Jump to content

Ruben Fonseca

Moderadores
  • #Conteúdo

    11899
  • Registado Em

  • Última Visita

  • Dias ganhos

    34

Ruben Fonseca last won the day on Maio 24

Ruben Fonseca had the most liked content!

Reputação

25511 Excelente

Sobre Ruben Fonseca

Profile Information

  • Género
    Homem

Quem visitou o meu perfil

37711 visitas ao perfil
  1. Ruben Fonseca

    Cantinho do Off-Topic

    Só se a conta do Instagram estiver visível apenas para seguidores.
  2. Ruben Fonseca

    Cantinho do Off-Topic

    Os adoros não dão denúncias. Há antipáticos que são dados também.
  3. Ruben Fonseca

    Cantinho do Off-Topic

    Uma coisa é reagires a algo que realmente não faz sentido nenhum com um confuso ou reagires com "zangado" a algo que discordas realmente. Outra coisa é reagires com essa reação a membros específicos na brincadeira como já tem acontecido ou então cada vez que lês qualquer coisa e, por diversos motivos, desatares a colocar um monte de reações só porque sim, em posts completamente normais, e no qual podes muito bem argumentar a tua opinião. Acho que a diferença entre aquilo que é normal e claramente exagerado com vista a incomodar alguém é óbvia e se toda a gente ficasse zangada ou confusa cada vez que leva com uma opinião que não concorda ou partilha num fórum, estas eram as reações mais utilizadas aqui.
  4. Ruben Fonseca

    Cantinho do Off-Topic

    O membro em questão já foi proibido de usar reações e todas as reações que deu foram apagadas. Que sirva de aviso a qualquer um que continue a usar zangados e confusos cada vez que não gosta do que está a ler ou que goste de brincar com o sistema de reações.
  5. Ruben Fonseca

    Política

    E não só. Basta ver o que se passa com o Aquarius. Já passámos o ponto em que se tratam de refugiados a fugir de uma guerra na Síria. O que estamos a assistir agora é navios como o Lifeline e Aquarius a trazer centenas de imigrantes ilegais vindos da Somália e de uma outra panóplia de países à espera de direitos na Europa. A maioria da Europa, vote ela em partidos de esquerda ou de direita, está contra isso. Merkel percebeu isso; a esquerda italiana e até mesmo o M5S percebeu isso quando Salvini e a sua Liga Norte foi catapultada de vitória dentro da direita para vitória numas eleições em diversas sondagens; o partido de esquerda no poder na Suécia (juntamente com os Verdes que estão em risco de desaparecer do Parlamento) pode vir a ter o pior resultado em mais de 100 anos com a subida dos Democratas Suecos (anti-imigração) nas eleições já daqui a um mês; Áustria, França, Reino Unido, Polónia, Hungria, até mesmo Pedro Sanchez que é de esquerda recusou mais migrantes desta vez porque sabe que isso só iria fazer subir o VOX ou até mesmo o PP. Insistir que políticas anti-imigração em 2018 são fascistas, não merecem ser ouvidas, e não têm lugar na Europa é de uma estupidez atroz.
  6. Ruben Fonseca

    Política

    Não vi a direita portuguesa a mostrar-se escandalizada pela presença de Le Pen como fez o BE, por exemplo, nem referi que para se estar contra a Le Pen é preciso ser de extrema-esquerda. Aliás, disse exatamente o contrário no post e é mesmo uma questão de voltar atrás umas quantas páginas para rapidamente perceberes que não apoio Le Pen. Pela lógica da conclusão que tiraste do meu post, é preciso ser apoiante do PNR para achar que é aceitável que Le Pen discurse num evento e que possa ser confrontada com aquilo que defende, como deve acontecer em qualquer democracia. Apoio?
  7. Ruben Fonseca

    Política

    Nacionalização do bancos, penalizações para grupos bancários, saída do euro e da UE, saída da NATO, maior proximidade com o Rússia... Vamos ser honestos, o BE e o PCP estavam com medo dos seus apoiantes se apercebessem que o discurso da Catarina Martins e do Jerónimo de Sousa, respetivamente, ia estar representado em grande parte das políticas de Marine Le Pen. Seria um choque demasiado grande. Mas isto é Portugal, ou melhor, esta é a hipocrisia da esquerda portuguesa, onde é um horror ter Le Pen como convidada num evento porque "não queremos fascistas em Portugal", mas é perfeitamente aceitável aprovar votos de pesar por Fidel Castro na AR, ter partidos que apoiam publicamente a Venezuela, a Coreia do Norte ou Cuba, andar com uma bandeira comunista ao peito ou com uma t-shirt do Che Guevara vestida. Continuem a chamar Le Pen, Trump e tantos outros de fascistas só porque não querem que os seus países sejam portas abertas para imigrantes ilegais vindos da Somália, Líbia ou afins. Continuem a esquecer-se que só se trava o populismo, de esquerda e de direita, desconstruindo as suas ideias, adaptando outras, e não ignorando-as. Depois admiram-se e ficam escandalizados que são eles que estão a ganhar terreno e a vencer eleições um pouco por toda a Europa (para nem falar no Brexit ou na eleição de Trump) e que é a esquerda que está a sofrer derrotas históricas, umas a seguir a outras. PS: Com isto, Lisboa vai definitivamente dizer adeus à Web Summit.
  8. Ruben Fonseca

    Animais

    Não se trata de serem ofensivas. Trata-se de irem em continuação ao post que ele fez que a seguir que, como é óbvio, vão além daquilo que é aceitável aqui. Foram mantidos alguns posts para não ser tudo apagado (essa mensagem que citaste já foi editada), mas outros, mesmo que a apelar ao bom-senso, tiveram de ser apagados, não só para arrastar a conversa para opiniões fora do normal (como foi o caso), como também para se manter dentro daquilo que é discutido no tópico.
  9. Ruben Fonseca

    Política

    Tipo o acordo que o governo fez com a TAP em que teve de fazer a reestruturação da empresa, pagar 30 milhões para ficar apenas com 20% dos direitos económicos da TAP e mesmo assim manter a gestão executiva privada da empresa - tudo apenas para dizer que o estado controla 50% e seis lugares no conselho de administração do qual o Estado não manda nada? Isto é, por outras palavras, tapar buracos com dinheiro público e pouco mais? Nem vou falar da CP, porque para terem surgido notícias recentes sobre uma potencial privatização dos serviços de longo curso da CP (que o PS desmentiu, mas claro que o PS está à espera de 2019 para não irritar a esquerda e aqueles que lhe dão votos) é porque já se aperceberam que a CP está ao nível de um país de 3º mundo. Mas é a esquerda, que prefere ter serviços deficientes que serviços privados, por isso o bom-senso não é algo que se pode contar com este governo.
  10. Ruben Fonseca

    Política

    Não sabia que a direita estava no governo nestes últimos 3 anos. Realmente, o atual primeiro-ministro Passos Coelho quer mesmo entregar a CP aos privados. Já estou a ver a Catarina Martins e o Jerónimo de Sousa de bandeirola na mão a distribuir panfletos por todas as estações ferroviárias do país para exigir mais apoios deste governo de direita ou a manter a nacionalização da mesma. Parece que não, afinal não se passa nada. Também, haver menos bilhetes porque o AC dos comboios não aguentam temperaturas de 40°C em 2018 é perfeitamente comum em países desenvolvidos. Até é uma ajuda, porque assim as pessoas não têm de levar com o suor dos outros em pleno verão. Como é que eu não tinha pensado nisso? Que malandro, este Passos Coelho, que disse que a austeridade tinha acabado e entretanto todos os serviços públicos estão piores que aquilo que estavam em 2015, encontrando-se ou à beira do colapso, ou já nem funcionam de todo. Este governo de direita realmente é do piorio.
  11. Ruben Fonseca

    Política

    Esquerda caviar: perita em atacar os privados e o investimento privada em todas as alturas, mas igualmente perita em ignorar o caos que se passa em todos os serviços públicos. A CP é um buraco. De facto, só mesmo nos países de 3º mundo é que os comboios não vendem bilhetes porque os AC não funcionam devido às altas temperaturas. O que a esquerda faz? Assobia para o lado. Começou a época de incêndios. Colapso no 112 por falta de meios, com o tempo de resposta a chegar aos 3 minutos. "Está tudo preparado para evitar os desastres do ano passado", diz a esquerda. Também o SNS está em colapso, com o orçamento mais baixo dos últimos 15 anos. O que é que a Catarina Martins decidiu fazer? Atacar os privados. Realmente, é mesmo preciso ter uma enorme falta de bom-senso naquele partido. Entretanto, eis o que faz o nada populista Marcelo:
  12. Ruben Fonseca

    Política

    Tal como a exploração mineira de outros recursos, existe sempre o risco de estares exposto a elementos nocivos para a tua saúde, mas tendo em conta que, nos países desenvolvidos pelo menos, existe maior ventilação nas minas, a exposição dos mineiros ao radão foi reduzida de forma semelhante àquela que encontras em certos locais de habitação expostos a esse elemento. Quanto à poluição e contaminação de água, mais uma vez, existem um monte de outras coisas que poluem o solo e a água portanto o trabalho nesse aspeto passa por reduzir e evitar problemas desse género. Eu não vejo problema nenhum em Portugal ter uma central. A aposta na energia renovável em Portugal é de louvar, mas temos de entender que enormes verbas foram gastas para a construção disso mesmo sob a bandeira de maior independência energética, que não aconteceu, e o preço da eletricidade continua bastante caro. Também não acho que a aposta numa central implique uma não aposta noutras energias renováveis. Uma coisa não implica a outra. O que é certo é que a energia nuclear tem imensas vantagens e que é a alternativa mais viável a outras energias não renováveis. É mais barata, é sustentável e, sim, é pouco poluente. Claro que se ocorrer um acidente nuclear, os danos são bem maiores, mas acidentes como o de Chernobyl ou de Fukushima foram resultados de enorme falta de manutenção e condições extremas, respetivamente. É como dizer que os aviões são inseguros e que o transporte aéreo tem de acabar porque de vez em quando existem acidentes que resultam na morte de centenas de pessoas.
  13. Ruben Fonseca

    Política

    Igualmente poluente? Tal como com os carros, vês tudo através de uma só perspetiva e ignoras todas as outras. Não se trata de sair mais barato por si só. Energia termoelétrica também emite emissões de CO2. De resto, é cara, é pouco atrativa, consome imenso espaço, tem um tempo de vida extremamente limitado quando comparado à nuclear e a outras não renováveis, pode alterar o ecossistema como acontece com as barragens, não é 100% segura de igual forma e está extremamente dependente de condições meteorológicas ou nem trabalha durante a noite. Isto só assim por alto, para nem falar que ainda não é possível para um país conseguir sobreviver apenas com energias renováveis de forma ilimitada. Há vários estudos por aí que comprovam que a energia nuclear continua a ser extremamente limpa, mesmo até quando comparado a outras energias renováveis, por isso não sei onde foste tirar a ideia de que é igualmente poluente. Deves achar que as energias renováveis emitem um absolutamente 0g de CO2 para a atmosfera, provavelmente. Fica aqui um quadro para te elucidar, porque realmente fazes conclusões a partir de coisas para as quais nem tens a certeza. "Não sei se será a melhor solução" quando inicialmente pensavas que emitiam radiação nociva quando tal não acontece, quando achas que poluem de forma exarcebada quando tal não acontece, quando pensas que emitem gases de CO2 para atmosfera em larga escala quando tal não acontece, entre várias outras coisas perfeitamente refutáveis, só demonstra que não sabes mesmo, mas isto na generalidade do assunto.
  14. Ruben Fonseca

    Política

    Tens estado a falar de radiação, não de emissões de CO2. Não compares agora as duas coisas, eu nunca disse que as centrais nucleares não enviavam emissões de C02 para a atmosfera.
  15. Ruben Fonseca

    Política

    Inegável, onde? Acabei de te dizer que recebes 10 mil vezes menos radiações estando ao pé de uma central nuclear por ano, que de outras formas de radiações presentes em objetos comuns que utilizas diariamente/frequentemente por ano. Não sei porque é que continuas a insistir numa coisa que, pura e simplesmente, não é verdade. São quantidades perfeitamente aceitáveis para o ser humano. Não existe um único caso de pessoas que morreram devido a radiação, a trabalhar em centrais nucleares, cumprindo todas as regras de segurança. Isto não é uma opinião, isto é facto. Portanto, deixa de assumir que as centrais nucleares são todas como estão representadas nos Simpsons, tal não corresponde à realidade. Tens imensas centrais nucleares que estão a trabalhar há décadas espalhadas por aí, isso não é surpresa para ninguém. Podem trabalhar meio século ou mais até de forma eficiente e regulada. Por isso, também não sei onde está o problema nisso, desde que toda a manutenção esteja feita de acordo com a regulação. É o mesmo que dizer que escolas e hospitais só funcionam como deve ser se tiverem 10 anos ou menos.
×