Jump to content

fab

Membros
  • Content Count

    883
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by fab


  1. agora mesmo, Pedro M. disse:

    Eu concordava antes.

    Agora não. Se o programa é do Baião e da Diana, é do Baião e da Diana até às 13:00.

    Exatamente! 


  2. há 2 minutos, D007 disse:

    Agora a atualidade criminal tem separador.

    Já tinha tido, no primeiro O Programa da Cristina. Depois é que foram eliminando os separadores. 


  3. Mal comparado, mas o João pode ser para a Diana o que o Goucha foi para a Cristina. Assumindo esse papel, com foco e generosidade, as coisas podem correr bem! 


  4. Eles têm que remodelar a casa para ontem. É impressionante como um cenário pode estar tão associado a uma apresentadora. Olhamos para aquele espaço e vemos a Cristina, mesmo que ela lá não esteja...

    • Like 3

  5. A Diana está nervosíssima. Ainda não se conseguiu soltar. 
     

    Acho que conseguiram fazer uma abordagem bastante criativa, sobretudo com o pouco tempo que tiveram! 

    • Like 3

  6. há 1 minuto, EFernando disse:

    Ela não disse nada disso, muito pelo contrário. 

    Ela quer passar por salvadora mas não desvaloriza quem lá está. 

    “Mas um dia alguém me disse que a casa da mãe precisava de mimOlhei e percebi que fazia lá falta. Era preciso reconstruir paredes que tinham caído...”


  7. Pelo menos mantém no seu discurso a ideia de que os profissionais da SIC têm e tinham valor e, como antes, fazem parte da solidez da empresa. Já a Cristina, no seu regresso à “casa mãe”, desvaloriza quem já lá estava, assumindo-se como a salvadora de um canal em derrocada que precisa dela para se relançar. 

    • Like 3

  8. Se bem me recordo, o contrato da Cristina contemplava uma cláusula que definia que qualquer receita de publicidade feita nos/ pelos seus programas revertia a seu favor. Por isso é que as contas em relação aos seus vencimentos mensais nunca foram muito certas. 
    Neste sentido, mesmo que as receitas publicitárias das manhãs da SIC tenham uma quebra, essa quebra nunca será realmente sentida pela administração de Paço de Arcos (antes pelo contrário). Assim, a poupança significativa que vão fazer com o ordenado da Cristina e as receitas de publicidade (que, creio, voltarão a ser asseguradas pela própria SIC), criam uma boa verba que pode ser investida em melhorias na programação. 

    • Like 3

  9. Este programa também deverá ser um programa de transição. Qualquer apresentador ou dupla de apresentadores que amanhã surja no ecrã não pode ser encarada como efetiva. Eventualmente, até podem testar pessoas para um futuro programa. Mas esse novo formato só deverá chegar em outubro. 

    Pessoalmente, manteria a linha do programa anterior. Apostaria numa apresentadora. Se a Diana Chaves se mostrar competente e com uma favorável margem de progressão, por que não? 

    Um formato de duas horas, até ao meio dia, a partir de uma nova “casa de todos os portugueses”... Com colaboradores frequentes de várias áreas. 

    Ao meio dia, um programa de análise criminal com o Hernâni Carvalho. 
     

    A ideia de se criar um formato mais humorístico com o César Mourão poderia ser interessante. É popular entre o público, de todas as idades. Mas da formatação do programa à vontade do César em apresentá-lo, seria um processo complicado. 

    • Thanks 1
×
×
  • Create New...