Ambrósio

Memórias da TV Cabo

97 posts neste tópico

Grelhas antigas dos canais de Cabo:

Terça-Feira, 17 de Agosto de 2004:

Spoiler

SPORTTV

  • 09:10 Golfe
  • 09:40 Desportos Radicais
  • 10:10 Futebol - Premier League (rep.)
  • 13:00 Vários Desportos
  • 13:30 Automobilismo
  • 14:40 Basquetebol - Jogos Olímpicos: Sérvia e Montenegro X Itália (M)
  • 17:00 Vela
  • 17:40 Surfe
  • 18:30 Futebol - Jogos Olímpicos: Argentina X Austrália
  • 22:00 Informação

TELECINE PREMIUM

  • 08:30 Grande Sarilho
  • 09:55 A Máquina
  • 11:35 Station Jim - Um Herói de Quatro Patas
  • 13:10 Fenómeno 2
  • 14:40 Outra Questão de Nervos
  • 16:15 O mais louco verão americano
  • 17:50 Dívida de Sangue
  • 19:40 Vícios da Sétima Arte
  • 20:00 Divórcio de Milhões
  • 21:40 35 mm
  • 22:00 Viram-se Gregos Para Casar
  • 23:40 O Diário de Ellen Rimbauer

TELECINE GALLERY

  • 08:00 Cyrano de Bergerac
  • 10:20 De Olhos Abertos
  • 12:20 Querido Deus
  • 14:10 Dr. Fígado
  • 16:15 Ondas de Paixão
  • 18.50 Tombstone
  • 21:00 State and Main
  • 22:45 Piano Blues

CANAL HOLLYWOOD

  • 12:30 Havai
  • 15:09 Encontro com um desconhecido
  • 15:30 A Absolvição
  • 17:17 O Terceiro Carril
  • 17:30 Nunca Digas Adeus
  • 19:06 Encontro com o meu pai
  • 19:30 Asfalto Quente
  • 21:30 Dirty Work
  • 22:51 Sobremesas
  • 23:01 Nos Bastidores de Hollywood
  • 23:30 A Cinderela da Jamaica

GNT

  • 13:30 Diário de Olivier
  • 14:00 Alternativa: Saúde
  • 14:30 A Muralha
  • 16:00 Globo Esporte
  • 17:00 Saia Justa
  • 18:00 Programa do Jô
  • 19:30 Sexo Frágil
  • 20:00 Tropicaliente
  • 21:00 Quatro por Quatro
  • 22:00 Casseta & Planeta
  • 22:30 Sexo Frágil
  • 23:30 Programa do Jô

ODISSEIA

  • 13:00 O Cinema no Mundo: Índia
  • 14:00 A Baleia Azul
  • 15:00 Mudança de Sexo
  • 16:00 24 Horas na Vida de uma Cidade: Rio de Janeiro
  • 17:00 Prisma
  • 18:00 O Cinema no Mundo: Brasil
  • 19:00 Paraísos: Costa Rica
  • 20:00 A Invasão das Bactérias

CANAL PANDA

  • 13:00 Sakura
  • 13:30 Beyblade
  • 14:00 Os Cavaleiros de Mon Colle
  • 14:30 Jim Button
  • 15:00 Flipper & Lopaka
  • 15:30 Tabaluga
  • 16:00 A Carrinha Mágica
  • 16:30 As Aventuras da Mimi
  • 17:00 Jason e os heróis do Monte Olimpo
  • 17:30 Inspector Fabre
  • 18:00 Poochini
  • 18:30 Os Meus Padrinhos São Mágicos
  • 19:00 Doraemon
  • 19:30 Sakura
  • 20:00 Beyblade
  • 20:30 Gadget e os Gadgetinis
  • 21:00 Feiticeiros
  • 21:30 Poochini
  • 22:00 Cães Vadios
  • 22:30 Angela Anaconda
  • 23:00 Ficheiros Secretos de Espionagem Canina
  • 23:30 As Tartarugas Ninja
  •  

 

RenatoSimões, srcbica e João F. gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

A programação do Panda :crying:Muitos não me lembro, mas é muito nostálgico. Adorava ver o Jim Button, que está nessa lista, mas parece que ninguém se lembra disso.

Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Se alguém tiver mais grelhas antigas de canais da TV Cabo que coloque aqui :D Eu não sei se tenho mais... tenho aqui uma revista de 1991 que só tem da RTP1 e da RTP2, porque eram os ÚNICOS canais existentes na época xD

Editado por Ambrósio

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 23/07/2016 at 15:53, ATVTQsV disse:

Era sim:

 

Saudades do tempo em que havia várias revistas sobre o mundo da televisão por cabo e por satélite... - juntamente com a Tele Satélite, era uma das revistas que sempre comprava ;)

Sim, ela terminou cedo - ainda ressurgiu sob outros nomes, mas também despareceu há uns anos...

srcbica e Ambrósio gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Também havia uma revista chamada "Telecabo",aliás,eu tenho uma ainda aqui em casa do ano 2006 :P 

Aquilo vem quase com uma "bíblia" dedicada à programação dos canais da então na altura TVCabo. 

Editado por 7csc
Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 23 minutos, 7csc disse:

Também havia uma revista chamada "Telecabo",aliás,eu tenho uma ainda aqui em casa do ano 2006 :P 

Lembro-me de ver uma em Maio de 2011 no Pingo Doce do Braga Parque e afinal...

...era de Março do mesmo ano.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Canal 1, TV2, SIC e TVI
O que se sabe. Com imagem mais nítida, som mais claro. Da posição um, na TV Cabo, entregue ao Canal 1, à posição quatro, entregue à TVI. De acordo com a lei, os projectos Lusomundo-Multicanal e TVTel-Intercabo terão de distribuir também os dois canais públicos nos seus serviços básicos. A SIC e a TVI poderão ainda tirar vantagem dos distribuidores de cabo. Com a evolução da legislação do sector, elas poderão apostar, através do cabo, no desdobramento de emissões. Por exemplo: inverter a ordem dos horários nobres, rearranjar a programação de acordo com as áreas geográficas, núcleos de assinantes, tendo em conta classes sociais, escalões etários, interesses regionais, etc.
Menu
Posição 5, na TV Cabo. O mosaico, ponto de partida para a escolha dos outros canais. Para os amantes do «zap», a possibilidade de ver, ao mesmo tempo, a programação de 13 canais, sem som, mas com muitas imagens.
Eurosport
Canal de desporto, com sede no Reino Unido. Uma das revelações no satélite nos últimos anos. Da aeróbica ao futebol, do ténis ao golfe, ao boxe, ao voleibol, basquetebol ou ginástica. Uma espécie de CNN para o desporto. Canal em língua inglesa. Na posição 6 da TV Cabo, também presente no menu da Bragatel, projecto local para Braga liderado pela TVTel.
Posição 7 da TV Cabo. O mesmo do anterior, mas sob o rigor alemão. Destaque para os acontecimentos na Europa Central. E para os campeonatos nacionais de futebol.
Cinema: TNT e Hollywood Channel
Dois canais num só, um complementar do outro. O TNT, com a oferta do grupo de Ted Turner (TNT e Cartoon Network foram lançados em simultâneo nos EUA), o Hollywood, com aquilo que a indústria americana tem para mostrar. Filmes, filmes e mais filmes. O primeiro, nas 12 horas que restam ao Children's Channel (posição 10 no menu da TV Cabo), presta atenção especial aos «clássicos» dos anos 30, 40 e 50. O Hollywood prefere as superproduções. Nunca há intervalos para a publicidade. Mas a dobragem em castelhano, por vezes, pode ser um risco (é a segunda língua mais falada nos EUA). Nas primeiras semanas de lançamento do serviço poderão ser vistos filmes como «A Casa do Lago», de Mark Rydell, ou «Daddy Nostalgie», de Bertrand Tavernier. Pela madrugada dentro, pode surgir um ou outro filme mais ousado. Como o «clássico» «Por trás da Porta Verde», uma espécie de «Garganta Funda» discreto (o projecto da TVTel é que teve o bom senso comercial de arriscar o Adult Channel). A programação dos filmes é repetida regularmente. Um e o outro também estão presentes nos menus da TVTel.
Teleuno
Se é série produzida pela Aaron Spelling, está lá. Melrose Place, Beverly Hills 91210, Malibu 2010 são obrigatórias. Mas também as velhas produções norte-americanas com sucesso comprovado nas «hertzianas». É o caso de Dallas, Oito e Basta, O Barco do Amor ou Uma Casa na Pradaria. Ou ainda Burke's Law, North of 60, Acapulco Heat, Hearts of the West. Em castelhano. Um canal detido pela Spelling Satellite Network, em que participa a Blockbuster Entertainment, também detida pela Philips. Posição 10, no menu da TV Cabo. Entre as ofertas da Bragatel, projecto da TVTel.
Cartoon Network
Posição 10 no menu da TV Cabo. Os melhores desenhos animados cujos direitos de exibição a Turner Broadcasting Systems conseguiu comprar no mercado norte-americano. São 12 horas de emissão por dia em que os «clássicos» da animação se misturam com outros mais recentes -- os Flintstones, com o filme nos ecrãs, foram a sensação do Verão. Com um pouco de sorte, até um adulto se arrisca a ver os clássicos de Hannah e Barbera, Chuck Jones, Tex Avery. Às vezes nota-se a falta de contraponto com as produções dos estúdios da UPA (Mister Magoo e assim). Nas outras 12 horas ficam os filmes do TNT. Também presente na oferta do projecto TVTel.
Discovery
Há três anos, o Discovery atreveu-se a transmitir os documentários de John Ford sobre a II Guerra Mundial: o desembarque da Normandia, a guerra no Pacífico. Bastava isso para recomendar o Discovery. O seu passado. Mas o presente não vai mal. Com o aumento das redes de cabo, com as horas de emissão para preencher, investe agora cerca de 25 milhões de dólares, por ano, na produção de documentários sobre natureza, ciência a tecnologia. No canal 11 da TV Cabo, na lista de ofertas da Bragatel.
Travel Channel
O espírito da viagem, mais do que a descoberta de simples destinos turísticos. Tem rubricas como Holiday Destinations e Runaway with the Rich and the Famous. Mas deixa imagens dos Barbados, do Quénia, Nassau. Canal 12, na TV Cabo. Também na Bragatel, do projecto TVTel.
Foi o exemplo máximo da «televisão pura» para uma personalidade como Andy Warhol, quando do seu lançamento nos EUA, no começo da década de 80. Nada mais tinha do que «videoclips» e publicidade. Hoje existem as suas variantes para a Europa, a América Latina, os países nórdicos... É a música anglo-americana, a sua oferta, e é com algum cuidado que arrisca outras aventuras. No canal 13 da TV Cabo, também na lista de ofertas da Bragatel, da TVTel.
Há cinco anos, François Thiellet, quadro superior da francesa Général de Depôts, propôs à administração da empresa aquilo que o mercado pedia, passado o sucesso da revelação da MTV: um canal que tirava a lição suprema da norte-americana (a exploração do «videoclip») e arriscava outras músicas para lá da norte-americana -- francesa, sobretudo, mas também africana, latino-americana e muitas mais. A Général de Depôts aceitou o desafio, como aceitaram os seus parceiros sociais, a Société Général des Eaux, o Canal Plus, a Lyonnaise des Eaux, a Polygram France e a Sony. Cinco anos depois, no mercado interno, a MCM («meu canal musical») lidera em relação à MTV. É também pela diversidade que, a partir de agora, a MCM se arrisca a levar música portuguesa: Madredeus, Pedro Abrunhosa, GNR ou Xutos e Pontapés. Agora, François Thiellet pensa no lançamento de um outro canal para satélite e cabo: um canal de jazz e música clássica. No canal 14 da TV Cabo, na lista da Bragatel do projecto TVTel.
Viva
Participado pela Time Warner, a Viva tem base na Alemanha. Se algo o pode definir, passa pela mistura de conceitos entre a MTV e a MCM. Com música alemã pelo meio. No canal 15 da TV Cabo.
É a CNN de Ted Turner, o canal de informação que fez do mundo uma «aldeia global». Conhecido entre os consumidores de televisão por satélite -- e não só. No canal 16 da TV Cabo. Também entre a oferta da Bragatel.
Euronews
A primeira resposta à produção de acontecimentos «made in USA» promovida pela CNN. Conta com a participação das principais televisões europeias (inclusive a RTP). Além de noticiários, os documentários, os magazines e o trabalho de divulgação das culturas europeias. No canal 17 da TV Cabo, também na grelha da Bragatel.
Sky News
A visão britânica da actualidade. De algum modo, «a CNN de Sua Majestade». Um canal já conhecido dos consumidores portugueses de televisão por satélite. Noticiários hora a hora. Na posição 18 da TV Cabo, na lista de oferta da Bragatel.
TVE Internacional
Uma espécie de RTP Internacional, muito mais variada e rica, na versão castelhana da televisão pública RTVE. Pensa no mercado latino-americano. Tem espaços de informação, inúmeras telenovelas, passatempos e muitos documentários e magazines de informação. Na posição 19 da TV Cabo, entre a oferta da Bragatel do projecto TVTel.
Galavision
O «canal das estrelas» mexicanas. Telenovelas hispanas atrás de telenovelas hispanas. E música latino-americana, mais informação. Mas, de toda a programação, são os dramas de «estrelas» várias e de todas as «mulheres proibidas» aquilo que ressalta. Na posição 20 da TV Cabo. Também na oferta da Bragatel.
Rai Uno
Deu dores de cabeça a Berlusconi, o que só confirma o facto de ser «o canal de maior prestígio em Itália». Programação generalista, das séries norte-americanas (dobradas em italiano) aos filmes, dos documentários aos concursos, variedades, espectáculos e versões das telenovelas. E informação. No canal 21 da TV Cabo. Também na lista da Bragatel, do projecto TVTel.
Rai Due
Complementa a programação do primeiro canal da televisão pública italiana, com particular destaque para os filmes e séries norte-americanas. Preocupações maiores com a informação. E os grandes concursos. No canal 22 da TV Cabo; entre os escolhidos para o projecto TVTel.
NBC Super Channel
Exemplo da forte presença norte-americana na televisão por satélite da Europa. Uma programação centrada na informação (muito distante do início, a meio dos anos 80, quando os «videoclips» eram o lema), com escolha rigorosa de filmes, séries e magazines de divulgação. O canal em que a Europa se pode espantar com Jay Leno, o «entertainer» revelação da América no último ano. No canal 23 da TV Cabo, entre as propostas da Bragatel.
BBC World Service
A BBC por si só. O serviço público de referência na Europa. A televisão que criou séries tão importantes como Sim Senhor Ministro, Lovejoy ou documentários como «Arena, o Espírito de Lorca», de memória recente na televisão portuguesa. Uma selecção do que melhor a BBC One e a BBC Two mostram, nas emissões internacionais daquela que ainda se dá ao luxo de se definir apenas por BBC. Atenção aos sábados e domingos à noite: há teatro, drama e comédia. No canal 24 da TV Cabo. Também na lista da Bragatel do projecto TVTel.
Se se pensar no melhor que as televisões em língua francesa têm para oferecer, tem de se pensar no canal que o retransmite, por satélite, a TV5. Das produções de informação da belga RTBF, como Strip Tease, ao Sacré Soirée, espectáculo parisiense de Jean-Pierre Foucault. E, claro, Bouillon de Culture, de Bernard Pivot, com que «continuou» o seu Apostrophes. No canal 25 do menu da TV Cabo. Entre a oferta do serviço Bragatel.
BBC News
A informação da BBC. A lançar em breve. No canal 26 da TV Cabo.
Deutsch Wella
Informação e entretenimento, num canal em língua alemã. Mas também em castelhano, sempre que os produtos e os mercados o justifiquem. No canal 27 da TV Cabo.
Canal generalista alemão, um dos históricos da televisão por satélite. Séries norte-americanas, «clássicos» do cinema, magazines de informação, todas as séries e «soaps» norte-americanas que se podem ver (ou ter visto) na televisão portuguesa. Sempre dobrado em alemão. Na posição 28 da TV Cabo. Nas distribuidoras do projecto TVTel, como a Bragatel, terá um contraponto interessante na 3.SAT.
Junior
Canal de programação infantil em língua francesa. A lançar em breve. Na posição 29 da TV Cabo.
Conhecido dos espectadores portugueses de televisão por satélite. Tutti Frutti, há dois anos, a versão original de Água na Boca, chamou as atenções. Depois ficou a referência das suas «madrugadas quentes», os filmes e as séries de origem norte-americana. E o magazine de informação Explosiv. Uma peça no império CLT (parceiro da TVI), maior do que o Luxemburgo, onde tem sede.

Fonte: http://web.archive.org/web/20070613135200/http://quexting.di.fc.ul.pt/teste/publico94/ED941012.txt

srcbica e Ambrósio gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Alguém lembra-se que na TVCabo (Serviço Digital) os 4 canais generalistas estavam nas posições 31, 32, 33 e 34 e a Sport TV estava na posição 1?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
On 24/07/2016 at 23:48, RCP disse:

Relativamente ao meus colegas de escola, só tive a Cabovisão em setembro de 2004. Muitos deles - ou melhor, os pais :) - colocaram entre 2000 e 2002/3

A primeira operadora de televisão por cabo que a minha familia aderiu foi a Cabovisão (acho que por entre 2000-2002 e ficamos até Janeiro deste ano quando mudámos para a MEO (podia ter sido mais cedo - ou com eles ou com a ZON (de preferência pela última. É curioso que na nossa rua ainda não haja "cabelagem" fibra deles) - se não fosse pelo facto de que a minha rua ainda não estava "cabelada")

Antes disso, só tinha parabólica - mas, sempre que podia, comparava a Guia TV Cabo e deliciava-me pelo mundo do cabo e dos canais que havia. Em meados dos anos 90, também obtive um pack promocional da TV Cabo que incluia um dossier com páginas informativas acerca dos canais que eles tinham na altura + uma K7 (cassete) video onde não só explicavam o que era a televisão por cabo, mas também introduziam os canais que tinham nessa altura...

Editado por LAboy 456
srcbica e Rangel gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 horas, LAboy 456 disse:

A primeira operadora de televisão por cabo que a minha familia aderiu foi a Cabovisão (acho que por entre 2000-2002 e ficamos até Janeiro deste ano quando mudámos para a MEO (podia ter sido mais cedo - ou com eles ou com a ZON (de preferência pela última. É curioso que na nossa rua ainda não haja "cabelagem" fibra deles) - se não fosse pelo facto de que a minha rua ainda não estava "cabelada")

Antes disso, só tinha parabólica - mas, sempre que podia, comparava a Guia TV Cabo e deliciava-me pelo mundo do cabo e dos canais que havia. Em meados dos anos 90, também obtive um pack promocional da TV Cabo que incluia um dossier com páginas informativas acerca dos canais que eles tinham na altura + uma K7 (cassete) video onde não só explicavam o que era a televisão por cabo, mas também introduziam os canais que tinham nessa altura...

Era bom se alguém digitalizasse este material todo...

EDIT: Promos e separadores da Tele Uno, antepassado do AXN da América Latina, que chegou a estar na grelha da TV Cabo:

Infelizmente davam as promos com a hora "uniforme", sendo que o canal parecia que emitia de Miami e tinha os programas com o seu fuso horário (-5 horas).

Editado por ATVTQsV
Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 11 horas, Ambrósio disse:

Alguém se lembra do canal "Infinito"? Eu lembro-me vagamente, não dava em português e espanhol?

Era. O Infinito era um canal produzido na Argentina e foi criado em 1994 como um canal generalista de documentários para toda a América Latina, tipo Odisseia. Foi fundado pela empresa Imagen Satelital. Uns anos mais tarde mudou para o tema do oculto e, anos mais tarde, adicionou programas sobre terapias alternativas. Em 2006, quando chegou a Portugal com uma versão localizada, feita para o nosso mercado, tinha ambos os géneros de prorgamação, e, para mim, metia muito medo.

Em 2007, o canal (que na altura já pertencia à Claxson do grupo Cisneros da Venezuela) foi vendido à Turner juntamente com um pacote de mais cinco canais exclusivos para o mercado da América Laitna (HTV e Much - música, Space, Retro e I-Sat - filmes e séries). Os efeitos já se estavam a sentir. Quando o Infinito mudou de imagem em 2009 o Retro foi sucumbido para dar lugar ao canal TruTV e boa parte da programação da Retro mudou-se para o TCM deles. Nesta fase, o Infinito mudou de slogan para "realidade que supera a ficção" mas tal formato não acabou por sucumbir à vontade da Turner (isto aconteceu depois do Infinito sair de Portugal). Nos seus últimos anos na América Latina passou a ser um canal de reality shows duvidosos até que no ano passado fizeram a vontade de fechar o canal de uma vez por todas. Foi substituído pelo TNT Series por aquelas bandas.

Ironicamente, um canal chamado Infinito teve o seu fim.

Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Vídeos da extinta Clix SmarTV:

Uma mostra da má qualidade do serviço em 2008. Inclui um excerto da meteorologia com Mário Crespo e as suas efemérides (descontinuadas antes da sua reforma) e um pouco do QQSM de 2008, mas com defeito.

Funcionalidades:

Reportagem da Exame Informática a comparar a Clix SmarTV com a MEO:

 

Análise "deprimente" ao vídeo anterior, inspirado nos Gato Fedorento

Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Hoje comemoramos o décimo aniversário da SIC Comédia, e não há nada melhor do que recordar o canal.

O canal misturava séries antigas estrangeiras com as comédias que a SIC produziu, mais algum conteúdo original como "O Quadrado das Bermudas". Foi neste canal que comecei a gostar de ver "O Programa da Maria", série que tem muitos sketches perdidos.

O plano original de Nuno Markl caso o canal fechasse foi o seguinte:
"Cheguei a propor ao Ricardo Palacin, director do canal, que eu e o Francisco Palma - ambos devidamente vestidos com os fatos-macaco cor-de-laranja e o Palma devidamente transformado no Orlando Panhões - terminássemos a SIC Comédia, com o Panhões dando a machadada final (literal) no último minuto de vida da estação. Infelizmente não foi possível concretizar a ideia. Não sei se o Palacin preparou alguma coisa para o fecho ou se a SIC Comédia dará um último suspiro suave, discreto e indolor, mas vou deixar o final a gravar, para mais tarde recordar."

LFTV e ruio1999 gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 horas, ATVTQsV disse:

Hoje comemoramos o décimo aniversário da SIC Comédia, e não há nada melhor do que recordar o canal.

O décimo aniversário do fim da SIC Comédia, queres dizer. ;)

LFTV e JDaman gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

O projecto de TV paga da SIC que nunca devia ter acabado.

Mas hey, ao menos agora temos a SIC Caras, esse portento televisivo do outro mundo...

Fiquem Bem.

Editado por JDaman

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

É pena que a SIC nunca tenha manifestado grande interesse em ressuscitar o canal, nomeadamente num contexto em que a SIC Radical se virou cada vez mais para realities e outros géneros. Embora hoje, com toda a concorrência que entretanto surgiu, talvez a SIC Comédia tivesse dificuldade em comprar os direitos de muitas séries.

Ambrósio gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora