santos12

Membros
  • #Conteúdo

    837
  • Registado Em

  • Última Visita

About santos12

  • Rank
    Sei muita coisa sobre TV

Profile Information

  • Género
    Homem

Quem visitou o meu perfil

3724 visitas ao perfil
  1. O Rennie e o Compensam estão esgotados em vários países europeus devido à azia, da vitória de Portugal no ESC. Lamentável e completamente deplorável, fazer troça e gozar com o problema do Salvador, haja paciência para aturar a azia que vai por essa Europa fora.
  2. Quem votou nos homens da luta não foram os portugueses, foram os portugueses que estavam aziados com o rebentamento da crise, deixa a bolha rebentar novamente e mais homens da luta virão para ir ao ESC. Essa é que é a realidade. Quantos comentários no Facebook do festival da canção a criticarem a RTP, pela vitória do Salvador. Uma coisa é uma pessoa não gostar da música devido ao seu gosto pessoal, outra coisa é irem criticar em público (no facebook) a escolha do público e do júri. Agora, que ganhámos já todos gostam da música, se este povinho não é tosco deve ser parvo. No ano da Suzy tinhamos a Catarina Pereira que tinha uma música muito melhor, mas como o Emanuel mexeu os cordelinhos a Suzy ganhou e depois foi, o que foi no ESC. As fracas músicas que vão ao Festival da Canção, são culpa dos compositores e não da RTP, ela só escolhe, mas se não chegarem músicas com qualidade vão aquelas mesmo.
  3. Só o Porto, Lisboa e o Algarve é que tem condições para acolher o evento. O resto do país, aonde tem hotéis suficientes para instalar tanta gente, ah já sei iam dormir a Lisboa e voltavam para outra cidade.
  4. O Malato é excelente, quem é que não riu ontem com os comentários dele, então quando Portugal ganhou e ele para o Nuno ainda não ganhou espera, falta a pontuação. Eu, já a festejar e o Malato completamente perdido o que eu não ri. Quero a Jani no ESC2018 a apresentar, nem que seja na greenroom.
  5. Concordo contigo e digo mais, Portugal nunca levou uma música que despertasse a atenção da Europa, a melhor foi a Lúcia Moniz, o resto é sempre mais do mesmo. Inventam logo, desculpas esfarrapadas que existiu influências, se calhar foi a Maya ou o Professor Bambo, já falaram com eles. Vêm, falar da Dulce Pontes e de outras músicas que ficaram longe e bem longe do 1º lugar, só a Lúcia Moniz levou Portugal ao melhor lugar e sem dúvida que foi a melhor música que Portugal levou até ontem, que é uma música que entra no ouvido (Lúcia Moniz) e entra no coração (Salvador), o resto são tretas e desculpas que não fazem o mínimo sentido. Portugal ganhou, porque saiu fora das restantes músicas, eu assemelho ontem a vitória de Portugal, à vitória dos Lordi pela Finlândia ou da Conchita pela Aústria, aqueles que saem fora do ritmo habitual das músicas da Eurovisão saem sempre vencedores. Se querem voltar novamente ao bofo e ao bolor, força, mas depois não se venham queixar-se que Portugal nem à final vai. Espero que a RTP tenha aprendido e para o ano, peça novamente a novos compositores para fazerem músicas, porque isso é o futuro e não ficarmos agarrados ao passado, ao fado, ao mar, às tristezas e às desilusões. Até, os países do leste votaram em nós, ganhámos graças aos europeus e nunca pelos portugueses que votaram por essa Europa fora, acreditam mesmo que foi os portugueses a votarem eu não acredito e basta ver nos anos anteriores. Foi a simplicidade da música, a melodia e a magia que levou-nos à vitória e isso devemos ter orgulho e pensarmos que ao mudarmos toda a estrutura conseguimos ganhar, por isso, não estraguem a fórmula e aproveitem porque a Europa gosta de ser surpreendida e não bater na mesma tecla. A emoção, que era olhar para o ecrã e não ver o nome de Portugal e não pensar nos 0 pontos e estar à espera dos 12 pontos, foi algo mágico, inédito e ficará na memória de muitos, daqueles da década de 80 que sentem orgulho em ser português. Eu tenho 36 anos, a música que mais gostei foi da Lúcia Moniz foi a melhor de sempre, até ontem, agora é do Salvador sem dúvidas algumas. Que em 2018, seja um grande espectáculo em Lisboa, mas que Portugal não se desleixe na escolha da música, senão passamos dum 1º lugar para o último lugar e isso é a maior vergonha que Portugal pode ter.
  6. Se fosse da Aústria, tava ganho.
  7. A RTP tem excelentes apresentores: Vasco Palmeirim, Catarina Furtado e Sílvia Alberto. Ainda, têm a Jani,
  8. Gosto mais da grega do que do macaco, raios partam o macaco. Se Portugal não ganhar que ganhe a grega.
  9. Salvador excelente. Até, colocou as meninas a chorar. Sei, de fonte segura até o macaco chorou.
  10. Não acho piada a isto...
  11. Adoro esta música. TOP 5 ,,,
  12. Que tristeza, a melhor não passou, a Macedónia.
  13. Gostei do texto do Carlos Coelho. Sinceramente, o Salvador tem tudo para ganhar e se não for este ano, dificilmente nos próximos anos levaremos algo tão potente como levámos este ano. às vezes, a Eurovisão é ganha por aqueles que surpreendem, a música italiana é favorita mas eu vejo Portugal com uma música com um nível mais elevado do que a italiana, os Lordi surpreenderam em 2006 e ganharam, a Conchita ganhou em 2014, epá, este ano vai ser nosso. Portugal vai ganhar é a minha intuição e o meu feddback.
  14. Quanto mais cedo actuar melhor, devido ao feedback criado em prol da música e do Salvador e a Europa pode ver ali a vitória, que Portugal actue coladinho à Itália, que o macaco até vai saltar com a macacada. Até, Sábado Portugal ainda vai subir ao 1º lugar nas casas de apostas.
  15. Como é que Chipre passou e a Islândia não.