Jump to content

Os Melhores


Conteúdo Popular

Showing content with the highest reputation on 13-05-2018 em todas as áreas

  1. 18 points
  2. 14 points
    Eu gosto imenso da música da Netta e foi de longe a melhor performance dela. O público na Altice Arena vibrava com aquilo, não só na atuação em si, mas também durante os recaps que iam passando durante a votação e depois mais tarde durante a votação do júri cada vez que Israel recebia 12 pontos. Ela sempre foi irreverente naquilo que faz, tem um vozeirão e um talento desmedido. Mereceu por completo esta vitória. Acho bastante piada à brigada do "music is feeling". Esquecem-se que as vitórias da Jamala e do Salvador são raridades neste concurso. Eu acho engraçado quando dizem que a Eurovisão perdeu a credibilidade também. Mas vocês vêem isto desde quando? 2017? Já tivemos Lordi, Verkas, velhinhas russas, slavic girls com movimentos praticamente sexuais, gorilas, Ireland Douze Points, entre tantas outras músicas, que dizer que a Eurovisão perdeu a credibilidade porque ganhou uma canção tipicamente eurovisiva é demonstrar a completa ignorância que têm da Eurovisão. Netta não foi puxada pelo júri como o Ingrosso foi (estava a ver que ia ficar com um melão enorme à conta disso ), ganhou no televoto, nas preferências do público. Portanto o problema de quem não gosta é tudo menos um problema da Eurovisão. O que vale é que agora que isto segue para Israel, vamos deixar de ver a ignorância eurovisiva generalizada de pessoas que começaram a ver no ano passado e que acham que agora tudo o que é feelings resulta ("O Jardim vai ficar no top10" ) e que tudo o que é fireworks é uma treta de todo o tamanho. E finalmente vou deixar de ouvir esta frase que já irrita.
  3. 14 points
    De volta da arena, depois de muito berrar cantar de forma perfeitamente afinada. Não vou fazer comentários elaborados agora, mas só para dizer que Israel foi a música mais celebrada entre o público. Notava-se no recap que dançavam e cantavam ainda mais que a do Chipre. Por isso, para todos aqueles que viraram fãs da Eurovisão em 2017 só porque o Salvador ganhou e que agora estão aziados pela vitória da Netta, relembro que Israel sempre foi dos favoritos e é uma música tipicamente eurovisiva. Podem deixar de ser fake fãs agora. Also, sabes que vais ter um péssimo resultado quando ficas feliz por receberes qualquer ponto do júri. Salvador só há um, tive pena e foi injusto, mas não estou surpreendido pelo último lugar. Ah! Soube-me pela vida festejar de pé os 21 pontos que a Suécia ganhou no televoto e ver a cara de azia dos suecos perto de onde estava, que ao longo das votações do júri festejavam como se viesse uma nova vitória a caminho cada vez que tinham 12 pontos.
  4. 13 points
    Parece ter subido em relação à final do ano passado.
  5. 12 points
    Vitória merecida. Música muito boa e performance excelente, mais nada a acrescentar. E ainda soube melhor porque foi o Salvador a entregar-lhe o troféu. Adorei. Vem, @Ana Maria Peres. Este momento é nosso. A desvalorização da música israelita e das suas hipóteses de vitória chegaram a rondar o surreal aqui no tópico e fico feliz que tenha ganhado não só porque era das minhas favoritas mas também para calar muita gente. Chipre também esteve muito bem, quer a nível da performance quer das votações. Mais ou menos dentro daquilo que eu esperava e foi merecido. Já deu para pisar bem na Grécia por ter recusado ser representada pela Eleni. Quanto a Portugal, não estou minimamente surpreendido. A música é bonita, sim, mas a maior parte das pessoas que vê a Eurovisão nem conhece as músicas antes de as ver no ecrã e a música portuguesa pouca marca deixa, especialmente dentro de um conjunto de músicas tão grande em que se passa rapidamente para a seguinte. E Portugal ter atuado cedo também não ajudou. O bottom 3 era previsível, ainda que achasse que ela ia ficar um pouco acima a rondar o 20º lugar. Mas agora vamos lá ver quantos portugueses e foristas é que se lembram para o ano que a Eurovisão ainda existe. A nossa Bulgária, @Duarte. Convenci-me a mim mesmo que não ia ser uma Skeletons da vida e acabar em 14º e... Foi uma Skeletons da vida e acabou em 14º. Uma música tão impactante, tão bem produzida, vozes no ponto e performance também ela marcante e acaba num mísero 14º abaixo de coisas como a Albânia e a Dinamarca. ESTE NÃO É O MEU MUNDO. Minha França também. Merecia bem mais do que um 13º, mas também já me estava a conformar que o top 10 não vinha porque o público ia estragar tudo como quase sempre faz. Lituânia merecia o top 10 e Ucrânia, Espanha e Portugal também mereciam melhor mas é vida que segue. As grandes surpresas para mim foram o grande arraso da Áustria no júri - sabia que ia sair-se bem mas nunca pensei que chegasse a este ponto e que acabasse mesmo por ganhar essa parte das votações -, a Dinamarca no top5 do televoto - nunca pensei e não concordo nada - e Itália no top 3 do televoto com apenas 4 pontos de diferença para o Chipre - nunca sequer me passou pela cabeça que tal pudesse acontecer. Quanta azia, credo. Música há para todos os gostos. Só tem que se respeitar que há quem goste mais de x música e outros tantos que não tenham sido tocados por y música em vez de vir para tópicos na internet diminuir os feitos de músicas e atacar a credibilidade de concursos. O Jardim não foi a primeira nem será a última música a ser injustiçada na Eurovisão, é escusado tanto exagero.
  6. 12 points
    Tão bom saber que depois de um ano em que a Eurovisão foi importante por cá vai voltar a ser um programa irrelevante. Ahhh como é bom reavivar tradições.
  7. 10 points
    Morreu para ti, apenas , a música pode ser folclórica mas a verdade é que conquistou a Europa por completo ainda não percebeste isso? A Eurovisão é isto diversidade musical a todos os níveis, aceita isso.
  8. 10 points
    Para o ano mandamos um coro a imitar a quinta toda.
  9. 10 points
  10. 9 points
    Eurovision Asia? É tipo a SIC quando dá o Queridas Manhãs à tarde.
  11. 9 points
  12. 9 points
    Então ele queria que o júri desse 12 pontos a um país só pela nacionalidade dos backup vocals?? Ele está bem?? O júri foi introduzido para dar mais imparcialidade às votações. Quanto a mim, não dá, mas era esse o seu objetivo e ele tem uma enorme lata por estar publicamente a tentar manipular o júri português. Ele está a reclamar com a falta de "patriotismo" do jurados, mas se ele próprio fosse tão patriótico não estaria a cantar por outro país na Eurovisão.
  13. 9 points
    Portuguesas e portugueses, foi um orgulho fazer parte desta final icónica. A final mais inesperada de sempre deste pequeno concurso. Portugal did THAT Do 1º para o último. Resultado de pura m@rda. Resta esperar por Popota para 2019 com a primeira performance holográfica! relembrem-se: EUROVISÃO NÃO É ARTISTA
  14. 8 points
    No ano em que temos a Eurovisão em Portugal, dói sempre mais ver Portugal em último. Fomos um bocado injustiçados, fomos, mas também a delegação portuguesa não se esforçou muito ao nível do palco. Estando a cantar na nossa língua, deviam ter-se esforçado por passar a mensagem, o tema doutras formas, e o cenário era importante. Para quem percebe português tudo bem, mas isto não era o Festival RTP da Canção. Era preciso mais, e quem não entende português não deve ter entendido nada da música, não reteve nada, apesar da excelente prestação da Cláudia. É pena, porque a música é bonita e a intérprete (esquecendo a Isaura que foi só destoar) esteve muito bem.
  15. 8 points
    Eu quero, porquê há problema? Pelo menos o fogo de artificio para o ano está garantido, vão ser as bombas vindas do Iraque.
  16. 8 points
    Marcelo a cortar relações com Espanha depois dos 0 pontos.
  17. 8 points
    Parabéns Portugal, sinto um orgulho gigante pelo nosso país, excelente organização, excelentes espetáculos, um ano que passou a correr mas que foi tão bom de saborear cada momento, isto passou demasiado depressa mas foi muito bom parabéns RTP.
  18. 7 points
  19. 7 points
    Morto que afinal o truque para ganhar a Eurovisão não é ter vizinhos mas sim ter o máximo possível de estrangeiros no nosso coro para os júris desses países votarem em nós
  20. 7 points
    Cheguei há pouco a casa e ainda não acredito que houve uma edição do ESC em Portugal. É surreal! Quando o Salvador ganhou em Kiev, nunca pensei ir assistir à final em Lisboa. Gostei imenso das atuações ao vivo da Noruega, Portugal, Austria, Moldávia, Irlanda e Estónia (não adoro a música, mas do balcão onde eu estava dava para ver todo o vestido). Na minha opinião houve boas atuações e palcos que pareciam muito vazios, mas muitas delas ganham muito mais vida em televisão como a da Suécia e Chipre. A quantidade de câmeras faz toda a diferença e torna o espetáculo um luxo! Não gostei muito da atuação da Austrália, mas gostei da música. Talvez com outro palco, sem aquela estrutura e utilizando mais as luzes de fundo se safariam melhor. A organização do espetáculo é incrível e acontece tudo tão rápido, sendo que a parte que mais me fascinou foram as trocas de palcos. Tenho de destacar as músicas da Alemanha e do Reino Unido, surpreenderam-me ao vivo. E por falar em Reino Unido, fiquei cheio de pena da SuRie... Foi muito desagradável e ela soube manter a postura muito bem. Mereceu cada aplauso que recebeu depois. Em relação à vencedora, eu não tenho muito a dizer. A música fica na cabeça e as reações na Arena eram sempre de muito festivas. O mesmo acontecia com a música do Chipre e acho que até ser anunciado o segundo lugar houve muitas dúvidas. Não percebi uma coisa durante a distribuição dos votos: porque é que houve países a serem vaiados quando anunciavam os seus votos? Em suma, foi um espetáculo incrível - com muito do #AllAboard a acontecer e canções diferentes das outras - e acho que a RTP está de parabéns por toda a organização. Tenho de parabenizar a Netta mas gostava de ter visto a Irlanda, Alemanha, Noruega, ou até mesmo o Chipre a ganhar. Não sabia, mas quando fui ver quantas vezes Israel havia ganho notei um padrão (1978, 1979, 1998, 2018). Sei que falta um ano, mas estou curioso com o Festival da Canção 2019 e com a música que Portugal levará a Israel. Será em inglês?
  21. 7 points
    Pessoal entendam que as pessoas têm gostos diferentes. Já vi muitos comentários a detestar Israel, e também vi igualmente muitos comentários a dizer que foi uma vitória muito melhor que a música do ano passado (leia-se Salvador).
  22. 6 points
  23. 6 points
    E, pronto, assim o Salvador já foi perdoado. Imensa gente, pelo que vejo, está a criticar a vitória e dizem o quão triste é a diferença entre o vencedor do ano passado e o de este ano.
  24. 6 points
    Espanha a dar 12 pontos a Israel, olhem, Espanha era melhor quando era nossa.
  25. 6 points


×