Jump to content

Tomás Rodrigues Lopes

Membros
  • Content Count

    1,761
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

1,303 Repórter de vacas bravas na CMTV

7 Followers

About Tomás Rodrigues Lopes

  • Rank
    Comento crimes na CMTV
  • Birthday 08/07/1998

Informações de Perfil

  • Género
    Homem
  • Localização
    Caldas da Rainha

Recent Profile Visitors

9,854 profile views
  1. A Raquel Matos Cruz é há muito tempo editora de sociedade e, tal como a maior parte dos editores, não faz qualquer trabalho a não ser chefiar a sua editoria.
  2. Serei o único a achar que, apesar das hesitações e engasgos, o JAC é mil vezes superior ao Pedro Pinto?
  3. Por um lado, concordo, neste caso particular, tendo em conta o acontecimento em causa, por outro, como espectador, não vejo necessidade de estar a prolongar quando, na maior parte das vezes, bem sabemos como se prolonga. Ficam o resto do tempo a encher chouriços repetindo até à exaustão o que já se ouviu vezes sem conta.
  4. Infelizmente. Foi um grande programa e uma grande ideia do Sérgio Figueiredo. Marcou muito pela diferença e inovação. Só espero que venha uma segunda temporada...
  5. A SIC deve ter algum tipo de problema com este nome e outros derivados. Já com o Carvalho da Silva fizeram o mesmo
  6. Acho que todas as estações, todas elas, sem excepção, embora umas mais que outras, obviamente, têm de tirar ilações desta cobertura que levaram a cabo ao longo dos últimos dias...
  7. Saúdo a criatividade das "novas manhãs", mas acho que isto era mais para o Diário da Manhã.
  8. Foi em que programa? A que horas?
  9. Eu gostava de acreditar que este grafismo que está no ar há um ano não passasse de uma coisa provisória e de transição e que, este ano, com o HD, chegasse um grafismo novo. Mas já sei que não vai acontecer
  10. Acho que é mesmo mais do que evidente a ida do Ponto Contraponto para a RTP3. #antoniojoseteixeirapower
  11. Esta série é simplesmente extraordinária, com destaque (e acho que isso é consensual) para a produção. Como já disseram, a fotografia e a realização estão excelentes (melhores que as de O Ministério do Tempo, embora esta tenha a acção a desenrolar-se em várias épocas distintas). A história está muito bem conseguida, e as interpretações, de forma genérica, também me pareceram bastante boas. O elenco foi, do meu ponto de vista, escolhido quase a dedo. Só mais uma prova de que, infelizmente, a qualidade não recompensa. A RTP merecia bem mais do que o que alcança com os seus conteúdos no geral. Este produto é mais uma evidência da qualidade, da criatividade e do profissionalismo que a indústria portuguesa tem. Só precisávamos de ter outro público.
  12. A sério? Então o Cunha Velho mentiu!
  13. Só agora soube que a produção vai ser da Plural, ou seja, vai ser o primeiro formato de entretenimento produzido pela produtora. Não sei como é que não se lembraram de alargar a Plural à produção de entretenimento há mais tempo!
  14. Talvez o PnC comece mais cedo, excepcionalmente, esta semana, visto que vamos ter Repórter TVI com a Alexandra Borges sobre os manuais escolares. Deve ser uma continuação das anteriores.
×
×
  • Create New...