem visitou o meu perfil

1374 visitas ao perfil
  1. Embora a temática não seja propriamente sexualidade, bem sei, desde que vi/ouvi esta notícia que indago: psicologos católicos ?! Mas há psicologia católica e agnóstica, judaica ou coisa q'o valha... Eu pensei que existia Psicologia. Ponto! E a ordem dos psicologos não se manifesta? Que paízinho este... (Perdoem-me o "off topic ")
  2. Concordo com o LFTV. Em todo o caso, Afonso, se permites, sim podiam ter apostado na equipa do Manolo inicialmente (aliás muito da estrutura do Manolo manteve-se -meios humanos ) sem as mexidas que a Júlia e a Gabriela exigiram...porém, não foi a Endemol que "afundou" a coisa...na minha opinião o "icebergue " foi mesmo quando a Fremantle pegou na coisa e principalmente quem o Frederico Ferreira Almeida colocou a comandar o daytime desta estação.
  3. O problema do daytime desta estação, nomedamente no que a este programa diz respeito é (ou começa ) internamente na linha de comando. Tudo o resto é por acréscimo. Enquanto o "clima" interno for o que é e o comando estiver a cargo de quem está ...nem o Moniz ou o Rangel resolviam a coisa e não tem a ver com a empresa (essa já deu provas)
  4. A Júlia também não decide sozinha. Aliás em nenhum dos canais generalistas isto acontece...à muitos anos! Daí também (se calhar) as dificuldades em haver mudanças e por isso o público,por norma, afirmar que as programações são todas iguais (e são de facto !) Uma decisão por simples que seja passa por muitas cabeças e todas elas têm que ter vontade/visão para arriscar...e normalmente como quem tem o € é quem manda (leia-se anunciantes e investidores) jogam todos pelo "seguro". o mal é comum ao universo televisivo independentemente da estação A, B ou C
  5. Tudo certo. Porém não misturem Julia-apresentadora com Julia-directora. A mão que dizes ser posta no programa da manhã é a mesma que é colocada no programa da tarde. Tal como a Cristina põe a mão nos programas que não apresenta. Sao funções inerentes ao cargo que ocupam. Contudo tal não altera uma vírgula do que disse acima (na minha opinião,claro está!)
  6. Claro que num programa gravado não é cortado indiscriminadamente. E será tal e qual como em directo - o único problema será efectivamente as fugas de informação. Se no que a respeito dos concorrentes o segredo tem sido conseguido ou não (veremos!) as datas de gravação se já se iniciaram ou não são um exemplo de fugas de informação que não devem acontecer. a diferença dos EUA / PORTUGAL como já falaram aqui está principalmente nesse factor. Os contratos de confidencialidade são duros e funcionam efectivamente no lado de lá do Atlântico. Entre opções e opiniões do porquê ser gravado ou em directo...lembrem-se que estamos a falar de formato não original. Há direitos de produção e outros assinados e contratados. Basta um deles terminar este ano e não havendo espaço em grelha para fazer em directo...nenhum canal vai "deitar dinheiro fora"...obviamente que podendo gravar será gravado. Em Janeiro logo se vê ...ou antes...que a "imprensa cor-de-rosa " em Portugal segue sem lei nem roque e por isso certamente haverá fugas de informação.
  7. O problema do "Grande Tarde" assim como de todo o "daytime" deve-se essencialmente a um único factor. Direcção de Produção. (Para quem não saiba os conteúdos dos programas reportam à dir.producao) E, alegadamente, o ambiente vivido "entre portas" também não ajuda. Claro que as "figuras do canal" assim como a Gabriela alinham discursos. Nunca se verá seja em que canal for assumirem os erros internos (A não ser que a ideia seja acabar com um determinado programa e/ou afastar determinados profissionais - isso é outra conversa) o não sucesso de um programa e ou fracas audiências devem-se sempre a factores externos ou a maturação de formato / público. - É reparar bem nas declarações de qualquer que seja o responsável/canal! Infelizmente e no que a SIC diz respeito...o Rangel deve estar a "dar voltas na sepultura" (com todo o respeito!)
  8. Subscrevo totalmente.
  9. A primeira e segunda temporadas estão a ser gravadas juntas. Estes dois actores (assim como outros já avançados) só aparecem em antena na segunda temporada.
  10. Marco Costa e Claudia Semedo com participação especial na segunda temporada de "Aqui Tão Longe"
  11. Certo. Mas não é isso que estava a dizer. Independentemente de questões técnicas, em Portugal, as produtoras de ficção trabalham à minutagem. Ou seja, a qualidade é secundária, o que interessa é a quantidade,por assim dizer. E isto acontece à anos (ainda estava o António Parente na NBP e foi ele que incutiu esta forma (errada,na minha opinião) de trabalhar. Aliás, Portugal é o único país onde se trabalha desta forma: "o que interessa é os minutos/dia". Se gostas do que vês e se trabalha assim, imagina o resultado se as equipas trabalhassem de acordo com as cenas que tem para gravar :)... Quanto à pós-produção de que falas (pela descrição depreendo que te referes mais exactamente à coloração e não propriamente à edição ) partilho do que dizes...mas também tem mais a ver com as ordens do cliente (estação emissora) que muitas vezes das próprias produtora; Por exemplo, desde que a Júlia Pinheiro e a Gabriela Sobral foram para a SIC, esta estação parece que ganhou "alergia" à luz pontual...é um abuso de "chapões de luz" muitas vezes inclusive em cenas em que o actor está a acordar ou a cena se passa em penumbra,por exemplo ...(aliás, é "normal" um candeeiro de mesa iluminar toda uma sala - !? xD LoL ) Mais uma participação especial pelos vistos: Sandra Celas...e pela fotografia, um dos decors será um café xD
  12. Confirma-se sim. Mas ao que consta esse personagem será uma das tais participações especiais e não entrará logo no início. Se o deixarem trabalhar...o problema é que em Portugal, independentemente do "formato", as produtoras (SP, PLURAL, etc) acabam sempre por exigir "minutos gravados/dia" em deterimento da qualidade. ("Terapia" é uma excepção, por exemplo, com os bons resultados visíveis no produto final) Esperemos que deixem realmente "Aqui Tão Longe" ser trabalhado enquanto série e não "anovelem" a coisa!
  13. Se o deixarem trabalhar...o problema é que em Portugal, independentemente do "formato", as produtoras (SP, PLURAL, etc) acabam sempre por exigir "minutos gravados/dia" em deterimento da qualidade. ("Terapia" é uma excepção, por exemplo, com os bons resultados visíveis no produto final) Esperemos que deixem realmente "Aqui Tão Longe" ser trabalhado enquanto série e não "anovelem" a coisa!
  14. Segundo consta, a jornalista sai em desacordo com a "nova" direcção da SICN (actualmente a cargo de Alcides Vieira) . Embora carecendo ainda de confirmação, fala-se que Ana Lourenço pode ingressar na SportingTV...sendo o director deste canal, o (também ex-SIC Notícias) Nuno Graça Dias, não seria de todo descabido. A SIC volta a perder mais um dos seus excelentes profissionais com esta saída.
  15. Em mais uma produção SP Televisao para a RTP, "Aqui Tão Longe" é uma série assinada por Filipe Homem Fonseca. Filipa Areosa, Fatima Belo, Margarida Carpinteiro, Miguel Damião, José Mata, Rui Mendes, Rodrigo Antunes, Cláudio Silva, Jacob Graaf, Leonor Antunes, Inês Curado e Carlos Malvarez fazem parte do elenco que contará ainda com diversas participações especiais ao longo dos vários episódios. Jorge Cardoso (ex-Plural) assina a coordenação do projecto e realização; Natália Luíza a direcção de actores e a fotografia a cargo de Miguel Trabucho e Amílcar Carrajola.