Rodolfo

Sexualidade

10347 posts neste tópico

Dia da Mulher

Todo 8 de março é a mesma coisa: canso de ouvir frases como: “Mas dia da mulher é todo dia”, “Se tem um dia da mulher, por que não tem um dia do homem?”, ou ainda “Parabéns pelo seu dia”. É preciso entender o sentido da data. Esse não é um dia de celebração, mas de exigir direitos. Tentar transformá-lo em uma data comemorativa como o Dia dos Namorados e encher as mulheres de flores e bombons é esvaziar seu significado e destitui-lo de importância.


O Dia Internacional da Mulher serve para lembrar as desigualdades de gênero, tão comuns no Brasil e no mundo e para aproveitar espaços e discutir essas disparidades. A data foi reconhecida pela ONU na década de 1970, mas avançamos pouco desde então, no que diz respeito a direitos.


Embora nem todas as mulheres concordem sempre, algumas reivindicações são compartilhadas por quase todas as mulheres que desejam viver em uma sociedade mais igualitária:


1) FIM DAS VIOLÊNCIAS A cada 1:30 hora, uma mulher morre de causa violenta no país (IPEA). Pelo menos 4 mulheres foram assassinadas por dia pelos parceiros ou ex-parceiros em 2013 (Mapa da Violência 2015). Em 2014, 405 mulheres sofreram violência por dia e precisaram de atendimento no SUS (MdV), sendo que quase 68% dos casos foram cometidos por parentes imediatos ou parceiros/ex-parceiros.
Os dados servem para ilustrar aquilo que já sabemos: as mulheres são as principais vítimas de violência doméstica. Além desse tipo de agressão, somos assediadas nas ruas, no trabalho, nos meios de transporte, em locais públicos e privados. Foram 47 mil ocorrências de estupro denunciadas (atenção para isso, pois sabemos que esse é um dos crimes em que há mais subnotificações) apenas em 2014 (Fórum Bras. de Segurança Pública).
Ainda estamos engatinhando na prevenção e na punição dos casos de violência contra a mulher e no acolhimento e tratamento, quando é o caso, das vítimas. Hoje o sentimento mais comum quando se conversa com as mulheres sobre violência é um só: medo.


2) GARANTIA DOS DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS Queremos direitos que nos permitam viver a própria sexualidade com prazer e liberdade. Para isso, precisamos de educação sexual nas escolas, acesso a métodos contraceptivos, orientação sexual e cuidados com a saúde em postos, unidades de saúde e hospitais. Queremos ter direito ao planejamento familiar, que inclui a descriminalização do aborto. A mulher que decide abortar precisa ser amparada. Uma em cada cinco mulheres já abortou (PNA). É correto deixar milhares de mulheres abandonadas à própria sorte? Até quando vamos ignorar o fato de que são as mulheres pobres que morrem em procedimentos mal feitos?


3) EQUIDADE SALARIAL E DIVISÃO DO TRABALHO DOMÉSTICO Mulheres ganham 68% do salário dos homens (Fórum Econômico Mundial); 90% das mulheres realizam tarefas domésticas, que incluem o cuidado com os filhos, enquanto 40% dos homens desempenham as mesmas atividades (Unicamp). Elas dedicam 25 hs semanais à casa e à família; eles, 9 hs por semana. Há 5,5 milhões de crianças que não foram sequer registradas pelos pais. Isso sem contar as milhares de mães que criam os filhos sozinhas.
Reivindicamos salários iguais e maior participação dos homens no cuidado com a casa e os filhos, que, afinal, são tanto deles quanto nossos. Os cuidados diários com as crianças e a responsabilidade pela sua educação devem ser atribuições de ambos.


4) Por fim, é importante lembrar que não existe uma categoria hegemônica chamada “mulheres”. Somos muitas, e somos diferentes, com demandas distintas. É preciso sempre levar em conta a classe social, a raça, a orientação sexual e outros fatores quando discutimos direitos das mulheres. Mas se é verdade que somos várias e diversas, também é fato que juntas somos mais fortes. E que ainda há muito trabalho a fazer.

 

JoanaSantos, Ambrósio e srcbica gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 8 horas, Ambrósio disse:

Nem sabia, fui pesquisar e cá está! https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do_Homem

É a 19 de Novembro! Penso que tem a ver com o Movember e/ou com o No Shave November...

 

É assim,  existe dia pra tudo, portanto se existe dia pra Mulher tinha que haver um pro Homem. A diferença e que a maioria dos homens está-se a lixar pra esse dia, mas isso já é outra conversa. Esses dias servem principalmente pra fazer negócios e vender coisas.

Ambrósio e JoanaSantos gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 14 horas, Ambrósio disse:

Nem sabia, fui pesquisar e cá está! https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_Internacional_do_Homem

É a 19 de Novembro! Penso que tem a ver com o Movember e/ou com o No Shave November...

 

Pensava que era no dia 9 de março (pelo menos é o que a minha avó costuma dizer).

E sabiam que o Dia da Mulher é feriado na Rússia e na Ucrânia?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 5 minutos, Televisão 10 disse:

Pensava que era no dia 9 de março (pelo menos é o que a minha avó costuma dizer).

E sabiam que o Dia da Mulher é feriado na Rússia e na Ucrânia?

É feriado... mas na Rússia acabaram de legalizara violência doméstica contra as mulheres (e a ideia veio de uma mulher). De que serve o feriado mesmo, só pra fazerem uma festa e comprarem uns perfumes? São coisas que não me entram na cabeça.

JoanaSantos, LFTV, Ambrósio e 1 outro gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 35 minutos, JoãoCruz disse:

Triste realidade... às vezes tenho vergonha de ser homem :|

Os homens são criticados/insultados pelo mesmo: mulherengos, porcos, traidores, etc. E acho irónico que algumas feministas atuais dizem querer a igualdade mas continuam a desfrutar de benefícios que os homens não tem (por exemplo pagarem menos para entrarem em certos estabelecimentos, o que é claramente descriminação; o facto de serem no geral mais bem tratadas e de haver maior preocupação com o seu bem estar, de serem livres de se expressarem emocionalmente, etc). E no Brasil por exemplo só os homens é que tem que fazer a escravatura militar (que devia ser abolida para os dois géneros como é óbvio, mas lá está, é um beneficio que as mulheres tem).

Chega o dia da Mulher e é descontos em roupas, perfumes, etc. No dia do Homem isso acontece? Claro que não. Elas vão se preocupar com isso? Não. Mas depois dizem que não há igualdade, enquanto usufruem de várias regalias que os homens não tem.

Já para nem falar que as mulheres saem impunes de agressões contra namorados (sim, dar estaladas é uma agressão, apesar das feministas parecerem esquecer isso...). E nem vamos falar de violações ou assédios sexuais, porque aí então...

Falam tanto em desigualdade para as mulheres, mas eu nunca tive nenhum beneficio por ser homem, zero. Onde estão os benefícios para os homens? Gostava de saber, porque até agora não tive nenhum.

Pimpolho e João_O gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 7 minutos, Forbidden disse:

Os homens são criticados/insultados pelo mesmo: mulherengos, porcos, traidores, etc. E acho irónico que algumas feministas atuais dizem querer a igualdade mas continuam a desfrutar de benefícios que os homens não tem (por exemplo pagarem menos para entrarem em certos estabelecimentos, o que é claramente descriminação; o facto de serem no geral mais bem tratadas e de haver maior preocupação com o seu bem estar, de serem livres de se expressarem emocionalmente, etc). E no Brasil por exemplo só os homens é que tem que fazer a escravatura militar (que devia ser abolida para os dois géneros como é óbvio, mas lá está, é um beneficio que as mulheres tem).

Chega o dia da Mulher e é descontos em roupas, perfumes, etc. No dia do Homem isso acontece? Claro que não. Elas vão se preocupar com isso? Não. Mas depois dizem que não há igualdade, enquanto usufruem de várias regalias que os homens não tem.

Já para nem falar que as mulheres saem impunes de agressões contra namorados (sim, dar estaladas é uma agressão, apesar das feministas parecerem esquecer isso...). E nem vamos falar de violações ou assédios sexuais, porque aí então...

Falam tanto em desigualdade para as mulheres, mas eu nunca tive nenhum beneficio por ser homem, zero. Onde estão os benefícios para os homens? Gostava de saber, porque até agora não tive nenhum.

Concordo com algumas coisas. E aquilo de "primeiro as mulheres", não tem sentido nenhum, elas não são superiores, isso que se chama de cavalheirismo é uma estupidez.

Forbidden gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

@Forbidden talvez porque nós, homens, já somos beneficiados na maoria do tempo? lol Eu acho que não tem comparação possível... falas em descontos no dia da Mulher, no militar (que concordo, na Suiça é assim também), entre outros, mas o que está em causa aqui é o bem estar da mulher e o porquê de serem tratadas e vistas de maneira diferente em relação ao homem em várias situações. Um homem é chamado de porco, mulherengo e afins quando o é na verdade; nunca chamas isso a um homem "normal". Agora se uma mulher usar algo mais ousado, se dançar que nem louca na discoteca e por aí fora é vulgar. Onde está a igualdade? Onde é que o homem aqui "sofre"? Pois, lá está. 

Outra cena completamente estúpida é o facto da mulher nem sempre ganhar o mesmo ordenado que o homem em trabalhos exatamente iguais. Tipo wtf? Mas isso já é assunto para outra conversa, partilhei aquilo porque fala no termo "vulgar" e assuntos semelhantes. Não faz sentido. A mulher é dona de si mesma, faz o que quiser com o corpo e com a vida dela.

Editado por JoãoCruz
himym gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 5 minutos, JoãoCruz disse:

@Forbidden talvez porque nós, homens, já somos beneficiados na maoria do tempo? lol Eu acho que não tem comparação possível... falas em descontos no dia da Mulher, no militar (que concordo, na Suiça é assim também), entre outros, mas o que está em causa aqui é o bem estar da mulher e o porquê de serem tratadas e vistas de maneira diferente em relação ao homem em várias situações. Um homem é chamado de porco, mulherengo e afins quando o é na verdade; nunca chamas isso a um homem "normal". Agora se uma mulher usar algo mais ousado, se dançar que nem louca na discoteca e por aí fora é vulgar. Onde está a igualdade? Onde é que o homem aqui "sofre"? Pois, lá está. 

Outra cena completamente estúpida é o facto da mulher nem sempre ganhar o mesmo ordenado que o homem em trabalhos exatamente iguais. Tipo wtf? Mas isso já é assunto para outra conversa, partilhei aquilo porque fala no termo "vulgar" e assuntos semelhantes. Não faz sentido. A mulher é dona de si mesma, faz o que quiser com o corpo e com a vida dela.

Somos beneficiados em quê? Ainda não disseste um único beneficio que os homens tenham que as mulheres nao tenham também, nem desmentiste os benefícios que as mulheres tem e os homens não (e nem poderias, porque são factos).

Em casos de violência doméstica ou violação, as pessoas só se preocupam com as mulheres. Os homens também são vítimas mas as pessoas não querem saber e ainda são gozados por isso se for preciso. Todas as campanhas de ajuda são dirigidas às mulheres, os homens são ignorados. Isto é mentira?

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 minutos, Forbidden disse:

Somos beneficiados em quê? Ainda não disseste um único beneficio que os homens tenham que as mulheres nao tenham também, nem desmentiste os benefícios que as mulheres tem e os homens não (e nem poderias, porque são factos).

Em casos de violência doméstica ou violação, as pessoas só se preocupam com as mulheres. Os homens também são vítimas mas as pessoas não querem saber e ainda são gozados por isso se for preciso. Todas as campanhas de ajuda são dirigidas às mulheres, os homens são ignorados. Isto é mentira?

Eu partilhei o vídeo para falarmos sobre aquele tipo de situações, não para irmos à procura dos benefícios de cada um, visto que fazes isso com frequência e ninguém pode contrariar :rolleyes: Eu não defendo todas as lutas das feministas porque há coisas em que, de facto, também nós somos prejudicados, mas no dia a dia (e agora a ver com o vídeo), sim, estamos numa situação bem mais agradável que a mulher. Mas vá, começa a divagar para aí e a distorcer o assunto do vídeo :rolleyes: 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 29 minutos, Forbidden disse:

Os homens são criticados/insultados pelo mesmo: mulherengos, porcos, traidores, etc. E acho irónico que algumas feministas atuais dizem querer a igualdade mas continuam a desfrutar de benefícios que os homens não tem (por exemplo pagarem menos para entrarem em certos estabelecimentos, o que é claramente descriminação; o facto de serem no geral mais bem tratadas e de haver maior preocupação com o seu bem estar, de serem livres de se expressarem emocionalmente, etc). E no Brasil por exemplo só os homens é que tem que fazer a escravatura militar (que devia ser abolida para os dois géneros como é óbvio, mas lá está, é um beneficio que as mulheres tem).

Chega o dia da Mulher e é descontos em roupas, perfumes, etc. No dia do Homem isso acontece? Claro que não. Elas vão se preocupar com isso? Não. Mas depois dizem que não há igualdade, enquanto usufruem de várias regalias que os homens não tem.

Já para nem falar que as mulheres saem impunes de agressões contra namorados (sim, dar estaladas é uma agressão, apesar das feministas parecerem esquecer isso...). E nem vamos falar de violações ou assédios sexuais, porque aí então...

Falam tanto em desigualdade para as mulheres, mas eu nunca tive nenhum beneficio por ser homem, zero. Onde estão os benefícios para os homens? Gostava de saber, porque até agora não tive nenhum.

Eu concordo com algumas coisas que dizes, mas é certo que as mulheres antigamente sofreram muito antes da emancipação, apenas serviram para "ficar ao lado de um cara", tomar conta dos filhos e da casa e assim... A mulher também sofreu muito e ainda sofre, principalmente no Médio Oriente em que tratam-na como lixo se for preciso. E quando um homem come todas é o rei, uma mulher é chamada de p*ta, também há isso...

Mas também temos o lado em que os homens sofrem, como isso de pagarmos mais nas discotecas (que acho super injusto, nem todos vão para os bares engatar), como não expressarem tanto os sentimentos senão são vistos como fracos, o facto de ser estranho não gostarem de desporto (se bem que isso agora está a mudar), menosprezarem o facto de os homens serem agredidos, violados, etc. Lá está, a desigualdade existe em ambos os géneros, e atualmente a mulher não sofre tanto como sofria há uns tempos atrás, mas ainda há casos que são ocultos.

himym gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 36 minutos, JoãoCruz disse:

Um homem é chamado de porco, mulherengo e afins quando o é na verdade; nunca chamas isso a um homem "normal". Agora se uma mulher usar algo mais ousado, se dançar que nem louca na discoteca e por aí fora é vulgar. Onde está a igualdade? Onde é que o homem aqui "sofre"? Pois, lá está. 

Ok o homem pode ser isso tudo quando o é, agora quando é que a mulher é vulgar? Já vimos que não ´por "uma mulher usar algo mais ousado, se dançar que nem louca na discoteca e por aí fora é vulgar." por isso quando é? Se calhar nunca, a mulher não é vulgar, mas o homem é porco e mulherengo. E não estou a dizer que ela é por fazer aquilo, atenção.

@Forbidden Não são elas que têm qu lutar pelos nossos direitos, somos nós, mas facto é que a maioria dos homens se está a c*gar para isso, e nem vêem certas coisas como descriminação, e sinceramente acho que os únicos homens que são discriminados em relação à mulher são mesmo os gays.

Editado por Duarte com D

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 minutos, Duarte com D disse:

Ok o homem pode ser isso tudo quando o é, agora quando é que a mulher é vulgar? Já vimos que não ´por "uma mulher usar algo mais ousado, se dançar que nem louca na discoteca e por aí fora é vulgar." por isso quando é? Se calhar nunca, a mulher não é vulgar, mas o homem é porco e mulherengo. E não estou a dizer que ela é por fazer aquilo, atenção.

@Forbidden Não são elas que têm qu lutar pelos nossos direitos, somos nós, mas facto é que a maioria dos homens se está a c*gar para isso, e nem vêem certas coisas como descriminação, e sinceramente acho que os únicos homens que são discriminados em relação à mulher são mesmo os gays.

Isso é verdade, por isso mesmo é que eu falo dessas coisas por aqui, ainda que já saiba que me vão logo criticar por isso. Grande parte dos homens ainda não acordaram, nem percebem as formas como são prejudicados.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

se não há discriminação nenhuma, porque razão tem de vir aí uma lei de quotas para fazer face à percentagem rídicula de mulheres nas administrações das empresas? confesso que não amo a ideia, mas são capazes de me dizerem o porquê de sermos tão poucas nesses sítios?

outra coisa deve haver alguma epidemia de mulheres a violar homens que eu desconheça. tens conhecimento de alguma coisa @Forbidden? É que se eu dissesse que há uma epidemia ao contrário, atiravas-te ao ar a pedir provas. já as mulheres mortas fruto de violência doméstica e afins são muitas e todos o sabemos. coitadas morreram sem saber que são melhores tratadas.

depois adoro quando vem com a conversa das discotecas e descontos e afins como se as mulheres tivessem culpa que seja assim ou serem grupos de feministas a exigirem isso, e não decisões muitas vezes baseadas em sexismo e/ou puramente comerciais. já sobre serem preciso leis para as mulheres ganharem o mesmo nem um pio.

Editado por joanna
srcbica, JoãoCruz e himym gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 1 minuto, joanna disse:

se não há discriminação nenhuma, porque razão tem de vir aí uma lei de quotas para fazer face à percentagem rídicula de mulheres nas administrações das empresas? confesso que não amo a ideia, mas são capazes de me dizerem o porquê de sermos tão poucas nesses sítios.

outra coisa deve haver alguma epidemia de mulheres a violar homens que eu desconheça. tens conhecimento de alguma coisa @Forbidden? É que se eu dissesse que há uma epidemia ao contrário, atiravas-te ao ar a pedir provas. já as mulheres mortas fruto de violência doméstica e afins são muitas e todos o sabemos. coitadas morreram sem saber que são melhores tratadas.

Joanna sabes muito bem que a maioria dos homens vitimas de violencia domestica ou violação não apresenta queixa, isso é sabido por quem estuda o assunto. Portanto não dá pra ter noção do tamanho da situação, mas ela existe sim. E eu nao disse que era "epidemia".

Mas quando tens mulheres que podem dar estalos nos homens e humilha-los e as pessoas ainda acham graça ou não querem saber, ou dizem que foi merecido... e sabes bem que isto é verdade.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Há discriminação por parte às mulheres sim, e ainda há muito caminho a percorrer, agora essa treta do "mulher vulgar, homem machão", deitem-se ao rio se é essa a vossa prioridade.

Editado por Duarte com D

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 16 minutos, Forbidden disse:

Joanna sabes muito bem que a maioria dos homens vitimas de violencia domestica ou violação não apresenta queixa, isso é sabido por quem estuda o assunto. Portanto não dá pra ter noção do tamanho da situação, mas ela existe sim. E eu nao disse que era "epidemia".

Mas quando tens mulheres que podem dar estalos nos homens e humilha-los e as pessoas ainda acham graça ou não querem saber, ou dizem que foi merecido... e sabes bem que isto é verdade.

sabes que há muitas mulheres que também não apresentam queixa, não sabes? Eu só sei que podes falar da violência doméstica contra os homens, sem desvalorizar a que as mulheres sofrem também. E tu passas a vida a fazer isso. Ainda por cima há muitas mulheres mortas por este tipo de violência, já homens, e ainda bem, são poucos.

já agora que pessoas são essas que acham piada a estaladas a homens e etc? onde é que viste isso? pode existir, mas a vida não é uma novela.

os homens hetero nunca tiveram de lutar por nada, por isso esta coversa da discriminação...

Editado por joanna

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 11 minutos, joanna disse:

sabes que há muitas mulheres que também não apresentam queixa, não sabes? Eu só sei que podes falar da violência doméstica contra os homens, sem desvalorizar a que as mulheres sofrem também. E tu passas a vida a fazer isso.

já agora que pessoas são essas que acham piada a estaladas a homens e etc? onde é que viste isso? pode existir, mas a vida não é uma novela.

os homens hetero nunca tiveram de lutar por nada, por isso esta coversa da discriminação...

Eu nunca desvalorizei as mulheres que sofrem violência doméstica, isso é invenção tua.

Quanto as estaladas, basta veres nos Reality Shows quando as mulheres agridem os homens e saem impunes por exemplo.

Os homens hetero não lutaram por nada?!  Claro que não, não tiveram que lutar pra ter direitos no trabalho, para haver democracia, liberdade, não, tudo isso caiu do céu e os homens não lutaram por nada disso.

Editado por Forbidden

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 14 minutos, joanna disse:

já agora que pessoas são essas que acham piada a estaladas a homens e etc? onde é que viste isso? pode existir, mas a vida não é uma novela.

Tantas, aliás uma mulher que levante a mão a um homem é uma mulher de fibra, de garra, e o homem um frouxo que levou no focinho de uma mulher, mas se ele se tentar defender é um covarde, e cai uma corja de machos em cima para defender a mulher, já vi muita situação assim.

Filipe Luís, Pimpolho e Forbidden gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora