Luiz Felipe

Memórias da Televisão Brasileira

125 posts neste tópico

Três novelas suas, originais?! :ohmy: E porque deixaram cair essa produção? Porque regrediram?

Não sei o que aconteceu ao certo, mas pelo que eu saiba passaram a investir menos na dramaturgia e começaram a dar mais atenção às novelas mexicanas que eram mais baratas e tinham audiência superior.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

''Brida'' - Novela da extinta TV Manchete - 1998

foto_133.jpg

Acreditava-se que ''Brida'' iria salvar a Rede Manchete de uma nova crise. Foi investido muito dinheiro em publicidade nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, com outdoors como mostra a imagem acima.

Foi assinado um contrato de risco com os anunciantes: só haveria patrocínio se a novela chegasse à 5 pontos. A Manchete prometeu 10 pontos porém não atingiu a meta, assim tendo que transmitir os comerciais sem ganhar nada.

Para tentar salvar ''Brida'', novos atores e até mesmo o jornalista apresentador do ''Jornal da Manchete'' na época entraram na trama.

Com a crise se agravando, as gravações eram interrompidas com frequência. Começam as greves, 30 atores da novela se recusaram a gravar as cenas por estarem com seus salários atrasados. Não teve outro jeito, a novela teve seu fim antecipado. Sem cenas gravadas, o último capítulo da novela teve de ser narrado em cima de cenas já exibidas. Veja o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=yRlfJlTcdhw

Encerrando ''Brida'', a Manchete começou a reprise de seu maior sucesso: ''Pantanal''.

Abertura de Brida

http://www.youtube.com/watch?v=rVz7lsNwiTk

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

A inauguração da RedeTV, que completou 13 anos no último dia 15/11

h0173m6.jpg

Após passar por muitas crises a TV Manchete vai chagando ao fim no ano de 1999 e no dia 10 de maio, a TV Manchete passa a se chamar TV!. A última transmissão oficial da emissora, com o nome Manchete, é a final do Torneio Masters Series de Roma daquele ano, vencido por Gustavo Kuerten, a partir daí a Rede Manchete passava a se chamar TV! e posteriormente RedeTV!.

Extra-oficialmente, a RedeTV! entrou no ar no dia 10 de maio de 1999, exibindo as atrações que restavam da Rede Manchete com o nome TV!, a grade consistia em televendas. O telejornal Primeira Edição substituiu o Jornal da Manchete. Às 22 horas, era a vez da reprise da telenovela Pantanal, que já estava em seu término. Às 22h50min era transmitido o Clip Show, no lugar do Manchete Clip Show, com duração de uma hora, e logo a seguir programas independentes eram exibidos, com destaque para Estilo Ramy, que logo encerrava a programação às 2h00min. Aos domingos havia o esportivo Toque de Bola.

Aos poucos essas atrações que restaram da Manchete foram saindo do ar, ficando apenas o Clip Show e o Primeira Edição, além do Business, que continuou no ar mesmo com a troca do nome da rede (TV! e depois RedeTV!), alterando o nome para Show Business. Foram também exibidas séries japonesas entre 23h00min e 0h00min, para depois programas independentes seguirem a programação até as 2h00min.

Na madrugada do dia 12 de Novembro de 1999, a TV! encerrava a programação para por no ar a seguinte mensagem: "Faltam 3 dias para a inauguração da nova rede de televisão brasileira", com um fundo verde e logomarca da RedeTV!, o tempo de contagem regressiva — com hora, minuto, segundo e milésimo de segundo — para inauguração às 7h00min do dia 15, embora colocasse comerciais de programas a cada 15 ou 30 minutos da própria emissora. No dia 13 de novembro, a frase muda para "Faltam 2 dias para a inauguração da nova rede de televisão brasileira". No dia 14 de novembro, a frase muda novamente para Falta 1 dia para a inauguração da nova rede de televisão brasileira. Nos dias 14 e 15, aparecia o texto "É hoje a inauguração da nova rede de televisão brasileira".[5]

Às 6h59min32s do dia 15 de novembro de 1999, sem nenhuma cerimônia e repentinamente, apareceu o comercial da série estadunidense I Dream Of Jeannie, no Brasil conhecida como ''Jeannie é um Gênio'' com duração de 30 segundos. Depois, em seguida, apareceu a logomarca da RedeTV! com a abertura do telejornal Brasil TV! com duração de 30 minutos, sendo o primeiro programa televisivo da emissora. Sendo assim esse dia, a inauguração oficial da RedeTV!.

Vinheta da fase TV!

Chamada de estréia da RedeTV!

No fim deste vídeo podemos ver a contagem regressiva:

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Gostei do artigo sobre a novela, não assisti a novela, mas pelo que sejo as cenas da novela no vídeo show, vejo que foi uma excelente novela, uma pena o Silvio de Abreu ter perdido a mãe no remake de ''Guerra dos Sexos'', sempre gostei de suas novelas, foram poucas que eu as assisti, mas gostei.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Os Maiores Micos da Tv Brasileira Em 2012

Desde a chegada de Tiago Leifert, o Globo Esporte mudou a sua linha editorial e passou a usar cada vez mais o humor em sua linguagem. O programa de hoje mostrou o atacante Neymar se trocando ao fundo de uma entrevista com o ex-jogador Ronaldo.

Como o jogo foi ontem, a edição do programa teve tempo de colocar um desenho para cobrir o corpo do jogador e fez brincadeira com a situação. Mas e se fosse ao vivo? Vale lembrar que não somente a Rede Globo, como também outras emissoras, colecionaram algumas gafes ao vivo durante o ano de 2012. Faça-se justiça, é absolutamente normal, já que imprevistos acontecem e ao vivo não dá para cobrir. Veja alguns dos piores micos da TV brasileira ao vivo em 2012:

Desde a chegada de Tiago Leifert, o Globo Esporte mudou a sua linha editorial e passou a usar cada vez mais o humor em sua linguagem. O programa de hoje mostrou o atacante Neymar se trocando ao fundo de uma entrevista com o ex-jogador Ronaldo.

Como o jogo foi ontem, a edição do programa teve tempo de colocar um desenho para cobrir o corpo do jogador e fez brincadeira com a situação. Mas e se fosse ao vivo? Vale lembrar que não somente a Rede Globo, como também outras emissoras, colecionaram algumas gafes ao vivo durante o ano de 2012. Faça-se justiça, é absolutamente normal, já que imprevistos acontecem e ao vivo não dá para cobrir. Veja alguns dos piores micos da TV brasileira ao vivo em 2012:

Bonner confunde careca de Uchoa

http://youtu.be/8zxGzROTfOw

Boechat erra logo na abertura do telejornal

http://youtu.be/U2VMnuG3mg4

Galvão: "Não pode Cortar pra mim"

http://youtu.be/OHPf2PBkUtU

Sinceridade infantil

http://youtu.be/--uEJqLT-pg

Patricia Poeta: “Violentississimo”( estilo Chaves kk)

http://youtu.be/J3mRUjHMydg

As calças do Silvio Santos:

http://youtu.be/iMuftXiqQdA

Ana Paula Padrão confunde a emissora:

http://youtu.be/NrUlX3SljMQ

Evaristo Costa solta piada no ar:

http://youtu.be/fEJ9GoBxqjU

Fonte: AdNews(http://www.adnews.com.br/pt//tv/confira-os-maiores-micos-da-tv-brasileira-em-2012.html)

Editado por Wallasson Martins

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Vinheta Band 1982

(Na época a emissora ainda usava o nome Bandeirantes, o nome Band só veio a ser usado por volta de 1992/1993)

Editado por Luiz Felipe

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Você escolhe o final... Você Decide!

Na década de 90, a televisão entrou na era da interatividade com o telespectador.

 

Por: Jonathan Pereira - Contato: antenadojp@gmail.com

20-04-2013-5172c93e7b70d.jpgNa década de 90, a televisão entrou na era da interatividade com o telespectador. Se antes o público participava apenas falando ao vivo por telefone com o apresentador -  algo trazido do rádio e que se perpetua até hoje, como no “Bom Dia e Cia” -,  criou-se um programa no qual ele poderia escolher o final. Assim nascia, 8 de abril de 1992, o “Você Decide”.

A grande novidade foi ao ar uma vez por semana até 2000. As pessoas se mobilizavam com os temas - no início polêmicos  - e iam para as praças assistir em telões instalados pela Globo em diversas cidades. Nos dois primeiros anos, Virgínia Novick e Cristina Prochaska eram as repórteres encarregadas de entrar ao vivo e ouvir algumas dessas opiniões, antes dos intervalos comerciais. A tarefa passou para repórteres do jornalismo até ser extinta, em 1996.

A interação era feita por telefone, gratuitamente, através de números 0800. No estúdio, um apresentador explicava a história e, entre painéis que computavam os telefonemas, incentivava-os a interagir. “Aqui, você escolhe o final. Você Decide”, era a frase repetida por vários que ocuparam o posto.

 

20-04-2013-5172c93e80dea.jpgO primeiro foi Antônio Fagundes, recém-saído da novela “O Dono do Mundo”. Em seguida outros medalhões da emissora como Walmor Chagas, Tony Ramos, Raul Cortez e Lima Duarte estavam presentes, ao vivo.

Durante boa parte desses oito anos havia a opção entre o SIM e o NÃO. Em 1997 foram criados três finais possíveis para cada episódio e um narrador conduzia os acontecimentos. Depois voltou a ter duas opções.

Em 1998 Celso Freitas, que já havia apresentado o “Globo Repórter” e o “Fantástico”, foi deslocado para comandar o “Você Decide” – que no ano seguinte, já fragilizado para encarar a concorrência, passou a ir ao ar às 23h, após o “Zorra Total” por breves meses e, em seguida, após o Linha Direta, que ocupava o horário das 22h.

O programa parecia já estar chegando ao fim pela precariedade dos enredos a serem decididos quando o jornalista foi substituído por Luciano Szafir, dando mais um ano de fôlego para a atração, muito pelos ternos justos que usava. Mas foi apenas uma sobrevida, já que sairia do ar em agosto de 2000, com a desculpa de adequar a grade ao horário político.

Temas como aborto, drogas, violência contra a mulher, adoção, eutanásia e corrupção eram imperdíveis para os telespectadores nos primeiros anos.  Inicialmente a exibição era às quartas depois da novela das 20h – naquele tempo ela terminava 21h35 e não havia transmissão de futebol. Depois passeou pela grade, indo ao ar às quintas, sábados ou terças, conforme o ano.

Os mais antigos afirmam que o “Você Decide” é uma espécie de “filho” do “Caso Especial”, presença constante nos anos 70 na programação e que foi diminuindo de frequência durante a década de 80. O “Caso” também apresentava uma história que se resolvia num dia, mas o final já estava definido.

A cada semana o elenco do programa mudava. Quando os assuntos a serem decididos ficaram mais supérfluos e desinteressantes, experimentou-se fazer alguns com continuidade. Quem chegou mais longe foi “Transas de Família”, com Maria Zilda, José de Abreu e Estelita Bell, em 2000, com 5 episódios. Quase virou série, mas o projeto não foi adiante. No ano seguinte a emissora preferiu apostar no remake de “A Grande Família”.

Um dos pontos positivos foi dar aos atores a chance de fazerem obras curtas e não ficarem meses presos aos mesmos personagens. Além da oportunidade para os “encostados” na Globo numa época em que a Record ainda não contratava como hoje, permitia também que alguns cantores protagonizassem histórias, como Netinho de Paula.

20-04-2013-5172c93e87a4b.jpgSucesso, o formato foi vendido para mais de 60 países de todo o mundo. Na onda da interatividade, foi criada em 1996 a sessão “Intercine”, na qual era possível escolher, também por telefone, que filme assistir, entre duas opções. No ar inicialmente às 22h30, foi sendo jogada para cada vez mais tarde – depois do “Jornal da Globo” e, em sua última fase, após o “Programa do Jô”, por volta das 2h, até ser extinta em 2011.

Menos de 11 meses depois de sair do ar, a Globo surpreendeu reprisando o “Você Decide” no lugar das novelas do “Vale a Pena Ver de Novo”, em julho de 2001. Desta vez a apresentação ficou por conta de Susana Werner e os telespectadores podiam opinar pela internet.

A audiência, que já não era boa com a reprise de “Roque Santeiro”, despencou, o que fez com que apenas 15 episódios fossem levados novamente ao ar, cujos finais escolhidos foram os mesmos da primeira vez. “A Gata Comeu” foi escalada para a primeira re-reprise da sessão, cumprindo a missão de recuperar o Ibope e cativando um público que não pôde assisti-la em 1985 e 1989. O fracasso fez a emissora abandonar a ideia de revezar novelas com outros formatos na sessão vespertina.

Como tudo vai e volta na TV – vide as “Pegadinhas” e “Testes de Fidelidade” - é impossível dizer se, repaginado para se adequar às novas tecnologias, esse formato vingaria novamente, já que cada vez menos as pessoas param em frente ao aparelho para ver uma atração em um horário determinado.  A longo prazo, quando o politicamente correto dar uma trégua para que assuntos polêmicos sejam tratados, quem sabe...

Leia mais em: http://oplanetatv.clickgratis.com.br/colunas/bau-da-tv/voce-escolhe-o-final-voce-decide.html#ixzz2Rtig6Mcy

Chamada para o intercine:

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Pessoal qual era a novela das 19 e das 21h quando Chocolate com Pimenta era a novelas das 18?

19h

Apanhou O Beijo do Vampiro e Kubanacan, se não me engano.

21h

Um pouco de Mulheres Apaixonadas e Celebridade, novamente, se não me engano. xD 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

''Chocolate com Pimenta'' foi apresentada entre 08 de setembro de 2003  á 07 de maio de 2004. Eis as seguintes:

novelas das sete: pegou ''Kubanacan'' (maio de 2003 á Janeiro de 2004) e ''Da Cor do Pecado'' (Janeiro á Agosto de 2004)

novelas das oito: pegou ''Mulheres Apaixonadas'' (Fevereiro á Outubro de 2003) e ''Celebridade'' (Outubro de 2003 á Junho de 2004)

Vale a Pena Ver de Novo: ''Anjo Mau'' (Agosto de 2003 á Janeiro de 2004) e ''Corpo Dourado'' (Janeiro á Junho de 2004)

Minissérie: 'Um Só Coração'' (Janeiro á Abril de 2004)

Duarte com D gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora