Jump to content

Rmeteora

Membros
  • Content Count

    656
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

679 Repórter de vacas bravas na CMTV

About Rmeteora

  • Rank
    Sou palmista no Você na TV

Recent Profile Visitors

7,894 profile views
  1. Pessoalmente, há muito que acho que o logótipo da SIC devia mudar. Porque afinal de contas, nunca evoluiu muito desde 1992, a maior evolução tem sido a de 1997. E sente-se que não condiz com a tendência de minimalismo e eficácia das identidades da nossa época moderna. Em 2018 é como um móvel Luís XV: é antigo, imponente e guarda-se por hábito. Mas, se este logótipo tem na minha opinião um aspecto um pouco mais moderno do que o anterior, esta mudança parece-me profundamente desnecessária. Não traz grandes benefícios, e incomoda muito a quem estava habituado ao anterior. A mudarem, que mudassem para algo de verdadeiramente mais moderno, e sobretudo coerente com as restantes marcas do universo SIC. Um pouco como a TVI fez no ano passado. Afinal de contas, bastava alinhar os logótipos da SIC e SICN com a linha gráfica dos restantes canais, e tinham uma verdadeira identidade transversal. Assim, foi como chover no molhado... Por fim, pelo pouco que se viu através da autopromoção há umas páginas, o grafismo parece ser bom. Faz um pouco lembrar o grafismo de 1997 com uma animação das letras do logótipo como transição. No entanto o DOG é muito feio, demasiados reflexos e brilhos que prejudicam a legibilidade do logótipo. Espero que seja ajustado.
  2. Pequena montagem sem pretensões, para melhorar um pouco os piores separadores da história da RTP... Já agora, adorei a proposta do LP98 com os logótipos do "canal (1)" e "canal (2)" ao estilo das rádios nas suas variantes preto/branco. É engraçado que do meu lado fiz um grafismo muitíssimo semelhante há + de 1 ano, mas acho que nunca cheguei a publicar. Pelos vistos temos as mesmas ideias para a informação da RTP, ou seja um grafismo menos azul e mais leve. 2 anos mais tarde, os oráculos a ocuparem toda a parte baixa do ecrã tornam-se um pouco pesados.
  3. Confesso que foi isso que me deu a ideia. Quanto àquele pequeno desfeito que se vê no relógio, aconteceu por acaso no tratamento vídeo mas depois deixei, achei que tinha a sua piada tratando-se dum canal local da RTP. Já agora também fiz 2 outros vídeos relacionados que por enquanto deixo em privado (a gente na net costuma fazer 1001 pedidos quando vê variantes, eheh): a RTP França e... a RTP Lareira. De forma um pouco mais séria, deixo aqui o meu último vídeo :
  4. Rmeteora

    Notícias Grupo RTP

    A ideia de separar a RTP2 em dois canais, um cultural e outro infantil, parece-me ser uma boa ideia. Teria pelo menos a vantagem de clarificar a identidade da RTP2, que viu nos últimos anos o ZigZag ganhar um peso demasiado importante na grelha até o ponto de chegar ao horário nobre. Hoje em dia, em semana parece quase um canal em part-time. O cenário ideal ao meu ver (ou seja se pormos a questão dos €€€ a parte) seria por um lado uma RTP2 alternativa à RTP1 focada em magazines, documentários, desporto, séries estrangeiras, filmes sem serem blockbusters, concertos, e porque não talk-shows culturais ou concursos de cultura geral ; e por outro lado uma RTP4 como canal em part-time com espaços bem identificados dedicados aos ~5-~12 anos antes e depois da escola, aos mais pequenos durante as horas de escola dos maiores, e à noite programação para os jovens 15-34 (séries, magazines, talk-shows, humor, concertos, parcerias com a Antena3, etc.). Ficava a RTP com um bom conjunto de canais complementares. No entanto, seria uma pena que esse canal seja criado à custa da RTP Memória.
  5. As cores foram mudadas supostamente para serem mais modernas/adaptadas a um contexto digital. A que me faz mais confusão ainda é a •5. A france•ô mudou para o amarelo (e partilha o mesmo grafismo) precisamente para a aproximar visualmente dos canais ultramarinos, reforçar as ligações. Também suspeito que há razões práticas por detrás, uma vez que retomam pontualmente programas das outre-mer•1. A franceinfo: é um caso aparte porque é uma marca ao mesmo tempo TV e rádio. E está para vir uma plataforma semelhante france•culture que juntará no digital (e mais?) os conteúdos da france•tv, radiofrance, ARTE. É uma fase de transformação bem profunda e interessante na oferta de serviço público francês que começou.
  6. É hoje que o serviço público de televisão francês France Télévisions muda de identidade. Em movimento simplesmente adoro! Os anteriores logótipos eram de 2002. E segunda-feira estreia o novo grafismo da informação da France 3, que terá também clara influência da identidade do canal de notícias franceinfo:. De notar também as mudanças de 2 canais "secundários" do Grupo TF1 referidas mais acima, esta noite a "TF1 Séries Films" e amanhã a TFX (público jovem).
  7. O novo DOG está bom, embora continue a achá-lo um bocado pequeno. E se essa tendência fosse aprofundada com a redução de outros elementos de grafismo para ganhar em coerência? Por exemplo nos oráculos dos noticiários:
  8. . Tanto a RTP1 como a RTP2 estavam bem em 2015-2016. Depois vieram isto... :
  9. Rmeteora

    Informação RTP1

    O regresso de uma verdadeira Meteorologia à RTP é simplesmente o regresso à normalidade. Nunca se devia ter acabado com isso há uns anos, quanto mais como serviço público. Mais vale tarde do que nunca. Agora espero que aproveitem também, para além do Bom Dia Portugal e do Portugal em Directo, inserirem previsões meteorológicas no Jornal da Tarde e Telejornal. Veremos. A RTP3 idealmente também não deveria ficar de fora.
  10. E o verdadeiro é este, que foi publicado recentemente pelo GRANDE LusitaniaTV. Qualquer dia vou remover o meu vídeo, para não haver confusão. Mas não deixa de ser triste ver a RTP preferir ir sacar ao YouTube imagens da sua história, quando têm eles próprios anos de arquivos à sua livre-disposição...
  11. Como se esperava, a renovação da imagem da TVI é claramente satisfatória. - O grafismo do canal bate 100 a 0 o anterior, mais coerente, mais moderno, mais dinâmico, mais vivo. - Os separadores continuam a usar 3D, mas de forma simples e mesurada. O separador de fim com o "i" de 2000 em fundo branco transparente está elegante. - O novo logótipo está muito bom, boa adaptação em DOG, animação muito discreta mas elegante. Não mexem em nada! Apenas acho estranho o posicionamento das informações relativas ao programa ("888", etc.) e a troca do logótipo da novela por um simples texto - A coerência com os outros canais do universo TVI é sem dúvida claramente positiva. O logótipo do TVI Player fica mal agora, a proposta do nosso amigo Peixe2 ficava muito melhor. Em relação ao grafismo da informação: * Estúdio sem dúvida mais moderno, mais claro e muito bem aproveitado em todos os seus ângulos com uma realização dinâmica e videowalls * O genérico não bate recordes de elegância, mas está sem dúvida melhor do que o anterior que parecia vir dum canal US dos anos 80 * Os oráculos estão finalmente adaptados ao 16:9!! Parecem uma mistura entre a RTP1 de 2004 e a France 24. No conceito acho-os menos originais que os anteriores que tinham mais espaço para texto e uma ilustração, mas continuam bons. Embora que não goste muito de tipografias serif em oráculos. O único verdadeiro desfeito que têm é aquele problema de aliasing ("pixéis pretos") que existe nos ângulos arredondados, mas nada que não se possa corrigir. De notar que existe uma versão azul para o 21a Hora, e apenas apareceu o rodapé do Prolongamento na TVI24, mas não deve estar muito afastado graficamente do "normal". * Finalmente o desaparecimento do rectângulo da linguagem gestual! O ecrã fica muito mais leve. Apenas podiam tirar a cadeira da imagem (com um chroma azul a cadeira desapareceria). * Gosto do logótipo do Super Mario disfarçado na mesa principal do estúdio Conclusão : Uma identidade sem dúvida bem mais moderna, limpa, e coerente. TVI, sê bem-vinda a 2017!!
  12. A transição na TVI Internacional.
  13. O novo logótipo está bom, o DOG está com tamanho certo, e os primeiros "leaks" do novo Jornal das 8 mostram um certo regresso à linha gráfica moderna de 2009-2011. Por enquanto parece-me estar tudo bom, nunca estive tão optimista com uma renovação de imagem da TVI.
  14. Rmeteora

    Desporto 2

    Transferir o Desporto 2 da RTP2 para a RTP3, porque não, se permitisse à RTP2 de desenvolver uma contra-programação atractiva. Como canal alternativo à RTP1 que transmite nessa hora o "Aqui Portugal", na minha ingenuidade imaginava um bloco de programação dedicado ao cinema para competir com a SIC com uma oferta ao mesmo tempo alternativa e abrangente. Essa era a melhor opção na minha modesta opinião. No entanto, na programação dia 3, revela-se ser mais do mesmo... : - 15h00 : "Pom Poko - A Grande Batalha dos Guaxinis" (Filme de animação japonês) - 16h55 : Academia de Dança (Série) - 17h20 : Wru ? (Magazine juvenil) - 17h30 : Génio de Rua (Magazine ciêntífico) - 17h55 : Makers (Magazine cultural) - 18h00 : Código do Crime (Série policial) Conclusão pessoal: se era para reduzir ainda mais a variedade de programas e o carácter generalista e popular do canal, mais valia estarem quietos e deixar a RTP2 e a RTP3 como estavam...
  15. Foi pena esse canal não ter arrancado. O perfil do canal era bastante interessante, o serviço público tinha espaço para uma oferta diferente e em português, e o target era complementar aos outros canais da RTP. O canal esteve mesmo quase por arrancar e tinha data e lançamento agendados, só que na última hora a sua estreia foi sempre adiada até nunca. Foi a bem dizer o início do período de vacas magras que passou pela RTP graças a esse grande defensor do serviço público audiovisual que era Miguel Relvas... Um dia pode ser que este projecto volte. Se quisermos ser optimistas, em França o canal público de informação em França também foi cancelado à última hora e só 14 anos é que o projecto ficou concretizado. Vamos ver se a RTP Música também terá direito a esse destino. Por curiosidade, para além do vídeo meu publicado mais acima (e recuperado por sorte ) houve um resto da RTP Música nos canais RTP : uns oráculos em videoclipes transmitidos na RTP Internacional : (cortesia Valentin89000) Na temática dos canais de música, em finais de 2012 falou-se que a SIC estudava a oportunidade de lançar junto à SIC Caras outro canal associado a uma revista do grupo Impresa. Suspeito que era uma SIC Blitz, não?
×
×
  • Create New...