_zapping_

Festival Eurovisão da Canção 2017

9868 posts neste tópico

há 18 horas, Bloody disse:

E quando se pensa que a "novela" eurovisiva não podia ficar pior, eis que a Rússia jogo uma "táctica" que pode correr muito mal para o país. Foi anunciado, pelo principal canal estatal russo, que nenhum canal russo (pertencente ao estado/EBU) vai transmitir o certame este ano. Isto pode trazer problemas graves para o futuro do país no concurso, já que é uma das regras da EBU o país transmitir a edição corrente do Festival se o país entende em participar para o próximo ano. Com isto, a Rússia pode ter a sua participação negada caso não transmitir mesmo o Festival este ano. Podem ainda voltar atrás, o que eu espero que façam, mas caso continuarem com a ideia, então bye bye Rússia... :S 

Bem, a regra parece não estar em uso desde há algum tempo (por exemplo: a Croácia regressou em 2016... apesar de não ter transmitido a edição de 2015)

--------------------------------------------------------

Enquanto isso, a EBU apresentou hoje uma solução para a Rússia:

http://www.eurovision.tv/page/news?id=ebu_offers_russian_singer_possibility_to_perform_via_satellite

Restará saber se essa proposta será aceite ou não...

Editado por LAboy 456
srcbica gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
Citação

20 - Portugal. Antipatriótica, dirão uns. Envergonhas Camões, dirão outros. Em minha defesa, eu tento ser parcial e não olho para nações. A meu ver, há 19 melhores canções. :mosking: Pontos bons: canção e melodia, voz e timbre; pontos negativos: performance e gestos exacerbados. 

Não estou a ver em que sentido te referes que há canções melhores. Só elogiaste toda a canção. Não vejo criticas nenhumas. Gestos exarcebados? Repara que ele é um dos se não o único interprete mais genuíno tanto na emoção como exprimir a musicalidade no corpo. O salvador é mesmo assim. Há de ver os mesmo gestos noutras musicas dele. Podes confirmar que a Jamala com a sua naturalidade e emoção ganhou a Eurovisão, com uma canção "mórbida, simples e estranha" em que começa logo dizer "Kill them all". Eu detestei essa musica mesmo depois de ganhar e hoje adoro. A Jamala faz os  mesmos gestos e respiração "dramática" pelo menos noutra musica, aparentemente algo peculiar da propria cantora.
É triste que a Luisa, "cagando" para a Eurovisão, não queira experimentar fazer um upgrade no staging. ...Até poderá ser bom marcarmos a diferenca pela simplicidade, mas até o videomapping usado para a "1944" no ESC deu outro ar à musica. Quem sabe se não ganharemos este ano mesmo. Basta usar as armas certas e o Salvador ser um "dark horse" no certame: É a expressão usada pelos Eurofans na estratégia para que ESC Lisboa 2018 seja possivel. :)  

Fabien Silvano gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 horas, Vítor Jardim disse:

Não estou a ver em que sentido te referes que há canções melhores. Só elogiaste toda a canção. Não vejo criticas nenhumas. Gestos exarcebados? Repara que ele é um dos se não o único interprete mais genuíno tanto na emoção como exprimir a musicalidade no corpo. O salvador é mesmo assim. Há de ver os mesmo gestos noutras musicas dele. Podes confirmar que a Jamala com a sua naturalidade e emoção ganhou a Eurovisão, com uma canção "mórbida, simples e estranha" em que começa logo dizer "Kill them all". Eu detestei essa musica mesmo depois de ganhar e hoje adoro. A Jamala faz os  mesmos gestos e respiração "dramática" pelo menos noutra musica, aparentemente algo peculiar da propria cantora.
É triste que a Luisa, "cagando" para a Eurovisão, não queira experimentar fazer um upgrade no staging. ...Até poderá ser bom marcarmos a diferenca pela simplicidade, mas até o videomapping usado para a "1944" no ESC deu outro ar à musica. Quem sabe se não ganharemos este ano mesmo. Basta usar as armas certas e o Salvador ser um "dark horse" no certame: É a expressão usada pelos Eurofans na estratégia para que ESC Lisboa 2018 seja possivel. :)  

Exatamente o que penso... vamos passar à final à  rasquinha e na final ainda ganhamos aquilo. A brincar a brincar isto pode ter uma reviravolta enorme. Eu não acredito que aconteça mas lá no fundo algo me diz que a brincar a brincar Portugal pode ganhar assim sem grande esforço, assim como aconteceu numa certa competição europeia do ano passado... 

Editado por Fabien Silvano
Tiago João gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 58 minutos, Fabien Silvano disse:

Exatamente o que penso... vamos passar à final à  rasquinha e na final ainda ganhamos aquilo. A brincar a brincar isto pode ter uma reviravolta enorme. Eu não acredito que aconteça mas lá no fundo algo me diz que a brincar a brincar Portugal pode ganhar assim sem grande esforço, assim como aconteceu numa certa competição europeia do ano passado... 

Desculpa desiludir-te, mas acho que é mais o contrário nós passamos à final com uma pontuação média boa e na final vamos flopar e ficar nos últimos lugares e estou a falar a sério, é o que sinto.

Duarte gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 2 horas, Boy TV disse:

Desculpa desiludir-te, mas acho que é mais o contrário nós passamos à final com uma pontuação média boa e na final vamos flopar e ficar nos últimos lugares e estou a falar a sério, é o que sinto.

Fica descansado que não me desiludes... até porque é apenas um pressentimento.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 horas, Vítor Jardim disse:

Não estou a ver em que sentido te referes que há canções melhores. Só elogiaste toda a canção. Não vejo criticas nenhumas. Gestos exarcebados? Repara que ele é um dos se não o único interprete mais genuíno tanto na emoção como exprimir a musicalidade no corpo. O salvador é mesmo assim. Há de ver os mesmo gestos noutras musicas dele.

 
Eu concordo com tudo que disseste em relação à performance do Salvador. Esta, efetivamente, um efeito diferenciador. Se é bom? É. Se eu, pessoalmente, gosto? Não muito. :S É tão simples quanto isso. No entanto, consigo valorizar aquilo que ele faz. Mas já que aquilo era o meu top, eu exprimi aquilo que honestamente achava. :) 
Nunca se sabe, no entanto, se eu não mudarei de opinião ao vê-lo a atuar em Kiev.
 
Quanto às músicas... É mesmo valorização pessoal. Eu não te sei apresentar factos de eu preferir, por exemplo, a música da Macedónia à música de Portugal. Simplesmente gosto. A música é muitas vezes subjetiva, sendo assim difícil impor balizas sobre aquilo que se gosta ou não. :P 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Eu sempre fui contra a participação da música da Ucrânia tal como ela. Tal como sempre fui contra a Ucrânia organizar o ESC a partir do momento em que revelaram que tinham uma lista de cantores russos que não podiam lá entrar devido às suas convicções políticas. A EBU nunca deveria ter permitido, em primeiro lugar, que um país que não permite a participação e segurança de todos os países participantes organizasse o evento.

Além disto, acho ridículo a EBU ter chegado ao cúmulo de ter proposto que a cantora russa actuasse por satélite. Não só não conseguem pressionar as autoridades ucranianas no sentido de assegurar a participação de todos os países como ainda por cima sugerem quebrar a regra básica que diz que os cantores têm de cantar ao vivo NO PALCO! É uma vergonha e defendo que o Jon Ola Sand, se não tiver a coragem de se demitir, deve ser demitido. Este ESC ainda nem aconteceu e já é o pior de sempre! Demoraram meses só para decidir a cidade (até terem chegado à conclusão de que teriam de acolher o evento em Kiev outra vez porque mais nenhuma cidade tinha infraestruturas suficientes), têm a organização super atrasada (já estamos a menos de dois meses do evento!) e ainda andam com estas novelas!

Esta atitude da Ucrânia é deplorável. A Rússia não é flor que se cheire, mas tenho a dizer que aqui acho mesmo que são a vítima. Explico porquê: a Rússia é um membro activo da EBU e a música que escolheram reúne as condições propostas pela EBU para ser válida (é original, tem até 3 minutos e não tem conteúdo político). Além disto, os russos nem sequer escolheram alguém que estivesse na tal lista de cantores proibidos de lá entrar! A Julia Samoylova NÃO estava na lista. Só mais tarde é que as autoridades ucranianas foram vasculhar o histórico de viagens da cantora para ver que ela esteve na Crimeia não sei quando e que por isso não pode lá entrar durante não sei quanto mais tempo!

E já agora, quanto ao uso da cantora devido às suas condições físicas: até percebo que as pessoas achem que ela está a ser usada devido à cadeira de rodas, mas apenas devido ao facto deste ano o país organizador ser um país hostil à Rússia. No fundo, enquanto pessoa não acho que ela esteja a ser assim tão usada. Explico porquê: a Julia participou no Factor X lá da Rússia há uns anos e a canção que ela cantou no primeiro casting foi a versão russa da "Molitva" (a canção vencedora do ESC 2007). Ou seja, ela é alguém que gosta suficientemente do ESC para cantar uma música do ESC num casting de um programa de talentos, por isso não me parece que ela se sinta muito usada. Aliás, até acho que provavelmente ela iria viver um dos melhores momentos da vida dela!

Gostaria ainda de deixar uma provocação no ar em relação à atitude da EBU quando dizem "We have to respect the local laws of the host country". Como é que organizações como a FIFA reagiriam se, por exemplo, a Ucrânia não deixasse entrar atletas russos? Ou uma organização dos Jogos Olímpicos? Iam respeitar as leis locais? Isto é de loucos! Se um país está a organizar uma competição com vários países tem de garantir que os representantes dos vários países possam lá entrar!

Spoiler

P.S.: E ainda digo agora uma coisa mais provocatória: se fosse mesmo assim, se a EBU estivesse efectivamente disposta a respeitar as leis locais dos vários países a concurso, não teriam roubado a vitória à Rússia no ano passado (que venceu o televoto e que, tenho usado a mesma fórmula que levou os júris a dar a vitória à Suécia no ano anterior, não conseguiu vencer o voto dos mesmos). Mas aparentemente não querem ir para países onde as leis locais dizem que não se podem realizar eventos como paradas gays. Pronto, já disse!

 

Editado por Jenny
Concordância verbal

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 3 horas, Jenny disse:

Eu sempre fui contra a participação da música da Ucrânia tal como ela. Tal como sempre fui contra a Ucrânia organizar o ESC a partir do momento em que revelaram que tinham uma lista de cantores russos que não podiam lá entrar devido às suas convicções políticas. A EBU nunca deveria ter permitido, em primeiro lugar, que um país que não permite a participação e segurança de todos os países participantes organizasse o evento.

Além disto, acho ridículo a EBU ter chegado ao cúmulo de ter proposto que a cantora russa actuasse por satélite. Não só não conseguem pressionar as autoridades ucranianas no sentido de assegurar a participação de todos os países como ainda por cima sugerem quebrar a regra básica que diz que os cantores têm de cantar ao vivo NO PALCO! É uma vergonha e defendo que o Jon Ola Sand, se não tiver a coragem de se demitir, deve ser demitido. Este ESC ainda nem aconteceu e já é o pior de sempre! Demoraram meses só para decidir a cidade (até terem chegado à conclusão de que teriam de acolher o evento em Kiev outra vez porque mais nenhuma cidade tinha infraestruturas suficientes), têm a organização super atrasada (já estamos a menos de dois meses do evento!) e ainda andam com estas novelas!

Esta atitude da Ucrânia é deplorável. A Rússia não é flor que se cheire, mas tenho a dizer que aqui acho mesmo que são a vítima. Explico porquê: a Rússia é um membro activo da EBU e a música que escolheram reúne as condições propostas pela EBU para ser válida (é original, tem até 3 minutos e não tem conteúdo político). Além disto, os russos nem sequer escolheram alguém que estivesse na tal lista de cantores proibidos de lá entrar! A Julia Samoylova NÃO estava na lista. Só mais tarde é que as autoridades ucranianas foram vasculhar o histórico de viagens da cantora para ver que ela esteve na Crimeia não sei quando e que por isso não pode lá entrar durante não sei quanto mais tempo!

E já agora, quanto ao uso da cantora devido às suas condições físicas: até percebo que as pessoas achem que ela está a ser usada devido à cadeira de rodas, mas apenas devido ao facto deste ano o país organizador ser um país hostil à Rússia. No fundo, enquanto pessoa não acho que ela esteja a ser assim tão usada. Explico porquê: a Julia participou no Factor X lá da Rússia há uns anos e a canção que ela cantou no primeiro casting foi a versão russa da "Molitva" (a canção vencedora do ESC 2007). Ou seja, ela é alguém que gosta suficientemente do ESC para cantar uma música do ESC num casting de um programa de talentos, por isso não me parece que ela se sinta muito usada. Aliás, até acho que provavelmente ela iria viver um dos melhores momentos da vida dela!

Gostaria ainda de deixar uma provocação no ar em relação à atitude da EBU quando dizem "We have to respect the local laws of the host country". Como é que organizações como a FIFA reagiriam se, por exemplo, a Ucrânia não deixasse entrar atletas russos? Ou uma organização dos Jogos Olímpicos? Iam respeitar as leis locais? Isto é de loucos! Se um país está a organizar uma competição com vários países tem de garantir que os representantes dos vários países possam lá entrar!

  Hide contents

P.S.: E ainda digo agora uma coisa mais provocatória: se fosse mesmo assim, se a EBU estivesse efectivamente disposta a respeitar as leis locais dos vários países a concurso, não teriam roubado a vitória à Rússia no ano passado (que venceu o televoto e que, tenho usado a mesma fórmula que levou os júris a dar a vitória à Suécia no ano anterior, não conseguiu vencer o voto dos mesmos). Mas aparentemente não querem ir para países onde as leis locais dizem que não se podem realizar eventos como paradas gays. Pronto, já disse!

 

Eu acho que a Rússia não ganhou por isso mesmo, por usar o mesmo estilo que a Suécia usou no ano anterior, e o júri ou foi esperto e com esse argumento não deu o primeiro lugar, ou então achou a canção ucraniana melhor, como eu.

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Bem, agora que já passou algum tempo desde são conhecidas todas as músicas, deixo aqui o meu top 10:

1. Itália
2. Noruega
3. República Checa
4. Ucrânia
5. Bélgica
6. Reino Unido
7. Lituânia
8. Bielorrússia
9. Chipre
10. Holanda

Era engraçado fazer um top dos membros do aTV em geral :) 

Boy TV, André Sousa, Shadow e 1 outro gostam disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Aqui vai o meu top10, com pequenos comentários. Pode ainda mudar, como é óbvio. 

1. Bulgária (tipo, fácil, a música tem um profundidade incrível e inexplicável)
2. Sérvia (sim, é pop fácil e mainstream, mas idk, tem qualquer coisa de mágico que me faz gostar imenso)
3. Suiça (a música tem imenso power e é capaz de fazer um staging incrível)
4. Albânia (a música tem um instrumental soberbo) 
5. Itália (já a ouvi tanta vez que se calhar por isso caiu um pouco. Mas continua a ser otima) 
6. Bélgica (mixed feelings, amo mas ao mesmo tempo acho que isto não é ESC material)  
7. Dinamarca (amo, acho a música underrated, mas por não ser propriamente nada de novo no ESC, vem aqui em 7º) 
8. Chipre (outro pop, mas acho a música super catchy e um pop básico, mas ao mesmo tempo diferente o suficiente para merecer o top) 
9. Hungria (adoro a vibe oriental, é diferente de todas as outras músicas) 
10. Noruega (yap, surpresa. Outra música que considero underrated, gosto muito do refrão e do estilo remix) 

Menções Honrosas 
Letónia (primeiro adorei, depois odiei pq é repetitiva e achava-a overrated, mas agora compreendo. Vai-se destacar fácil das restantes músicas, e por isso merece esta menção. Pode ainda subir ao meu top10, veremos)
Macedónia (curto bué, mas sei lá, falta qualquer coisa. Mesmo assim, pode chegar ao meu top) 
Reino Unido (e é assim que se melhora uma música! Passou de aborrecida e esquecível a algo profundo e digno de fazer boa figura e não envergonhar o país como as últimas musicas. No entanto, nunca chegará ao meu top10) 

Menções Honrosas mas menos que as de cima
França (já teve no meu top, mas perdeu-o e dificilmente volta. Continua a ser uma boa música anyway)
Estónia (exatamente o mesmo que França. Adoro especialmente a vibe que tem no refrão e que não consigo explicar por palavras)

Rep. Checa (não deixem este pedacinho de boa música ficar no bottom do concurso, porque merece reconhecimento. Não é top15 (talvez nem top20) material, mas a música é soberba e tem sentimento. Vejo isto numa novela ou a ser hit de uma artista famosa, por exemplo) 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Aqui vai o meu top da SF1, os outros estão pra breve, apetece me os fazer, e como toda a gente posta aqui os seus, bora lá nisto

 (nunca pensei que este top fosse tão díficil de fazer) - caso Portugal estivesse no top, seria no 6º, estou a tentar não ser demasiado patriota xd

Isto foi muito mesmo muito díficil de fazer, credo.

Spoiler
  1. Bélgica (adoro o estilo, e a música em si é muito boa) - 10/10
  2. Austrália (por mais cliché que a música seja, e por mais que não gostei muito dela ao ínicio, subiu no meu rank) 9/10
  3. Letónia (eu gosto mesmo muito da música deles, aaa) - 8/10
  4. Islândia (como não amar?) - 7.1/10
  5. Suécia (nada que não se esperasse da Suécia, mas viciante) - 7/10
  6. Finlândia (sinceramente, eu não queria por as outras mais alto, então foi mesmo para encher este spot) - 6/10 
  7. Albânia (acho que em live as pessoas vão se espantar com a voz dela, tendo assim votos, mesmo assim espero que melhore a pronuncia de inglês dela) - 5/10
  8. Grécia (acho que vai passar tbh) - 4/10
  9. Montenegro (acho que vai passar tbh) - 3/10
  10. Azerbaijão (sei que passa, mas não gosto da música. esqueço me dela muito rápido, nada de especial) 
  11. Moldávia (guilty pleasure, pode ser que passe) 
  12. Chipre (adoro a Hum... gravity, mas é apenas mais um generic pop com copias de ritmos já ouvidos.)
  13. República Checa (gosto muito da canção, mas acho que é muito díficil passar no meio daquilo tudo)
  14. Polónia (credo, é boazita, mas não suficiente, acho que se passar, vai ser aquela que vai ser à rasquinha)
  15. Geórgia (mhhh é melhor não teres muita faith menina)
  16. Arménia (credo)
  17. Eslovénia (credo parte 2)

 

 

 

 

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais
há 6 horas, CRF disse:

Bem, agora que já passou algum tempo desde são conhecidas todas as músicas, deixo aqui o meu top 10:

1. Itália
2. Noruega
3. República Checa
4. Ucrânia
5. Bélgica
6. Reino Unido
7. Lituânia
8. Bielorrússia
9. Chipre
10. Holanda

Era engraçado fazer um top dos membros do aTV em geral :) 

Também acho essa ideia gira de abrir uma votação das canções da Eurovisão, talvez a @Ana Maria Peres saiba fazer uma coisa dessas, ou ela ou outro forista. :biggrin:

srcbica gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

1Oos9RC.jpg

Caros Eurofãs! Estou aqui com algumas informações sobre um país muito falado nestes dias por toda a Europa: a Mother Russia! Ui, mas agora vou começar a falar deste país? :ph34r:

HrCcTDR.gif

A verdade é que a Rússia é dos países mais bem sucedidos na Eurovisão, recentemente. Vejamos alguns dados:

eCyl0yg.png

Sim, eu quero dizer que o país já esteve no Top 5 oito vezes! Nove, se contarmos com o 5º lugar em 2013...

wafFJ0J.gif

*esses votos dos países vizinhos...*

Mas afinal o meu objetivo em mostrar estes dados não é este!

Spoiler

Se viste o 3 em "3 terceiro lugares" destacado, encontraste o que eu pretendia!

6v8LMeM.gif

Isto significa que o A Caminho de Kiev está sensivelmente a três semanas de arrancar! :D Daqui a três semanas poderás dar a tua opinião, votar nas tuas favoritas... e apostar, apostar muito. :cool:

PS: A Rússia foi escolhida por mero acaso... E porque também como foi banida e nem vai aparecer no concurso (provavelmente), merece um bocadinho de destaque no Caminho. :cool:

@Boy TV! ;) 

Boy TV gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Quem fica mal na figura é a Ucrânia... banir uma cantora, que não tem nada a ver com decisões políticas, é de muito mau tom...

André Sousa gosta disto!

Partilhar este post


Link para o post
Partilhar nas redes sociais

Regista-te ou entra para comentar!

Para deixar um comentário é necessário estar registado. É muito fácil!

Criar uma conta

Regista-te e vem fazer parte desta comunidade! É fácil!


Registar-me

Entrar

Já estás registado? Entra aqui!


Entrar agora