Johnman

Membros
  • #Conteúdo

    607
  • Registado Em

  • Última Visita

About Johnman

  • Rank
    Sei muita coisa sobre TV

Profile Information

  • Género

Quem visitou o meu perfil

1120 visitas ao perfil
  1. Sol de Inverno e Tempo de Viver não sei o que é que têm a ver, mas Coração D'Ouro é, de facto, MUUUUUITO semelhante a TdV. Pelo menos o núcleo principal. Em termos de história, SdI é mais parecida a Flor do Mar que qualquer coisa. Enfim, por acaso vocês têm alguma música estrangeira que vos relembra de uma certa novela? Nem sequer tem de ser da banda sonora, é uma música que simplesmente faz lembrar a novela, seja a letras ou o ritmo ou assim... Sempre que ouço esta música, faz-me lembrar Mar Salgado:
  2. Foi no programa direto de hoje, depois do Jogo do Relógio. A mulher, quando o Mendes vai lá cima e ajuda-a a deslocar-se, ela manda-lhe a bojarda
  3. Digam-me que não fui o único a ouvir aquela senhora a gritar "Agora é que tá tudo f*dido"
  4. Top 10 filmes na bilheteria mundial de 2016 no final de Dezembro (em dólares): Capitão América: Guerra Civil [Captain America: Civil War]- 1153.3 milhões À Procura de Dory [Finding Dory] - 1027.8 milhões Zootrópolis [Zootopia] - 1023.8 milhões O Livro da Selva [The Jungle Book] - 966.6 milhões A Vida Secreta dos Nossos Bichos [The Secret Life Of Pets] - 875.5 milhões Batman V Super-Homem: O Despertar da Justiça [Batman V Superman: Dawn Of Justice] - 873.5 milhões Rogue One: Uma História Star Wars [Rogue One: A Star Wars Story] - 789.7 milhões Deadpool [Deadpool] - 783.1 milhões Monstros Fantásticos e Onde Os Encontrar [Fantastic Beasts And Where To Find Them] - 776.8 milhões Esquadrão Suicida [Suicide Squad] - 745.6 milhões E boom, a Disney acabou no topo do mundo. Têm o top 4 só para eles, com 3 filmes no clube dos mil milhões e ainda O Livro da Selva a espreitar. E é mais que óbvio que vão ainda ter o top 5, pois o Rogue One está-se a aproximar dos mil milhões e vai lá chegar com toda a certeza. A Warner Bros. lá conseguiu meter os seus 3 maiores blockbusters do ano, das franquias DC e Harry Potter, no top 10, enquanto que a Universal e a 20th Century Fox contentam-se apenas com um filme (Bichos e Deadpool respetivamente). Mas o ano ainda não está completamente acabou. Bem, o ano na bilheteria. O Rogue One vai subir mais e mais na lista, e é possível que desafie a Guerra Civil pela 1ª posição. Chegámos ao ponto em que a única verdadeira competição para a Disney são eles mesmos. E, para além disso, o filme de animação Cantar (Sing) pode também surpreender e ultrapassar o Esquadrão Suicida, se Janeiro for carinhoso para o seu percurso.
  5. Pois ficou, mas pelo menos começou a pagar, como tinha dito. Já tinha perdido tudo, foi presa enquanto grávida, e conseguiu escapar à custa da filha... que entregou á irmã por confiar mais nela como mãe. Isso em si pode ser visto como pagamento, pois a Alice forçou-se a si própria a entregar a sua criança á pessoa que mais detestava. Ela ganhou e perdeu ao mesmo tempo. Vou dizer que adorei o final da Margarida, esse sim, mas isso foi mais por ser completamente diferente de todos os outros. A da Maria Laurinda foi interessante, também não foi uma vitória completa, foi mais um "de volta ao início". E apesar de todos os esquemas que ela organizou, ela nunca foi suficientemente maquiavélica para merecer um grande castigo. Ela teve aquilo que lhe devia calhar: foi enganada pelo Bruno pelas mesmas razões que enganou o Afonso - dinheiro. E o Bruno acabou se a enganar a si próprio também. Os dois voltaram à tática inicial: atrás de um ricalhaço. Não gostei do final da Júlia por ser uma cópia total do da Margarida, e mesmo assim, apesar dos (quase) crimes que ela ia cometendo, ela foi ilibada da morte do ex-marido, portanto.... E a Bárbara também nunca a considerei totalmente como vilã. Era mais uma intrometida alcóolica e histérica entre o casalinho sem sal, e por boa razão (o Fernando era marido dela), vilã vilã? Nem tanto. Vamos concordar em discordar, acho que é melhor.
  6. ... a Alice não se deu exatamente bem no final. Escapou da prisão e infiltrou-se num cruzeiro, sim, mas não foi antes de ser presa e condenada por tudo o que fez, e isto depois de ter perdido a confiança e o apoio de toda a gente, até mesmo o Romão. De certa forma, já tinha pagado (ou começado a pagar). E não ser realidade mas sim ficção faz ainda menos sentido porque os vilões safam-se quase sempre na realidade. Mais são as vezes que eles ganham do que eles perdem. Para além disso, faz-me confusão vocês quererem ver o mau ganhar. Que raio de ideia é essa, passar meses sem conta a ver uma história, só para desejar que a pessoa que andou a espalhar o mal desde o início ganhasse no fim? Eu adoro personagens como a Flora e a Carminha, mas não quer dizer que eu desejava que elas ficassem por cima. Eu pessoalmente só prefiro esse caminho em contextos muito específicos, como se o bonzinho for incrivelmente desinteressante e enfadonho (como os desta novela). E este Lobo... não é assim tão mau portanto se calhar até merece, mas mesmo assim, não gosto da ideia. Nem que seja da forma mais minúscula, no fim, TODOS devem pagar. Isso sim é que é verdadeiro escapismo/ficção, já que na vida real pouco disso há.
  7. Tenho de confessar: não consigo concordar com o ideal que o vilão se podia dar bem no final. Sim que quebrava o clichê, mas para mim, todos têm de pagar pelos seus atos no final (até mesmo os bonzinhos), e num mundo onde o justo é verdadeiramente impossível, ficção deveria-nos permitir o escapismo para uma realidade paralela onde a justiça não é cega nem a demónios, nem a santos. Apesar disso, eu também acho que era muito mais interessante se o Manel morresse e o Lobo ficasse com a Clara (que, coitadinha, é a protagonista mais sonsinha da SIC desde a Diana Chaves em LdS). Mas acho que isso não é tanto uma ide á diferenciação e á permissão que o mau da fita acabe safo, mas tanto como um grito de revolta contra a peste irritante que é o Manel. Para mim, é simples: a Clara ficava sozinha no final, tal como começou. Vingava-se da Francisca, não entregava o Lobo á polícia porque ele a ajudou mas também não ficava com ele por todo o mal que lhe fez, ponto final. Poucas são as novelas em que a moça fica com o mau, ainda menos são aquelas em que a moça fica sozinha.
  8. Top 10 da bilheteria mundial após Novembro (em dólares): Capitão América: Guerra Civil - 1153.3 milhões À Procura de Dory - 1026.9 milhões Zootrópolis - 1023.8 milhões O Livro da Selva - 966.5 milhões A Vida Secreta dos Nossos Bichos - 874.3 milhões Batman V Super-Homem: O Despertar da Justiça - 873.3 milhões Deadpool - 782.6 milhões Esquadrão Suicida - 745.6 milhões Doutor Estranho - 618.7 milhões A Sereia - 553.8 milhões Bem, a lista mudou e bem. A Dory substituiu a Judy Hopps como a protagonista do 2º filme mais visto do ano, e apesar de eu gostar mais do Zootrópolis, a Dory mereceu o sucesso que teve (pelo menos para mim). E os Bichos conseguiram dar à Warner Bros. mais razão para se sentirem em baixo ao derrotarem o Batman V Super-Homem (se bem que a WB tem poucas razões para se sentir em baixo, e o BVS foi um filme de sucesso no fim de contas). E claro, a maior mudança de todas foi a queda de X-Men: Apocalipse e a chegada de um outro filme de superheróis, Doutor Estranho. Eu acredito que Estranho não se aguente até ao fim do ano no top 10, devido aos Monstros Fantásticos (que está assustadoramente perto d'A Sereia), ao Rogue One, e a alguns outros candidatos, mas a Marvel Studios provou aqui mais uma vez o seu poder. Incrível.
  9. Apesar de não prestar grande atenção a novelas, devo confessar que Amor Maior está bilhões de vezes melhor do que ao princípio, tal e qual como Mar Salgado (apesar desta estar a léguas de MS). Ainda que a história do trio principal continuar digna de um kill me, mas a Sara sempre está melhorzita do que antes. Uma cena que me impressionou que só agora vi foi o surto da Diana (Vitória Guerra) no meio da rua. Fiquei deliciado com a realização e com a prestação. E adorei o filtro cinemático que adicionaram às cenas dela (ou então foram simplesmente gravadas com melhor qualidade, full HD talvez).
  10. Caso te interesse, para além do top 10, os outros 19 mais vistos foram O Panda do Kung Fu 3, Warcraft, Jason Bourne, A Idade do Gelo 5, O Dia da Independência 2, A Lenda de Tarzan, Angry Birds, Star Trek Beyond, e Mestres da Ilusão/Now You See Me 2. E só O Panda do Kung Fu e o Star Trek mereceram fazer mais dinheiro que o Conjuring 2. Na minha opinião.
  11. Neste momento é o 20º filme mais visto do ano, e vai ficar ainda mais abaixo com a chegada dos blockbusters de Novembro/Dezembro. Pena, eu adorei e merece melhor Mas hey, fez mais dinheiro que o 1º e não deixou de ser um mega sucesso dado o orçamento.
  12. Top 10 da bilheteria mundial de 2016 (em dólares): atualizado para o fim de Outubro Capitão América: Guerra Civil - 1.153 mil milhões Zootrópolis - 1.023 mil milhões À Procura de Dory - 1.021 mil milhões O Livro da Selva - 966.4 milhões Batman V Super-Homem: O Despertar da Justiça - 873.3 milhões A Vida Secreta dos Nossos Bichos - 868.1 milhões Deadpool - 782.6 milhões Esquadrão Suicida - 745.2 milhões A Sereia - 553.8 milhões X-Men: Apocalipse - 543.9 milhões Mais uma vez, não houve nenhuma mudança na ordem do top 10, exceptuando (talvez, porque a minha memória falha-me) a Dory substituír O Livro da Selva em 3º lugar. Mas a Dory aproveitou este mês para se tornar o 27º filme de todos os tempos a fazer mais de mil milhões de dólares mundialmente, e é neste momento o 26º filme mais visto de sempre, 4º em termos de animação. Esta a meros 2 milhões do Zootrópolis e certamente o baterá este fim de semana para se tornar o filme animado mais visto do ano. Os Bichos também já se aproximaram bem mais do BVS, para susto da Warner Bros., mas bom para eles que o Esquadrão Suicida fez números que o aproximam muito das metas Deadpool e Guardiões da Galáxia (filmes de super-heróis mais estranhos e de maior risco). Enquanto os X-Men se preparam para abandonar finalmente o top 10, com a chegada iminente de Bestas Fantásticas, Moana/Vaiana, e até mesmo Doutor Estranho.
  13. ... eu, sem ter visto nada mas bocadinhos da novela nos últimos tempos (não tenho vida nem pachorra para novelas, seja esta ou A Impostora que tb faço o mesmo que esta), sei o isso que é: uma história de jeito. AM pode ter muitos barracos e muito ritmo, mas não muda o facto que a história não funciona grande coisa. Bem pelo menos melhorou. Ainda bem.
  14. Digam-me só uma coisa: comparado com o princípio, isto já parece da mesma gaja que escreveu Mar Salgado, ou continua merda?
  15. Vi mais um ou dois clips da novela. E é quase exatamente como o @Ivo diz - o trio principal é a nódoa das nódoas (a Sara e a Inês têm bons momentos quando interagem com o elenco juvenil, mas tirando isso...), e o resto da novela é boa. Concluímos que esta novela é o oposto absoluto de Mar Salgado