Jump to content

lvigario

Membros
  • Content Count

    331
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

520 Repórter de vacas bravas na CMTV

6 Followers

About lvigario

  • Rank
    A fazer o meu caminho
  • Birthday 03/28/1993

Informações de Perfil

  • Género
    Homem

Recent Profile Visitors

3,472 profile views
  1. Internamente, opções por ordem de preferência (já sem o Goucha): 1. Fátima Lopes 2. Pedro Granger 3. Rui M. Pêgo 4. Ana Sofia Martins 5. Fernanda Serrano 6. Pedro Fernandes 7. Isabel Silva Externamente: 0. Daniela Ruah (= impossível, mas seria um trunfo de mestre) 1. Filomena Cautela 2. Maria Botelho Moniz 3. Sílvia Alberto (acho que ia dar muito jeito à TVI ter um nome forte como o da Sílvia) 4. Vasco Palmeirim 5. João Paulo Rodrigues (um bom regresso à TVI) 6. Rodrigo Gomes (o fator surpresa podia resultar bem)
  2. Quero a Luce no júri com o João Paulo Rodrigues, acho que é essencial.
  3. Mas nem o Rui, nem o Joaquim, nem a Joana são exclusivos, por isso, daria perfeitamente :P
  4. Eu dava uma mexida nos jurados para "rejuvenescer" o programa. Acho que é necessário para trazer público novo. Rui M. Pêgo , Joaquim Monchique, Raquel Tavares e Joana Solnado.
  5. lvigario

    Sugestões TVI

    Acho que as considerações tecidas pela Teresa Guilherme sobre a TVI pós-Cristina foram muito acertadas e eu nem me apercebi que isso está a acontecer. Ou seja, facto da TVI ter essencialmente apostado em formatos que tinham a Cristina a apresentar: Apanha Se Puderes, Dança Com as Estrelas, Você Na TV (que basicamente nao foi reestruturado) e o A Tua Cara. A Teresa (tenho para mim) seria uma competente diretora de programas para a TVI. Desejo mais que tal aconteça/acontecesse do que propriamente o regresso dela em frente às câmaras. Acho que know-how dela atrás das câmara seria uma mais valia nesta altura do campeonato. Tem imensa experiência em produção de programas, é um mulher inteligente e com uma visão muito contemporânea do que é a TV. Quando esteve atrás das câmaras na SIC como "consultora de ficção" (? - depreendo que tenha sido este o cargo) foi responsável por alguns sucessos na SIC, que na altura não estava sua melhor fase : Floribella, VIngança, Aqui Não Há Quem Viva, 7 Vidas, Chiquititas. A voltar para a frente das câmara gostava que fosse com um game-show como o "The Money Drop". EDIT: E acrescento mais. Acho que a TVI tem agora uma vantagem que é aprender com os erros. A TVI, após a saída da Júlia, viveu anos em que só tinha duas estrelas: Cristina e Goucha, apesar de terem outros profissionais extremamente competentes. Agora é altura de apostar nos outros profissionais para se existir outra saída indesejada, não ficar tão "coxa". A SIC conseguiu sempre dar a volta a isso, foi tendo sempre 3 ou 4 caras: Manzarra, Júlia, Bárbara, Diana. Isto, entre entradas e saídas. A RTP se hoje perder a Catarina, por exemplo. Tem o Vasco, tem a Mena, tem a Sílvia, tem a Tânia, tem o Herman, etc. A TVI precisa de fazer esse trabalho e ajudar à promoção das suas estrelas. Há pelos menos 4/5 que podem e devem ser utilizados : Fátima Lopes, Isabel Silva, Pedro Granger, Pedro Fernandes e Leonor Poeiras.
  6. Eu gostei de ouvir a Filipa Garnel. Acho que o sucesso e rejuvenescimento deste programa passam por concentrar o jogo no jogo e não tanto na teia de relações. E sim o casting é essencial. Gostava que adotassem o estilo do BBUS, só porque ainda não foi feito cá. Mas que o público ainda assim tivesse algo a dizer. Acho que seria uma abordagem diferente e que poderia trazer pessoas e entusiasmo. Quando dizem que o SS é um avanço do BB. Concordo. Mas o BB ainda não foi apresentado em todo o seu potencial em PT. É um formato tão simples que é fácil de se criar coisas novas. Pequenas nuances que vão fazer o formato soar a algo novo. Eu apostava na Fátima. Sem qualquer dúvida e sem medos. A Fátima enquanto profissional é uma pessoa muito humana e este programa precisa de um apresentador com essas características. Com todo o respeito que tenho pela Teresa acho que não seria a aposta certa. A TVI precisa de arriscar. E este programa para funcionar precisa de uma nova abordagem. E acho que a Fátima seria a pessoa certa.
  7. Eu defendo este formato para a SIC com a Cristina desde o Verão. Cito as minha sugestões antigas: THE MASKED SINGER O formato poderia chamar-se simplesmente "The Masked Singer" / "The Masked Singer Portugal" ou então ganhar uma tradução portuguesa como "Talento Mascarado". Seria o primeiro grande formato da Cristina Ferreira em horário nobre (quando o "Programa da Cristina" já estivesse mais estável). É um formato leve, divertido e para toda a família. Junta ingredientes que outrora já funcionaram nos formatos: famosos a cantar ( " A Tua Cara Não Me É Estranha", "Canta Por Mim") e algum mistério ("Casa dos Segredos"). A SIC teria de arranjar um formato diferente para Março - Maio (que não envolvesse o amor [é preciso deixar o 'amor' descansado). Deixo aqui como funciona o formato (e como funcionaria em Portugal) : O formato é baseado na versão original que é sucesso na Coreia do Sul. 12 celebridades cantam totalmente mascaradas. Não será revelada a identidade dos artistas até que sejam eliminados, um por semana. Na versão americana, dividiram os dois episódios de estreia do programa com 6 concorrentes cada, que fizeram batalhas entre eles e o público presente no estúdio votou no vencedor de cada 'batalha, os 3 menos votados foram novamente a votação e o menos votado abandona o programa e revela a sua identidade. Em Portugal o formato teria de ser em direto. Logo, os 12 concorrentes atuariam na gala. Antes de cada interpretação há um vídeo de apresentação onde a voz do artista é distorcida e onde são dadas pistas. [Vídeo abaixo] No final de cada atuação o painel de 'detectives' vai avaliar a performance e tentar adivinhar quem será o artista. Não há uma ordem para cada um falar, é uma espécie de conversa. No final de cada atuação, a apresentadora recorda os números para o público (em casa) votar. No final o concorrente menos votado saí da competição e tem de revelar a sua identidade. Em algumas galas existirão convidados musicais e alguns desses convidados estarão mascarados. Como protegem a identidade dos artistas? Todos os artistas andam sempre mascarados desde o momento em que um motorista os vai buscar a um local designado pela produção até a produção os deixar de volta em casa. Apenas um pequeno grupo da produção sabem que são os artistas. Devem sempre ser tratados pelo nome da máscara que estão a usar e nunca terão contacto com os outros artistas. A apresentadora e o painel não sabem quem são os artistas. PAINEL DE 'DETECTIVES' Mais do que julgar, as quatro pessoas que fazem parte do painel devem apresentar palpites de quem será a estrela por detrás da máscara baseando-se nas pistas (que surgem nas VTS mas também na própria atuação. Ex: Por vezes a música que interpretam será uma pista). A minha sugestão são 4 nomes 'frescos', 'divertidos' e com conhecimento na área para que possam também avaliar (em traços gerais) a performance. Eles são: João Paulo Rodrigues, Gisela João, David Carreira e Luciana Abreu. Acho que o painel iria entrosar bem com a energia da Cristina. SUGESTÃO DE ELENCO: Na versão americana na descrição do elenco é possível ler-se que entre eles há 65 nomeações para os Grammys, 16 álbuns multi-platina, 16 nomeações para os Emmys, 9 espetáculos na Broadway, 4 títulos da Super Bowl e 4 estrelas no Passeio da Fama em Hollywood. Portanto falamos de grandes nomes, alguns poderão estar mais esquecidos mas são pessoas com valor e de grande talento. A minha sugestão passa por aí. Termos grandes nomes da música, outros nomes mais afastados da música mas ligados ao teatro musical, outros simplesmente com o gosto pela música. Mariana Pacheco | Sérgio Rosado | Mia Rose | Carlos Mendes | Susana Félix | Miguel Ângelo Mónica Ferraz | Rui Maria Pêgo | Joana Latino | Neno | Rita Guerra | Rui David (Hands Of Approach) Cada um deles teria de assumir uma personagem para toda a temporada.
  8. lvigario

    Sugestões TVI

    Se tomasse decisões pela TVI no dia 1 de dezembro começava a rodar uma promo forte com o título " A Revolução". Levar as caras da TVI para um lugar meio remoto e fazer algo inspirado na cinematografia do Mad Max (deixo imagens abaixo). No final da promo, uma das caras (diferente em cada uma das promos) olhava para a cara e dizia "Vem aí a revolução!" e apareciam títulos "A revolução começa em Janeiro". Isto seria uma forma de dar força à nova programação e de despertar já curiosidade para o que aí vem. Mas tem mesmo de vir uma revolução. Usar-se-ia uma música, tipo esta:
  9. lvigario

    Natal SIC 2019

    Gosto muito desta ideia do telefilme. Boa SIC, mais uma vez. Boa Daniel, bem haja por seres desperto. Agora no dia 24 à noite eu sugiro algo. O Disney + (a plataforma de streaming da Disney tipo Netflix ou HBO) só chega para o ano a Portugal, mas já estreou esta semana nos EUA. Se fosse ao Daniel aproveitava os laços estreitos que existem entre a SIC e a Disney e estreava os dois filmes que estrearam lá. São bons filmes, grandes produções e para toda a família. A Disney+ quando estrear em Portugal já vai ter uma oferta maior e em nada ficaria lesada pela SIC estrear os filmes. Muito pelo contrário, a SIC durante a emissão pode até fazer pub ou algo de género à chegada da plataforma. Já a SIC pode gabar-se nas promos de emitir duas estreias nacionais, uma vez que os filmes não estrearam nos cinemas, foram logo colocados na plataforma. Os filmes em causa são a versão live-action da "Dama e o Vagabundo" e um original chamado "Noelle". Deixo os trailers abaixo:
  10. lvigario

    Sugestões TVI

    Eu ando meio afastado da televisão portuguesa... mas a sério que a TVI está a transmitir o Mar de Paixão às 23h45, de verdade? Caraças. Tantas coisas que podiam ser emitidas nessa hora. Tantas caras TVI, tantos projetos que podiam resultar... É pena.
  11. lvigario

    Sugestões TVI

    Acho que a TVI devia consolidar as estrelas que tem. Potenciar o talento delas. E acho que é isso que está a faltar. Na TVI só havia a Cristina e o Goucha. E agora é evidente que estão descalçados. Façam esse trabalho potenciem as estrelas que têm. Tomem decisões com pés e cabeça. A Fátima é uma mais valia. Merece um talent show ou um reality em prime time de qualidade. Quem sabe um regresso (sob outros moldes) do Uma Canção Para Ti com ela e o Goucha. Geralmente esse tipo de formato resulta bem. Ou até apostar nela para um "Masked Singer". A Fátima merece melhor.
  12. lvigario

    Sugestões TVI

    De acordo. Isto ao sábado à noite com grandes nomes do humor - sendo que a maioria deles está livre neste momento: Ana Bola, Maria Rueff, Joaquim Monchique, etc. - seria ótimo.
  13. Eu não desgosto da ideia de alternar apresentadoras, para ser franco. Acho uma ideia fresca e diferente. Poderá ser uma boa alternativa. Para mim ficava: Maria Cerqueira Gomes, Isabel Silva, Fernanda Serrano, Leonor Poeiras e Ana Guiomar. Cada uma no seu registo com as suas rubricas específicas, tinham tempo para terem histórias diferentes, reportagens feitas fora do estúdio. Acho mesmo uma boa ideia.
  14. lvigario

    Sugestões TVI

    Percebo o que dizes. Mas tens de perceber também que já se percebeu que o horário nobre não é tudo. Durante uns valentes meses, mesmo pós-Programa da Cristina a TVI ganhava no horário nobre e isso não a fazia ganhar o dia. Hoje em dia o conceito de horário "nobre" tornou-se volátil. A SIC começa a "ganhar mais público" neste horário e vai entre liderança e vice-liderança até ao final do dia. [Os blocos informativos da manhã vão oscilando em termos de posição]. Por isso, a TVI tem de jogar em todas as frentes. Inovar, arriscar significa alguns custos e ainda assim o formato não é super caro. A TVI já produziu formatos mais caros e emitiu-os em horários tardios com pouco público. Este horário tem muito público. Este formato é forte e seria uma boa aposta para servir de lead-in para o talk-show da manhã, seja ele qual for. Não tenho dúvida que faria mossa a qualquer outra oferta matinal.
×
×
  • Create New...